Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Associação Nacional de Gerontólogos pede ao governo reabertura dos centros de dia

Publicado

em

A Associação Nacional de Gerontólogos (ANG) apela ao Governo a reavaliação do encerramento dos centros de dia no âmbito das medidas de combate à covid-19 e dos critérios de vacinação dos utilizadores destas estruturas.

Na quarta-feira, em comunicado, a ANG manifestou o seu “desagrado” e “extrema preocupação” no seguimento das medidas anunciadas pelo Conselho de Ministros extraordinário, entre as quais o encerramento dos centros de dia.

Para a ANG, é imperativo considerar a possibilidade de abrir os centros de dia, num regime parcial, de forma a responder a situações familiares dramáticas, assim como o agravamento das debilidades físicas e cognitivas da pessoa idosa.

“Não podemos confinar os direitos das pessoas idosas, considerando-se os elevados custos sociais da atual medida – o encerramento total dos centros de dia”, sublinha a Associação.

A ANG lembra que os centros de dia funcionam com o objetivo de prevenir situações de dependência e promover a autonomia, a funcionalidade e a independência pessoal e social dos seus utilizadores.

No entendimento da associação, o fecho dos centros de dia comprometem a saúde e o bem-estar das pessoas idosas, em especial naquelas que apresentam défices cognitivos ligeiros e quadros de demência, cujas alterações serão irreversíveis.

“A diminuição do contacto social coloca em risco a saúde mental das pessoas mais velhas, assim como aumenta o risco de solidão e isolamento social, de depressão e ansiedade. Por outro lado, a permanência das pessoas mais velhas no seu domicílio poderá colocar em risco a sua segurança, sobretudo quando associado a condições habitacionais precárias”, destaca a ANG.

De acordo com a Associação, os centros de dias são também uma resposta de apoio à família e, por isso, o encerramento representará custos, não só para a pessoa idosa, mas também para os cuidadores informais no seio familiar.

“O acompanhamento domiciliário, tendo em conta a escassez dos recursos humanos destas instituições, não garante a abrangência desta resposta, conseguindo apenas assegurar, sobretudo, as refeições no domicílio e o apoio na higiene pessoal e, por isso, não resolvendo as situações dramáticas que muitas famílias estão a experienciar”, é sublinhado.

Por isso, a ANG exorta os órgãos governativos à reavaliação do fecho dos centros de dia, “devolvendo a autonomia às instituições para avaliar as condições para manter e adaptar seu funcionamento, permitindo uma resposta efetiva às situações limite identificadas por cada instituição”.

A ANG alerta ainda para a “responsabilidade governamental no apoio efetivo a estas instituições, garantindo que as mesmas tenham as condições necessárias para reestruturar o serviço, nomeadamente na adaptação dos espaços, no reforço dos recursos humanos afetos que permitam domiciliar os serviços, no apoio acrescido aos cuidadores familiares – em particular de pessoas com demência -, assim como na vacinação dos utilizadores dos centros de dia”.

Segundo a Associação, as pessoas idosas que integram os centros de dia devem ser incluídas nos grupos prioritários de vacinação contra a covid-19, apostando na prevenção de possíveis contágios e, consequentemente, na garantia de segurança no funcionamento destas respostas.

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou na semana passada novas medidas para combater a covid-19, reforçando as restrições de movimentação de pessoas já previstas no confinamento geral decretado no âmbito do estado de emergência em vigor no país.

Entre as medidas anunciadas está o encerramento das universidades seniores, os centros de dia e de convívio.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.159.155 mortos resultantes de mais de 100 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 11.305 pessoas dos 668.951 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Sociedadehá 18 minutos

Eduardo Cabrita: “Não devemos falar de expectativas de desconfinamento”

Faz precisamente hoje um ano que a pandemia de Covid-19 chegou ao pas. A 2 de março de 2019 os...

Paíshá 38 minutos

Mil condutores apanhados a usar telemóvel na última semana

A campanha de segurança rodoviária “Phone Off” decorreu durante os últimos sete dias, entre dia 23 de fevereiro e 1...

Paíshá 12 horas

PSP e GNR detiveram 11 pessoas por violação do confinamento em menos de 15 dias

A GNR e a PSP detiveram 31 pessoas por crime de desobediência, 11 das quais por violação da obrigação de...

Mundohá 13 horas

Covid-19 já provocou mais de 2 milhões e meio de mortes desde dezembro de 2019

A pandemia de covid-19 provocou 2.531.448 mortos em todo o mundo desde que foi detetada, pela primeira vez, na China,...

Paíshá 14 horas

Critérios de exclusão de dadores de sangue por comportamento sexual será revista pelo Governo

O Ministério da Saúde criou hoje um grupo de trabalho para rever, no prazo de uma semana, a norma de...

Paíshá 15 horas

SEF: Testes à covid-19 e documentos falsos detetados na entrada em Portugal

Três cidadãos portadores de documentação falsa foram detetados no domingo no aeroporto de Lisboa pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras...

Famalicãohá 15 horas

Hospital de Famalicão tem 45 doentes internados com a covid-19

O Hospital de Famalicão regista esta segunda-feira 45 doentes internados com Covid 19. Um número muito inferior ao de umas...

Paíshá 16 horas

Covid-19: Mês de fevereiro registou quatro vezes menos infeções do que janeiro

Portugal registou em fevereiro quase quatro vezes menos casos de infeção com o novo coronavirus face a janeiro, mês em...

Paíshá 17 horas

Covid-19: 28 mil profissionais de saúde infetados e 19 mortos desde o início da pandemia

Perto de 28 mil profissionais de saúde ficaram infetados com o vírus SARS-CoV-2 desde o início da pandemia de covid-19...

Paíshá 17 horas

Bloco de Esquerda pede mais fiscalização do “desfasamento por turnos” nas empresas

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, pediu hoje, em Braga, mais fiscalização para obrigar as empresas a cumprir...

Famalicãohá 18 horas

Famalicão implementa Estratégia Local de Habitação (ELH)

A autarquia de Famalicão, em conjunto com a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto e do Programa Habitar, está...

Paíshá 18 horas

Covid-19: Apenas 3 concelhos figuram na lista de risco extremo em Portugal

Portugal tem hoje apenas três concelhos em risco extremo de infeção e 14 em risco elevado, segundo os dados da...

Guimarãeshá 19 horas

Viatura completamente destruída após incêndio em Guimarães

Um incêndio deflagrou num automóvel ao início da tarde desta segunda-feira, em Guimarães, na freguesia de Pencelo. De acordo com...

Paíshá 19 horas

Covid-19: Pessoas com trissomia 21 com mais de 16 anos passam a ser prioritários na vacinação

As pessoas com trissomia 21 e que tenham mais de 16 anos vão ser inseridas no lote de grupos prioritários...

Regiãohá 19 horas

Região Norte prepara florestas com vias para combate e prevenção de incêndios

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) prevê executar em 2021, no Norte, 800 hectares de rede...

Famalicãohá 20 horas

Famalicão: Número de novas infeções continua a descer no concelho

Os dados da Direção-Geral da Saúde referentes à incidência de novos casos da covid-19, das duas últimas semanas, referentes ao...

Paíshá 20 horas

Covid-19: Mais 34 mortos e 394 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 34 óbitos provocados pela pandemia e 394 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 20 horas

Covid-19: Portugal recebeu hoje mais 101.790 doses da vacina Pfizer

Portugal recebeu hoje 101.790 doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19, adiantou fonte oficial do Ministério da Saúde, com...

Mundohá 21 horas

Prazo entre doses da vacina Pfizer alargado de 21 para 28 dias

O prazo entre a toma das duas doses da vacina da Pfizer/BioNtech contra a covid-19 foi alargado de 21 para...

Paíshá 21 horas

Doenças circulatórias responsáveis por mais de 112 mil mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou hoje o Instituto Nacional...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191