Siga-nos nas redes

Mundo

Covid-19 já infetou mais de 102 milhões de pessoas em todo o mundo

Publicado

em

Segundo o balanço diário da agência France-Presse (AFP), a pandemia do novo coronavírus superou os 102,5 milhões de casos de infeção a nível mundial e o número de mortes no mundo aumentou 13.683 nas últimas 24 horas.

No total, e desde que o SARS-CoV-2 foi identificado na China em dezembro de 2019, a covid-19 já provocou pelo menos 2.219.793 de mortes no mundo.

Mais de 102.514.200 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da epidemia, dos quais pelo menos 62.182.600 já são considerados curados.

Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 13.683 óbitos e 511.755 novos casos da doença covid-19 em todo o mundo, segundo os dados reunidos pela agência noticiosa francesa.

A AFP esclarece que estes números estão fundamentados nos balanços fornecidos diariamente pelas autoridades sanitárias de cada país e excluem as revisões realizadas posteriormente por organismos de estatística, como ocorre na Rússia, Espanha e no Reino Unido.

Os países que assinalaram o maior número de novas mortes nos seus relatórios mais recentes são os EUA com 3.130 novas mortes, México (1.495) e Brasil (1.279).

Os EUA são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 439.536 mortes para 26.075.103 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Seguem-se o Brasil, com 223.945 óbitos e 9.176.975 casos, o México, com 158.074 óbitos e 1.857.230 casos, a Índia, com 154.274 óbitos e 10.746.183 casos, e o Reino Unido, com 105.571 mortos e 3.796.088 casos.

Entre os países mais atingidos, a Bélgica continua a ser o que apresenta o maior número de mortes em relação à sua população, com 182 mortes por 100.000 habitantes, seguida pela Eslovénia (168), Reino Unido (156), República Checa (152) e Itália (146).

Por regiões do mundo, a Europa totaliza até hoje (às 11:00 em Lisboa) 735.831 mortes em 33.294.313 casos confirmados, a América Latina e as Caraíbas somavam 595.569 mortes (18.857.593 casos), os Estados Unidos e Canadá 459.451 mortes (26.849.171 casos), a Ásia 240.102 mortes (15.201.467 casos), o Médio Oriente 97.426 mortes (4.724.476 casos), a África 90.469 mortes (3.555.504 casos) e a Oceânia 945 mortes (31.685 casos).

Desde o início da pandemia, o número de testes de diagnóstico realizados aumentou significativamente e as técnicas de despistagem e rastreio melhoraram, levando a um aumento nas infeções registadas e declaradas.

No entanto, a AFP alerta que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração real do número total de infeções, com uma grande proporção dos casos menos graves ou assintomáticos a nem sempre serem detetados.

Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Devido a correções feitas pelas autoridades ou a notificações tardias, o aumento dos números diários pode não corresponder exatamente aos dados publicados no dia anterior, segundo referiu a AFP.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Mundo

Procuradoria-Geral do Irão anuncia fim da polícia da moralidade

Publicado

em

O Irão aboliu a polícia da moralidade, uma força que detinha especialmente mulheres que não usavam o véu islâmico de acordo com os códigos ditados pelo país. A informação foi transmitida pelo procurador-geral do país, Mohamad Jafar Montazeri.

Esta decisão está a ser vista pelos analistas como uma cedência ao movimento popular de protesto que o país vive há três meses.

Apesar da abolição da polícia da moralidade, Montazeri explicou que o judiciário continuará a fiscalizar o comportamento a nível comunitário e destacou que o vestuário feminino continua a ser muito importante.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

Cristiano Ronaldo colocado no pior onze da fase de grupos do Mundial

Publicado

em

Plataforma Sofascore colocou, ainda Bruno Fernandes entre os melhores da primeira ronda.

A plataforma de acompanhamento de jogos em direto Sofascore divulgou, este sábado, a composição do pior onze da fase de grupos do Campeonato do Mundo, tendo em conta a média de avaliações atribuída em cada jogo, e o destaque vai para a inclusão de… Cristiano Ronaldo.

O capitão da seleção portuguesa obteve um pontuação média de 6.37 (numa escala de 0 a 10) nos encontros diante de Gana, Uruguai e Coreia do Sul, o que lhe valeu um lugar entre as desilusões da primeira ronda do torneio, que decorre no Qatar.

