Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Covid-19: Lares de idosos totalizam 364 surtos ativos

Publicado

em

Com a existencia, neste momento, de 364 surtos ativos, a percentagem de óbitos por covid1-19 em lares é de 28%, adiantou hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, no parlamento.

Num debate de atualidade sobre os problemas nos lares de idosos, suscitado pelo PCP, a ministra Ana Mendes Godinho, que participou hoje presencialmente no debate no parlamento depois de recuperar do novo coronavírus, adiantou os números em resposta aos deputados, sublinhando que a taxa de letalidade nos lares portugueses por covid-19 é inferior à registada em Espanha (47%) ou em França (43%).

“Parece-nos de todo incompreensível que se continuem a manifestar os surtos como continuam e é necessário garantir as respostas às estruturas residenciais”, defendeu a deputada do PAN Bebiana Cunha, já depois da deputada do PSD, Helga Correia ter considerado “insuficientes” as brigadas de intervenção rápida criadas para ajudar as instituições onde surjam surtos e de ter questionado quando seriam os seus profissionais vacinados.

Também a deputada do PCP Diana Ferreira, a quem coube abrir o debate, defendeu que estas brigadas “estão aquém de ser solução”, até como resposta à carência de recursos humanos nos lares.

A ministra respondeu que desde a sua criação estas já foram reforçadas com 157 profissionais, tendo agora 557 elementos distribuídos pelas 18 brigadas distritais, e que está prevista a sua vacinação, assim como a dos elementos das estruturas de retaguarda.

João Paulo Pedrosa, do PS, afirmou que o executivo “foi quase à exaustão” na identificação dos lares ilegais, dirigindo-se à deputada do PSD Clara Marques Mendes, referindo que, ao contrário de intervenções noutros debates, neste “o PSD deixou cair a bandeira dos lares ilegais”.

Sobre a situação nos lares ilegais, a ministra disse que foram identificadas 788 instituições nesta condição, sublinhando que a preocupação “tem sido sempre apoiar as instituições independentemente da sua legalidade”.

“Não nos interessa [se são ilegais], interessa-nos proteger as pessoas”, disse Ana Mendes Godinho.

Já no encerramento do debate, a secretária de Estado da Ação Social, Rita Mendes, afirmou que “todos os lares ilegais que estiverem em concelhos onde outras instituições ou lares estejam a ser vacinados serão incluindo na vacinação”.

Em resposta à deputada do PSD Clara Marques Mendes, que acusou o Governo de ter falhado na testagem nos lares, afirmando que não foi “sistemática ou organizada”, a ministra respondeu com 220 mil testes preventivos a funcionários e que “permitiram identificar previamente 640 surtos”.

Clara Marques Mendes deixou ainda críticas ao PCP, promotor do debate, por não inviabilizado a criação de uma subcomissão parlamentar de acompanhamento da situação nos lares, e atirou novamente ao Governo, acusando o executivo de falhas na articulação entre a Segurança Social e a Saúde, críticas nas quais foi secundada pelo deputado do CDS-PP João Almeida, que sublinhou que essa falta de articulação em situação de pandemia “gera situações muito mais graves”.

“Este não pode ser o debate do ‘está tudo bem’”, disse João Almeida dirigindo-se à ministra, apelando a um reconhecimento dos problemas para os poder resolver.

Sobre esta matéria, a ministra voltou a referir as visitas a instituições feitas de forma conjunta pela Segurança Social, Saúde e Proteção Civil, referindo que superam já as quatro mil.

PAN, BE e PCP sublinharam ainda a falta de condições com que vivem os idosos, seja em lares ou nas suas casas. Bebiana Cunha apontou o abandono de idosos “esquecidos em contexto familiar e pelo Estado”.

Já José Soeiro, do BE, sublinhou a “escassez de cuidados formais” a idosos, em casa em “autocuidado”, a cuidadores sem apoios e a lares ilegais “que se perpetuam” e questionou a disponibilidade do Governo para rever o modelo de institucionalização em que assenta os cuidados a idosos.

Diana Ferreira, pelos comunistas, afirmou que os “direitos sociais são obrigação primeira do Estado”, afirmando existir uma “desresponsabilização do Estado” nesta matéria e uma “transferência de responsabilidades” para as instituições, o que identificou como “a grande falha” nesta matéria.

A ministra reconheceu “uma necessidade de diversificação das respostas” e recordou o programa PARES, de requalificação de equipamentos sociais, como os lares, e ao qual estão alocados 110 milhões de euros, assim como os 420 milhões de euros no âmbito do programa de recuperação e resiliência, a chamada “bazuca europeia”, que vai permitir investimentos em apoio domiciliário, incluindo a requalificação de habitações de idosos, para permitir a sua permanência em casa, e o reforço de equipas no terreno.

Os 530 milhões de euros, disse Ana Mendes Godinho, vão permitir, segundo as previsões, abrir “28 mil novas vagas” no apoio a idosos.

João Paulo Pedrosa sublinhou os recursos humanos que já foi possível afetar aos lares para resposta à pandemia, tendo Diana Ferreira questionado as condições dessas colocações, sublinhando que não são contratos, são bolsas, e que são chamados trabalhadores em ‘lay-off’ e não criados postos de trabalho.

A ministra referiu o programa +Coeso Social, para colocação de jovens qualificados nos lares com contratos efetivos, ao qual já foram submetidas 937 candidaturas.

Sobre os atrasos nos pagamentos a instituições sociais no que diz respeito a apoios na compra de materiais de proteção para a pandemia através do programa Adaptar Social+, denunciados pela Confederação Nacional das Instituições Sociais (CNIS) e levado ao debate pelo PSD, a ministra não respondeu diretamente, mas adiantou que está a ser preparada uma terceira fase do programa “que não precisará de candidatura” e que vai permitir um “reforço automático de verbas” às instituições.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 11 horas

Covid-19: Professores e docentes poderão ser incluídos na lista prioritária de vacinação

A ministra da Saúde admitiu hoje que os professores e o pessoal não docente possam ser incluídos como prioritários para...

Paíshá 12 horas

Conheça aqui chave do Euromilhões desta terça-feira

Dois apostadores estrangeiros conseguiram o 2.º prémio do Euromilhões desta terça-feira, arrecandando quase 297 mil euros. Sem vencedores do 1.º...

Paíshá 13 horas

Covid-19: Mais de 265 mil pessoas já tomaram as 2 doses da vacina em Portugal

Portugal já vacinou 603.486 pessoas com a primeira dose contra a covid-19, com 168.798 a serem vacinadas na última semana,...

Paíshá 13 horas

Secretária de Estado defende vacinação “imediata” de refugiados

A secretária de Estados dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, defendeu hoje uma abordagem “imediata” e “com eficácia” para fazer...

Desportohá 14 horas

Defesa famalicense Tomás Araújo renova contrato com o Benfica

O defesa central famalicense, Tomás Araújo renovou contrato com o Benfica, a quem já estava ligado. Não divulgando para já...

Paíshá 15 horas

Ministra da Saúde “nunca se reuniu com a Ordem dos Médicos desde que é ministra”

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) afirmou hoje em Faro que a comunicação entre a OM e a ministra...

Mundohá 16 horas

Covid-19: Variante britânica já é responsável por metade das novas infeções da UE

A variante britânica do SARS-CoV-2 estava, até há uma semana, presente em 29 países da União Europeia (UE) e Espaço...

Bragahá 17 horas

Braga e Guimarães: Talkdesk quer contratar mais 500 trabalhadores em 2021

A tecnológica portuguesa Talkdesk anunciou hoje que em 2021 quer contratar 500 novos trabalhadores em Portugal, depois de ter contratado...

Paíshá 18 horas

Covid-19: Um anos após a primeira infeção António Costa apela à disciplina individual

O primeiro-ministro fez hoje um veemente apelo à manutenção da disciplina individual para a contenção da covid-19, dizendo que Portugal...

Paíshá 18 horas

Quinze mil bombeiros voluntários já foram vacinados contra a covid-19

Os cerca de 15 mil bombeiros voluntários, sapadores e municipais indicados como prioritários para a primeira fase de vacinação contra...

Paíshá 19 horas

Covid-19: Mais 38 mortos e 691 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 38 óbitos provocados pela pandemia e 691 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 19 horas

Cada vez mais imigrantes brasileiros pedem retorno voluntário ao país de origem

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) registou, nos primeiros dois meses deste ano, 107 pedidos de retorno voluntário de...

Economiahá 19 horas

Avaliação média das habitações subiu para 1.170 euros por metro quadrado

 O valor mediano de avaliação bancária na habitação aumentou 14 euros, para 1.170 euros por metro quadrado (euros/m2), em janeiro...

Mundohá 20 horas

China tem cada vez mais bilionários apesar da crise na económica mundial

Segundo um relatório divulgado hoje, a China nunca teve tantos bilionários, apesar da pandemia que abalou a economia mundial, com...

Famalicãohá 20 horas

Famalicão: Detido esta madrugada conduzia com taxa de álcool de 1,78 g/l

Um homem de 28 anos foi detido esta madrugada em Famalicão por conduzir um automóvel sob efeito de álcool. Depois...

Famalicãohá 21 horas

Obras de instalação de rede de saneamento já começaram em Ruivães e Novais

A União de Freguesias de Ruivães e Novais tem em curso as obras para instalação da rede de saneamento na...

Famalicãohá 21 horas

Famalicão prepara integração na Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude

A autarquia de Famalicão irá integrar a Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude, criada no final do ano de...

Famalicãohá 21 horas

Famalicão: Homem gravemente ferido após acidente de trabalho em Ribeirao

Um homem ficou gravemente ferido, na manhã desta terça-feira, em Ribeirão depois de ter sofrido um acidente de trabalho, numa...

Desportohá 21 horas

Funeral de Alfredo Quintana terá lugar hoje, em Matosinhos

O funeral de Alfredo Quintana, guarda-redes da equipa de andebol do FC Porto e da seleção portuguesa, vai realizar-se na...

Paíshá 22 horas

Famalicão: Chega apresenta lista de delegados à III Convenção do partido

A Concelhia de Famalicão do Chega apela, em comunicado, à participação dos militantes famalicenses nas eleições do próximo sábado dia...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191