Siga-nos nas redes

País

Covid-19: Sobrecarga nos hospitais irá manter-se até ao final do verão

Publicado

em

Frisando que “vale a pena” fazer um sacrifício agora, o diretor de medicina intensiva do Hospital de São João, Porto, acredita que a sobrecarga do Serviço Nacional de Saúde (SNS) “só diminuirá muito lá para o final do verão”.

Em entrevista, José Artur Paiva, que critica a opção por medidas de confinamento “progressivamente incrementais” por defender a adoção de uma estratégia “imediata, rápida e em máxima amplitude”, falou da pressão atual do SNS numa semana em que Portugal regista máximos de casos de infeção pelo novo coronavírus e mortes associadas à covid-19 desde março.

“Vale a pena sacrificarmo-nos um bocadinho agora porque temos um plano [referindo-se à vacinação]. Não podemos é pensar que por termos o plano já podemos facilitar. Só podemos apagar os faróis quando chegarmos ao fim do túnel”, disse o diretor de medicina intensiva do Centro Hospitalar e Universitário de São João (CHUSJ).

José Artur Paiva referiu que “a narrativa sobre a covid-19 inclui um capítulo novo, a vacinação”, mas alerta: “A vacinação só vai ter efeito quando atingirmos imunidade de grupo”.

“O que vamos sentir com o plano vacinal, mesmo antes da imunidade de grupo, é que o número de casos graves – quem precisa de ser hospitalizado e de UCI [Unidade de Cuidados Intensivos] – diminui. Só aos seis/sete milhões de imunizados é que temos outro efeito: que é o número de novos casos diminuir significativamente. Isto leva-nos a uma ideia de que é possível lá para o final do verão termos uma fase nova, termos uma sobrecarga sobre o SNS muito menor”, disse José Artur Paiva.

Salvaguardando que o Plano Nacional de Vacinação contra a covid-19 não refere quando termina a segunda fase de vacinação, uma vez que essa data depende do aprovisionamento de vacinas, José Artur Paiva disse que não será “expectável” que seja “antes do mês 06” (junho).

“O que prevê o nosso plano de vacinação é termos no final da segunda fase 3,7 milhões de portugueses vacinados. Somando o quase um milhão que nessa altura já terão tido infeção [uns com infeção sintomática e diagnosticada e outros com infeção não diagnosticada], temos 4,7 milhões no final da segunda fase [e] 4,7 milhões é escasso para dizer que teremos imunidade de grupo, mas podemos ter atingido esse primeiro pressuposto: a diminuição da pressão. Mais do que isso, só mais tarde”, analisou José Artur Paiva.

À Lusa, o também presidente do Colégio de Medicina Intensiva da Ordem dos Médicos disse compreender que “ao longo de uma pandemia a mola aumente e diminua e que isso seja regulado pela análise epidemiológica”, mas considerou que “em fases de planalto alto não faz sentido passar mensagens que induzem a um desconfinamento exagerado”, algo que lamenta ter acontecido no período de festas (Natal e Ano Novo).

“Só precisamos de ir para o ‘lockdown’ após um desconfinamento exagerado. Agora estamos a partir tarde [na implementação de medidas] em minha opinião. Estamos com níveis crescentes de hospitalização e UCI. O próximo mês é o mês ‘horribilis’ do SNS (…). Naquele dia [referindo-se ao arranque do Plano Nacional de Vacinação a 27 de dezembro] foi tudo muito bonito e importante, mas é importante que se perceba que as páginas do livro da pandemia que estamos a escrever tinham e têm de ser iguais no dia seguinte”, apontou o médico.

José Artur Paiva, que entre outras medidas pede a intervenção do Governo na criação de um conjunto “de medidas de proteção social que permita que toda a gente que quer confinar, possa confinar com tranquilidade pessoal e familiar”, considera, no entanto, que “a visão da culpa não interessa agora” porque “a sociedade reage no sentido das mensagens que lhe são passadas”.

“Os nossos líderes têm de passar mensagens muito concretas”, frisou.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.979.596 mortos resultantes de mais de 92,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, enquanto em Portugal morreram 8.236 pessoas dos 507.108 casos de infeção confirmados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Mundohá 53 minutos

Papa Francisco alerta que Holocausto pode voltar a acontecer

Assinalando hoje o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, o Papa Francisco alertou para o risco de voltar...

Paíshá 1 hora

Covid-19: Portugal já aceitou ajuda de outros 2 países no anonimato

Segundo uma notícia avançada pelo jornal Expresso, o Governo já terá pedido ajuda internacional para receber profissionais de saúde e...

Bragahá 2 horas

Ministério Público acusa adepto por dirigir insultos racistas a jogador do Vizela

O Ministério Público (MP) acusou um homem de ter dirigido insultos raciais a um jogador de futebol, em Vizela, chamando-lhe...

Famalicãohá 2 horas

ACIF e Famalicão Made In organizam Cimeira de Negócios em África

A Associação Comercial e Industrial de Famalicão (ACIF), em parceria com o Famalicão Made In, está a organizar uma participação...

Paíshá 2 horas

Teletrabalho: Mais tempo em frente ao computador e televisão aumentam cansaço ocular

A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia reconheceu hoje que, com o teletrabalho, aumentaram as queixas de cansaço ocular, pressão nos olhos,...

Paíshá 2 horas

Estudo: Um terço dos inquiridos sofreu de violência doméstica pela 1.ª vez na pandemia

Quinze por cento dos inquiridos num estudo sobre violência doméstica em tempos de covid-19 reportou a ocorrência deste crime na...

Paíshá 14 horas

Homosexuais impedidos de dar sangue acusam IPS

Apesar de o Instituto do Sangue garantir que não questiona a orientação sexual, a ILGA Portugal tem recebido cerca de...

Mundohá 15 horas

Covid-19: Medicamento espanhol reduz quase totalmente a carga viral da infeção

Um medicamento espanhol testado em França e nos Estados Unidos demonstrou uma redução quase total da carga viral do novo...

Paíshá 15 horas

Hospital Amadora-Sintra transfere doentes após sobrecarga na rede de oxigénio

Uma notícia da CMTV dá conta que a rede de oxigénio do Hospital Amadora-Sintra atingiu o seu limite na noite...

Economiahá 16 horas

Covid-19: Mais de 22 mil empresas obrigadas a encerrar aderiram ao ‘lay-off’ simplificado

Mais de 22 mil empresas obrigadas a encerrar ou suspender a atividade devido ao novo confinamento aderiram ao ‘lay-off’ simplificado,...

Desportohá 17 horas

Guarda-redes Maltos Becker assina pelo FC Famalicão até ao final da temporada

A SAD do Futebol Clube de Famalicão informa ter chegado a acordo com o jogador Maltos Becker para a assinatura...

Paíshá 18 horas

Segurança Social disponibiliza atendimentos por videoconferência

A Segurança Social inicia hoje um projeto-piloto de atendimento por videoconferência através dos quais poderão ser tratadas questões relacionadas com...

Famalicãohá 19 horas

Famalicão: A oitava autarquia que mais dinheiro gastou com a pandemia em Portugal

Este artigo está também disponível em formato Podcast: Vila Nova de Famalicão foi o segundo município da região Norte e...

Paíshá 19 horas

Estado de Emergência: Marcelo nega, para já, necessidade de ajuda internacional

Embora exista disponibilidade da União Europeia, o Presidente da República afirmou hoje que não há neste instante razão que determine...

Paíshá 19 horas

Covid-19: PCP critica “prioridade excessiva” dos políticos na vacinação

Criticando hoje a “generalização excessiva” na prioridade da vacinação contra a covid-19 dada aos políticos o PCP insistiu que é...

Famalicãohá 20 horas

Registo Civil de Famalicão suspende agendamentos indeterminadamente

A Conservatória do Registo Civil de Famalicão suspedeu todos os agendamentos devido aos problemas causados pela pandemia da covid-19. Estes...

Paíshá 20 horas

Covid-19: Professores mantêm greve apesar do encerramento das escolas

Em protesto contra o cumprimento de horários de trabalho na íntegra em escolas sem alunos, os profissionais da educação cumprem...

Paíshá 20 horas

Presidenciais 2021 registaram querba de quase meio milhão de votos face às últimas eleições

 As eleições de domingo registaram a maior taxa de abstenção em presidenciais (60,5%), uma quebra de cerca de 475 mil...

Paíshá 21 horas

Covid-19: Mais 291 mortos e 10.765 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 291 óbitos provocados pela pandemia e 10.765 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Famalicãohá 21 horas

Famalicão: CITEVE alerta para os problemas das máscras “FFP2”

O diretor-geral do Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal (CITEVE) afirmou hoje que as máscaras FFP2...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos