Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Diretor do Hospital de São João no Porto defende confinamento até 21 de março

Publicado

em

O diretor de serviço de medicina intensiva do Hospital de São João, Porto, defendeu hoje manter o confinamento até 21 de março, medida acompanhada de uma testagem “robusta”, sugerindo 50 vezes mais testes do que os casos diagnosticados.

José Artur Paiva defendeu que o “desconfinamento não pode ocorrer antes de dois meses de confinamento”, contado a partir do que chama “confinamento real”, ou seja desde 21 de janeiro, altura em que foi anunciado o fecho das escolas para travar os contágios de covid-19.

“Diria que o desconfinamento não deve iniciar-se antes de 21 de março”, sublinhou.

Revelando que apreciou “muito” as posições do epidemiologista Manuel Carmo Gomes na reunião do Infarmed de terça-feira, altura em que o professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa fez críticas ao Governo na sua última participação nesta reunião de peritos, José Artur Paiva reafirmou a convicção de que as medidas para conter a pandemia da covid-19 devem ser tomadas “com base em previsões e não em evidências”.

“Temos de estar um passo à frente da pandemia. E esses critérios não podem ser só relacionados com a transmissão viral”, referiu.

O também presidente do Colégio de Medicina Intensiva da Ordem dos Médicos defende a conjugação de três critérios antes de desconfinar: redução da transmissão viral, alívio da sobrecarga do sistema hospitalar e medidas de saúde pública robustas.

“Temos de estar, sustentadamente, com menos de 2.000 casos por dia. Temos de ter as quartas e quintas-feiras [dias de maior prevalência] abaixo dos 2.000 [casos durante] semanas seguidas e um RT [rácio de transmissibilidade] inferior a 0,8, sustentadamente também. E uma taxa de positividade de testes inferior a 5%”, descreveu.

Quanto ao alívio da sobrecarga do sistema hospitalar, Artur Paiva explicou a preocupação centrada no número de doentes em cuidados intensivos.

“Se desconfinarmos e a coisa correr mal, não podemos ter o sistema de saúde desprotegido. O indicador que mostra que já há um respirar do sistema é a medicina intensiva. Em minha opinião, não devemos desconfinar sem antes termos menos de 250 doentes em medicina intensiva por covid-19. Sem atingirmos este valor, o risco de uma quarta onda num sistema a sair desta asfixia é muito elevado”, analisou.

O diretor do serviço que tem, atualmente, 85% de taxa de ocupação covid-19 e 90% não covid, soma uma terceira ordem de fatores que deseja ver considerados antes do desconfinamento, sintetizando-a como “medidas de saúde pública”.

“Precisamos de uma política de testagem muito mais alargada, com 50 vezes mais testes do que os casos diagnosticados”, referiu.

Apoiado na experiência que teve no terreno nas semanas de grande aumento da curva epidemiológica, quando notou que os doentes chegavam mais tarde ao hospital e com sintomas com sete dias de evolução, Artur Paiva frisou que “a capacidade de uma identificação precoce do diagnóstico e da avaliação dos contactos de alto risco é a única maneira de parar as cadeias de contágio”.

Para isso, sugere testes a todos os contactos de alto risco sem exceção e a profissões com um grau de exposição maior, como por exemplo pessoas que estão a servir ao público ou motoristas de transportes públicos, entre outras.

O diretor de serviço de medicina intensiva do Centro Hospitalar e Universitário de São João (CHUSJ) também sugere que Portugal crie um sistema de vigilância de novas variantes, à semelhança do que já se faz no Reino Unido.

“O INSA [Instituto Nacional De Saúde Dr. Ricardo Jorge] está a trabalhar a área, mas precisamos de criar uma vigilância ativa. Temos de dar atenção especial às pessoas que têm infeção depois de terem sido vacinadas. Pode ser um sinal dessa infeção ser provocada por uma variante.

“Há pouquíssimos e raríssimos casos, mas este vírus tem uma capacidade mutacional extraordinária”, analisou.

Artur Paiva frisou como fundamental a evolução rápida do plano de vacinação, apontando para a vacinação de pelo menos 80% da população “mais frágil” [referindo-se pessoas com 80 anos ou mais ou 50 anos e comorbilidades associadas ou doenças crónicas] antes de um verdadeiro desconfinamento.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.355.410 mortos no mundo, resultantes de mais de 107,3 milhões de casos de infeção, enquanto em Portugal morreram 14.885 pessoas dos 778.369 casos de infeção confirmados.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 7 horas

Covid-19: Professores e docentes poderão ser incluídos na lista prioritária de vacinação

A ministra da Saúde admitiu hoje que os professores e o pessoal não docente possam ser incluídos como prioritários para...

Paíshá 8 horas

Conheça aqui chave do Euromilhões desta terça-feira

Dois apostadores estrangeiros conseguiram o 2.º prémio do Euromilhões desta terça-feira, arrecandando quase 297 mil euros. Sem vencedores do 1.º...

Paíshá 9 horas

Covid-19: Mais de 265 mil pessoas já tomaram as 2 doses da vacina em Portugal

Portugal já vacinou 603.486 pessoas com a primeira dose contra a covid-19, com 168.798 a serem vacinadas na última semana,...

Paíshá 9 horas

Secretária de Estado defende vacinação “imediata” de refugiados

A secretária de Estados dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, defendeu hoje uma abordagem “imediata” e “com eficácia” para fazer...

Desportohá 10 horas

Defesa famalicense Tomás Araújo renova contrato com o Benfica

O defesa central famalicense, Tomás Araújo renovou contrato com o Benfica, a quem já estava ligado. Não divulgando para já...

Paíshá 11 horas

Ministra da Saúde “nunca se reuniu com a Ordem dos Médicos desde que é ministra”

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) afirmou hoje em Faro que a comunicação entre a OM e a ministra...

Mundohá 12 horas

Covid-19: Variante britânica já é responsável por metade das novas infeções da UE

A variante britânica do SARS-CoV-2 estava, até há uma semana, presente em 29 países da União Europeia (UE) e Espaço...

Bragahá 13 horas

Braga e Guimarães: Talkdesk quer contratar mais 500 trabalhadores em 2021

A tecnológica portuguesa Talkdesk anunciou hoje que em 2021 quer contratar 500 novos trabalhadores em Portugal, depois de ter contratado...

Paíshá 14 horas

Covid-19: Um anos após a primeira infeção António Costa apela à disciplina individual

O primeiro-ministro fez hoje um veemente apelo à manutenção da disciplina individual para a contenção da covid-19, dizendo que Portugal...

Paíshá 14 horas

Quinze mil bombeiros voluntários já foram vacinados contra a covid-19

Os cerca de 15 mil bombeiros voluntários, sapadores e municipais indicados como prioritários para a primeira fase de vacinação contra...

Paíshá 15 horas

Covid-19: Mais 38 mortos e 691 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 38 óbitos provocados pela pandemia e 691 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 15 horas

Cada vez mais imigrantes brasileiros pedem retorno voluntário ao país de origem

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) registou, nos primeiros dois meses deste ano, 107 pedidos de retorno voluntário de...

Economiahá 16 horas

Avaliação média das habitações subiu para 1.170 euros por metro quadrado

 O valor mediano de avaliação bancária na habitação aumentou 14 euros, para 1.170 euros por metro quadrado (euros/m2), em janeiro...

Mundohá 16 horas

China tem cada vez mais bilionários apesar da crise na económica mundial

Segundo um relatório divulgado hoje, a China nunca teve tantos bilionários, apesar da pandemia que abalou a economia mundial, com...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: Detido esta madrugada conduzia com taxa de álcool de 1,78 g/l

Um homem de 28 anos foi detido esta madrugada em Famalicão por conduzir um automóvel sob efeito de álcool. Depois...

Famalicãohá 17 horas

Obras de instalação de rede de saneamento já começaram em Ruivães e Novais

A União de Freguesias de Ruivães e Novais tem em curso as obras para instalação da rede de saneamento na...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão prepara integração na Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude

A autarquia de Famalicão irá integrar a Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude, criada no final do ano de...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão: Homem gravemente ferido após acidente de trabalho em Ribeirao

Um homem ficou gravemente ferido, na manhã desta terça-feira, em Ribeirão depois de ter sofrido um acidente de trabalho, numa...

Desportohá 18 horas

Funeral de Alfredo Quintana terá lugar hoje, em Matosinhos

O funeral de Alfredo Quintana, guarda-redes da equipa de andebol do FC Porto e da seleção portuguesa, vai realizar-se na...

Paíshá 18 horas

Famalicão: Chega apresenta lista de delegados à III Convenção do partido

A Concelhia de Famalicão do Chega apela, em comunicado, à participação dos militantes famalicenses nas eleições do próximo sábado dia...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191