Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Covid-19: CTT garantem cumprir “escrupulosamente” orientações da DGS após acusações do PCP

Publicado

em

Repudiando as denúncias “falsas e alarmistas” feitas no sábado pelo grupo parlamentar do PCP, os CTT garantiram hoje cumprir “escrupulosamente” as orientações da Direção-Geral de Saúde para proteção dos seus trabalhadores contra a pandemia.

“Os CTT – Correios de Portugal repudiam estas afirmações falsas e alarmistas, motivadas pelas questões ideológicas que o próprio comunicado veicula e que visam criar desconfiança face à empresa e aos seus trabalhadores”, refere a empresa em comunicado.

Salientando estarem “conscientes do papel crítico que desempenham na manutenção de cadeias de comunicação e logística vitais para a economia e a sociedade portuguesa, papel reforçado no atual contexto”, os CTT garantem que “continuam a cumprir escrupulosamente, como sempre fizeram, as recomendações das autoridades competentes e têm colocado sempre em primeiro lugar a segurança dos seus trabalhadores”.

Numa pergunta ao Governo divulgada no sábado à comunicação social, o grupo parlamentar do PCP denunciou “diversas situações em diversos locais” de tentativa de omissão de casos covid-19 nos CTT, nas últimas semanas, e acusou a empresa de incumprimento das regras de combate à pandemia.

“Chegaram-nos relatos de tentativas de convencer os trabalhadores a não falarem com outros do mesmo departamento ou serviço, de tentativas de impedir trabalhadores de contactarem a linha SNS 24 e a Direção Geral da Saúde, entre outras formas de coação para que se escondessem informações”, denuncia o grupo parlamentar numa pergunta enviada na sexta-feira ao ministro das Infraestruturas e Habitação.

O PCP, no documento, acusa a administração dos CTT de estar “preocupada apenas em aumentar os resultados” financeiros da empresa e de “não olhar a meios para atingir os seus fins, pondo em risco a saúde dos seus trabalhadores, das suas famílias e dos cidadãos” que diariamente se deslocam aos serviços dos correios.

Numa resposta escrita enviada à agência Lusa, os CTT negam estas acusações e garantem que a empresa de rege “escrupulosamente pelas orientações da Direção-Geral de Saúde no que aos equipamentos de proteção diz respeito, bem como à linha de atuação relativamente às situações do potencial contágio e contágio confirmado”.

“A primeira prioridade da empresa tem sido ao longo de toda a gestão da crise pandémica a segurança dos seus trabalhadores e que, desde a primeira hora, foram dotados de equipamento de proteção individual para que se pudessem manter na linha da frente em segurança”, sustenta.

“Assim – prossegue – é absolutamente falso que os CTT ‘tentem convencer os trabalhadores a não falarem com outros do mesmo departamento ou serviço, de tentativas de impedir trabalhadores de contactarem a linha SNS 24 e a Direção-Geral da Saúde, entre outras formas de coação’, como alega o grupo parlamentar do PCP”.

Segundo garante, “o contacto com a Linha Saúde 24 pode ser feito por qualquer pessoa que o entenda fazer e, portanto, pelos trabalhadores que assim entendam e não pela empresa”, competindo sim, a esta, contactar o delegado de saúde.

Por outro lado, acrescenta, os CTT, “justamente no sentido contrário ao sugerido, criaram mesmo uma linha interna propositadamente dedicada a esclarecimentos relativos à pandemia, facilitando, assim, o cumprimento dos procedimentos definidos pelas autoridades”.

“Desde o início da pandemia, as indicações que têm sido divulgadas sistematicamente aos colaboradores é de que, em caso de confirmação de infeção ou suspeita, devem mesmo contactar a Linha 24”, salienta.

Sempre que há a confirmação de um caso positivo na empresa, os CTT garantem que “informam a unidade de saúde pública respetiva e remetem uma análise exaustiva do ponto de vista de saúde ocupacional, com vista à identificação dos contactos de risco elevado do foro laboral, como forma de contenção de potenciais cadeias de transmissão”.

Na nota enviada à Lusa, os CTT salientam ainda que, “desde o início da pandemia, têm fornecido de forma regular aos seus trabalhadores uma profusa seleção de equipamentos de proteção”, incluindo diversos tipos de máscaras, luvas, viseiras, álcool gel e toalhetes, tendo ainda colocado nas duas lojas e em todos os locais de atendimento aos seus clientes acrílicos de proteção e dispensadores de álcool gel, para além de outras medidas de segurança.

“Na rede de distribuição e outras áreas operacionais foi definida e executada uma estratégia de contingência em linha com a adotada pelos demais serviços públicos essenciais, baseada na rotatividade e alternância de equipas de modo a proteger os colaboradores e clientes e a assegurar a continuidade da atividade”, refere.

Adicionalmente, a empresa diz proceder à “desinfeção e nebulização periódica dos locais de trabalho” e ter “implementado o regime de teletrabalho sempre que possível, seguindo as recomendações do Governo e as disposições legais em vigor”.

No atual contexto de pandemia, os CTT lembram ainda que “mantiveram todos os compromissos com os seus trabalhadores, não recorrendo a ‘lay-off’, comparticipando a vacina para a gripe e tendo antecipado o pagamento do subsídio de Natal e dos prémios extraordinários junto dos colaboradores, incluindo um prémio pontual atribuído aos que estiveram na linha da frente durante a fase mais aguda do estado de emergência de abril e maio”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 5 minutos

Famalicão: Sol e temperaturas máximas de 22.º graus este fim de semana

As previsões meteorologicas para este fim de semana prevêm uma subida das temperaturas minimas em todo o território continental. Segundo...

Paíshá 16 minutos

Já pode simular a sua pensão de velhice com a nova ferramenta da Segurança Social

A Segurança Social Direta já disponibilizou online uma ferramenta que permite a simulação da pensão de velhice, antes da submissão...

Regiãohá 57 minutos

FC Vizela faz apelo para ajudar o pequeno Miguel

Diagnosticado com síndrome mielodisplásico, uma doença bastante rara, o pequeno Miguel está à espera de um transplante de medula óssea...

Paíshá 1 hora

Fronteiras entre Portugal e Espanha encerradas até 16 de março

O controlo de pessoas nas fronteiras entre Portugal e Espanha vai manter-se até 16 de março devido à pandemia e...

Paíshá 1 hora

Média diária de casos é a mais baixa desde outubro

A taxa de incidência de casos covid-19 esta semana é a mais baixa registada desde o passado mês de outubro....

Mundohá 3 horas

Covid-19: Portugal desceu para a 20ª posição entre os piores da Europa

Há duas semanas, Portugal ocupava o primeiro lugar entre os países da Europa com maior taxa de incidência de covid-19....

Paíshá 3 horas

Só 55% responderam aos SMS convocatórios para vacinação

Apenas 55% das pessoas convocadas por SMS para a vacinação contra a Covid-19 responderam à mensagem. Os dados são avançados...

Paíshá 15 horas

Marcelo exige mais “medidas de emergência e de apoio”, para compensar os “sacrifícios”

O Presidente da República insistiu hoje no apelo a mais “medidas de emergência e de apoio”, para compensar os “sacrifícios...

Bragahá 15 horas

Farmacêutico de Braga absolvido de acusação de violência doméstica após desistência

O Tribunal de Braga absolveu hoje um farmacêutico de Amares que estava acusado pelo Ministério Público de violência doméstica e...

Paíshá 16 horas

Marcelo pede um desconfinamento “estudado” para não se repetirem erros passados

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, pediu hoje que se estude e prepare com tempo o futuro desconfinamento,...

Paíshá 17 horas

Marcelo elogia “coragem” dos portugueses e pede contingência para a Páscoa

Marcelo Rebelo de Sousa dirige-se neste momento aos portugueses após a confirmação da renovação do estado de emergência até 16...

Paíshá 19 horas

Covid-19: Número de vacinados superou o número de infetados este fim de semana

O ministro da Administração Interna falou hoje num caminho para “uma primavera de esperança” após os “pesados dias de janeiro”,...

Paíshá 19 horas

Ministra da Saúde: “Não há culpados, há uma doença. Somos todos portugueses”

A ministra da Saúde negou hoje que existam culpados, mas sim “uma doença” que levou às medidas de confinamento geral...

Paíshá 20 horas

É oficial: Parlamento aprova renovação do estado de emergência até 16 de março

O parlamento autorizou hoje a renovação do estado de emergência até 16 de março para permitir medidas de contenção da...

Paíshá 20 horas

PSD exige ao Governo “um caminho” de saída para o desconfinamento

O PSD exigiu hoje ao Governo que aponte “um caminho” para o desconfinamento, defendendo que este deve ocorrer “quando os...

Lifestylehá 20 horas

Até quando pode durar a perda de paladar e olfato?

A perda de olfato e paladar é um dos sintomas de infeção por Covid-19 mais comuns e, mesmo após a...

Famalicãohá 20 horas

Famalicão: Trânsito cortado no viaduto da Rua da Estação na próxima segunda-feira

A autarquia de Vila Nova de Famalicão informa que, na sequência da construção da ligação da via ciclo-pedonal Famalicão-Póvoa ao...

Bragahá 21 horas

Homem ameaça proprietário com seringa para assaltar loja em Braga

A PSP deteve um homem de 36 anos que furtou artigos de um estabelecimento comercial em Braga e ameaçou o...

Paíshá 21 horas

Cuidado: E-mail falso para pagento de multas é uma fraude

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) alertou esta quinta-feira para a existência de e-mails fraudulentos em seu nome que...

Paíshá 21 horas

Escuteiros portugueses distinguidos com o Prémio do Cidadão pelo Parlamento Europeu

O Corpo Nacional de Escutas (CNE) foi distinguido pelo Parlamento Europeu com o Prémio do Cidadão Europeu 2020 pelo projeto...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191