Além do avançado, integram, ainda, esta equipa Meshaal Aissa Barsham (Qatar), Alistair Johnston (Canadá), Óscar Duarte (Costa Rica), Francisco Calvo (Costa Rica), Homan Ahmed (Qatar), Mathew Leckie (Austrália), Karim Boudiaf (Qatar), Abduellah Al Malki (Arábia Saudita), Tajon Buchanan (Canadá) e Almoez Ali (Qatar).

Em sentido inverso, entre os melhores, nota para a presença do também luso Bruno Fernandes, e logo com a melhor avaliação de todas atribuída pela plataforma especializada, tendo conquistado uma média de 8.60 nos três encontros disputados.

O médio junta-se nesta lista a Wojciech Szczesny (Polónia), Achraf Hakimi (Marrocos), Jean-Charles Castelletto (Camarões), Andreas Christensen (Dinamarca), Theo Hernández (França), Casemiro (Brasil), Lionel Messi (Argentina), Antoine Griezmann (França), Cody Gakpo (Países Baixos) e Kylian Mbappé (França).

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Putin terá caído das escadas da residência oficial

Publicado

em

O Presidente russo terá caído das escadas na residência oficial, em Moscovo. O canal russo no Telegram, “General SVR”, revelou que Vladimir Putin terá alguns problemas de saúde. Apesar de ter batido com o cóccix no chão, o acidente não foi considerado grave.

Tendo em conta o canal anti-Kremlin, Putin caiu de sete degraus numa escadaria na residência oficial e bateu com o cóccix no chão.

“O acidente oficial aconteceu em frente a três guarda-costas que ajudaram o Presidente a levantar-se. Depois de o deitarem num sofá próximo e chamaram os médicos de serviço da residência”.

As fontes oficiais não confirmaram a queda do líder russo com 70 anos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Qatar admite que tenham morrido entre 400 e 500 trabalhadores na preparação para o Mundial

Publicado

em

O número de trabalhadores mortos no Qatar durante a preparação para o Mundial de futebol ficou entre “400 e 500”, um número drasticamente maior do que anteriormente anunciado, admitiu um responsável do Qatar.
De acordo com a Associated Press, as declarações de Hassan al-Thawadi, secretário-geral do Comité Supremo para Entrega e Legado do Qatar, foram feitas durante uma entrevista com o jornalista britânico Piers Morgan.

Os comentários de Al-Thawadi poderão aumentar as críticas feitas pelos grupos de direitos humanos sobre o custo para os trabalhadores migrantes do país sediar o primeiro Mundial de Futebol no Médio Oriente, quando 200 mil milhões de dólares (19,3 mil milhões de euros) foram gastos em estádios, linhas de metro e novas infraestruturas necessárias para o torneio

O Comité Supremo e o Governo do Qatar ainda não responderam a um pedido de comentário feito esta egunda-feira pela AP sobre as declarações de Al-Thawadi.

Na entrevista – em trechos já publicados por Piers Morgan na internet -, o jornalista britânico pergunta a Al-Thawadi: “Qual é o número honesto, totalmente realista de trabalhadores migrantes que morreram, como resultado do trabalho que estão a fazer para o Mundial de Futebol, na totalidade?”.

“A estimativa é de cerca de 400, entre 400 e 500”, respondeu Al-Thawadi.

“Não tenho o número exato. Isso é algo que tem sido discutido”, referiu o responsável.

Entretanto, esse número não foi anteriormente discutido publicamente. Os relatórios do Comité Supremo datados de 2014 até ao fim de 2021 incluem apenas o número de mortes de trabalhadores envolvidos na construção e reforma dos estádios que esta segunda-feira sediam o Mundial de futebol.

O número total de mortes divulgado pelo Governo do Qatar foi de 40. Estes dados incluem 37 que as autoridades locais descrevem como incidentes não relacionados com trabalho, como ataques cardíacos, e três de incidentes no local de trabalho. Num outro relatório também surge separadamente a morte de um trabalhador devido ao novo coronavírus durante a pandemia de Covid-19.

Desde que a FIFA concedeu o torneio ao Qatar em 2010, o país tomou algumas medidas para reformular as práticas de emprego. Isso incluiu a eliminação do chamado sistema de emprego ‘kafala’, que prendia os trabalhadores aos seus empregadores, que podiam decidir se os funcionários poderiam deixar os seus empregos ou até mesmo o país.

O Qatar também adotou um salário mínimo mensal de 1.000 riais do Qatar (275 dólares ou 265 euros) para os trabalhadores e exigiu subsídios de alimentação e moradia para funcionários que não recebem esses benefícios diretamente dos seus empregadores. Também atualizou as suas regras de segurança para os trabalhadores para evitar mortes.

“Uma morte é uma morte a mais. Puro e simples”, acrescentou Al-Thawadi na entrevista.

Ativistas pediram a Doha que faça mais, principalmente quando se trata de garantir que os trabalhadores têm os salários em dia e são protegidos de empregadores abusivos.

O comentário de Al-Thawadi também renova as questões sobre a veracidade dos relatórios de Governos e das empresas privadas sobre ferimentos e mortes de trabalhadores nos Estados do Golfo Pérsico, cujos prédios foram construídos por trabalhadores de países do sul da Ásia, como Índia, Paquistão e Sri Lanka.

Mustafa Qadri, diretor executivo da Equidem Research, uma consultoria sobre trabalho que publicou relatórios sobre o custo da construção para os trabalhadores migrantes, disse que ficou surpreso com a observação de al-Thawadi.

“Para ele, vir agora e dizer que há centenas [de mortos], é chocante. Eles não têm ideia do que está a acontecer”, declarou Qadri à AP.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

“Besta do Leste” trará temperaturas geladas para Portugal já na próxima semana

Publicado

em

Foto: “Besta do Leste” atingiu a Europa com toda a força em 1956

Está a formar-se sobre a zona da Sibéria, na Rússia, um fenómeno meteorológico a que foi dado o nome de “Besta do Leste”, que, de forma simples, consiste na concentração de uma enorme massa de ares gelados.

Ao que indicam as previsões, o ar gelado deve descer por toda a Europa central e chegar a Espanha, primeiro, e a Portugal, depois. Tal deverá acontecer nos primeiros dias de dezembro.

Os meteorologistas estão atentos a esta situação, que não é nova, e já ocorreu noutros períodos da história, como em fevereiro de 1956, naquele que foi um dos invernos mais frios da Europa. Não há ainda a certeza sobre os caminhos que os ventos gelados da Sibéria irão tomar, mas, de acordo com a forma como esta Besta do Leste se está a formar, tudo indica que o destino seja a Europa do sul.

Mas o que é esta Besta do Leste? É uma gigantesca concentração de ares gelados que acontece de forma mais ou menos regular nas zonas mais frias da Rússia, nomeadamente na região siberiana, onde as temperaturas são mais baixas nesta altura do ano. Esses ares gelados são depois transportados para outras regiões, podendo tomar diferentes direções, daí não ser frequente que atinjam as zonas mais a sul da Europa.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Faleceu a lenda da música brasileira Erasmo Carlos aos 81 anos

Publicado

em

O cantor Erasmo Carlos, 81 anos, símbolo do movimento musical e cultural que surgiu na década de 1960 e 1970 no Brasil conhecido como Jovem Guarda, morreu hoje na cidade do Rio de Janeiro, informaram os ‘media’ locais.

A causa da morte ainda não foi revelada, mas o cantor esteve internado no início do mês no Hospital Barra D’Or, na Barra da Tijuca, com uma infeção pulmonar e regressou para atendimento de urgência na manhã de hoje, mas não resistiu.

Erasmo Carlos estava a ser tratado há alguns meses a uma síndrome edemigénica, doença que afeta os vasos sanguíneos.

O ícone musical foi o parceiro mais importante do também cantor Roberto Carlos na Jovem Guarda, movimento cultural e musical influenciado por Elvis Presley, Rolling Stones e Beatles, e que marcou a cultura e influenciou mais de uma geração no país já que misturou a música nacional brasileira com o rock.

Na semana passada, Erasmo Carlos venceu o Gramy Latino na categoria álbum de rock ou música alternativa em língua portuguesa.

O Presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, lamentou a morte do ícone da música na rede social Twitter.

“Erasmo Carlos, muito além da Jovem Guarda, foi cantor e compositor de extremo talento, autor de muitas das canções que mais emocionaram brasileiros nas últimas décadas. Tremendão, amigo de fé, irmão camarada, cantou amores, a força da mulher e a preocupação com o meio ambiente”, escreveu Lula da Silva.

“Deixa saudades e dezenas de músicas que sempre estarão em nossas lembranças e na trilha sonora de nossas vidas. Meus sentimentos aos familiares, amigos e fãs de Erasmo Carlos”, acrescentou.

O diretor da Rede Globo, José Bonifácio Brasil de Oliveira, conhecido como Boninho, publicou uma mensagem de despedida ao amigo no início da tarde.

