Siga-nos nas redes

Mundo

França deteta nova variante da covid-19. Chama-se “ihu” e tem mais mutações que a Ómicron

Publicado

em

As autoridades de saúde francesas identificaram uma nova variante do coronavírus que causa a covid-19, que tem mais de 40 mutações genéticas, sendo que uma delas está associada a um potencial aumento da transmissão do vírus.

Segundo investigadores do Instituto Hospitalar Universitário (IHU) de Marselha que fizeram a descoberta, a nova variante do SARS-CoV-2 tem 46 mutações, incluindo uma que está associada a um possível aumento de contágios, noticiou a agência de notícias Efe.

A variante, da qual pouco ainda se sabe, foi batizada pelos cientistas com as iniciais do instituto, IHU, e deriva de uma outra, a B.1.640, detetada em finais de setembro de 2021 na República do Congo e atualmente sob vigilância da Organização Mundial da Saúde.

Em França, os primeiros casos da nova variante, que tem a designação técnica B.1.640.2, foram detetados na localidade de Forcalquier, na região de Provença-Alpes-Costa Azul.

Na mesma região, mas em Marselha, uma dezena de casos surgiram associados a viagens aos Camarões, país que faz fronteira com a República do Congo.

O IHU de Marselha, especialista em doenças infecciosas, é dirigido pelo polémico médico Didier Raoult, que recebeu uma advertência da Ordem dos Médicos francesa por ter violado o código de ética ao promover o uso do antimalárico hidroxicloroquina como tratamento para a covid-19 sem provas da sua eficácia.

A covid-19 é uma doença respiratória causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado há dois anos em Wuhan, cidade do centro da China, e que se disseminou rapidamente pelo mundo.

A variante ómicron, identificada em novembro, é a mais contagiosa de todas as variantes do coronavírus consideradas de preocupação, apresentando mais de 30 mutações genéticas na proteína da espícula, a “chave” que permite ao vírus entrar nas células humanas.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Mundo

Mãe do jovem atirador do Texas pede para não julgarem o filho

Publicado

em

Por

Adriana Reyes, mãe do jovem que realizou o massacre numa escola primária em Uvalde, no Texas, Estados Unidos, pediu para não julgarem o filho.

Segundo avança o jornal Correio da Manhã, Adriana pediu desculpa pela ação do filho, Salvador Ramos, que acabou por matar duas professoras e 19 crianças na passada terça-feira. Segundo a mulher, o jovem não era violento e não tinha muitos amigos.

“Só quero que as crianças inocentes que morreram me perdoem. Perdoem-me, perdoem o meu filho. Eu sei que ele teve os seus motivos”, afirmou Adriana Reyes.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Menina de 11 anos sujou-se com sangue dos amigos para se fingir de morta e escapar a ataque em escola do Texas

Publicado

em

Por

A família de uma rapariga de 11 anos que sobreviveu ao massacre na Escola Primária Robb em Uvalde, Texas, na terça-feira, diz que a aluna da 4ª classe se fez de morta depois do atirador ter entrado na sua sala de aula.

A tia e a madrinha de Miah Cerrillo disseram que a aluna da 4ª classe está a lutar para lidar com a situação e contar-lhes o que testemunhou durante o tiroteio.

“Por volta da meia-noite a minha cunhada telefonou-me e ela estava apenas a chorar, eu acho que acabou de tomar consciência da situação. Penso que ela chegou à realidade agora”, disse Blanca Rivera.

Rivera disse que a professora de Miah, Irma Garcia, foi uma das duas professoras mortas. Os seus amigos e colegas de turma também foram alvo.

Rivera disse que foi aí que Miah entrou em modo de sobrevivência.

“Miah pegou em algum sangue e colocou-o sobre si própria para poder fingir que estava morta”, disse Rivera. “É demasiado para mim pensar nessa cena vezes sem conta, mas foi isso que a minha cunhada disse é que ela viu a menina cheia de sangue e que ela apanhou o sangue e colocou-o sobre si própria”.

Miah ficou ferida mas foi levada para o hospital e teve alta.

“O meu irmão disse que ela tinha fragmentos de bala nas suas costas”, disse Rivera.

Rivera, uma mãe de três filhos, disse que a família está a reunir-se em torno de Amias para a ajudar a recuperar física, emocional e espiritualmente.

“Neste momento, só temos de rezar e pedir a Deus que nos ajude a avançar nesta situação, sei que é traumatizante como é”, disse Rivera.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Farmacêutica Roche já desenvolveu teste para detetar varíola dos macacos

Publicado

em

Por

A Roche disse, esta quarta-feira, que a empresa desenvolveu três kits de teste para detectar o vírus da varíola macaco, uma vez que a doença se propaga em regiões fora de África, onde o vírus não é normalmente encontrado.

