Siga-nos nas redes

Famalicão

Famalicão: Homem com 29 anos detido por suspeitas de tráfico de droga e roubos no concelho

Publicado

em

Um homem de 29 anos foi detido, esta quarta-feira, em Famalicão, por suspeitas de tráfico de estupefacientes e diversos furtos no concelho.

Sob investigação há cerca de três meses, as autoridades conseguiram ligar o suspeito a outras atividades criminosas, nomeadamente furtos em estabelecimentos de restauração e bebidas, furto em armazém, furtos de ferramentas de construção civil, furto de veículo e condução sem habilitação legal.

O detido foi presente ontem ao Tribunal de Judicial de Braga, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Desporto

FC Famalicão já conhece a data para os jogos na I Liga para a época 2022/2023

Publicado

em

Por

Ficou conhecido, esta terça-feira, o sorteio dos jogos para a I Liga de futebol português, a disputar na época de 2022/2023.

O FC Famalicão inicia o seu percurso já no próximo dia 07 de agosto, num domingo, numa deslocação ao estádio do Estoril Praia.

Seguem-se dois grandes duelos minhotos, primeiro com o Braga e depois em casa do Gil Vicente.

Em setembro recebe o Benfica e passado um mês recebe o Sporting.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Feira de Artesanato e Gastronomia realiza-se entre 02 e 11 de setembro

Publicado

em

Por

Regressa a Famalicão, entre os dias 02 e 11 de setembro a Feira de Artesanato e Gastronomia, para a sua edição de 2022.

Oferecendo um cartaz turístico-cultural de referência nacional e com um intenso e diversificado programa de animação popular, esta feira promete, como é habitual, representar as várias regiões do país, dando a conhecer a todos os curiosos sabores e costumes tradicionais.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

FC Famalicão renova com Samuel Lobato até 2026

Publicado

em

Por

A SAD do Futebol Clube de Famalicão informa ter chegado a acordo para a
renovação de contrato com Samuel Lobato. O médio estendeu a ligação ao
nosso clube por mais quatro temporadas, ou seja, até ao final da época
2025/2026.
Samuel Lobato, de 20 anos, assinou pelo Futebol Clube de Famalicão na
temporada transata, durante a qual integrou o plantel da equipa principal e
disputou a Liga Revelação pela equipa sub-23.

“Esta renovação é uma prova da confiança que o clube tem em mim. Compete-
me agora provar em campo os motivos para esta renovação”, referiu o médio,

que manifestou estar “com enorme vontade de mostrar o que valho e ajudar o
clube”.
Descrevendo-se como “um jogador que pensa sempre no coletivo”, Samuel
Lobato deseja “realizar o máximo de jogos possível” e mostra-se satisfeito por
representar um “clube com adeptos incansáveis e que proporcionam uma
atmosfera muito boa”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Dois homens de 67 e 38 anos detidos por condução com excesso de álcool

Publicado

em

Por

Dois homens de 67 e 38 anos foram detidos, esta terça-feira, pela PSP, em Famalicão, por condução sob o efeito de álcool.

Depois de submetidos ao teste quantitativo, ambos suspeitos apresentaram taxas acima do permitido pela lei, apresentando valores de 1,49 e 2,79 g/l no sangue, respetivamente.

Os detidos foram notificados para comparecerem no Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

Famalicão garante primeiros lugares na VII Meeting Internacional Senhora da Agonia

Publicado

em

Por

No passado sábado, 2 de julho, decorreu a sétima edição da Meeting Internacional Sra. da Agonia, organizada pela Associação de Natação do Minho, e que contou com a participação de 180 nadadores, em representação de 38 clubes.

Saiba mais em OPINIAOPUBLICA.PT

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Tribunal adia processo de alunos proibidos de frequentar Cidadania

Publicado

em

Por

O Tribunal de Família e Menores de Vila Nova de Famalicão adiou hoje a audição das testemunhas no processo de promoção e proteção de dois alunos proibidos pelos pais de frequentarem a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento.

Para o advogado da família, João Pacheco de Amorim, este adiamento prova que o tribunal considerará que “não há perigo iminente” para os menores.

Ainda não há nova data marcada para a realização da audiência, mas o advogado admitiu que poderá acontecer “lá para setembro ou outubro”.

Nas alegações que apresentou, o Ministério Público (MP) pede que os dois alunos sejam colocados à guarda da escola durante o período escolar.

