Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Apoios extraordinários para a cultura já podem ser requisitados a partir desta quinta-feira

Publicado

em

Fonte do ministério da Cultura disse hoje que o formulário para requisição do apoio social extraordinário para os profissionais da Cultura, no valor único de 438,81 euros, estará disponível ‘online’ a partir de quinta-feira.

O apoio extraordinário aos artistas, autores, técnicos e outros profissionais da Cultura, no valor único de 438,81 euros, referente a um Indexante dos Apoios Sociais (IAS), destina-se a trabalhadores independentes, que tenham um código de atividade económica (CAE) ou de IRS (CIRS) no setor.

Este apoio insere-se nas medidas de resposta à crise provocada pelas restrições decretadas no âmbito da pandemia da covid-19, anunciadas em 14 de janeiro, pela ministra da Cultura, Graça Fonseca.

De acordo com a regulamentação destas medidas, publicada na segunda-feira em Diário da República, o apoio social extraordinário será atribuído “por ordem de apresentação dos pedidos, através de uma única prestação a cada requerente elegível”.

O pedido deve ser feito “por via eletrónica, mediante o preenchimento e submissão ‘online’ do respetivo formulário, através do sítio na Internet www.culturaportugal.gov.pt”.

No dia em que o formulário estará disponível, os deputados da Assembleia da República discutem quatro projetos-lei, da autoria do Bloco de Esquerda (BE), do Pessoas-Animais-Natureza (PAN), do PCP e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues, para o reforço ou a criação de novas medidas de apoio ao setor da Cultura.

Entre outros, o BE defende o “alargamento de atividades elegíveis para apoio social extraordinário da cultura”, propondo que “o valor mínimo do apoio corresponda a 1,5 IAS [Indexante dos Apoios Sociais]”.

Já o PCP quer ver o apoio extraordinário no valor de 1IAS a ser alargado a “trabalhadores inscritos com atividade principal ‘1519 – Outros prestadores de serviços’, desde que a prestação de serviço incida em atividades de natureza cultural”.

Além disso, o partido comunista também defende que o valor a atribuir passe a corresponder a 1,5 IAS e que tenha “periodicidade mensal enquanto se mantiverem em vigor as medidas excecionais e temporárias de resposta à epidemia”.

Desde que este apoio social foi anunciado, em 14 de janeiro, estruturas representativas dos trabalhadores consideraram que o valor é insuficiente e corre o risco de, mais uma vez, não chegar a todos os trabalhadores.

Na segunda-feira, a associação Plateia – Profissionais de Artes Cénicas mostrou-se “particularmente descontente com o que é apresentado relativamente ao apoio de 1IAS (438 euros) aos trabalhadores da cultura”.

Para a Plateia, “é inaceitável que se excluam deste apoio todas as pessoas que, à data de 01/01/2020, tinham um contrato de trabalho (ainda que de curta duração ou ‘part-time’)”.

“Uma vez mais o Governo demonstra não compreender como é o trabalho neste setor, onde se transita ou acumula trabalho com contrato ou através de recibo verde. Muitas vezes os contratos de curta duração não dão lugar a subsídio de desemprego, pelo que estas pessoas não têm acesso à proteção social, tal como quem apenas trabalha através do recibo verde”, alertou.

A juntar a isso, “uma vez mais, o governo não soube dar resposta aos trabalhadores da cultura que não estão inscritos com os CAE agora indicados – como é o caso de quem tem um CAE de ‘outros serviços’ – excluindo novamente estas pessoas”.

Aquela associação defendeu também que “é urgente que o governo esclareça se os membros dos órgãos estatutários serão também excluídos do apoio, o que seria trágico”.

Para a Plateia é “incompreensível que depois de ter sido anunciado que este apoio era acumulável com todos os outros [apoios sociais], se saiba agora que apenas será acumulável com o Apoio Extraordinário à Redução de Atividade”.

O atraso com que as medidas são concretizadas foi, mais uma vez, criticado pela Plateia, para quem “é lamentável que este apoio (bem como os restantes apoios sociais) apenas vá chegar aos bolsos de quem dele precisa em março, na melhor das hipóteses”. Havendo “muita gente sem rendimentos desde janeiro, ou até antes, esta demora é intolerável”.

A Plateia recorda que quando a ministra da Cultura anunciou este apoio social, em 14 de janeiro, “ainda não se previa a paragem do setor nos meses de fevereiro e março, como agora se verifica”.

“Tendo em conta a extensão do confinamento, não compreendemos porque é que não há, desde já, um compromisso para a repetição deste apoio, com referência aos meses de fevereiro e de março”, refere a associação.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 7 horas

Ministra defende “alterações de comportamento” geral para reduzir desperdício alimentar

A ministra da Agricultura Maria do Céu Antunes defendeu hoje a necessidade de “alterações de comportamento” gerais para combater o...

Paíshá 8 horas

PS defente continuação do confinamento devido ao volume de doentes ainda nos hospitais

O secretário-geral adjunto do PS considerou hoje que a atual situação sanitária do país exige a continuação do confinamento geral...

Regiãohá 9 horas

Incêndio destroi completamente antigo Centro de Saúde de Vila do Conde

Um incêndio destruiu totalmente o antigo Centro de Saúde de Vila do Conde, junto à Estação do Metro de Santa...

Bragahá 9 horas

Presidente de Câmara de Vila Verde condenado a 3 anos e meio de prisão e perda de mandato

O Tribunal de Braga condenou hoje a três anos e meio de prisão, com pena suspensa, e a perda de...

Paíshá 11 horas

Bloco de Esquerda acusa governo de falhar no processo de desconfinamento

A coordenadora do BE, Catarina Martins, acusou hoje o Governo de, ao contrário do povo português, não ter cumprido as...

Famalicãohá 12 horas

Famalicão: Descargas poluentes novamente registadas no Parque da Devesa

Mais uma vez, os utilizadores do Parque da Devesa registaram descargas de substâncias, ao que tudo indica poluentes, no rio...

Barceloshá 13 horas

Homem obrigado a pagar à ex-mulher 60 mil euros por trabalho doméstico em Barcelos

Esta notícia está também disponível em formato podcast: O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a condenação de um homem...

Paíshá 13 horas

Covid-19: Programa Apoiar já encaminhou 440 milhões de euros para as empresas mais afetadas

O ministro do Planeamento indicou hoje em Lisboa, que no âmbito do programa Apoiar, destinado aos setores mais afetados pela...

Famalicãohá 14 horas

PS de Famalicão levanta questões sobre gestão do processo das hortas urbanas da Devesa

A Concelhia de Famalicão do Partido Socialista (PS) critica a forma como a Câmara Municipal geriu o processo das hortas...

Paíshá 14 horas

Vacina de dose única da Johnson & Johnson com eficácia apurada em 85,9%

A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 foi considerada eficaz pela Agência Americana dos Medicamentos,...

Famalicãohá 15 horas

Empresa famalicense cria primeiros óculos de proteção de marca portuguesa

A empresa Injex especializada na produção de componentes técnicos em plástico pelo processo de injeção para todo o tipo de...

Paíshá 15 horas

Covid-19: Mais 50 mortos e 1480 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 50 óbitos provocados pela pandemia e 1480 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 15 horas

Avó e duas crianças feridas após ataque de cão de raça perigosa em Palmela

Duas crianças e a sua avó ficaram feridas depois de um ataque de um cão de uma raça perigosa, em...

Economiahá 15 horas

Novo Banco prepara despedimento de 1500 trabalhadores

Defendendo uma renegociação dos objetivos com a Comissão Europeia, os trabalhadores do Novo Banco alertaram esta quarta-feira, no parlamento, que...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: Grupo Etnográfico Rusga de Joane levam cantares tradicionais à “Casa Feliz” da SIC

O Grupo Etnográfico Rusga de Joane esteve esta manhã no programa “Casa Feliz” da SIC com Diana Chaves e João...

Famalicãohá 17 horas

Curta-metragem com atores famalicenses exibida em festival de cinema da Índia

A ACE Escola de Artes de Famalicão congratula os seus dois ex-alunos Rafaela Sá e Francisco Lima pela participação no...

Paíshá 17 horas

Confessou violação de rapariga em direto no Instagram mas PSP acha que é tudo inventado, em Viseu

A PSP de Viseu identificou um jovem que assumiu, em direto na rede social Instagram, ter violado uma rapariga, mas...

Paíshá 17 horas

Covid-19: Portugal irá enviar um milhão de vacinas para Timor-Leste e países PALOP

Portugal vai destinar um milhão de vacinas contra a covid-19 aos PALOP e a Timor-Leste que deverão começar a chegar...

Paíshá 17 horas

Covid-19: Coordenador da ‘taskforce’ defende adiamento da toma da segunda dose da vacina

Para permitir a vacinação de mais 200 mil pessoas até ao fim de março, o coordenador do plano de vacinação...

Famalicãohá 18 horas

Famalicão: Autarquia inicia limpeza de mais de 70 hectares de terrenos em zonas industriais

A autarquia de Vila Nova de Famalicão está a levar a cado ações de limpeza dos terrenos localizados à volta...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191