Houve mais de 200 casos suspeitos ou confirmados na Europa e América do Norte de varíola macaco, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

A empresa suíça disse que um dos três kits de “Vírus Modular LightMix” detecta ortopoxvírus, o agrupamento biológico que inclui vírus associados à varíola macaco, bem como varíola e varíola bovina.

O segundo teste detecta apenas vírus da varíola de macaco, especificamente as estirpes da África Ocidental e da África Central. O terceiro é para investigadores e detecta tanto o ortopoxvírus como o vírus da varíola do macaco.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Homem volta abraçar as filhas após 24 anos depois de transplante duplo de braços e ombros

Publicado

em

Por

“Não foi um bom momento”, diz Felix Gretarsson ao recordar o dia em que perdeu ambos os braços e partiu as costas e o pescoço num acidente horrível durante uma verificação de rotina de uma linha eléctrica remota, há 24 anos atrás.

Os acontecimentos daquele dia fatídico, em que viu os seus dois braços incendiarem-se à medida que 11.000 volts e 100 amperes atravessavam o seu corpo, antes de cair ao chão – foram apenas o início dos problemas que se seguiram, para o então jovem de 26 anos de idade.

Félix entrou numa espiral de consumo de drogas e álcool para entorpecer a dor; a agonia da realização de que nunca mais seria capaz de abraçar as duas jovens filhas que amava muito.

O castigo que infligiu ao seu corpo através do abuso de drogas levou à quase destruição do seu fígado e no ano seguinte foi forçado a fazer um transplante.

Mal o sabia ele na altura, mas esse transplante seria decisivo em acontecimentos posteriores na sua vida.

O homem islandês acredita que é um dos homens mais sortudos do mundo, com “uma bênção atrás de outra”. E a história da sua vida nas décadas seguintes é uma prova dessa crença.

Félix, através de um milagre médico, foi finalmente capaz de envolver as suas filhas nos seus braços, agora com 28 e 24 anos.

Após uma longa busca, Felix encontrou o cirurgião Jean-Michel Dubernard e convenceu-o a realizar um primeiro transplante duplo de braço e ombro em Janeiro de 2021.

O pai de dois filhos chocou os cirurgiões com o seu incrível progresso, e agora é capaz de conduzir com as mãos, escovar os dentes, andar e atirar bolas para o seu cão.

Um vídeo mostra até o momento em que Félix conseguiu abraçar a sua filha Dilja, 24 anos, pela primeira vez desde os três meses de idade, e os seus netos também.

“Depois de os ver como pequenos bebés a chorar e de não conseguir segurá-los, foi indescritível.

“Os braços até aos pulsos sentem-se bem unidos e eu posso senti-los, cada parte da mão, mas ainda não é perfeito”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Médicos não conseguem explicar aumento de casos de hepatite em crianças. Ligação com covid-19 está sob estudo

Publicado

em

Por

A doença continua a espalhar-se entre as crianças, criando dúvidas sobre o que a está a causar, incluindo possíveis ligações ao Covid-19. Mas é demasiado cedo para dizer o que está por detrás dos casos, dizem os especialistas.

Mais de 600 casos de hepatite sem causa conhecida foram identificados em todo o mundo desde Outubro de 2021, e muitos dos casos estão em crianças anteriormente saudáveis.

O Reino Unido tem o maior número de casos identificados, com 197, enquanto que os EUA têm 180 casos, a maioria dos quais foi suficientemente grave para requerer hospitalização.

Embora mais casos estejam a ser reconhecidos, a causa continua a ser um mistério médico.

“O campo de jogo está a mudar de hora a hora”, disse Jason Kindrachuk, professor assistente de microbiologia médica e doenças infecciosas na Universidade de Manitoba e co-autor de um novo comentário sobre o estado destes casos.

“Passo a passo, estamos a começar a perceber qual é este problema”, disse Kindrachuk. “Mas penso que ainda não temos todas essas peças do puzzle para dizer, ‘OK, isto é o que pensamos que se está a passar'”.

Enquanto uma inflamação ligeira do fígado não é invulgar entre as crianças, uma inflamação grave como esta é. Normalmente o Reino Unido tem oito a 10 transplantes de fígado por ano, mas já ultrapassou esses números, com 11 em apenas três meses.

A nível mundial, 26 pacientes – 15 nos EUA – necessitaram de transplantes de fígado. Quase metade das mortes – cinco em 11 até agora – ocorreram nos EUA, embora a nação seja responsável por apenas um terço dos casos identificados.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Tribunal ucraniano condena soldado russo de 21 anos a prisão perpétua pela morte de um civil

Publicado

em

Por

Um tribunal em Kiev condenou um soldado russo a prisão perpétua pela morte de um civil ucraniano, no primeiro veredicto de um julgamento relacionado com crimes de guerra praticados pelo exército russo desde a sua invasão da Ucrânia.

Vadim Shishimarin, um sargento de 21 anos, foi considerado culpado de matar Oleksandr Shelipov, de 62 anos, na região de Sumy, durante os primeiros dias da invasão.

O veredicto foi proferido esta segunda-feira à hora do almoço pelo juiz Serhii Ahafonov numa sala de tribunal cheia, com dezenas de câmaras de televisão ucranianas e estrangeiras amontoadas na pequena sala.

O juiz disse que embora Shishimarin tenha cooperado com a investigação e expressado remorsos, o tribunal não pôde aceitar a sua afirmação de que não tinha a intenção de matar Shelipov quando ele disparou contra ele.

Shishimarin, usando um capuz cinzento e azul, ouviu o juiz pronunciar o seu longo veredicto de dentro da caixa de vidro para os arguidos com a cabeça inclinada. Foi-lhe dada uma tradução das palavras do juiz do ucraniano para o russo por um tradutor nomeado pelo tribunal.

É o primeiro de uma série de casos de crimes de guerra que os procuradores da Ucrânia querem julgar o mais rapidamente possível. A procuradora geral da Ucrânia, Iryna Venediktova, disse que está a preparar mais de 40 casos relacionados com crimes de guerra que poderão vir a julgamento em breve, e as autoridades ucranianas dizem ter registado mais de 10.000 crimes de guerra em todo o país.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

VARÍOLA: Bélgica é o primeiro país do mundo a decretar quarentena obrigatória

Publicado

em

Por

A Bélgica tornou-se o primeiro país a introduzir uma quarentena obrigatória de 21 dias para os doentes com varíola macaco, após ter notificado quatro casos da doença na última semana.

As autoridades sanitárias belgas tomaram a decisão na sexta-feira, de acordo com os meios de comunicação social. Os casos de contacto com a varíola macaco não são obrigados a auto-isolar-se, mas devem permanecer vigilantes, particularmente se estiverem em contacto com pessoas vulneráveis.

A varíola do macaco é uma doença da mesma família que a varíola e os sintomas incluem uma erupção cutânea acidentada distinta, febre, dores musculares e dores de cabeça. A varíola do macaco é menos mortal do que a varíola, com uma taxa de mortalidade inferior a 4%, mas os especialistas estão preocupados com a propagação invulgar da doença para além de África, onde normalmente circula.

O Instituto Belga de Medicina Tropical disse que o risco de um surto maior no país era baixo, segundo o diário belga Le Soir.

No sábado, o microbiologista Emmanuel André, responsável pelo laboratório nacional de referência da Covid-19 na Bélgica afirmou, no Twitter, que um quarto caso de varíola macaco tinha sido confirmado no país.

“Este paciente está a ser tratado na Valónia e está ligado ao evento de Antuérpia em que duas outras pessoas foram infectadas”, escreveu, referindo-se a um festival na cidade portuária realizado em Maio.

No sábado, a Organização Mundial de Saúde informou que houve 92 casos confirmados em 12 países diferentes, com 28 casos suspeitos sob investigação. Foram confirmados casos de varíola macaco no Reino Unido, Portugal, Suécia, Itália, Espanha, França, Bélgica, Alemanha, Estados Unidos, Canadá e Austrália.

No Reino Unido, a Conselheira Médica Chefe da Agência de Segurança Sanitária do Reino Unido, Susan Hopkins, disse à BBC no domingo que estavam “a detectar mais casos diários” de varíola macaco. O Secretário da Educação Nadhim Zahawi disse que o governo estava a levá-lo “muito, muito a sério”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Papa Francisco pede paz em vez de raiva aos líderes mundiais

Publicado

em

Por

“Quanto mais agitado sentirmos o coração, quanto mais sentirmos nervosismo, intolerância e raiva, mais devemos pedir paz ao Senhor”, declarou o líder da Igreja Católica antes da oração Regina Coeli, que substitui o Angelus durante o período pascal.

Francisco declarou que “nenhum pecado, nenhum fracasso e nenhum rancor deve desanimar na hora de pedir o dom do Espírito Santo”.

“De que serviria, se no dia seguinte a guerra continuaria?”, declarou ao jornal.

Francisco já disse ao jornal italiano Corriere della Sera que pediu uma reunião em Moscovo com o Presidente russo, Vladimir Putin, que ordenou a invasão da Ucrânia, mas que ainda não recebeu resposta.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Portugal diz-se pronto para reconstruir escolas ou uma zona da Ucrânia

Publicado

em

Por

O primeiro-ministro, António Costa, manifestou hoje a disponibilidade de Portugal para participar num programa de reconstrução de escolas e jardins de infância da Ucrânia ou patrocinar a reconstrução de uma zona territorial a indicar pelas autoridades ucranianas.

António Costa falava numa conferência de imprensa conjunta com o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, em Kiev, depois de uma reunião entre ambos que demorou mais de uma hora.

Das opções pela reconstrução, o líder do executivo português manifestou preferência pela referente às escolas e jardins de infância, dizendo que o Estado Português tem experiência recente na execução desses programas de modernização de estabelecimentos de ensino.

Em relação ao apoio militar à Ucrânia, António Costa disse que Portugal fornece e vai fornecer material letal e não letal. Neste ponto, adiantou que ainda na sexta-feira aterrou na Polónia um avião com material militar, que, no entanto, não especificou.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

António Costa na Ucrânia: “É devastador, muito duro de ver”

Publicado

em

Por

O primeiro-ministro, António Costa, está na Ucrânia “para concretizar apoios acordados”. O líder do Executivo português chegou de comboio a Kiev e seguiu para Irpin, antes de ser recebido por Volodymyr Zelensky.

O primeiro-ministro António Costa chegou à Estação Central de Kiev, às 10.35 horas (8.35 horas em Portugal) num comboio que parou numa plataforma recuada, longe da circulação de passageiros, rodeado de um forte aparato de segurança, com a presença de militares do Exército Ucraniano.

À chegada, Costa, acompanhado pelo vice-ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, referiu, em declarações à imprensa portuguesa: “Estou a aqui a responder ao convite que me foi endereçado, para concretizar os apoios acordados de forma bilateral, para continuar a apoiar o povo ucraniano. Vamos agora visitar áreas afetadas pela guerra”.

O primeiro-ministro seguiu de carro para Irpin, cidade a cerca de 20 minutos de Kiev, que durante semanas foi fortemente bombardeada pelo Exército Russo, entretanto resgatada pelos ucranianos.

Pouco depois das 11 horas (9 horas em Portugal continental), António Costa chegou a Irpin, a uma área residencial daquela cidade fortemente destruída, nesta que foi uma das zonas mais massacradas nos arredores de Kiev e que serviu de tampão à investida russa.

Foi recebido por vários elementos do exército ucraniano, por membros da defesa territorial, e pela chefe-presidente do Conselho de Irpin, Makeva Angela, que disse a Costa: “A cidade de Irpin pagou um preço muito alto, aqui morreram 37 elementos da defesa territorial e 370 civis. 70% da cidade foi completamente destruída”. Makeva agradeceu ao primeiro-ministro “por vir ver tudo com os seus olhos e não acreditar na propaganda russa”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Artigos Recentes

Regiãohá 12 horas

Insólito: camião fica preso em túnel no Porto

Um veículo pesado ficou preso, na manhã deste sábado, o no túnel da Rua de Aurélio da Paz dos Reis,...

Paíshá 14 horas

Banco Alimentar promove recolha de alimentos este fim de semana

A campanha de recolha de bens alimentares promovida pelo Banco Alimentar Contra a Fome regressa este sábado e domingo aos supermercados...

Mundohá 16 horas

Mãe do jovem atirador do Texas pede para não julgarem o filho

Adriana Reyes, mãe do jovem que realizou o massacre numa escola primária em Uvalde, no Texas, Estados Unidos, pediu para...

Famalicãohá 17 horas

Famalicense António Cândido de Oliveira recebe Insígnia de Ouro na Galiza

O famalicense António Cândido de Oliveira, professor catedrático jubilado da Escola de Direito da Universidade do Minho, recebeu, esta semana, a...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão ilumina-se para receber as Festas Antoninas 2022

A cidade de Famalicão já se encontra engalanada para receber a edição e 2022 das festas Antoninas. Na última noite,...

Paíshá 18 horas

Sondagem: maioria dos portugueses não concorda com o fim do uso das máscaras

A decisão de pôr fim ao uso de máscaras, com exceção dos serviços de saúde e transportes públicos, não agradou...

Paíshá 19 horas

Luís Montenegro ou Jorge Moreira da Silva, PSD elege hoje o novo líder nacional

O Partido Social Democrata (PSD) elege, este sábado, o seu novo líder nacional. Na corrida a estas eleições diretas estão...

Paíshá 1 dia

Alfaiate de 72 anos enviava cartas de amor e sexuais a jornalistas da RTP. Condenado a 1 ano de prisão com pena suspensa

O Tribunal de Braga condenou hoje a um ano e cinco meses de prisão, com pena suspensa, um septuagenário da...

Famalicãohá 1 dia

Feira do empreendedorismo dá a conhecer as novas empresas de Famalicão

O empreendedorismo está em destaque até este sábado, na Praça D. Maria II, no centro da cidade de Famalicão. A...

Famalicãohá 1 dia

Mercado Abastecedor de Famalicão abre as portas e recebe Mário Passos

Pela primeira vez o Mercado Abastecedor de Famalicão recebeu a visita do presidente da Câmara Municipal. Esta sexta-feira, dia 27...

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES