Siga-nos nas redes

Mundo

“Rockeiro” e ator americano Meat Loaf morreu aos 74 anos

Publicado

em

 O cantor e ator norte-americano Meat Loaf, autor da música “Bat out of Hell”, morreu na quinta-feira aos 74 anos, segundo um comunicado publicado hoje na sua página da rede social Facebook.

“É com o coração partido que anunciamos que o incomparável Meat Loaf partiu esta noite, com a esposa Deborah ao seu lado”, é referido na mensagem.

Além da carreira de sucesso no rock, em que chegou a vender mais de 43 milhões de cópias num dos seus álbuns (“Bat Out Of Hell”), Meat Loaf, nome artístico de Marvin Lee Aday, teve também destaque em programas de televisão, em filmes como “Fight Club”, de David Fincher (1999), e em comédias musicais como “Rocky Horror Picture Show” (1975).

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Mundo

Portugal diz-se pronto para reconstruir escolas ou uma zona da Ucrânia

Publicado

em

Por

O primeiro-ministro, António Costa, manifestou hoje a disponibilidade de Portugal para participar num programa de reconstrução de escolas e jardins de infância da Ucrânia ou patrocinar a reconstrução de uma zona territorial a indicar pelas autoridades ucranianas.

António Costa falava numa conferência de imprensa conjunta com o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, em Kiev, depois de uma reunião entre ambos que demorou mais de uma hora.

Das opções pela reconstrução, o líder do executivo português manifestou preferência pela referente às escolas e jardins de infância, dizendo que o Estado Português tem experiência recente na execução desses programas de modernização de estabelecimentos de ensino.

Em relação ao apoio militar à Ucrânia, António Costa disse que Portugal fornece e vai fornecer material letal e não letal. Neste ponto, adiantou que ainda na sexta-feira aterrou na Polónia um avião com material militar, que, no entanto, não especificou.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

António Costa na Ucrânia: “É devastador, muito duro de ver”

Publicado

em

Por

O primeiro-ministro, António Costa, está na Ucrânia “para concretizar apoios acordados”. O líder do Executivo português chegou de comboio a Kiev e seguiu para Irpin, antes de ser recebido por Volodymyr Zelensky.

O primeiro-ministro António Costa chegou à Estação Central de Kiev, às 10.35 horas (8.35 horas em Portugal) num comboio que parou numa plataforma recuada, longe da circulação de passageiros, rodeado de um forte aparato de segurança, com a presença de militares do Exército Ucraniano.

À chegada, Costa, acompanhado pelo vice-ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, referiu, em declarações à imprensa portuguesa: “Estou a aqui a responder ao convite que me foi endereçado, para concretizar os apoios acordados de forma bilateral, para continuar a apoiar o povo ucraniano. Vamos agora visitar áreas afetadas pela guerra”.

O primeiro-ministro seguiu de carro para Irpin, cidade a cerca de 20 minutos de Kiev, que durante semanas foi fortemente bombardeada pelo Exército Russo, entretanto resgatada pelos ucranianos.

Pouco depois das 11 horas (9 horas em Portugal continental), António Costa chegou a Irpin, a uma área residencial daquela cidade fortemente destruída, nesta que foi uma das zonas mais massacradas nos arredores de Kiev e que serviu de tampão à investida russa.

Foi recebido por vários elementos do exército ucraniano, por membros da defesa territorial, e pela chefe-presidente do Conselho de Irpin, Makeva Angela, que disse a Costa: “A cidade de Irpin pagou um preço muito alto, aqui morreram 37 elementos da defesa territorial e 370 civis. 70% da cidade foi completamente destruída”. Makeva agradeceu ao primeiro-ministro “por vir ver tudo com os seus olhos e não acreditar na propaganda russa”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Itália propõe plano para o fim da guerra na Ucrânia

Publicado

em

Por

A Itália propôs às Nações Unidas a formação de um “grupo de facilitação internacional” para tentar conseguir um cessar-fogo “passo a passo” na Ucrânia, anunciou esta sexta-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano.

“O plano de paz italiano é uma proposta que discuti com o secretário-geral da ONU, António Guterres, em Nova Iorque, há dois dias, sobre a criação de um grupo de facilitação internacional composto por organizações internacionais como as Nações Unidas, a União Europeia (UE) e a Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE)”, disse Luigi Di Maio, durante uma conferência de imprensa dos ministros dos Negócios Estrangeiros do Conselho da Europa, nos arredores de Turim.

“O objetivo é trabalhar passo a passo (…) a partir, por exemplo, de tréguas localizadas, a retirada de civis, a possibilidade de abrir corredores humanitários seguros e, obviamente, o aumento da possibilidade para chegar a um cessar-fogo geral, depois uma paz duradoura com um acordo de paz real”, explicou o chefe da diplomacia italiana.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

VÍDEO:Ciclista Biniam Girmay hospitalizado após acertar com rolha de espumante no próprio olho

Publicado

em

Por

O ciclista Biniam Girmay (Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux) foi hoje levado ao hospital após vencer a 10.ª etapa da Volta a Itália em bicicleta, por ter acertado com uma rolha de espumante num olho, quando estava no pódio em Jesi.

O ciclista de Asmara, de 22 anos, recebeu as flores costumeiras e, ao pegar na garrafa de espumante para festejar, a rolha dessa garrafa soltou-se e acertou-lhe no olho esquerdo.

Girmay, o primeiro eritreu a vencer uma etapa numa grande Volta, ainda prosseguiu com o protocolo do pódio, mas depois foi assistido pela equipa médica da Intermarché e da própria organização, confirmou a RCS Sport ao portal Cycling News, e transportado para o hospital para exames adicionais.

A equipa não confirmou quaisquer resultados, remetendo para quarta-feira uma decisão sobre a continuidade do ciclista, que está a descansar no hotel onde a equipa está instalada.

Não é a primeira vez que uma rolha provoca um ‘susto’ nesta 105.ª edição do Giro, depois de o neerlandês Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix) ter sido atingido, praticamente da mesma forma, logo após vencer a etapa inaugural, também no pódio, mas numa parte da face menos suscetível.

Girmay, que aos 22 anos se tornou no primeiro eritreu a vencer numa grande Volta, cumpriu os 196 quilómetros entre Pescara e Jesi em 4:32.07 horas, batendo sobre a meta o neerlandês Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix), segundo, e o italiano Vincenzo Albanese (EOLO Kometa), terceiro, numa chegada em ‘sprint’ reduzido, em que o português João Almeida (UAE Emirates) foi nono.

Nas contas da geral, Juan Pedro López segurou a liderança, mantendo 12 segundos de vantagem sobre Almeida, que é segundo, e 14 para o francês Romain Bardet (DSM), terceiro.

Na quarta-feira, a 11.ª etapa liga Santarcangelo di Romagna a Reggio Emilia em 203 quilómetros, o mais plano dos traçados da 105.ª edição do Giro, propenso a uma chegada em pelotão compacto disputada ao ‘sprint’.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Coronel russo diz: “Por muito que odiemos admiti-lo, o mundo inteiro está contra nós”

Publicado

em

Por

A invasão ucraniana colocou a Rússia em risco de “total isolamento internacional”, disse um coronel reformado numa rara emissão de dissidência na televisão estatal.

As críticas à “operação especial” russa na Ucrânia são raras nos meios de comunicação russos controlados pelo Kremlin, que tem elogiado rotineiramente as tropas russas por “libertarem” a Ucrânia dos ultranacionalistas.

No entanto, Mikhail Khodaryonok, um coronel reformado e comentador militar, quebrou fileiras ao dizer ao noticiário principal do Estado, na segunda-feira, que não houve um bom resultado para a Rússia na guerra.

“Precisamos de ver um milhão de soldados ucranianos bem armados como uma realidade para os próximos meses”. Precisamos de ter em conta que a situação para nós irá francamente piorar”.

Enquanto as outras cabeças falantes na discussão dos 60 Minutos de Rossiya 1 mostram à linha do Kremlin que a invasão é uma “necessidade” de afastar um potencial ataque ucraniano, Khodaryonok sugeriu que os ucranianos estão “a defender a sua pátria”, mesmo que algumas pessoas na Rússia discordassem dessa ideia.

A principal fraqueza da Rússia, disse o Sr. Khodaryonok, residia no seu “isolamento geopolítico total”.

“Por muito que odiemos admiti-lo, o mundo inteiro está contra nós”.

O Sr. Khodaryonok questionou anteriormente a lógica da plena mobilização.