“A medida que se configura como efetivável a ultrapassar o impasse da situação de perigo, passado, presente e futuro, será a de confiança a pessoa idónea, no concreto circunstancialismo, a confiança dos jovens à entidade mais indicada para o concreto perigo: a própria Escola. A colocação dos jovens, apenas durante o período escolar, sob a guarda da própria escola”, refere o MP.

Especifica que a escola, na pessoa do diretor do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, Carlos Teixeira, e/ou da interlocutora da primeira linha, a psicóloga Marta Silva, “serão as pessoas de quem se não duvida da idoneidade, até pelas funções que lhes estão confiadas”.

O MP considera que os pais “põem em perigo” a formação, educação e desenvolvimento dos filhos, adiantando ainda que há o perigo de os jovens sofrerem “maus-tratos psíquicos”, “não receberem os cuidados ou a afeição adequados às suas idades” e “estarem sujeitos a comportamentos dos pais que afetam gravemente o seu equilíbrio emocional”.

Além disso, acrescenta o MP, há o perigo de retenção e de consequente dificultação de acesso ao ensino superior, quando em causa estão “alunos de excelência, com um percurso académico irrepreensível”.

Diz que fica também em perigo a formação em matérias como direitos humanos, igualdade de género, saúde, sexualidade, segurança, defesa, paz e bem-estar animal, entre outras.

O MP considera que a atitude dos pais pode configurar “coerção emocional”, além de dar “exemplo de foras da lei, que decidem não cumprir, decidindo em causa própria como se juízes fossem”.

“Atuam como agentes de infrações”, acrescenta.

Alerta ainda que os alunos em questão podem ser vítimas de ‘bullying’ por parte da restante comunidade escolar que respeita as leis, “o que já vem acontecendo nas redes sociais”.

“Os pais parecem ignorar que a criança ou o jovem é um ser autónomo, com autonomia jurídica”, lê-se ainda nas alegações do MP.

Alegações que o advogado João Pacheco de Amorim classificou de “absolutamente inusitadas” e de estarem “em aberta e frontal contradição” com os relatórios dos técnicos da Segurança Social que acompanham o processo.

“É uma coisa perfeitamente bizarra, não tenho memória de, em 30 anos de exercício da profissão, ver uma promoção deste teor”, acrescentou o advogado, acusando o magistrado do MP de estar “ideologicamente confrontado na defesa do Governo”, face “à forma carregada e absolutamente infundada” como elaborou as suas alegações.

Em causa estão dois alunos, irmãos, que frequentam o Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco e cujos pais os impedem, desde o ano letivo 2018/2019 de frequentarem a disciplina Cidadania e Desenvolvimento.

Os pais alegam objeção de consciência, defendendo que a educação para a cidadania é uma competência deles.

Sublinham que lhes suscitam “especiais preocupação e repúdio” os módulos “Educação para a igualdade de género” e “Educação para a saúde e sexualidade”, que fazem parte da disciplina em questão.

Dizem ainda que os restantes módulos da disciplina são uma “perda de tempo”.

Nos últimos quatro anos, os alunos, que são de excelência, foram dados como “chumbados”, por causa das faltas àquela disciplina, mas, por decisão do Ministério da Educação, têm transitado, de forma condicionado, de ano, enquanto se aguarda pelo desfecho dos processos judiciais relacionados com o assunto, que correm nos tribunais administrativos.

O pai dos alunos, Artur Mesquita Guimarães, disse que ainda não conseguiu entender o que é o MP preconiza, concretamente, em relação à guarda dos filhos.

“O que é o período escolar? É o tempo de aulas ou o ano todo? Os meus filhos ficariam com quem e onde? É uma coisa inacreditável, que não tem qualquer tipo de justificação. Escancarei as portas da minha casa às técnicas da Segurança Social, para verem como os meus filhos são tratados, e agora surge o MP a promover uma medida que vai contra todos os relatórios das mesmas”, criticou.

Para Artur Guimarães, o MP é que está a promover ‘bullying’ e coerção emociomal sobre os filhos, com a medida que propõe.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão adere ao movimento “Julho Sem Plástico”

Publicado

em

Por

A Câmara de Famalicão decidiu associar-se ao movimento internacional “Julho Sem Plástico”, que desde 2011 promove a redução da utilização de plástico em todo o mundo. 

Saiba mais em OPINIAOPUBLICA.PT

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

Famalicão: PatinAve arrecada 14 medalhas no Torneio de Verão do Minho

Publicado

em

Por

A Academia de Patinagem do Ave (PatinAve) participou no Torneio de Verão da Associação de Patinagem do Minho. O torneio dividiu-se em duas partes – o fim de semana de 25 e 26 de junho, em Fão, e o fim de semana de 2 e 3 de julho, em Arcos de Baúlhe, num total de 44 provas.

Saiba mais em OPINIAOPUBLICA.PT

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Roteiro Associativo

Publicado

em

Por

Nesta edição o destaque vai para a organização do Trail Penedo da Moura, em Mogege – Vila Nova de Famalicão.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Cidadania: MP diz que irmãos podem estar a a ser alvo de maus-tratos psíquicos. Pai diz que acusações são “alucinações”

Publicado

em

Por

Depois de se saber que o Ministério Público pretende retirar a guarda dos jovens que faltaram à disciplina de Cidadania durante o período escolar, sabe-se hoje que o despacho criado pelo mesmo alega que os dois jovens poderão estar a ser alvo de maus-tratos psíquicos, acusações que o pai dos dois irmão de Famalicão considera como “alucinações”.

Artur Mesquita Guimarães, disse à Renascença que que as alegações do magistrado incluem “trabalho feito por técnicas da Segurança Social que não apontam rigorosamente nada aos pais que pudesse colocar os miúdos em perigo”.

Por seu lado, o Ministério Público afirma que os atos dos progenitores podem configurar coerção emocional, traduzindo-se em ‘bullying’.

Uma situação que “não está espelhada no relatório das técnicas da Segurança Social, nem nunca houve. Isso são alucinações de quem proferiu o despacho”, ainda de acordo com o pai dos dois jovens.

Firme na sua decisão, Artur Mesquita Guimarães, reforça que os pais têm “a primazia da educação dos nossos filhos. Sentia-me preocupado se não tomasse a atitude e sentia-me a falhar se não cuidasse da educação dos meus filhos”, e aponta ainda que “a nós é que nos compete decidir a educação que damos aos nossos filhos, não há receio de coisa nenhuma. Desse ponto nós não vamos prescindir”.

Para o advogado defensor destes encarregados de educação, João Pacheco Amorim, “talvez, o senhor delegado do Ministério Público não se livre de um processo, porque são de grande gravidade as afirmações dele”, conclui.

(em atualização)

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Artigos Recentes

Desportohá 1 hora

FC Famalicão já conhece a data para os jogos na I Liga para a época 2022/2023

Ficou conhecido, esta terça-feira, o sorteio dos jogos para a I Liga de futebol português, a disputar na época de...

Famalicãohá 2 horas

Famalicão: Feira de Artesanato e Gastronomia realiza-se entre 02 e 11 de setembro

Regressa a Famalicão, entre os dias 02 e 11 de setembro a Feira de Artesanato e Gastronomia, para a sua...

Desportohá 5 horas

FC Famalicão renova com Samuel Lobato até 2026

A SAD do Futebol Clube de Famalicão informa ter chegado a acordo para arenovação de contrato com Samuel Lobato. O...

Famalicãohá 6 horas

Famalicão: Dois homens de 67 e 38 anos detidos por condução com excesso de álcool

Dois homens de 67 e 38 anos foram detidos, esta terça-feira, pela PSP, em Famalicão, por condução sob o efeito...

Desportohá 9 horas

Famalicão garante primeiros lugares na VII Meeting Internacional Senhora da Agonia

No passado sábado, 2 de julho, decorreu a sétima edição da Meeting Internacional Sra. da Agonia, organizada pela Associação de...

Paíshá 9 horas

Portugal já recebeu as primeiras 2.700 doses da vacina contra a varíola dos macacos

Portugal já recebeu as primeiras 2.700 doses de vacinas contra o vírus Monkeypox, adquiridas pela Comissão Europeia para serem distribuídas...

Famalicãohá 10 horas

Famalicão: Tribunal adia processo de alunos proibidos de frequentar Cidadania

O Tribunal de Família e Menores de Vila Nova de Famalicão adiou hoje a audição das testemunhas no processo de...

Paíshá 11 horas

Mais de 70% dos portugueses residentes no estrangeiro querem regressar a Portugal

Mais de 70% dos portugueses residentes no estrangeiro querem regressar a Portugal, a médio ou longo prazo, e 73% já...

Paíshá 11 horas

Ministério Público quer homem proibido de ter animais de companhia durante seis anos

O Ministério Público do Montijo acusou um homem de 22 crimes de morte e maus tratos a animais e pediu...

Famalicãohá 11 horas

Famalicão adere ao movimento “Julho Sem Plástico”

A Câmara de Famalicão decidiu associar-se ao movimento internacional “Julho Sem Plástico”, que desde 2011 promove a redução da utilização...

pub

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES