Siga-nos nas redes

País

Estudo: Idosos têm múltiplas doenças e dependem das instituições

Publicado

em

Os idosos que vivem em lares ou frequentam os centros de dia têm múltiplas doenças e dependência e as instituições têm de adaptar a prestação de cuidados destas pessoas, revelam os resultados preliminares de um estudo nacional.

Os primeiros resultados do estudo “As respostas sociais no percurso de cuidados à pessoa com dependência”, da autoria da Universidade de Évora, encomendado pela Confederação Nacional de Instituições de Solidariedade (CNIS), dá conta de que a multimorbilidade e a dependência são as duas características mais marcantes na saúde dos idosos portugueses.

O estudo, que ainda decorre, procurou analisar duas das três respostas sociais previstas atualmente, no caso as Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI) e os Centros de Dia, com o objetivo de compreender e caracterizar a dependência das pessoas cuidadas e desenvolver modelos de cuidados com base nas características encontradas.

Tal como explicou o coordenador da investigação, foram realizados três estudos, um para avaliar o perfil funcional e cognitivo das pessoas idosas que frequentam estas estruturas, outro para conhecer as condições estruturais do contexto onde os cuidados são prestados e um terceiro para avaliar o enquadramento legislativo e regulamentar de funcionamento das ERPI e dos Centros de Dia, para depois ser possível propor um modelo de intervenção.

De acordo com Manuel Lopes, os resultados preliminares mostram que é necessário repensar o modelo de cuidados prestados aos idosos que vivem numa ERPI ou frequentam os Centros de Dia, apontando que não há um critério sobre quem pode fazer o diagnóstico das necessidades de cada utente, já que em algumas instituições é um enfermeiro, noutras o assistente social ou às vezes outro profissional de saúde, independentemente de ter ou não formação para isso.

Nesse sentido, defende que o modelo de cuidados precisa reconsiderar o enquadramento legislativo, o enquadramento organizacional, as necessidades das pessoas e os resultados que procura atingir.

O estudo, que foi apresentado hoje no âmbito das comemorações dos 40 anos da CNIS, foi feito com base na avaliação de 645 pessoas, 537 das quais a viver em ERPI, onde, aliás, a média de idades é mais alta (86,3 anos) do que nos Centros de Dia (83,2 anos).

A multimorbilidade, ou seja, ter duas ou mais doenças, é uma realidade, se bem que mais acentuada entre os idosos das ERPI, onde quase 70% dos idosos padece dessa condição, entre 69,4% dos homens e 70,4% das mulheres, contrariamente ao que se passa nos Centros de Dia, onde apenas 36,4% dos homens apresenta multimorbilidade, apesar de 66% das mulheres também ter.

As doenças mais prevalentes são as do aparelho circulatório (58,3%%), sistema nervoso (37,3%) e doenças do sistema musculoesquelético (30,5%), tendo sido também analisados indicadores de deterioração cognitiva, um dos primeiros sinais de doenças como a demência.

A análise revelou que nos Centros de Dia 43,3% das mulheres e 35,3% dos homens tem sinais de deterioração cognitiva, enquanto nas ERPI esses valores aumentam para 59,6% de mulheres e 50% de homens.

“Ou seja, metade ou mais das pessoas que estão em ERPI tem sinais de deterioração cognitiva”, sublinhou Manuel Lopes, acrescentando que “deve merecer maior atenção” o facto de tanto numa resposta como noutra haver uma prevalência tão elevada de idosos com sinais de deterioração cognitiva.

Depois da constatação, a equipa de investigadores escalonou o grau de degradação cognitiva e constatou que quase metade dos idosos que residem numa ERPI (40%) têm uma deterioração moderada ou grave, sendo que 22% tem de forma grave, “uma dimensão extremamente importante e que condiciona os cuidados prestados a estas pessoas”, referiu Manuel Lopes.

Constataram também que as pessoas que residem em ERPI são muito mais dependentes do que as que frequentam os Centros de Dia, sendo que quase 60% delas tem níveis de dependência acentuados, entre 29% com problemas moderados, 20% com problemas graves e 7,5% com problemas complexos e a precisarem de ajuda para tudo.

Já nos Centros de Dia, 66% das pessoas tem problemas ligeiros e 14,2% não tem qualquer dependência, contra 7,3% nas ERPI.

O estudo refere também que há uma diferença de género e que as mulheres apresentam pior perfil funcional e mais degradação cognitiva do que os homens, além de ter notado uma maior degradação cognitiva entre os idosos solteiros, viúvos ou divorciados, entre as pessoas que nunca frequentaram a escola, e entre os que estão institucionalizados em ERPI.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 11 horas

Freguesia de Gavião comemora 949 anos de existência com a presença de Paulo Cunha

A freguesia de Gavião comemorou este domingo 949 anos de existência. Neste Dia da Freguesia, as comemorações foram reduzidas ao...

Desportohá 11 horas

FC Famalicão: Sofia Rios será a nova diretora desportiva do futebol feminino

Sofia Rios foi oficializada, este domingo, como a nova diretora desportiva das equipas femininas do FC Famalicão. Formada em Gestão...

Mundohá 16 horas

Rússia tornou vacina obrigatória e anuncia consequências para quem recusar a inoculação

Várias regiões na Rússia decidiram tornar obrigatória a toma da vacina contra a Covid-19. É o caso de Moscovo e...

Economiahá 16 horas

Restrições de circulação são “machadada para o Algarve”, diz presidente da AHETA

Agora que o Algarve via uma luz ao fundo do túnel no que toca à recuperação económica, eis que as...

Famalicãohá 17 horas

Laurus Nobilis Hangover chega para tirar a “ressaca de bons e intensos concertos”

O festival de música Laurus Nobilis foi adiado, mas os fãs de metal vão ter a oportunidade de, ainda este...

Paíshá 18 horas

Covid-19: Mais 941 casos e 3 mortos

Os números da pandemia de Covid-19 mantém uma tendência de aumento em Portugal. Nas últimas 24 horas, foram registados mais...

Sociedadehá 18 horas

Pandemia levou à libertação de 2.850 reclusos das cadeias portuguesas

Um total de 2.850 reclusos foram libertados das cadeias portuguesas, apesar de não terem cumprido as penas na totalidade, desde...

Desportohá 18 horas

MotoGP: Miguel Oliveira conquista segundo lugar na Alemanha

Miguel Oliveira conquistou o segundo lugar no Grande Prémio da Alemanha de MotoGP. Depois de uma vitória na Catalunha e...

Paíshá 20 horas

Afinal, há quatro portugueses entre as vítimas mortais em Antuérpia

Ao contrário das informações adiantadas anteriormente pela polícia belga, confirma-se agora que existem quatro portugueses entre as vítimas mortais do...

Paíshá 21 horas

Dia Mundial do Refugiado. Portugal acolheu mais 30 esta semana

Assinala-se este domingo, dia 20 de junho, o Dia Mundial do Refugiado. Até ao momento, Portugal já acolheu um total...

Paíshá 22 horas

2.200 armas foram entregues voluntariamente à PSP em menos de quatro meses

A PSP tem vindo a levar a cabo várias ações de sensibilização para a entrega de armas de forma voluntária,...

Famalicãohá 23 horas

Famalicão: PS apresenta hoje equipa de candidatos a vereadores na Câmara Municipal

É precisamente este domingo, pelas 21 horas, no auditório da Junta de Freguesia de Avidos, que o PS Famalicão vai...

Famalicãohá 23 horas

Famalicão chega aos 29 graus na próxima semana

Os aguaceiros e trovoada vão dar lugar a sol e calor já na próxima semana. As previsões do IPMA apontam...

Desportohá 24 horas

Rali de Famalicão decorre entre 24 e 25 de julho

Dentro de pouco mais de um mês, o desporto motorizado está de volta à cidade de Famalicão. O Rali de...

Paíshá 24 horas

Covid-19: Maiores de 35 anos já podem agendar a vacina amanhã

Os maiores de 35 anos já vão conseguir agendar a toma da vacina contra a Covid-19 esta segunda-feira. A informação...

Desportohá 1 dia

Francisco Silva da Escola de Atletismo Rosa Oliveira sagra-se vice-campeão de juniores nos 1500 metros

O atleta Francisco Silva da Escola de Atletismo Rosa Oliveira (EARO), sagrou-se, este sábado vice-campeão nacional de juniores, na prova...

Desportohá 1 dia

Desportivo de S. Cosme garante subida à divisão de Honra da AF de Braga

O Desportivo de S. Cosme garantiu esta tarde a subida à divisão de Honra da AF de Braga depois de...

Desportohá 1 dia

Cabeçudense garante subida à Liga 3 Futsal e 1.º lugar da série

O Cabeçudense garantiu, este sábado, a sua subida à Liga 3 Futsal, depois de vencer o Vale Madeira por 6-0,...

Famalicãohá 1 dia

Ator Carlos Miguel faleceu hoje aos 77 anos

O ator Carlos Miguel, nome da comédia e do teatro de revista, conhecido como O Fininho, do antigo concurso “1,...

Paíshá 2 dias

A Proteção Civil vai passar a ser responsável pela limpeza das matas à volta das aldeias

A Proteção Civil vai passar a ser responsável pela limpeza das matas à volta das aldeias e o Instituto da...

Arquivo

FAMA NAS REDES

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191