Siga-nos nas redes

Economia

Covid-19: Despedimentos coletivos duplicaram em 2020

Publicado

em

O número de trabalhadores visados em processos de despedimento coletivo (intenção de despedir) subiu para lá do dobro em 2020, registando o maior salto anual das séries oficiais que remontam a 2005.

Nestes despedimentos coletivos foram visados mais de 8299 trabalhadores durante este ano, registando-se só em dezembro mais de 1000.

De acordo com o levantamento feito, o cenário de 2020 é desolador e mostra bem como depois do primeiro embate da pandemia, há muitas empresas que já não estão a conseguir manter empregos.

Ou então deixaram de ter interesse em manter postos de trabalho no mercado português uma vez que a perspetiva é que uma retoma fraca, das mais débeis da Europa.

Depois de um primeiro momento de ‘espera para ver’, em que o governo avançou com medidas para proteger temporariamente o emprego (o lay-off simplificado foi usado por cerca de 115 mil empresas, envolvendo quase 900 mil trabalhadores protegidos), a verdade é que essa fase terminou e o desemprego e os despedimentos agora estão a subir a sério.

O governo não conta com um agravamento da taxa de desemprego no Orçamento de Estado de 2021 (feito em outubro), mas em dezembro duas instituições, o Banco de Portugal e a OCDE, projetaram um agravamento do peso do desemprego na população ativa para a casa dos 9%. Mais dois pontos percentuais face aos 7% deste ano.

Os dados dos despedimentos coletivos, processos que são muito agressivos e debilitantes para os trabalhadores, mas que também penalizam as empresas que a eles recorrem na relação com os bancos, com os fornecedores e clientes e na sua imagem de mercado, são disso exemplo.

Quando faltava um mês para acabar este ano de 2020 (no final de novembro), o número de pessoas visadas em processos de despedimento já ia nos 7012 casos mais 103% (mais do dobro) face aos 3452 casos de 2019. É o maior aumento dos últimos 15 anos, pelo menos. Pior do que no tempo da troika.

O valor apurado pela DGERT no final de novembro vai continuar a engrossar, claro. Para já, em números absolutos, estamos a falar da pior marca desde 2013.

O número de trabalhadores efetivamente despedidos (processos concluídos) também duplicou (final de novembro) face ao total de 2019. A direção-geral do Ministério do Trabalho apurou 6543 pessoas despedidas, mais 105% do que em 2019. Trata-se da subida mais violenta desde 2006.

Recorde. Trabalhadores arrastados por despedimentos coletivos duplicam em 2020
A região mais fustigada por esta destruição de postos de trabalho é Lisboa e Vale do Tejo, com quase 60% dos despedimentos coletivos (pessoas). O agravamento face a 2019 foi de 151%.

Na região Norte registaram-se quase 30% dos despedimentos coletivos do continente, mas o aumento, apesar de elevado, é bastante mais baixo do que o verificado em Lisboa. O número de despedidos no Norte subiu 22% entre dezembro de 2019 e novembro de 2020.

Olhando para a dimensão empresarial, percebe-se que a razia é enorme nas empresas mais pequenas. As microempresas foram responsáveis por 15% dos despedimentos, as pequenas empresas por mais de 45%. Estes dois grupos concentram quase dois terços dos despedimentos concluídos no continente, portanto.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 3 horas

FC Famalicão: Ivo Vieira focado em “subir ainda mais na tabela”

 O treinador do Famalicão admitiu hoje que quer “somar os três pontos” frente ao Nacional, na partida da 33.ª jornada...

Paíshá 4 horas

Portugal não dispensa uso de máscara por parte de pessoas já vacinadas

Portugal não está a equacionar a dispensa do uso de máscara por parte de pessoas vacinadas, garantiu hoje o secretário de...

Desportohá 7 horas

Veja os 7 golos da partida entre SL Benfica e Sporting CP

Acompanhe aqui na Fama Rádio e Televisão o relato da partida: Os 7 golos da partida: 4-3 4-2 4-1 3-1...

Regiãohá 9 horas

Centros comerciais com lojas vazias e corredores com filas enormes

O mau tempo que se faz sentir no fim de semana tem levado a uma afluência elevada de pessoas aos...

Paíshá 11 horas

Multas nas praias ainda não podem ser aplicadas, diz Autoridade Marítima

A Autoridade Marítima Nacional explicou hoje que a fiscalização das praias se vai pautar pela sensibilização para o cumprimento das...

Paíshá 11 horas

Covid 19: sete mortes e 469 casos este sábado em Portugal

Portugal contabiliza hoje 469 novos casos de Covid 19 sete mortes associadas á infeção, de acordo com o boletim epidemiológico...

Regiãohá 13 horas

UMinho descobre método para armazenar energia com grande rapidez e densidade

Uma equipa internacional liderada pelo Centro de Física da Universidade do Minho (UMinho) conseguiu armazenar com eficiência pequenas quantidades de energia...

Desportohá 14 horas

Canoagem: Fernando Pimenta conquista bronze na Taça do Mundo da Hungria

Fernando Pimenta conquistou, este sábado, a medalha de bronze em K1 1000 na Taça do Mundo de Canoagem, que decorre...

Famalicãohá 14 horas

Noite Europeia dos Museu celebrada em Famalicão com concerto de Gil Cadeias e Pedro Vilaça

Na noite deste sábado assinala-se a Noite Europeia dos Museus e a data não via passar despercebida em Famalicão. A...

Paíshá 15 horas

Garrafas de água, sumo e latas de cerveja vão ter uma taxa até 15 cêntimos

O preço de embalagens de água, sumos ou cerveja vai passar, em 2023, a vir acompanhado de uma taxa de...

Famalicãohá 15 horas

Famalicão: Base de Bairro já vai integrar dispositivo de combate aos fogos deste ano

A Base de Apoio Logístico da Proteção Civil anunciada para a freguesia de Bairro, Famalicão, já vai integrar o plano...

Economiahá 16 horas

Portugal exportou mais de 167 milhões de euros em máscaras

O valor das exportações de máscaras pelas empresas portuguesas já ultrapassou os 167 milhões de euros. Destes, 160 milhões reportam...

Paíshá 1 dia

Apostador português “saca” 172 mil euros no sorteio desta sexta-feira

Um apostador português venceu esta sexta-feira, o 2.º prémio do Euromilhões, totalizando 172 mil euros, ao lado de outros 3...

Paíshá 1 dia

Covid-19: Portugal tem ainda 22 concelhos com mais de 120 infeções por cada 100 mil habitantes

Portugal tem hoje 22 concelhos com incidência do novo coronavírus superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos...

Famalicãohá 1 dia

Trabalhadores cortam estrada entre Famalicão e Guimarães em manifesto por melhores salários e condições de trabalho

Um grupo de trabalhadores, totalizando mais de uma centena, ocuparam, na tarde desta sexta-feira, a Estrada Nacional 206, que liga...

Paíshá 1 dia

Viagens de e para o Reino Unido permitidas a partir de segunda-feira com apresentação de teste negativo

As viagens não essenciais de e para o Reino Unido vão ser permitidas a partir das 00:00 de segunda-feira, bastando...

Desportohá 1 dia

Famalicão: 11.ª Edição do Duatlo de Famalicão realiza-se no Louro a 04 de julho

A Associação Amigos do Pedal (AdP) e da Federação de Triatlo de Portugal(FTP) organizam, no próximo dia 04 de julho,...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Infeções por covid-19 continuam a descer. Concelho está quase no nível mais baixo

Os dados da Direção-Geral da Saúde referentes à incidência de novos casos da covid-19, das duas últimas semanas, no concelho...

Paíshá 1 dia

Covid-19: Zero mortos e 450 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal não contabiliza hoje óbitos provocados pela pandemia mas regista 450 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 2 dias

Homem vai para o café com bala alojada na testa após rixa em Trancoso

Um homem de 49 anos teve uma atitude insólita quando, na última segunda-feira, foi para o café beber um copo...

Arquivo

FAMA NAS REDES

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191