Siga-nos nas redes

Famalicão

Câmara de Famalicão pretende separar áreas empresariais de áreas habitacionais

Publicado

em

Concentrar o máximo de empresas em áreas empresariais para distinguir o mais possível as zonas de trabalho das zonas habitacionais, dar as melhores condições às empresas para o desenvolvimento das suas atividades e planificar uma rede de transporte público que sirva as empresas, são alguns dos objetivos mais importantes que a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão pretende atingir com o lançamento da marca IN Parques – Parques Empresariais de Famalicão.

O lançamento do novo branding para a promoção e valorização das áreas empresariais do terceiro maior exportador do país decorreu ontem, segunda-feira, 24 de maio, num encontro com a imprensa realizado com o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, o vereador para a Economia e Inovação, Augusto Lima e a presidente da Junta de Freguesia de Vilarinho das Cambas onde está situada a Área Empresarial Terra Negra, a maior da rede In Parques.

No total, a IN Parques é constituída por seis parques empresariais, numa área total de cerca de 900 hectares. Com características diferentes, mas todos orientados para providenciar o ambiente ideal para o sucesso da atividade empresarial, estes parques industriais de Famalicão são servidos por uma completa rede de infraestruturas de transporte e comunicação que permite uma rápida ligação entre as empresas, os seus fornecedores e clientes.

“É muito importante que um território saiba distinguir um local para trabalhar de um local para residir. Sabe-se que as comodidades e infraestruturas de um e de outro são diferentes. Se conseguirmos cativar e reter empresas para as áreas empresarias estamos também a favorecer a qualidade das zonas habitacionais”, disse o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, reforçando a ideia de que essa concentração favorece ainda a dinâmica das empresas ao concentrar um conjunto de infraestruturas de apoio à atividade empresarial que não é possível existir como conjunto fora destas zonas. “Estamos a dizer aos investidores que nestas seis áreas temos instrumentos premium para as industrias”, referiu.

Augusto Lima explicou que para além da nova imagem e da sinalização completas das áreas de acolhimento empresarial, o projeto contempla um conjunto de serviços de apoio e de promoção ao investimento empresarial de Famalicão através da disponibilização de um guia do Investidor e de uma equipa de profissionais experientes, capacitados para dar uma resposta rápida às solicitações dos empresários e com total confidencialidade, quer se trate de informação sobre imóveis, licenciamento, legislação, recrutamento ou outras.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Famalicão

Famalicão: Concerto de Miguel Araújo na Casa das Artes já está esgotado

Publicado

em

Já esgotaram os bilhetes para o concerto de Miguel Araújo, este sábado, na Casa das Artes de Famalicão, intitulado “Casca de Noz”.

Desde Castelo Branco ao Funchal, esta tour conta com 11 concertos, que terminam no dia 27 de abril, sendo em Famalicão a estreia.

Nas palavras do próprio, “em 2019 dei a volta ao país numa digressão de auditórios a que chamei de “Casca de Noz”. Eu, sem guião, sozinho no palco, amparado pelos meus instrumentos e pelas minhas músicas. A aventura passou pelas principais salas do país e culminou com sessão dupla no Coliseu do Porto. Na altura ainda só ia a meio do que é a minha discografia editada. Sinto que já justifica uma nova temporada. De quando em quando as minhas músicas sentem vontade de se passearem por aí da forma que vieram ao mundo. E eu tenho muitas que ainda não toquei ao vivo. Venham”, exclama o músico.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Casa do Artista Amador do Louro promete mais uma sessão de rock com concertos dos The Lightning Circle e Mismatch

Publicado

em

A Casa do Artista Amador do Louro, em Famalicão, recebe, este sábado, mais uma sessão de rock ao vivo, com atuações das bandas The Lightning Circle e Mismatch.

Os concertos têm lugar a partir das 18:00, e os bilhetes têm um custo de 4 euros.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

Jogos do Riba d’Ave HC considerados como sendo de “risco acrescido”. Clube descontente com a Federação de Patinagem de Portugal

Publicado

em

O Riba d’Ave HC, de Famalicão, que disputa a 1.ª divisão do campeonato nacional de hóquei em patins, emitiu, esta terça-feira, um comunicado onde lamenta a ocorrência de determinados “fenómenos” que estão a “corroer de morte” este desporto.

Prometendo que não mais se manterão calados em relação a estes assuntos, os responsáveis pelo emblema dizem-se incrédulos com a decisão da Federação de Patinagem de Portugal em classificar os seus jogos frente ao GRF Murches e AD Valongo como sendo de “risco acrescido”, obrigando à presença de equipas de policiamento.

