Siga-nos nas redes

País

Fenprof anuncia “confusão instalada” em algumas escolas, dias antes do regresso das aulas

Publicado

em

A poucos dias de retomarem o ensino a distância, o secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) denunciou hoje um contexto de “confusão instalada” em algumas escolas, de acordo com relatos que recebeu nos últimos dias.

“Neste momento está a confusão instalada”, sublinhou Mário Nogueira em conferência de imprensa, referindo que entre as queixas que a começou a receber desde quinta-feira há casos de professores chamados para dar aulas presenciais numa espécie de regime misto.

Nestas situações, relatou, as escolas estão a convocar docentes para irem à escola dar aulas presenciais a alunos que não têm como aceder às sessões ‘online’ e, simultaneamente, a todos os restantes alunos da turma que estão em casa.

“Perante isto, o próprio objetivo de passar a ensino a distância, que é as pessoas estarem confinadas e não andarem a confinar, perde-se”, sublinhou o dirigente sindical.

Esta espécie de ensino misto, acrescenta, não serve nem aos alunos, aqueles que estão em casa e aqueles que estão na escola, nem aos professores, que têm de dividir a sua atenção entre os dois grupos, e parte do pressuposto de que as aulas ‘online’ podem ser iguais às aulas presenciais.

“Está a criar-se aqui uma confusão de tal forma que, um dia destes, isto já não é nada. Nem é ensino presencial, nem é ensino a distância”, afirmou, referindo que cada regime deveria ter metodologias próprias e tempos próprios.

Por outro lado, no entender de Mário Nogueira, esta divergência no acesso às aulas poderá também motivar alguns pais a exigirem que também os seus filhos tenham aulas presencialmente.

Questionado sobre qual seria, então, a alternativa para os alunos que não têm computador ou acesso à Internet, Mário Nogueira sugeriu que esses casos fossem concentrados nas escolas de referência que se vão manter abertas para acolher os filhos de trabalhadores essenciais, com os meios necessários para os acompanhar, sem que os docentes que deveriam estar em teletrabalho sejam convocados para dar aulas na escola.

Além desta situação, a tal “confusão instalada” está a manifestar-se também na forma como as aulas a distância estão a ser preparadas.

Na terça-feira, o Ministério da Educação enviou às escolas orientações que estipulam que haja “um equilíbrio entre atividades síncronas e assíncronas que proporcione tempos de atenção dispensada em ecrã e tempos de trabalho assíncrono, em função dos diferentes níveis de ensino e das condições específicas de cada turma”.

As escolas têm autonomia para definir esses tempos, mas segundo a Fenprof, muitas estão a impor que as sessões síncronas ‘online’ tenham a mesma duração que têm habitualmente as aulas presenciais.

“Isto é completamente absurdo, mas há escolas que estão a ir por este caminho e a achar que esta coisa de ser à distância é como se fosse presencial, mas através do computador”, disse.

As duas situações que apontou representam decisões das direções de alguns agrupamentos, que vão até contra as orientações da tutela, mas refletem “uma tremenda falta de recursos”, considera o secretário-geral da Fenprof que, por isso, não absolve o Ministério da Educação.

“O que era preciso da parte do Ministério da Educação era a coragem para dizer às escolas que há soluções que as escolas não podem tomar, porque não são legais nalguns casos e em outros não correspondem às orientações que receberam”, acrescentou o dirigente sindical.

Durante a conferência de imprensa, Mário Nogueira voltou a chamar a atenção para a situação dos professores com filhos pequenos, um problema para o qual já tinha alertado esta semana, depois de uma reunião com a tutela em que a Fenprof teria ficado com a ideia de que o Governo estaria a trabalhar numa solução para estes docentes.

Na terça-feira, Mário Nogueira tinha adiantado que a possibilidade de estes profissionais recorrerem também às escolas de referência para acolhimento estaria a ser ponderada, mas hoje lamentou que a medida não tenha sido aprovada na última reunião do Conselho de Ministros.

O representante dos professores reiterou também a necessidade de começar a preparar o regresso ao ensino presencial, assegurando as condições de segurança sanitária que consideram não terem sido garantidas no início do ano letivo, e recordou que mais de metade das escolas públicas do país registou, pelo menos, um caso de infeção pelo novo coronavírus.

Na segunda-feira, cerca de 1,2 milhões de alunos do 1.º ao 12.º ano voltam a ter aulas à distância, à semelhança do que aconteceu no passado ano letivo.

A decisão do Governo em fechar as escolas teve por base o agravamento da situação pandémica e a capacidade cada vez mais diminuta de resposta por parte dos hospitais.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Desportohá 7 horas

Sporting campeão: a festa leonina em Famalicão

Famalicãohá 9 horas

Redes sociais “inundam-se” de elogios a Paulo Cunha após anúncio da sua saída

Após a confirmação de Paulo Cunha, feita esta tarde, via Facebook, de que não se recandidatará à Câmara Municipal de...

Regiãohá 9 horas

Peregrinos da Trofa e Santo Tirso já chegaram a Fátima

Estão entre os 7.500 que participarão nas celebrações do 13 de Maio Um grupo de peregrinos constituído por 10 pessoas da...

Vídeoshá 11 horas

Paulo Cunha despede-se da Câmara de Famalicão com “sentido de dever cumprido” e um “enorme obrigado”

Paulo Cunha oficializou a sua decisão de não se recandidatar nas eleições autárquicas deste ano, e explicou em direto, via...

Famalicãohá 11 horas

EM DIRETO: Paulo Cunha clarifica dúvidas quanto ao seu futuro

O presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, dirige-se neste momento aos famalicenses depois de muita especulação sobre o seu...

Paíshá 13 horas

Época balnear inicia-se a 12 de junho na maioria dos municípios

A maior parte dos municípios decidiu iniciar a época balnear em 12 de junho, disse hoje o ministro do Ambiente...

Desportohá 13 horas

Ivo Vieira só tem um objetivo: Ser “mais forte do que o Vitória de Guimarães”

O treinador do Famalicão, Ivo Vieira, desvalorizou hoje o seu regresso a Guimãraes e afirmou que o importante é “ganhar...

Famalicãohá 14 horas

Famalicão: Presidente da CESPU eleito presidente da Associação Portuguesa do Ensino Superior Privado

O presidente do Conselho de Administração da CESPU – Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário, Almeida Dias, foi eleito...

Póvoa de Varzimhá 15 horas

Covid-19: Portugal chega aos 4 milhões de vacinas após inoculação de uma utente na Póvoa de Varzim

Portugal atingiu hoje a marca de quatro milhões de vacinas contra a covid-19 administradas à população, com a inoculação de...

Paíshá 16 horas

Covid-19: Mais 1 morto e 268 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 1 óbito provocados pela pandemia e 268 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 16 horas

Criança de 2 anos em estado grave após ser atropelada enquanto seguia com os pais, em Valongo

Uma criança de 2 anos do sexo masculino ficou gravemente ferido ao final da manhã desta terça-feira, em Valongo, depois...

Famalicãohá 16 horas

Freguesia de Calendário promove recolha de sangue no próximo domingo

A Associação de Dadores de Sangue de Famalicão promove, este domingo dia 16 de maio, uma sessão de recolha de...

Famalicãohá 18 horas

Famalicão: Lions Clube entrega à Refood mais de 3.700 embalagens para alimentos

O Lions Clube de Famalicão entregou à associação Refood 3.600 embalagens descartáveis, 120 embalagens reutilizáveis e 34 embalagens para recolha...

Famalicãohá 18 horas

Famalicão: AC dá ‘luz verde’ a concessões rodoviárias para as Comunidades Intermunicipais do Ave e Cávado

A Autoridade da Concorrência deu ‘luz verde’ às operações de concentração de transportes nas Comunidades Intermunicipais (CIM) do Ave e...

Guimarãeshá 18 horas

Jovens que faleceram após despiste em Guimarães no último sábado serão sepultados esta quarta-feira

Os dois jovens de 16 e 30 anos que morreram na noite do passado sábado após um despiste rodoviário, em...

Famalicãohá 19 horas

Famalicão: ACIF agenda eleições internas para o próximo dia 09 de junho

A ACIF – Associação Comercial e Industrial de VN Famalicão tem as suas eleições agendadas pata o próximo dia 09...

Famalicãohá 19 horas

Biblioteca Municipal junta pais, educadores e psicólogos em novo projeto de leitura

A Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, de Famalicão, estabeleceu uma parceria com a Associação para o Desenvolvimento Pessoal (EDUPA), para...

Regiãohá 19 horas

Duas pessoas feridas após choque em cadeia de 10 veículos junto à A3 na Maia

Um choque em cadeia envolvendo 10 veículos está a condicionar fortemente o trânsito na Autoestrada 41, junto ao nó de...

Paíshá 19 horas

Marcelo: Pandemia veio reacender discussão sobre regionalização de Portugal

O presidente da República disse hoje que uma das lições que tirou da pandemia é que a descentralização vai implicar...

Famalicãohá 1 dia

Covid-19: 60% dos doentes hospitalizados continuam com pelo menos um sintoma após seis meses

Um estudo hoje divulgado conclui que 60% dos doentes hospitalizados com covid-19 continuam com pelo menos um sintoma seis meses...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191