“Meu adeus ao querido Tremendão. Erasmo leva seu sorriso e o rock para o céu! Saudades”, escreveu Boninho.

Conhecido como Tremendão por conta de seu jeito arrojado e estilo que imitavam o seu grande ídolo, Elvis Presley, o músico brasileiro nascido no Rio de Janeiro compôs centenas de músicas das quais se destaca “Festa de arromba”, seu primeiro sucesso e que compôs com seu maior parceiro, o cantor Roberto Carlos.

Erasmo Carlos também é autor de outros clássicos da música brasileira como “Vem Quente Que Eu Estou Fervendo”, “Minha Fama de Mau”, “É preciso saber viver”, “Gatinha manhosa”, “Além da Ilusão”, “Quero que tudo vá para o Inferno” e “Detalhes”.

Um de seus últimos trabalhos foi como ator protagonista na longa-metragem “Modo Avião”, da Netflix. Em fevereiro de 2021, Erasmo Carlos lançou o álbum “O futuro pertence à… Jovem Guarda”, com oito canções dos anos 1960 em comemoração das mais de cinco décadas de carreira.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Necessários jovens que “mudam o mundo” e “não escravos dos telemóveis

Publicado

em

O Papa Francisco afirmou hoje na cidade de Asti, em Itália, que são necessários jovens que mudem o mundo e que não sejam conformistas e escravos dos telemóveis.

Francisco falava após a missa e a oração do Angelus que celebrou na cidade de Asti, no Piemonte (noroeste de Itália), terra do seu pai e avós.

Na sua mensagem, o Papa lembrou a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que é hoje celebrada nas igrejas locais com o tema “Maria levantou-se e partiu apressadamente”, o mesmo da JMJ Lisboa, marcada para agosto de 2023.

O Papa convidou os jovens a não ficarem parados a pensar em si mesmos, desperdiçando a vida atrás de confortos e das últimas modas, mas a “sair de seus próprios medos para alcançar quem precisa”.

“E hoje há necessidade de jovens verdadeiramente transgressores, inconformados, que não sejam escravos dos telemóveis, mas que mudem o mundo como Maria, levando Jesus aos outros, cuidando dos outros, construindo comunidades fraternas com os outros, realizando sonhos de paz”, acrescentou o pontífice.

No final desta celebração, Francisco agradeceu “o acolhimento entusiástico” de que foi alvo na terra dos seus antepassados e concluiu com algumas frases no dialeto piemontês, que diz conhecer, porque era assim que os seus avós lhe falavam.

“O meu pai deixou estas terras para emigrar para a Argentina. E nestas terras, valiosas pelos seus bons produtos agrícolas e sobretudo pela autêntica laboralidade do povo, venho redescobrir o sabor das raízes”, recordou durante a missa na catedral de Asti.

Francisco viajou no sábado até a pequena cidade de Portacomaro, para visitar os primos e almoçar na casa da prima Carla Ravezana, que acaba de completar 90 anos. Giorgio, como ela o chama, é filho de Mario Bergoglio, primo direito de sua mãe, Inês.

Antes do almoço, o pontífice quis fazer uma paragem na igreja de Portacomaro, que a sua família costumava frequentar e, no final da refeição, visitou o lar de idosos que fica mesmo em frente à casa do primo e entreteve-se à conversa com alguns dos residentes.

O Papa também visitou Tigliole, outra pequena cidade na área de Asti, onde mora uma das primas de quem é muito próximo, Delia Gai.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Depois do polvo Paul eis a camela Camilla

Publicado

em

Já lá vão mais de 12 anos desde que o polvo Paul saltou para os ‘holofotes’, com uma série de palpites certeiros sobre os vencedores das partidas do Campeonato do Mundo de 2010, na África do Sul, e, desde então, não têm faltado potenciais sucessores ao ‘trono’.

No Brasil, por exemplo, tentaram a sorte com a tartaruga Cabeção, que errou ao apontar a seleção canarinha como vencedora da famosa meia-final do Mundial de 2014, onde esta saiu goleada pela congénere alemã, por categóricos 1-7.

Até mesmo em Portugal, foi apresentado o polvo Paulo, no Sea Life do Porto, onde tentou imitar as proezas do antecessor, no Campeonato da Europa de 2012, mas também sem grande sucesso. Agora, em 2022, eis que Inglaterra também lança o seu candidato.

Jenny e Vernon Moore, um casal de 52 anos residente em Melton Mowbray, no condado de Leicestershire, apresentou, ao jornal britânico The Sun, a camela Camilla, que não hesitou ao apontar Inglaterra como vencedora do embate com o Irão, de Carlos Queiroz.

“É o melhor presságio possível para o Gareth [Southgate] e os rapazes. O apuramento na fase de grupos está garantido. Pedimos-lhe para escolher entre a nossa bandeira e as dos adversários, e ela foi sempre ter à cruz de St. George”, afirmou Vernon.

Jenny, por sua vez, garantiu que “a Camilla é muito obstinada e parece sempre saber quando é a altura para comer”, pelo que disse ter “completa fé na sua capacidade para prever os resultados do Campeonato do Mundo.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Lula apela aos brasileiros em Portugal que regressem ao Brasil

Publicado

em

O presidente eleito do Brasil, Lula da Silva, está em visita a Portugal. Este sábado, 19 de novembro, Lula da Silva falou para vários imigrantes brasileiros em Portugal num discurso emotivo que apelou ao regresso dos brasileiros que estão neste momento em Portugal.

A visita de Lula da Silva a Portugal terminou precisamente com esta intervenção que decorreu no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, e que contou com 200 representantes de instituições representativas da comunidade brasileira.

Foto: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

Mandado de captura internacional para extradição em nome de Isabel dos Santos

Publicado

em

A Interpol emitiu um mandado de captura internacional para extradição em nome de Isabel dos Santos, a pedido da Procuradoria-Geral da República de Angola.
A notícia foi avançada pela agência Lusa e informa que Isabel dos Santos é procurada por suspeitas dos “crimes de peculato, fraude qualificada, participação ilegal em negócios, associação criminosa e tráfico de influência, lavagem de dinheiro”, numa pena máxima de 12 anos de prisão.
Num comunicado também enviado à Lusa, “fonte oficial” de Isabel dos Santos diz desconhecer qualquer instrução da Interpol e mostra-se intrigada pelo facto de a empresária ser procurada, após “quase três anos de existência de tais processos”, em que “nunca foi constituída arguida”, o mesmo sucedendo com qualquer uma das suas empresas.

Foto: EPA/BRUNO FONSECA

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

pub

Artigos Recentes

Desportohá 5 horas

Mundial 2022: Portugal vence Suíça por 6-1 e está nos quartos de final da competição

A seleção portuguesa de futebol qualificou-se hoje para os quartos de final do Mundial de 2022, ao golear a Suíça...

Famalicãohá 7 horas

Desespero nas urgências de Famalicão. Espera já ultrapassa oito horas

O relato chega-nos de vários doentes que estão, esta terça-feira, dia 6 de dezembro, na sala de espera das urgências...

Famalicãohá 9 horas

Famalicão: Atropelamento em Bente Cardal

Na tarde desta terça-feira ocorreu um atropelamento em Bente Cardal, junto à Ribapão. Os Bombeiros de Famalicão foram acionados, tendo...

Paíshá 16 horas

Agricultura vai continuar com dificuldades mesmo que a inflação pare

“Mesmo que a inflação pare”, o preço dos produtos agrícolas aumentará “durante algum tempo”, adverte o líder da PAC, que...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: Partido Chega promoveu debate sobre situação política no país

No dia 1 de dezembro, a Comissão Política Concelhia do Partido Chega de Famalicão, organizou uma palestra inserida no seu...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão: Chef Álvaro Costa traz doces e outros sabores de Natal à Praça-Mercado

O Chef Álvaro Costa, que ao longo deste ano assumiu a função de Chef residente da cozinha experimental da Praça...

Desportohá 17 horas

Grupo Desportivo de Natação de Famalicão sobe à 1.ª Divisão Nacional

O Grupo Desportivo de Natação de Famalicão, fez uma vez mais história nos Campeonatos Nacionais de Clubes, este fim de...

Desportohá 17 horas

Famalicão: Conheça os resultados da Divisão de Honra da AF Braga

Disputou-se no passado fim de semana, dias 3 e 4 de dezembro, a décima-primeira jornada da Divisão de Honra da...

Desportohá 17 horas

Famalicão: Conheça os resultados do Distrital da 1ª Divisão

Disputou-se no passado fim de semana, dias 3 e 4 de dezembro, a nona jornada do Distrital da primeira divisão...

Desportohá 17 horas

Famalicão: Conheça os resultados da 13ª jornada do Pró Nacional da AF Braga

Disputou-se no passado fim de semana, dias 3 e 4 de dezembro, a 13ª jornada do Pró Nacional da AF...

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES