Siga-nos nas redes
“E-REDES”

Economia

Covid-19: Despedimentos coletivos duplicaram em 2020

Publicado

em

O número de trabalhadores visados em processos de despedimento coletivo (intenção de despedir) subiu para lá do dobro em 2020, registando o maior salto anual das séries oficiais que remontam a 2005.

Nestes despedimentos coletivos foram visados mais de 8299 trabalhadores durante este ano, registando-se só em dezembro mais de 1000.

De acordo com o levantamento feito, o cenário de 2020 é desolador e mostra bem como depois do primeiro embate da pandemia, há muitas empresas que já não estão a conseguir manter empregos.

Ou então deixaram de ter interesse em manter postos de trabalho no mercado português uma vez que a perspetiva é que uma retoma fraca, das mais débeis da Europa.

Depois de um primeiro momento de ‘espera para ver’, em que o governo avançou com medidas para proteger temporariamente o emprego (o lay-off simplificado foi usado por cerca de 115 mil empresas, envolvendo quase 900 mil trabalhadores protegidos), a verdade é que essa fase terminou e o desemprego e os despedimentos agora estão a subir a sério.

O governo não conta com um agravamento da taxa de desemprego no Orçamento de Estado de 2021 (feito em outubro), mas em dezembro duas instituições, o Banco de Portugal e a OCDE, projetaram um agravamento do peso do desemprego na população ativa para a casa dos 9%. Mais dois pontos percentuais face aos 7% deste ano.

Os dados dos despedimentos coletivos, processos que são muito agressivos e debilitantes para os trabalhadores, mas que também penalizam as empresas que a eles recorrem na relação com os bancos, com os fornecedores e clientes e na sua imagem de mercado, são disso exemplo.

Quando faltava um mês para acabar este ano de 2020 (no final de novembro), o número de pessoas visadas em processos de despedimento já ia nos 7012 casos mais 103% (mais do dobro) face aos 3452 casos de 2019. É o maior aumento dos últimos 15 anos, pelo menos. Pior do que no tempo da troika.

O valor apurado pela DGERT no final de novembro vai continuar a engrossar, claro. Para já, em números absolutos, estamos a falar da pior marca desde 2013.

O número de trabalhadores efetivamente despedidos (processos concluídos) também duplicou (final de novembro) face ao total de 2019. A direção-geral do Ministério do Trabalho apurou 6543 pessoas despedidas, mais 105% do que em 2019. Trata-se da subida mais violenta desde 2006.

Recorde. Trabalhadores arrastados por despedimentos coletivos duplicam em 2020
A região mais fustigada por esta destruição de postos de trabalho é Lisboa e Vale do Tejo, com quase 60% dos despedimentos coletivos (pessoas). O agravamento face a 2019 foi de 151%.

Na região Norte registaram-se quase 30% dos despedimentos coletivos do continente, mas o aumento, apesar de elevado, é bastante mais baixo do que o verificado em Lisboa. O número de despedidos no Norte subiu 22% entre dezembro de 2019 e novembro de 2020.

Olhando para a dimensão empresarial, percebe-se que a razia é enorme nas empresas mais pequenas. As microempresas foram responsáveis por 15% dos despedimentos, as pequenas empresas por mais de 45%. Estes dois grupos concentram quase dois terços dos despedimentos concluídos no continente, portanto.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 7 horas

PSP e GNR detiveram 11 pessoas por violação do confinamento em menos de 15 dias

A GNR e a PSP detiveram 31 pessoas por crime de desobediência, 11 das quais por violação da obrigação de...

Mundohá 8 horas

Covid-19 já provocou mais de 2 milhões e meio de mortes desde dezembro de 2019

A pandemia de covid-19 provocou 2.531.448 mortos em todo o mundo desde que foi detetada, pela primeira vez, na China,...

Paíshá 9 horas

Critérios de exclusão de dadores de sangue por comportamento sexual será revista pelo Governo

O Ministério da Saúde criou hoje um grupo de trabalho para rever, no prazo de uma semana, a norma de...

Paíshá 10 horas

SEF: Testes à covid-19 e documentos falsos detetados na entrada em Portugal

Três cidadãos portadores de documentação falsa foram detetados no domingo no aeroporto de Lisboa pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras...

Famalicãohá 10 horas

Hospital de Famalicão tem 45 doentes internados com a covid-19

O Hospital de Famalicão regista esta segunda-feira 45 doentes internados com Covid 19. Um número muito inferior ao de umas...

Paíshá 11 horas

Covid-19: Mês de fevereiro registou quatro vezes menos infeções do que janeiro

Portugal registou em fevereiro quase quatro vezes menos casos de infeção com o novo coronavirus face a janeiro, mês em...

Paíshá 12 horas

Covid-19: 28 mil profissionais de saúde infetados e 19 mortos desde o início da pandemia

Perto de 28 mil profissionais de saúde ficaram infetados com o vírus SARS-CoV-2 desde o início da pandemia de covid-19...

Paíshá 13 horas

Bloco de Esquerda pede mais fiscalização do “desfasamento por turnos” nas empresas

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, pediu hoje, em Braga, mais fiscalização para obrigar as empresas a cumprir...

Famalicãohá 13 horas

Famalicão implementa Estratégia Local de Habitação (ELH)

A autarquia de Famalicão, em conjunto com a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto e do Programa Habitar, está...

Paíshá 13 horas

Covid-19: Apenas 3 concelhos figuram na lista de risco extremo em Portugal

Portugal tem hoje apenas três concelhos em risco extremo de infeção e 14 em risco elevado, segundo os dados da...

Guimarãeshá 14 horas

Viatura completamente destruída após incêndio em Guimarães

Um incêndio deflagrou num automóvel ao início da tarde desta segunda-feira, em Guimarães, na freguesia de Pencelo. De acordo com...

Paíshá 14 horas

Covid-19: Pessoas com trissomia 21 com mais de 16 anos passam a ser prioritários na vacinação

As pessoas com trissomia 21 e que tenham mais de 16 anos vão ser inseridas no lote de grupos prioritários...

Regiãohá 14 horas

Região Norte prepara florestas com vias para combate e prevenção de incêndios

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) prevê executar em 2021, no Norte, 800 hectares de rede...

Famalicãohá 15 horas

Famalicão: Número de novas infeções continua a descer no concelho

Os dados da Direção-Geral da Saúde referentes à incidência de novos casos da covid-19, das duas últimas semanas, referentes ao...

Paíshá 15 horas

Covid-19: Mais 34 mortos e 394 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 34 óbitos provocados pela pandemia e 394 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 15 horas

Covid-19: Portugal recebeu hoje mais 101.790 doses da vacina Pfizer

Portugal recebeu hoje 101.790 doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19, adiantou fonte oficial do Ministério da Saúde, com...

Mundohá 16 horas

Prazo entre doses da vacina Pfizer alargado de 21 para 28 dias

O prazo entre a toma das duas doses da vacina da Pfizer/BioNtech contra a covid-19 foi alargado de 21 para...

Paíshá 16 horas

Doenças circulatórias responsáveis por mais de 112 mil mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou hoje o Instituto Nacional...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: Colisão entre autocarro e ligeiro provoca 3 feridos, um deles bebé, em Ribeirão

Três pessoas ficaram feridas ao final da manhã desta segunda-feira, em Ribeirão, após uma colisão rodoviária entre um veículo ligeiro...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão: Saiba onde vão estar os radares da PSP no mês de março

A PSP já divulgou os horários e localizações onde irá realizar as ações de fiscalização rodoviária deste mês. Não só...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191