A Rússia insiste que a invasão está “sob controlo”.
Uma mobilização em massa, argumentou, não daria à Rússia uma vantagem imediata no campo de batalha, pois levaria meses a treinar os novos recrutas, pois estes poderiam ser enviados para a acção.

A China não apoiou publicamente a invasão russa e indicou que iria respeitar as sanções ocidentais contra a Rússia.

De todos os líderes dos antigos Estados soviéticos que foram a Moscovo na segunda-feira para uma sessão da Organização do Tratado de Segurança Colectiva, apenas o presidente bielorrusso apoiou publicamente a invasão, enquanto os restantes pareciam visivelmente desconfortáveis na reunião televisiva, quando o presidente Vladimir Putin se lançou noutra tirada anti-ocidental.

Os oficiais russos admitiram que a operação militar na Ucrânia está a demorar mais do que o esperado, mas insistem que está “sob controlo”.

Dmitry Peskov, o porta-voz do Kremlin, disse na terça-feira que a invasão é “bastante eficaz”:

“O sucesso dos nossos homens militares está à vista”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

Médio muçulmano do Paris Saint-Germain recusa usar camisola com arco-íris LGBTQ+

Publicado

em

Por

O médio do Paris Saint-Germain Idrissa Gueye falhou a vitória da sua equipa por 4-0 contra o Montpellier no sábado porque não queria jogar com uma camisola que tinha o seu número nas cores do arco-íris.

Jogadores de toda a França vestiram as camisas especiais durante o fim-de-semana numa expressão de solidariedade para assinalar o próximo Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transphobia, na terça-feira 17 de Maio.

Mas o antigo jogador do Everton e Aston Villa Gueye, um muçulmano devoto, esteve ausente do jogo pelo que o seu treinador Mauricio Pochettino disse “foram razões pessoais, mas ele não está lesionado”.

Agora, como noticiado pelo outlet francês RMC Sport, a razão por detrás da omissão de Gueye é que ele não queria usar uma camisa com as cores do arco-íris.

Acrescentam também que Gueye falhou o jogo comemorativo equivalente no mesmo fim-de-semana do ano passado pelo que o PSG disse ser gastroenterite.

O Sportsmail contactou os representantes de Gueye para comentários.

Uma associação francesa que combate a homofobia no desporto – Rouge Direct – apelou à acção da Liga Francesa e do PSG para estabelecer a motivação de Gueye por detrás da ausência do jogo.

A homofobia não é uma opinião, mas sim um crime’, tweetou o corpo no domingo. A LFP (Liga) e o PSG devem pedir a Gana Gueye que se explique e muito rapidamente. E puni-lo, se necessário’.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

É oficial: Suécia assina adesão à NATO. Putin provocou o cenário que mais temia

Publicado

em

Por

A ministra dos Negócios Estrangeiros sueca, Ann Linde, assinou hoje a candidatura formal da Suécia à adesão à NATO, anunciada na segunda-feira pelo Governo social-democrata, após uma reunião extraordinária.

“É algo grande, sério, e alcançamos o que pensamos ser o melhor para a Suécia”, disse Linde aos jornalistas enquanto assinava o documento no seu gabinete, em Estocolmo, segundo a imprensa local e a agência espanhola EFE.

A Suécia tenciona apresentar a candidatura hoje ou na quarta-feira, na sede da NATO, em Bruxelas, ao mesmo tempo que a Finlândia.

O parlamento finlandês deverá votar hoje a decisão formal, aprovada no domingo pelo Presidente Sauli Niinistö e pelo Governo liderado pela social-democrata Sanna Marin.

Niinistö está hoje em visita oficial à Suécia, com um programa que inclui uma reunião com a primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson.

A chefe do executivo sueco justificou a decisão de pedir a adesão à NATO com a nova situação de segurança criada pela invasão da Ucrânia pela Rússia, em 24 de fevereiro.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Ucrânia: 264 soldados presos em fundição foram hoje resgatados

Publicado

em

Por

A Vice-Ministra da Defesa ucraniana Hanna Maliar disse que 264 soldados ucranianos foram evacuados a 16 de Maio da fábrica de aço Azovstal em Mariupol para hospitais em Novoazovsk e Olenivka, ocupados pela Rússia.

Dos evacuados, 53 soldados fortemente feridos receberão tratamento médico em Novoazovsk, enquanto 211 serão transferidos para Olenivka para participar numa próxima troca de prisioneiros, de acordo com o Estado-Maior General das Forças Armadas da Ucrânia.

“Estamos a prosseguir os esforços para salvar os defensores que permanecem em Azovstal”, disse o Estado-Maior General. Segundo relatórios anteriores, cerca de 1.000 soldados ucranianos estavam na fábrica, que continuou a ser a única área controlada pela Ucrânia em Mariupol.

No seu discurso em vídeo à nação na noite de 16 de Maio, o Presidente Volodymyr Zelensky salientou que “a Ucrânia precisa de heróis ucranianos vivos”.

De acordo com Zelensky, a Ucrânia continua as negociações para alcançar um acordo que permitirá aos defensores de Azovstal regressar a casa. “Este trabalho precisa de delicadeza e tempo”, disse o Presidente.

O Regimento Azov da Guarda Nacional e a 36ª Brigada de Fuzileiros Navais, que se mantém na fábrica de aço Azovstal, são as últimas forças ucranianas a defender Mariupol, uma cidade com uma população de 450.000 habitantes antes da guerra, agora ocupada e quase completamente destruída pelas tropas russas.

“Os defensores de Mariupol cumpriram ordens, apesar de todas as dificuldades, retiveram as forças esmagadoras do inimigo durante 82 dias e permitiram ao exército ucraniano reagrupar-se, treinar mais pessoal e receber um grande número de armas de países parceiros”, disse Denys Prokopenko, comandante do Regimento Azov, num discurso em vídeo no dia 16 de Maio.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Ucrânia: Soldado preso em fundição canta música vencedora da Eurovisão enquanto se ouve o rebentamento de bombas (VÍDEO)

Publicado

em

Por

Surgiram imagens de um destemido soldado ucraniano na fábrica de aço Azovstal de Mariupol cantando uma interpretação da canção vencedora da Eurovisão “Stefania”, mesmo quando as explosões das bombas russas trovejaram por cima.

A canção, interpretada pelo grupo folclórico ucraniano Kalush Orchestra, foi a grande vencedora na grande final da Eurovisão, no sábado à noite.

“Stefania” foi escrita em homenagem à mãe do vocalista Oleh Psiuk, mas transformou-se num hino de guerra desde a invasão da Rússia a 24 de Fevereiro.

Diz-se que a letra de Psiuk ‘I’ll always find my way home, even if all roads are destroyed’ (encontrarei sempre o meu caminho, mesmo que todas as ruas estevam destruídas) adquiriu um significado especial à luz do conflito:

Embora mais de mil civis que ficaram presos na fábrica de aço sitiada tenham agora sido evacuados, centenas de soldados ucranianos ainda permanecem.

Eles estão a encenar uma valente última posição para Mariupol, apesar da diminuição dos recursos e do aumento das baixas, e estão a suportar quase constantemente bombardeamentos e bombardeamentos russos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Lifestyle

“Façam cerveja, não guerra” nos céus da Polónia

Publicado

em

Por

A mensagem foi “escrita” por um piloto nos céus da Polónia e o momento ficou registado no site especializado FlightRadar24 que, no Twitter, mostrou a “obra” da aeronave já finalizada.

Foram quase quatro horas de voo que culminaram com uma rota que mostrou a mensagem que se transformou em notícia: “Make beer, not war” (“Façam cerveja, não guerra), em tradução livre. No final da frase o piloto ainda acrescentou o desenho de um coração.

A aeronave, de apenas dois lugares, levantou voo de Poznan e dirigiu-se para oeste antes de começar a escrever a frase. Depois, regressou à mesma cidade polaca, na noite deste sábado. O momento ficou registado no site especializado FlightRadar24 que, no Twitter, mostrou a ‘obra’ do avião já finalizada.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 6 horas

Mostra Comunitária da freguesia de Cruz decorre durante este fim de semana

Atividades desportivas, culturais e as tradicionais barraquinhas das associações dão o mote para muita animação nesta freguesia do concelho de...

Paíshá 9 horas

GNR deteve 517 pessoas em flagrante delito na última semana

Entre os dias 13 a 19 de maio, a Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve 517 pessoas em flagrante delito, no...

Mundohá 9 horas

Portugal diz-se pronto para reconstruir escolas ou uma zona da Ucrânia

O primeiro-ministro, António Costa, manifestou hoje a disponibilidade de Portugal para participar num programa de reconstrução de escolas e jardins...

Desportohá 9 horas

Desporto: Fernando Pimenta vence Final A do K1 1000 metros da Taça do Mundo de Racice

O português Fernando Pimenta, multimedalhado olímpico, venceu hoje a Final A do K1 1000 metros da Taça do Mundo de...

Sociedadehá 10 horas

Vocalista dos Xutos e Pontapés está de luto

Tim está de luto depois da morte da mãe, Maria do Amparo, de 79 anos. O cantor deixou uma mensagem...

Sociedadehá 10 horas

Atualização: Sobe para três o número de mortos e 27 feridos no despiste de autocarro a caminho de Fátima

O despiste de um autocarro de passageiros na zona da Mealhada causou três mortos e pelo menos quatro feridos graves....

Paíshá 11 horas

Mealhada: Despiste de autocarro que partiu de Guimarães provoca dois mortos na A1

Um autocarro despistou-se, esta manhã, na A1, perto da área de serviço da Mealhada. O acidente decorreu no sentido Norte-Sul...

Entretenimentohá 12 horas

EXPOTROFA regressa com muita animação

Augusto Canários & Amigos, Zé Amaro e Banda Myllenium são os artistas que irão animar a edição deste ano da...

Mundohá 12 horas

António Costa na Ucrânia: “É devastador, muito duro de ver”

O primeiro-ministro, António Costa, está na Ucrânia “para concretizar apoios acordados”. O líder do Executivo português chegou de comboio a...

Economiahá 12 horas

Estudo: Estas são as empresas mais atrativas para trabalhar em Portugal

A Delta Cafés foi eleita a empresa mais atrativa para trabalhar pelo segundo ano consecutivo, de acordo com o Randstad...

Paíshá 13 horas

Dez distritos sob aviso amarelo devido a trovoadas e aguaceiros

Castelo Branco, Guarda, Bragança, Coimbra, Viseu, Aveiro, Vila Real, Porto, Braga e Viana do Castelo são os distritos que se...

Economiahá 13 horas

Gasolina sobe quatro cêntimos e gasóleo baixa três cêntimos na segunda-feira

A gasolina e o gasóleo deverão ter variações diferentes na próxima segunda-feira, segundo as previsões divulgadas ontem pelo Ministério das...

Paíshá 13 horas

Dois feridos em explosão de gás em Amares

Uma fuga de gás numa casa em Amares causou, ao começo da noite desta sexta-feira, pelas 20.10 horas, dois feridos...

Famalicãohá 13 horas

Famalicão: Mostra Comunitária de Cruz

As mostra comunitárias do concelho prosseguem durante este fim de semana. Já hoje a partir das 15h00 é inaugurada a...

Famalicãohá 14 horas

Famalicão: Cultura e Solidariedade percorrem as ruas de Delães este sábado  

A Conferência Vicentina e grupo de Zés P’reiras “OsDivertidos”, apoiados pela Junta de Freguesia de Delães, vão leva a cabo,...

Desportohá 1 dia

Team Baia representa Famalicão no Rali de Portugal e já conheceu André Vilas-Boas

A Team Baia, da freguesia de Cavalões, esta a representar o concelho de Famalicão na edição de 2022 do Rali...

Desportohá 1 dia

Famalicão: Equipa Pedro Meireles / Pedro Alves abandona Rali de Portugal após manhã “muito complicada”

A equipa que junta o piloto Pedro Meireles e o navegador famalicense Pedro Alves, anunciou, esta sexta-feira, a sua saída...

Mundohá 1 dia

Itália propõe plano para o fim da guerra na Ucrânia

A Itália propôs às Nações Unidas a formação de um “grupo de facilitação internacional” para tentar conseguir um cessar-fogo “passo...

Desportohá 1 dia

Nenhum jogador do Benfica nas escolhas de Fernando Santos para a Liga das Nações. Opiniões dividem-se nas redes sociais

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, anuncia hoje os eleitos para os quatro primeiros jogos na Liga das Nações...

Desportohá 1 dia

Piloto de Famalicão Ricardo Costa já “arrancou” no Rali de Portugal

O piloto famalicense Ricardo Costa já correu, esta sexta-feira, no Rali de Portugal, acompanhado pelo navegador Rui Vilaça. Nas redes...

Arquivo

FAMA NAS REDES