Siga-nos nas redes

País

Redução da quantidade de sal no pão refletirá consumo de menos meia grama por dia

Publicado

em

A redução do volume de sal no pão prevista para 2021, levará a que cada português coma entre 0,3 e 0,5 gramas de sal a menos por dia, segundo um estudo-piloto.

A conclusão está no relatório final de um estudo do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), que estima que a maior redução no consumo de sal se reflita nos homens com idades entre 55 e 74 anos, sobretudo no Alentejo, que são quem mais pão consome.

Na base do estudo está a estratégia nacional para a promoção de alimentação saudável, que inclui um protocolo assinado em 2017 entre o INSA, a Direção-Geral da Saúde e a indústria panificadora, que visa a redução voluntária da quantidade de sal no pão para o máximo de um grama em cada 100 até 2021.

O INSA recomenda que de protocolo voluntário se passe para “medidas legislativas efetivas” aplicadas a “todos os operadores no setor, especialmente para industriais da panificação e grandes retalhistas, incluindo de pão pré-embalado”.

Recomenda-se ainda “a extensão do mesmo tipo de regulação a outras categorias e produtos alimentares altamente consumidos pela população portuguesa, nomeadamente carne, sopas e outros produtos processados”, como batatas fritas, aperitivos, bolachas e cereais.

A ser atingida, a meta significará uma redução de 29 por cento no volume de sal presente no pão, o que se refletirá numa redução de consumo de 0,51 gramas diários no caso dos homens e 0,32 gramas para as mulheres.

Invocando outros estudos, o INSA assume que o efeito da redução do sal no pão na tensão arterial será “baixo para ter um impacto importante na diminuição do risco de doenças cardiovasculares”

No entanto, “não existindo limiares bem definidos por causa dos outros fatores de risco”, qualquer redução trará algum benefício.

O INSA salienta que as evidências existentes apontam para que “reduções voluntárias” adotadas pela indústria “não são suficientemente eficazes para reduzir de forma consistente o consumo de sal pela população”.

Medidas de redução obrigatórias geram ganhos 20 vezes maiores do que voluntárias, indica o instituto.

Em Portugal, um dos países europeus com mais mortes provocadas por acidentes vasculares cerebrais, as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte.

Os portugueses consomem em média cerca de 7,3 gramas de sal por dia, acima do máximo de 05 gramas recomendado pela Organização Mundial de Saúde.

“O pão e os seus derivados, por causa do seu consumo elevado, são dos alimentos que mais contribuem para o nível de sal consumido, o que pode levar a um aumento de situações de hipertensão e risco de doenças cardiovasculares”, afirma-se no estudo.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 16 minutos

Covid-19. Mais de 120 mil pessoas já receberam terceira dose da vacina

Foram ao todo 123 mil as pessoas que até ao momento receberam a terceira dose ou dose adicional de vacina....

Paíshá 3 horas

Gripe e Covid-19. Autoagendamento começa no dia 26

A partir de dia 26, terça-feira, os cidadãos com mais de 80 anos poderão fazer o autoagendamento para a vacinação...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: Ana Mafalda e Rodrigo Costa nos primeiros lugares no Campeonato de Dança da Figueira da Foz

Os dançarinos Ana Mafalda e Rodrigo Costa alcançaram, este sábado, dois primeiros lugares no Campeonato de Dança da Figueira da...

Famalicãohá 4 horas

“Acreditar”. Aí está a Dança-Canção 2021 Missão Pijama

Chama-se “Acreditar”. É cantada pela Soraia Ramos – madrinha musical deste ano. Cifrão (padrinho artístico) coreografou. A nova canção faz...

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: Jorge Paulo Oliveira pede explicações ao Ministro do Ambiente sobre descargas em Pedome

O deputado famalicense na Assembleia da República, Jorge Paulo Oliveira, questionou o ministro da Ambiente e da Ação Climática, João...

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: Vilarinho das Cambas e de Carreira celebram hoje Dia da Freguesia

As freguesias de Vilarinho das Cambas e da Carreira celebram este domingo, dia 24 de outubro, o Dia da Freguesia....

Famalicãohá 5 horas

Última semana de outubro sem chuva prevista para o Norte

Apesar das temperaturas mínimas baixas, que este domingo foram de 6 graus, não está prevista chuva para o Norte do...

Paíshá 5 horas

Covid-19: Portugal tem “razões para estar otimista” para o outono-inverno, diz epidemiologista

O epidemiologista Manuel Carmo Gomes considera que Portugal “pode encarar com otimismo” o outono-inverno. No entanto, apela a uma “certa...

Famalicãohá 21 horas

Paulo Cunha deixa a liderança do PSD de Famalicão

A Concelhia de Famalicão do PSD vai eleger uma nova Comissão Política a 4 de dezembro (no mesmo dia em...

Lifestylehá 23 horas

Imagem emocionante de pai e filho vence os Siena International Photo Awards 2021

A foto “Hardship of Life”, do fotógrafo turco Mehmet Aslan, é a grande vencedora do  Siena International Photo Awards 2021....

Guimarãeshá 23 horas

GNR detém homens por caça ilegal em Guimarães e Póvoa de Lanhoso

A GNR, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Fafe, deteve, na passada quinta-feira, quatro homens por suspeita de caça ilegal...

Paíshá 23 horas

Covid-19: Portugal regista mais 883 casos confirmados e quatro mortes

Portugal regista hoje mais 883 casos confirmados de covid-19 e quatro óbitos pela doença, assim como 729 pessoas recuperadas e...

Paíshá 1 dia

Covid 19: conheça os três cenários previstos pela DGS para o outono/inverno

A Direção Geral da Saúde (DGS) coloca três cenários de evolução da pandemia para este outono-inverno em Portugal. O objetivo...

Famalicãohá 1 dia

Associação famalicense Humanitave lança novo projeto social na Guiné-Bissau

A Humanitave — Associação de Emergência Humanitária, com sede em Pedome, Famalicão, lançou esta semana um novo projeto de cariz...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Alunos dos cursos noturnos da D. Sancho I aprendem fora da escola

Os formandos dos cursos EFA e do Ensino Recorrente da Escola Secundária D. Sancho I deslocaram-se, esta semana, à Casa...

Paíshá 1 dia

Costa aponta salário mínimo de 705 euros no próximo ano e de 850 euros em 2025

O Primeiro-ministro, António Costa, confirmou esta sexta-feira, que o salário mínimo vai subir para os 705 euros no próximo ano, um aumento...

Bragahá 2 dias

GNR apreende armas a homem suspeito de maus-tratos a animais em Braga

A GNR apreendeu hoje três caçadeiras e 128 cartuchos a um homem de 65 anos suspeito de maus-tratos a animais...

Famalicãohá 2 dias

Embaixador da República Checa fica a conhecer dinamismo económico e empresas de Famalicão

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da República Checa e o Embaixador da República Checa em Portugal realizaram esta quinta-feira uma...

Desportohá 2 dias

Hóquei em Patins: FAC vence HC Maia por 10-01

A equipa de hóquei em patins do Famalicense Atlético Clube venceu o Hóquei Clube da Maia por 10-1, uma vitória...

Mundohá 2 dias

Bombeiro salva gato com respiração boca-a-boca no vulcão das Ilhas Canárias

Um bombeiro salvou um gato que se encontrava em estado de choque após ter inalado cinzas do vulcão Cumbre Vieja,...

Arquivo

FAMA NAS REDES