Siga-nos nas redes
“E-REDES”

Lifestyle

Como um ano de pandemia mudou os nossos hábitos sexuais

Publicado

em

Vibradores, brinquedos sexuais e artigos eróticos. Consumo de pornografia, sexting e aplicações de encontro. E vídeos exclusivos para fãs. Numa linha, podemos descrever assim o mundo do sexo em ano de pandemia. O sexo não parou, mas reinventou-se para a equipa dos solteiros e dos casados, para homens e mulheres.

Fechados em casa no histórico Grande Confinamento, os portugueses não deixaram os “créditos” por mãos alheias. Para além das visitas a sites de conteúdos pornográficos – às quais os portugueses acorreram em massa – e dos serviços de troca de mensagens instantâneas como o WhatsApp e o Facebook, tudo foi servindo para saciar a sede de sexo à medida dos desejos de cada um. Para além disso, as aplicações de encontros continuaram a ser usadas por muitos, apesar das restrições impostas pelas autoridades limitaram o contacto social. O Tinder foi uma das preferidas, tal como audiência gay continuou a preferir o Grindr.

A internet foi sobretudo um espaço de escape a essas limitações e os estudos comprovam-no. Segundo um inquérito levado a cabo pelo site Second Love em dezembro de 2020 citado pelo jornal i, perante “a hipótese de um novo confinamento (…) 56% dos inquiridos admitiram que o desejo de uma aventura sexual aumentaria.” Já quanto ao primeiro confinamento, de 2020, 65% dos participantes deste estudo que contou com uma amostra de 600 pessoas “assumiram não ter tido videochamadas, sexting, sexo virtual ou encontros românticos virtuais.”

Sobre o sexo na internet, o terapeuta sexual Fernando Mesquita, em declarações ao Correio da Manhã, explica que há “algumas pessoas com baixa autoestima, timidez e dificuldade em estabelecer relações íntimas podem de facto encontrar neste tipo de comportamento a melhor forma de gratificação sexual” e que a “internet veio permitir novas formas de sexualidade ampliando as possibilidades de gratificação.”

Sex toys, vibradores e artigos eróticos

Como é natural, as lojas que vendem sex toys para homens, mulheres e brinquedos sexuais de toda a espécie e feitio foram amplamente beneficiadas com este novo contexto. Segundo a marca de preservativos Control citada pela revista Visão, a procura de sex toys aumentou em 20%.

Foi precisamente isso que aconteceu com os produtos sex toys da Vibrolandia, loja com presença física em Rio de Mouro, na Linha de Sintra – Lisboa, mas com uma forte presença digital. Segundo fontes da loja, desde março de 2020 as vendas têm vindo a crescer.

Os sex toys mais vendidos foram os masturbadores. Já no novo Estado de Emergência, a descoberta de sex toys controlados à distância foi um must. Funcionam de forma simples: são emparelhados com um smartphone via Bluetooth, dando acesso a outro smartphone que assim comanda o aparelho à distância.

Vida para além dos sex toys

Nem só de brinquedos sexuais e outros artigos eróticos se fez esta prolongada quarentena. A plataforma OnlyFans ganhou mais de 3,5 milhões de inscrições em Março de 2020. A OnlyFans conta com cerca de um milhão decriadores de conteúdo provenientes de todo o mundo, inclusive Portugal.

Estes podem vender conteúdos eróticos originais aos seus fãs e ganhar bastante dinheiro. No já referido artigo do jornal I, é dado o exemplo de uma portuguesa que fatura 200 euros por dia nessa plataforma, através da venda de nudes, conteúdos explícitos e vídeos de masturbação com a ajuda de vibradores.

Em resumo, uma nova vaga de sexo explodiu com a pandemia. Este foi um grande ano para os artigos eróticos, de sex toys para homens a brinquedos sexuais para mulheres – como vibradores. Os sex toys para homens preferidos têm sido os masturbadores. Notavelmente, as mulheres têm também aproveitado a vaga feminista para falarem mais abertamente entre si sobre sexo em grupos dinamizados por figuras públicas, como por exemplo a artista Blaya.

2020 e 2021 têm sido anos disruptivos para todos. Ninguém estava pronto para a Covid-19. Mas a capacidade de adaptação sempre foi uma das características mais marcantes dos humanos e assim tem sido no que ao sexo diz respeito.

Seja com brinquedos sexuais e artigos eróticos, através das aplicações de encontros e com o consumo de novas formas de entretenimento adulto, a verdade é que fomos sabendo contornar as restrições e limitações impostas pela pandemia e dar asas ao desejo. Não se sabe ainda como será o novo normal, mas o antigo já parece ser uma miragem. O sexo não mudou, mas evoluiu, moldando-se à realidade do mundo. E, apesar de tudo, não estamos assim tão mal.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 36 minutos

Covid-19: Cabeleireiros acusam serviços ao domicílio de “concorrência desleal”

A Associação Portuguesa de Barbearias, Cabeleireiros e Institutos de Beleza (APBCIB) condenou esta quarta-feira a “concorrência desleal” por parte de...