O clube alega ainda “experiências sádicas e grosseiras” vividas pelos membros do clube durante competições, elaborando assim este “protesto às arbitrariedades, aos serviçais de ocasião, à sonegação de responsabilidades e
também em defesa e respeito do bom nome do nosso clube, seus adeptos e ainda de um futuro
mais brilhante para o Hóquei em Patins nacional”, explicam.

COMUNICADO:

A Direcção do Riba d’Ave HC não pode ficar no silêncio sobre fenómenos laterais à nossa
preocupação maior, a de dirigir o nosso clube. Tal como nestes 51 anos de vida continuaremos
iguais a nós próprios, com raça em tudo o que estivermos, amor pelas modalidades que
abraçamos e à nossa Escola de Campeões, com humildade na derrota ou na vitória e com
coragem sejam com quem for.
Temos permanecido calados na esperança que quem de direito se preocupe em resolver esses
fenómenos que grassam por aí e que estão a corroer de morte o Hóquei em Patins. Mas não
podemos ficar mais calados, quando o nosso nome é chamado à baila para tomar decisões
arbitrárias e expiatórias sobre policiamento a jogos, inicialmente previstos em sentido contrário.
Gostaríamos de manifestar a nossa absoluta incredulidade perante a decisão hoje nos
comunicada pela FPP, sem sustentação de alguma autoridade policial e na decorrência de uma
reunião da Comissão de Qualificação de Jogos da FPP, de os jogos com GRF Murches e AD
Valongo serem qualificados de “risco acrescido”, o que nos termos do artigo 8o, no 2 do Anexo
I, do RPV, determina policiamento obrigatório e eleva a um total de 8 jogos (em 13) policiados
e classificados de alto risco na presente época desportiva na condição de visitado.
Exmos. Senhores, lamentamos informar, mas estão a reunir a comissão errada! Por estes dias a
Comissão de Ética da FPP deveria andar muito mais vezes reunida e presente no terreno com os
seus associados e agentes na defesa da verdade desportiva perante fraudes, como é exemplo e
de forma gritante e despudorada, aquela que fomos alvo em nossa própria casa na 14a jornada
do Campeonato Placard 2022/23 (e também na 12a e na 16a houve erros negligentes em nosso
claro prejuízo).
Aprendemos ao longo das nossas “três vidas”: primeiro a sentida, depois a aprendida e (como
já não vamos para novos) a vivida que, para além de questões físicas e técnicas, tem experiências
mentais de agrado ou desagrado. Infelizmente e recorrentemente temos (nós, os nossos atletas,
treinadores, staff, direção, adeptos sponsors, etc) sido muitas vezes sujeitos a esta última.
Falamos de experiências sádicas e grosseiras vividas durante a prestação competiva, que
denotam uma problemática geral de degradação de valores, perpetrada por agentes que
deveriam ser os primeiros a pugnar pelo seu respeito e zelo. E isto sim é que é vergonhoso!!!
Como seres axiológicos que somos, na medida em que beneficiamos de um cérebro que
possibilita atribuir qualidade às percepções, esperamos que esta mensagem faça algum eco
junto dos dirigentes da modalidade, nomeadamente naqueles que estiveram reunidos na dita
Comissão de Qualificação de Jogos da FPP, por forma a que não sejam “os coveiros” da mesma!
Não é com felicidade que nos manifestamos deste modo, mas é, sim, em perentório e rotundo
protesto às arbitrariedades, aos serviçais de ocasião, à sonegação de responsabilidades e
também em defesa e respeito do bom nome do nosso clube, seus adeptos e ainda de um futuro
mais brilhante para o Hóquei em Patins nacional.
PS: ainda aguardamos o relatório de avaliação técnica à arbitragem do jogo da 14a jornada do
Campeonato Placard. Mas, pela conduta do avaliador nesse dia, estamos em crer que, se calhar,
está a ser congeminada no ChatGPT.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: “Um pedaço de história” promete mais uma edição do Boletim Cultural

Publicado

em

Famalicão prepara o lançamento de mais uma edição do Boletim Cultural, no dia 24 de fevereiro, pelas 18:00, no Arquivo Municipal Alberto Sampaio.

A apresentação deste segundo volume, da VI série, contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Mário Passos, que a considera “um pedaço de história”.

De acordo com o edil, esta publicação “representa um ato de justiça não só para com a nossa história e a nossa cultura, mas também para com as gerações futuras”, albergando “um conjunto de trabalhos inéditos e com uma enorme qualidade científica”.

De acordo com Pedro Oliveira, Vereador da Cultura, reforça no editorial que a nova edição foi “concretizada graças ao generoso contributo de um significativo grupo de colaboradores e amigos que partilham os seus trabalhos, os seus estudos, as suas investigações e a paixão por Vila Nova de Famalicão”.

Ao longo deste novo Boletim Cultural é explorado o património edificado – como o Mosteiro de Oliveira Santa Maria e a Quinta da Igreja Velha, em Vermoim -, o património imaterial – como a tradição do Auto de São João de Vilarinho das Cambas – e a evolução da paisagem famalicense, bem como temáticas como o turismo, as migrações, entre outras.

A publicação reúne trabalhos de investigadores como Armando Coelho Ferreira da Silva, professor catedrático jubilado da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e coordenador científico do Gabinete de Arqueologia de Vila Nova de Famalicão, Norberto Cunha, professor catedrático aposentado da Universidade do Minho e coordenador científico do Museu Bernardino Machado, e António Carvalho, investigador e diretor do Museu Nacional de Arqueologia.

Além destes, também conta com contributos de vários investigadores famalicenses e de instituições conceituadas, como o Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e o CITCEM – Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Recorde-se que o Boletim Cultural de Vila Nova de Famalicão é uma das mais antigas publicações do género do país, tendo a sua primeira edição surgido em 1980, a acompanhar o primeiro grupo de boletins culturais publicados por algumas autarquias portuguesas após as primeiras eleições autárquicas nacionais de 1976. Desde a sua criação até aos dias de hoje, o Boletim Cultural tem dado um contributo inestimável para a valorização e discussão cultural em Vila Nova de Famalicão.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

FIFA dá razão ao treinador do Famalicão no processo contra os sauditas do Al Raed

Publicado

em

João Pedro Sousa congratulou-se hoje pela decisão da FIFA, que lhe deu razão no processo contra o Al Raed, clube saudita de futebol do qual o técnico foi afastado após rescisão unilateral no passado mês de julho.

“A FIFA deu-me razão. Nunca foi um problema, a razão estava do meu lado. Infelizmente, não devia acontecer em nenhum clube, país ou liga. Aconteceu comigo, mas felizmente o assunto está encerrado. Agora é esperar que não volte a acontecer e com nenhum profissional de futebol”, disse, na conferência de imprensa de antevisão do jogo dos quartos de final da Taça de Portugal com a BSAD.

No final de maio de 2022, o treinador português apresentou uma queixa na FIFA contra o Al Raed, depois de o clube de futebol o ter suspendido e avançado para a rescisão de contrato por justa causa.

De acordo com a nota divulgada pela assessoria de imprensa de João Pedro Sousa, o Al Raed “tentou chegar a acordo com o treinador, pagando parte do que lhe é devido da totalidade do contrato”, depois de, numa primeira fase, ter suspendido o técnico “do seu trabalho legítimo” por declarações prestadas aos jornalistas.

Uma semana antes, após uma derrota com Al Nassr (3-0), João Pedro Sousa foi suspenso do cargo por ter criticado, em conferência de imprensa, alguns jogadores da própria equipa, que ocupa a antepenúltima posição da Liga saudita.

“Se o Al Raed quer crescer e evoluir, não pode ter jogadores que faltam ao treino e nada acontece, não pode ter jogadores que não têm as mínimas condições de treinar da forma como chegam ao treino, não pode ter jogadores com contratos de três anos e que não se importam de ir jogar para a segunda divisão. Este clube merece respeito”, afirmou na ocasião o técnico português.

O Al Raed terá de pagar agora o que estava previsto no contrato assinado com o treinador português num prazo de 45 dias.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Carnaval de Famalicão regressa com copos recicláveis para evitar desperdício

Publicado

em

A edição de 2023 do Carnaval de Famalicão regressa com copos recicláveis, tal como nas edições anteriores mais recentes, numa medida que visa a sustentabilidade, evitando a acumulação de lixo.

Assim, os interessados poderão já adquirir o seu copo, de 0,20 cl, 0,33 cl, 0,50 cl ou copo de gin, na Casa Sede da ACIF.

Para mais informações contactar 961 219 496 ou comunicacao@acif.pt

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Fradelos recebe palestra sobre saúde mental com o psiquiatra Dr. Pedro Morgado

Publicado

em

O Salão Paroquial de Fradelos recebe, esta sexta-feira, o médico psiquiatra Dr. Pedro Morgado, para uma “Palestra de Saúde Mental”.

O evento, organizado pelo Grupo de Jovens Resplandecer, tem hora marcada para as 21:00, sob o tema “Vamos falar sobre os males da mente”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

FC Famalicão empata por 1-1 frente ao SL Benfica -Liga Revelação

Publicado

em

A equipa de sub-23 do FC Famalicão, empatou, esta terça-feira, a partida que tinha agendada contra o SL Benfica.

O jogo, a contar para a 2° jornada Fase Apuramento Campeão Liga Revelação, terminou assim com um golo para cada um dos emblemas.

Junior Kadile apontou pelo Famalicão, aos 30 minutos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Um ferido após atropelamento no centro da cidade

Publicado

em

Uma pessoa ficou ferida, ao início da tarde desta terça-feira, na sequência de um atropelamento, junto ao parque onde se realiza a feira semanal de Famalicão.

Fonte dos Bombeiros Voluntários de Famalicão disse à FamaTV que a vítima foi transportada para o Hospital de Famalicão, com ferimentos ligeiros.

O alerta foi registado às 13:18.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Orfeão Famalicense celebra 107 anos este sábado na Igreja Paroquial de Requião

Publicado

em

O Orfeão Famalicense celebra, este sábado, 107 anos da sua fundação com uma missa em memória dos diretores e orfeonistas falecidos, a ser celebrada na Igreja Paroquial de Requião, às 17h30.

Este momento será seguido por um convívio entre os seus elementos.

Entre as figuras recordadas terá destaque padre Benjamim Salgado, que retomou o Orfeão após 34 anos de inatividade e Manuel Simões, diretor artístico do grupo entre 1978 e 1995.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

pub

Artigos Recentes

Famalicãohá 47 minutos

Famalicão: Concerto de Miguel Araújo na Casa das Artes já está esgotado

Já esgotaram os bilhetes para o concerto de Miguel Araújo, este sábado, na Casa das Artes de Famalicão, intitulado “Casca...

Famalicãohá 3 horas

Casa do Artista Amador do Louro promete mais uma sessão de rock com concertos dos The Lightning Circle e Mismatch

A Casa do Artista Amador do Louro, em Famalicão, recebe, este sábado, mais uma sessão de rock ao vivo, com...

Desportohá 3 horas

Jogos do Riba d’Ave HC considerados como sendo de “risco acrescido”. Clube descontente com a Federação de Patinagem de Portugal

O Riba d’Ave HC, de Famalicão, que disputa a 1.ª divisão do campeonato nacional de hóquei em patins, emitiu, esta...

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: “Um pedaço de história” promete mais uma edição do Boletim Cultural

Famalicão prepara o lançamento de mais uma edição do Boletim Cultural, no dia 24 de fevereiro, pelas 18:00, no Arquivo...

Famalicãohá 5 horas

FIFA dá razão ao treinador do Famalicão no processo contra os sauditas do Al Raed

João Pedro Sousa congratulou-se hoje pela decisão da FIFA, que lhe deu razão no processo contra o Al Raed, clube...

Famalicãohá 6 horas

Carnaval de Famalicão regressa com copos recicláveis para evitar desperdício

A edição de 2023 do Carnaval de Famalicão regressa com copos recicláveis, tal como nas edições anteriores mais recentes, numa...

Famalicãohá 6 horas

Famalicão: Fradelos recebe palestra sobre saúde mental com o psiquiatra Dr. Pedro Morgado

O Salão Paroquial de Fradelos recebe, esta sexta-feira, o médico psiquiatra Dr. Pedro Morgado, para uma “Palestra de Saúde Mental”....

Desportohá 6 horas

FC Famalicão empata por 1-1 frente ao SL Benfica -Liga Revelação

A equipa de sub-23 do FC Famalicão, empatou, esta terça-feira, a partida que tinha agendada contra o SL Benfica. O...

Famalicãohá 6 horas

Famalicão: Um ferido após atropelamento no centro da cidade

Uma pessoa ficou ferida, ao início da tarde desta terça-feira, na sequência de um atropelamento, junto ao parque onde se...

Economiahá 9 horas

Noventa empresas interessadas em experimentar semana de trabalho de 4 dias -diz a ministra do Trabalho

O número de empresas que manifestaram interesse em aderir ao programa piloto de quatro dias de trabalho semanal totaliza 90,...

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES