Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Agentes Funerários contra a abertura de caixões de vitimas covid-19 em funerais

Publicado

em

Depois de uma nova norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) que altera os procedimentos ‘post mortem’, a Associação de Agentes Funerários do Centro anunciou esta quarta-feira que discorda da abertura de caixões com vítimas de covid-19 nas cerimónias fúnebres.

A associação, que representa cerca de 350 empresas, refere ter comunicado à DGS a “discordância relativamente à norma, não concordando, em suma, com a abertura de caixões nas cerimónias fúnebres”, salientando que aquela entidade “não esclarece em que condições pode a abertura dos caixões ser feita, nem quem define essas condições”.

A DGS atualizou na semana passada a norma para a realização de funerais de pessoas com covid-19, mantendo o procedimento do reconhecimento visual do corpo por um familiar próximo, sempre que o houver.

Para a cerimónia fúnebre/funeral, o caixão deve preferencialmente manter-se fechado, mas caso seja esse o desejo da família, e houver condições, pode permitir-se a visualização do corpo, desde que rápida, a pelo menos um metro de distância, refere o documento.

A DGS acrescenta que a visualização do corpo pode também ser conseguida através de caixões com visor, não sendo permitido, em qualquer uma das situações, tocar no corpo ou no caixão.

Segundo a Associação de Agentes Funerários do Centro, “não se verificam as condições de saúde nem de segurança para a visualização dos cadáveres, uma vez que tal implica a sua prévia preparação, que não está a acontecer atualmente”, dado que “o manuseamento dos corpos deve ser o mínimo possível”.

A associação nota que “continuam a verificar-se situações irregulares, nomeadamente por parte de muitos estabelecimentos hospitalares que estão a impedir que os familiares dos cadáveres façam o reconhecimento dos corpos, impondo antes às agências funerárias que façam tal reconhecimento”.

“Tal imposição tem como finalidade evitar que os familiares entrem em ambiente hospitalar, mas contraria claramente a lei”, explica a associação, que pede também “a reavaliação do plano de vacinação”, para que sejam integrados os profissionais desta área “nos grupos prioritários de vacinação”.

O presidente da associação, Jaime Alexandre, afirmou que “o corpo deve ser reconhecido por um familiar, em ambiente hospitalar, quando a vítima de covid-19 morre no hospital”, considerando que “o que a DGS pretende é descartar essa responsabilidade para os agentes funerários”.

Por outro lado, Jaime Alexandre observou que “cada hospital tem o seu regulamento, o que dificulta o trabalho dos agentes funerários, pois uns exigem a presença de familiar para reconhecimento de corpo, enquanto outros delegam na agência”.

“Além de cada hospital ter o seu regulamento, também os regulamentos dos cemitérios diferem de freguesia de freguesia, de concelho para concelho, sendo que alguns permitem a presença de apenas oito pessoas e outros de 15, independentemente de serem funerais de pessoas vítimas de covid-19 ou não”, acrescentou o dirigente.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.325.744 mortos no mundo, resultantes de mais de 106,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 14.557 pessoas dos 770.502 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 10 horas

Covid-19: Professores e docentes poderão ser incluídos na lista prioritária de vacinação

A ministra da Saúde admitiu hoje que os professores e o pessoal não docente possam ser incluídos como prioritários para...

Paíshá 11 horas

Conheça aqui chave do Euromilhões desta terça-feira

Dois apostadores estrangeiros conseguiram o 2.º prémio do Euromilhões desta terça-feira, arrecandando quase 297 mil euros. Sem vencedores do 1.º...

Paíshá 11 horas

Covid-19: Mais de 265 mil pessoas já tomaram as 2 doses da vacina em Portugal

Portugal já vacinou 603.486 pessoas com a primeira dose contra a covid-19, com 168.798 a serem vacinadas na última semana,...

Paíshá 12 horas

Secretária de Estado defende vacinação “imediata” de refugiados

A secretária de Estados dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, defendeu hoje uma abordagem “imediata” e “com eficácia” para fazer...

Desportohá 13 horas

Defesa famalicense Tomás Araújo renova contrato com o Benfica

O defesa central famalicense, Tomás Araújo renovou contrato com o Benfica, a quem já estava ligado. Não divulgando para já...

Paíshá 14 horas

Ministra da Saúde “nunca se reuniu com a Ordem dos Médicos desde que é ministra”

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) afirmou hoje em Faro que a comunicação entre a OM e a ministra...

Mundohá 15 horas

Covid-19: Variante britânica já é responsável por metade das novas infeções da UE

A variante britânica do SARS-CoV-2 estava, até há uma semana, presente em 29 países da União Europeia (UE) e Espaço...

Bragahá 16 horas

Braga e Guimarães: Talkdesk quer contratar mais 500 trabalhadores em 2021

A tecnológica portuguesa Talkdesk anunciou hoje que em 2021 quer contratar 500 novos trabalhadores em Portugal, depois de ter contratado...

Paíshá 16 horas

Covid-19: Um anos após a primeira infeção António Costa apela à disciplina individual

O primeiro-ministro fez hoje um veemente apelo à manutenção da disciplina individual para a contenção da covid-19, dizendo que Portugal...

Paíshá 17 horas

Quinze mil bombeiros voluntários já foram vacinados contra a covid-19

Os cerca de 15 mil bombeiros voluntários, sapadores e municipais indicados como prioritários para a primeira fase de vacinação contra...

Paíshá 18 horas

Covid-19: Mais 38 mortos e 691 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 38 óbitos provocados pela pandemia e 691 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 18 horas

Cada vez mais imigrantes brasileiros pedem retorno voluntário ao país de origem

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) registou, nos primeiros dois meses deste ano, 107 pedidos de retorno voluntário de...

Economiahá 18 horas

Avaliação média das habitações subiu para 1.170 euros por metro quadrado

 O valor mediano de avaliação bancária na habitação aumentou 14 euros, para 1.170 euros por metro quadrado (euros/m2), em janeiro...

Mundohá 18 horas

China tem cada vez mais bilionários apesar da crise na económica mundial

Segundo um relatório divulgado hoje, a China nunca teve tantos bilionários, apesar da pandemia que abalou a economia mundial, com...

Famalicãohá 19 horas

Famalicão: Detido esta madrugada conduzia com taxa de álcool de 1,78 g/l

Um homem de 28 anos foi detido esta madrugada em Famalicão por conduzir um automóvel sob efeito de álcool. Depois...

Famalicãohá 20 horas

Obras de instalação de rede de saneamento já começaram em Ruivães e Novais

A União de Freguesias de Ruivães e Novais tem em curso as obras para instalação da rede de saneamento na...

Famalicãohá 20 horas

Famalicão prepara integração na Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude

A autarquia de Famalicão irá integrar a Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude, criada no final do ano de...

Famalicãohá 20 horas

Famalicão: Homem gravemente ferido após acidente de trabalho em Ribeirao

Um homem ficou gravemente ferido, na manhã desta terça-feira, em Ribeirão depois de ter sofrido um acidente de trabalho, numa...

Desportohá 20 horas

Funeral de Alfredo Quintana terá lugar hoje, em Matosinhos

O funeral de Alfredo Quintana, guarda-redes da equipa de andebol do FC Porto e da seleção portuguesa, vai realizar-se na...

Paíshá 21 horas

Famalicão: Chega apresenta lista de delegados à III Convenção do partido

A Concelhia de Famalicão do Chega apela, em comunicado, à participação dos militantes famalicenses nas eleições do próximo sábado dia...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191