Regiãohá 54 minutos

S.E. defende não haverem culpados do incêndio que matou mais de 70 cães em Santo Tirso

A secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, defendeu esta quarta-feira que “não tem de haver culpados” no incêndio...

Famalicãohá 1 hora

Câmara de Famalicão projeta novo Campus da Proteção Civil com heliporto em Bairro

Famalicão pretende abrir um “Campus da Proteção Civil” no Parque de Diversões António Sampaio, na freguesia de Bairro. A implementação...

Famalicãohá 2 horas

Detidos em Famalicão com droga em carro roubado com matriculas falsas

Dois homens de 29 e 32 anos foram detidos esta terça-feira, em Famalicão , por tráfico de estupefacientes, furto e...

Paíshá 2 horas

Ferro analisa constituicionalidade da “Lei da Nacionalidade” do partido Chega

O presidente do parlamento pediu hoje um parecer à comissão de Assuntos Constitucionais sobre um projeto do Chega que retira...

Paíshá 3 horas

Covid-19: Surto na Casa do Artista totaliza 11 infetados e já matou 11 pessoas

O número de infetados no surto de covid-19 na Casa do Artista, em Lisboa, é de 11 pessoas, uma das...

Economiahá 3 horas

Hotelaria pede apoios semelhantes aos dados a quem foi obrigado a fechar negócios

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) reiterou hoje que o setor precisa de apoios semelhantes aos dados a quem...

Paíshá 3 horas

Covid-19: Mais 41 mortos e 979 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 41 óbitos provocados pela pandemia e 979 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 3 horas

Diretores escolares defendem vacinação de profissionais para o regresso ao ensino presencial

Os diretores escolares defenderam hoje que a vacinação contra a covid-19 de trabalhadores docentes e não docentes seria um “passo...

Bragahá 4 horas

Braga: Homem de 78 anos morre de desgosto após falecimento da esposa

Um homem de cerca de 78 anos, residente em Braga, faleceu na última sexta-feira após lhe serem dadas as notícias...

Paíshá 4 horas

Dado como morto por engano ficou sem acesso a receitas médicas sendo “Utente Falecido”

Um homem que foi erroneamente dado como morto pelo Serviço Nacional de Saúde está sem acesso às suas receitas médicas...

Desportohá 5 horas

Jovem futebolista João Ferreira natural de Balasar renova com o Benfica até 2026

O futebolista internacional sub-19 português João Ferreira, que foi integrado no plantel principal do Benfica esta temporada, renovou contrato com...

Famalicãohá 5 horas

Famalicão: Homem em estado grave após sofrer acidente de trabalho

Um homem ficou gravemente ferido após sofrer um acidente de trabalho, na manhã desta quarta-feira, em Oliveira S. Maria. A...

Paíshá 5 horas

Mais de 17% dos portugueses encontram-se em risco de pobreza

Mais de 12% da população portuguesa estava em 2019 numa situação de pobreza persistente e 17,2% em risco de pobreza,...

Paíshá 6 horas

PJ: Vendedor ambulante vivia do rendimento mínimo e conduzia Porsche de 60 mil euros

Um homem que conduzia um Porsche Cayenne de cerca de 60 mil euros e que vivia do rendimento mínimo foi...

Paíshá 6 horas

Encerramento das escolas e e teletrabalho preocupa entidades de apoio à família, deficiência e de solidariedade social

Várias entidades de apoio à família, deficiência e de solidariedade social estão preocupadas com o impacto do encerramento das escolas...

Paíshá 6 horas

Concertação Social: Governo reúne-se hoje com confederações patronais e sindicais

O Governo reúne-se hoje com as confederações patronais e sindicais, no âmbito da concertação social, para discutir questões relacionadas com...

Paíshá 7 horas

Faleceu hoje Maria José Valério aos 87 anos vítima de covid-19

A cançonetista Maria José Valério, que deu voz à “Marcha do Sporting”, morreu hoje em Lisboa, aos 87 anos, vítima...

Desportohá 7 horas

FC Famalicão multado por atraso na entrada em campo frente ao Farense no último sábado

O FC Famalicão foi multado em 408 euros após o jogo do último sábado com o Farense por causa de...

Paíshá 7 horas

Novos centros de vacinação deverão ter capacidade para vacinar 50 pessoas por hora

 Os centros a criar para acelerar a vacinação da população contra a covid-19 devem ter capacidade para vacinar cerca de...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191