Siga-nos nas redes

País

Portugal poderá ser um dos melhores do mundo a controlar a 3.ª vaga da covid-19

Publicado

em

Portugal poderá ser um dos melhores países do mundo a controlar a terceira vaga da pandemia, já que está a ter uma redução abrupta no número de novos contágios, resultante do confinamento,disse o virologista Pedro Simas.

“Fomos dos melhores do mundo no primeiro confinamento, os piores na origem da terceira vaga e vamos ser um dos países do mundo que mais depressa conseguiu controlar a terceira vaga porque de facto houve uma adesão fantástica ao confinamento e o resultado está à vista”.

Os vírus, adiantou, transmitem-se por gotículas e se forem inibidos os movimentos com confinamentos, uso de máscaras e distanciamento social, as cadeias de transmissão são interrompidas abruptamente.

“Isto era perfeitamente previsível e dependia do bom comportamento e adesão ao confinamento total e o que eu vejo é que houve uma adesão fantástica e o resultado está a vista porque a biologia é factual. Se não houver contactos e as pessoas aderirem às regras os vírus não se conseguem transmitir. Está nas nossas mãos. É por isso que a curva de decréscimo é tão abrupta”, frisou o virologista do Instituto Molecular da Universidade de Lisboa

Pedro Simas referiu que de 28 de fevereiro a 06 de fevereiro Portugal passou de uma média de 12.890 casos para 7.270 casos.

“É fantástico. Está a ser tão bem executado que já se nota ao fim de duas semanas um decréscimo significativo no número de mortes. A 31 de janeiro tínhamos em média 288 mortes nos últimos sete dias e agora temos 253. Há aqui também aqui uma tendência e isto significa que temos bons serviços de saúde e apesar das dificuldades o Serviço Nacional de Saúde está a ter um bom desempenho. Só temos motivos para estar orgulhosos”, disse.

O encerramento das escolas foi para Pedro Simas determinante para esta inflexão da curva de crescimento.

“O encerramento das escolas foi determinante porque é uma mensagem clara para a sociedade portuguesa. Quando se fecha as escolas é porque o assunto é sério “, disse, adiantando que ter as escolas abertas implicava muito movimento dos adultos.

O virologista alerta que é agora muito importante aprender com o passado e perceber que é preciso desconfinar com regras para que Portugal não corra maior risco de ressurgimento de uma quarta vaga, lembrando que foi o relaxamento das medidas antes, durante e após o Natal que levou à terceira vaga do vírus.

“Já percebemos a dinâmica do vírus. Como se consegue controlar? a nível da sociedade aderindo as regras de distanciamento físico, o uso da máscara e inibindo ao máximo os contactos desnecessário”, frisou.

A combinação destes fatores, defendeu, vai fazer a diferença para se conseguir ganhar liberdade. mantendo o nível de infeções a níveis aceitáveis.

Pedro Simas reforça a necessidade de haver cautela no desconfinamento, defendendo que só deveria ser pensado quando o país atingir entre os 700 e os 1400 novos casos por dia.

“Seria ótimo e estaríamos num nível de segurança grande em que seguindo as regras conseguíamos controlar e evitar uma quarta vaga”, afirmou, observando que é possível que dentro de duas a três semanas Portugal atinja esses valores ideais de segurança para uma tomada de decisão sobre o desconfinamento.

“(o desconfinamento) É quando os números permitirem porque são um efeito direto do nosso comportamento e refletem diretamente se estamos a controlar ou não”, frisou.

Pedro Simas destacou ainda que está a acontecer no mundo um decréscimo exponencial do número de infeções.

“De fevereiro até agora tem vindo sempre a subir em todo o mundo até ao dia 23 de dezembro. Entre 23 e 28 baixou um pouco voltando a subir até 11 de janeiro. De 11 de janeiro até 6 de fevereiro tem vindo sempre a baixar. Nunca houve um decréscimo tão grande a nível mundial”, disse, assinalando este facto como uma nota positiva, mas vincando que existe preocupação quanto a uma eventual quarta vaga, sendo por isso necessário e determinante todo o cuidado no pós confinamento.

Portugal registou hoje 204 mortes relacionadas com a covid-19 e 3.508 casos de infeção com o novo coronavirus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Há um mês que o país não registava um número de novos casos abaixo dos quatro mil, valor que remonta ao dia 3 de janeiro, quando foram atingidos 3.384 casos.

Estão internadas em Portugal 6.248 pessoas com a doença, mais 90 do que no sábado, das quais 865 em unidades de cuidados intensivos, menos 26.

Os dados revelam ainda que 6.573 pessoas foram dadas como recuperadas. Hoje foi o sétimo dia consecutivo em que o número de recuperados superou o de novas infeções, quase o dobro.

O número de casos ativos em Portugal também regista um decréscimo. Há 145.090 pessoas com o vírus ativo, menos 3.269 em relação a sábado.

As autoridades de saúde têm em vigilância 187.440 contactos, menos 5.233 relativamente ao dia anterior. Este indicador tem também registado uma descida consistente desde o dia 30 de janeiro.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.310.234 mortos no mundo, resultantes de mais de 105,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Desportohá 8 minutos

João Marques e restante equipa técnica cessam funções no FC Famalicão de futebol feminino

O Futebol Clube de Famalicão comunica a cessação de funções do técnico João Marques.Além do treinador, cessam também os vínculos...

Paíshá 52 minutos

Covid-19: Mais 5 mortos e 424 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 5 óbitos provocados pela pandemia e 424 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Regiãohá 2 horas

Investigador da UMinho conclui: Café faz bem à memória, aprendizagem e controlo motor

Nuno Sousa, investigador da Universidade do Minho (UMinho) concluiu que consumidores de café têm melhor controlo motor, maiores níveis de...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: Rotary Club envia 300 livros para equipar Biblioteca Nacional de S. Tomé e Príncipe

Respondendo a um desafio do Rotary Club de Celorico de Basto, que desenvolveu um projeto em parceria com o Rotary...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: CITEVE garante eficácia das máscaras portuguesas para exportação

Depois de algumas questões levantadas em alguns países europeus quanto à eficácia das máscaras têxteis penalizaram as exportações portuguesas, mas...

Famalicãohá 4 horas

Orgia de José Castelo Branco com casal de Famalicão transmitida em direto no Instagram

Ver esta publicação no Instagram Uma publicação partilhada por José Castelo Branco (@jose_castelo_branco) José Castelo Branco foi surpreendido na noite...

Paíshá 4 horas

Portugal atinge hoje os 2 milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose

Portugal deve atingir nesta terça-feira a marca dos dois milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose de vacina contra...

Famalicãohá 17 horas

‘App’ Comércio da Vila conta já com 150 comerciantes ao dispor dos famalicenses

A Câmara Municipal de Famalicão anunciou, em conjunto com a Associação de Comércio e Indústria de Famalicão (ACIF), a chegada...

Famalicãohá 18 horas

Famalicão assinala 25 de abril com sessão solene via Zoom

O Município de Vila Nova de Famalicão vai assinalar o 47.º aniversário da Revolução dos Cravos com a tradicional sessão...

Famalicãohá 20 horas

Novo balcão ATM de Pedome já se encontra em funcionamento

Já se encontra em funcionamento o novo balcão ATM na freguesia de Pedome, localizado na Av. de São Pedro, adjacente...

Regiãohá 21 horas

Acusado de 62 incêndios nega autoria de fogo no canil de Sto. Tirso, mas confessa fascínio pelas chamas

Um homem, acusado de atear 62 fogos florestais no distrito do Porto, negou, esta segunda-feira, perante o tribunal, ser o...

Paíshá 22 horas

Portugal desce para 30.ª posição na lista de países mais afetados pela covid-19

Portugal continua a descer na lista de países com mais novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 por milhão de habitantes...

Famalicãohá 23 horas

Famalicão: PSD e CDS formalizam coligação. Paulo Cunha não confirma recandidatura

O atual presidente da Câmara de Famalicão continua a não revelar se se vai recandidatar nas próximas eleições autárquicas. Esta...

Famalicãohá 23 horas

Autárquicas: PSD e CDS formalizam coligação em Famalicão mas não revelam candidato

O atual presidente da Câmara de Famalicão continua a não revelar se se vai recandidatar nas próximas eleições autárquicas. Esta...

Regiãohá 23 horas

GNR encerra festa ilegal com 28 pessoas, entre os 18 e 65 anos, em Paredes

A GNR encerrou, no último sábado, uma festa ilegal, em Paredes, no distrito do Porto, com 28 pessoas no seu...

Desportohá 1 dia

Adeptos de futebol, portugueses e estrangeiros, contra a Superliga europeia

Os adeptos de futebol estão “completamente contra” a Superliga europeia, uma “competição fechada onde o mérito desportivo é completamente colocado...

Paíshá 1 dia

Covid-19: Mais 1 morto e 220 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 1 óbito provocados pela pandemia e 220 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão abre Via Ciclo Pedonal entre Famalicão e Gondifelos

Está aberta ao público a Via Ciclo Pedonal entre Vila Nova de Famalicão e Gondifelos através do antigo ramal ferroviário...

Paíshá 1 dia

Centros comerciais enchem no primeiro dia de abertura após confinamento

No dia que marca a reabertura dos centros comerciais, os portugueses afluíram aos mesmos em grande número e são já...

Paíshá 1 dia

PCP propõe estender regime de teletrabalho até ao final do ano

O PCP pediu hoje a apreciação parlamentar do decreto-lei do Governo que estende até ao final do ano o regime...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191