Siga-nos nas redes

Economia

Restauração: “Vocês estão a matar os que querem trabalhar”

Publicado

em

Manifestaram-se hoje em frente ao parlamento por melhores apoios várias centenas de empresários e trabalhadores da restauração, bares, discotecas, cultura, eventos, alojamento e táxis

“Portugal não pode ser menu completo para uns, meia dose para outros e, para muitos, pão e água”, ouviu-se durante os discursos de vários representantes daqueles setores, que falaram esta tarde num palco montado em frente à Assembleia da República, em Lisboa, perante várias centenas de pessoas que vieram, sobretudo, do norte do país, Alentejo e Algarve, respondendo ao repto lançado pelo Movimento A Pão e Água.

O alvo principal das queixas foi o primeiro-ministro, António Costa, tendo a organização convidado todos os empresários a irem para as portas dos seus negócios esta noite, pelas 22:30, bater com tachos, numa ação à qual deram o nome de “tachar o Costa”.

“Vocês estão a matar os que querem trabalhar”, gritaram diversas vezes os manifestantes, alguns deles com os seus negócios fechados há nove meses, como acontece com muitos bares e discotecas.

A principal reivindicação dos profissionais daqueles setores, que sofrem os efeitos da pandemia do novo coronavírus e das medidas adotadas pelo Governo para conter a sua propagação, é que lhes seja permitido trabalhar nos seus horários normais.

Não podendo funcionar sem restrições de horário, aqueles empresários pedem, então, melhores apoios, como a isenção de pagamento da Taxa Social Única (TSU) e apoios a fundo perdido.

“O Estado tem de deixar, de uma vez por todas, de fazer contas de merceeiro e vir falar connosco, nós estamos disponíveis para falar, porque o Dr. António Costa não percebe nada de restauração, não percebe nada de noite e tem de falar com quem percebe”, disse o porta-voz do Movimento A Pão e Água, José Gouveia, à Lusa.

“Lá fora, na Alemanha, em Espanha, França, pagam para as empresas estarem encerradas e aí faz sentido. Agora, se não há forma de nos pagar, então, por favor, deixem-nos trabalhar”, acrescentou.

A marcar presença na manifestação esteve Ascensão Quintas, gerente de um restaurante em Braga, há 37 anos, que conta neste momento com sete funcionários, depois de se ver obrigada a despedir três pessoas.

Sem conseguir conter as lágrimas, Ascensão Quintas disse à Lusa que está a ver a sua vida a “enterrar-se”, com ordenados e rendas para pagar, despesas às quais não consegue fazer face só com as receitas do “take away”.

“Já lutei muito e custa-me muito estar a ver o meu negócio a ir por água abaixo”, lamentou a empresária minhota, admitindo estar quase a desistir.

A saúde mental destes empresários foi também um dos temas abordados durante os discursos desta tarde, com vários relatos de situações de desespero que vivem várias famílias, que dependiam dos seus negócios.

Aos jornalistas, o rosto mais mediático deste movimento, o ‘chef’ Ljubomir Stanisic, disse não fazer ideia como é que os empresários daqueles setores vão resistir, com o Natal a aproximar-se e a terem de pagar o 13.º mês aos seus trabalhadores.

“Nós não estamos agora a pedir dinheiro, nós não queremos que nos apoiem, nós queremos, simplesmente, que nos deixem trabalhar”, sublinhou.

Os manifestantes foram respondendo aos vários apelos da organização para que respeitassem as regras de distanciamento, o uso de máscara e para que lutassem “pelos seus direitos civilizadamente”, tendo agradecido com palmas aos elementos do corpo de segurança ali presentes.

No final, tal como nas outras manifestações organizadas no Porto e em Faro, acenderam-se tochas e fez-se um minuto de silêncio pela “morte” de vários negócios que não conseguiram resistir às dificuldades, simbolizados por um caixão, ouvindo-se, por fim, o hino nacional.

O Governo anunciou no sábado as medidas de contenção da pandemia da covid-19 para o novo período de estado de emergência: nas vésperas dos feriados, o comércio encerra a partir das 15:00 em 127 concelhos do continente classificados como de risco “extremamente elevado” e “muito elevado” e mantêm-se os horários de encerramento do comércio às 22:00 e dos restaurantes e equipamentos culturais às 22:30 nestes concelhos e em mais outros 86 considerados de “risco elevado”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 2 horas

Época balnear inicia-se a 12 de junho na maioria dos municípios

A maior parte dos municípios decidiu iniciar a época balnear em 12 de junho, disse hoje o ministro do Ambiente...

Desportohá 2 horas

Ivo Vieira só tem um objetivo: Ser “mais forte do que o Vitória de Guimarães”

O treinador do Famalicão, Ivo Vieira, desvalorizou hoje o seu regresso a Guimãraes e afirmou que o importante é “ganhar...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: Presidente da CESPU eleito presidente da Associação Portuguesa do Ensino Superior Privado

O presidente do Conselho de Administração da CESPU – Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário, Almeida Dias, foi eleito...

Póvoa de Varzimhá 4 horas

Covid-19: Portugal chega aos 4 milhões de vacinas após inoculação de uma utente na Póvoa de Varzim

Portugal atingiu hoje a marca de quatro milhões de vacinas contra a covid-19 administradas à população, com a inoculação de...

Paíshá 5 horas

Covid-19: Mais 1 morto e 268 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 1 óbito provocados pela pandemia e 268 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 5 horas

Criança de 2 anos em estado grave após ser atropelada enquanto seguia com os pais, em Valongo

Uma criança de 2 anos do sexo masculino ficou gravemente ferido ao final da manhã desta terça-feira, em Valongo, depois...

Famalicãohá 5 horas

Freguesia de Calendário promove recolha de sangue no próximo domingo

A Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promove, este domingo dia 16 de maio, uma sessão de recolha de...

Famalicãohá 7 horas

Famalicão: Lions Clube entrega à Refood mais de 3.700 embalagens para alimentos

O Lions Clube de Famalicão entregou à associação Refood 3.600 embalagens descartáveis, 120 embalagens reutilizáveis e 34 embalagens para recolha...

Famalicãohá 7 horas

Famalicão: AC dá ‘luz verde’ a concessões rodoviárias para as Comunidades Intermunicipais do Ave e Cávado

A Autoridade da Concorrência deu ‘luz verde’ às operações de concentração de transportes nas Comunidades Intermunicipais (CIM) do Ave e...

Guimarãeshá 7 horas

Jovens que faleceram após despiste em Guimarães no último sábado serão sepultados esta quarta-feira

Os dois jovens de 16 e 30 anos que morreram na noite do passado sábado após um despiste rodoviário, em...

Famalicãohá 8 horas

Famalicão: ACIF agenda eleições internas para o próximo dia 09 de junho

A ACIF – Associação Comercial e Industrial de VN Famalicão tem as suas eleições agendadas pata o próximo dia 09...

Famalicãohá 8 horas

Biblioteca Municipal junta pais, educadores e psicólogos em novo projeto de leitura

A Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, de Famalicão, estabeleceu uma parceria com a Associação para o Desenvolvimento Pessoal (EDUPA), para...

Regiãohá 8 horas

Duas pessoas feridas após choque em cadeia de 10 veículos junto à A3 na Maia

Um choque em cadeia envolvendo 10 veículos está a condicionar fortemente o trânsito na Autoestrada 41, junto ao nó de...

Paíshá 8 horas

Marcelo: Pandemia veio reacender discussão sobre regionalização de Portugal

O presidente da República disse hoje que uma das lições que tirou da pandemia é que a descentralização vai implicar...

Famalicãohá 21 horas

Covid-19: 60% dos doentes hospitalizados continuam com pelo menos um sintoma após seis meses

Um estudo hoje divulgado conclui que 60% dos doentes hospitalizados com covid-19 continuam com pelo menos um sintoma seis meses...

Famalicãohá 23 horas

Associação Engenho de Desenvolvimento do Vale do Este aprova orçamento para 2021

Os associados da Engenho – Associação de Desenvolvimento do Vale do Este  aprovaram, no passado domingo, por unanimidade, o Plano...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Pessoas acumulam-se em longas filas, à chuva, no Centro de Vacinação de Vale S. Cosme

Não é a primeira vez que acontece. Aliás, nos últimos dias, segundo relatos de várias pessoas, têm-se formado longas filas...

Desportohá 1 dia

Famalicão: Vermoim recebeu mais de 150 participantes para passeio de BTT

O Floresta BTT, sediado em Vermoim, promoveu este sábado, 8 de maio, o Arga Tinta Adventure, um passeio de BTT...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Secretário de Estado da Educação, João Costa, participa no III Ciclo de Conferências em Educação

O secretário de Estado da Educação, João Costa, vai participar como orador em mais uma sessão do III Ciclo de...

Famalicãohá 1 dia

Paulo Cunha fala amanhã aos famalicenses sobre o seu futuro e permanência na corrida às autárquicas

O presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, vai tomar, amanhã, uma posição sobre a questão da candidatura às eleições...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191