Siga-nos nas redes

País

Pais e professores pedem reabertura “urgente” das escolas a partir de 01 de março

Publicado

em

A reabertura urgente das escolas a partir de 01 de março a começar pelos mais novos e de forma faseada com as devidas precauções, foi pedida por uma centena de médicos, professores, pais e investigadores ao Governo e ao Presidente da República.

Numa carta enviada ao primeiro-ministro, ao ministro da Educação, à ministra da Saúde, aos restantes membros do Governo, e ao Presidente da República, o grupo, do qual fazem parte o virologista Pedro Simas e o epidemiologista Henrique Barros, diz ser possível manter as escolas abertas com ensino presencial com as devidas precauções e apontam algumas medidas.

O grupo de pais, professores, epidemiologistas, psiquiatras, pediatras e outros médicos, psicólogos, cientistas e profissionais de diferentes áreas, lembra que um largo conjunto de investigações “mostrou que as escolas não são contextos relevantes de infeção e, durante o primeiro período, as medidas sanitárias em vigor nas escolas provaram que o curso da epidemia foi independente das escolas estarem abertas”.

Por isso, defendem a reabertura de creches e estabelecimentos de educação pré-escolar no início de março e a abrir o ensino básico a partir do início do próximo mês de forma gradual e a começar pelos 1.º e 2.º ciclos.

O grupo considera também que devem ser providenciados meios efetivos aos estabelecimentos e permitir o regresso ao ensino realmente presencial para todas as crianças e jovens beneficiários da ação social escolar, sinalizadas pelas Comissões de Proteção de Crianças e Jovens, ou para as quais a escola considere ineficaz o ensino a distância e estejam em risco de abandono escolar.

Na opinião dos signatários, no regresso ao presencial deve ser dada prioridade às componentes práticas do ensino artístico e profissional e tornar a máscara cirúrgica obrigatória desde os seis anos fornecida pela escola.

“Manter e reforçar as medidas existentes, arejar os espaços, manter distâncias entre assentos, manter os mesmos lugares de assento nas salas de aula, e evitar o agrupamento de pais e alunos, reforçar o rastreamento e assegurar a quarentena de crianças e jovens em risco”, são outras das medidas apontadas pelo grupo.

Defendem também o incentivo ao uso de meio de transportes alternativos, como bicicletas, para ir à escola, aumentar a oferta de transporte público durante o horário escolar e desfasar ainda mais os horários de entradas e saídas para evitar agrupamentos nestes horários.

“Insistir na proibição, em tempos de grande pressão, de reuniões fora da escola, fazer o rastreio periódico da infeção em amostras da população escolar de modo o identificar infeções assintomáticas ou pré-sintomáticas e incluir, após o pessoal de saúde idosos e grupos de risco, professores e auxiliares de ação educativa nos grupos prioritários de vacinação”, são também defendidos pelo grupo.

O grupo destaca também que deve ser permitido que os professores de alto risco sejam substituídos por outros ou deem aulas remotamente (com os alunos na escola) até que estejam vacinados e o reforço ou criação de um espaço específico em cada escola ou agrupamento para aplicar testes rápidos de antigénio e iniciar os procedimentos de isolamento e quarentena.

Defendem a vigilância de contágios nas escolas publicitando regularmente a sua frequência e tomar atitudes com base nesses e outros dados, agindo em função do risco na região, tipo de escola e idade dos alunos e a manter contacto regular entre os diretores das escolas e as estruturas relevantes de saúde pública por forma a melhorar a gestão dos surtos, evitando medidas gerais e tardias que abrangem todas as escolas.

“Pedimos, finalmente, que seja já elaborado um plano, e canalizados os recursos suficientes, para recuperar o atraso acumulado por alguns alunos em competências-chave e tutelar a saúde física e mental das crianças e jovens.”, é referido na carta.

Os signatários dizem estar conscientes da necessidade de medidas para conter a epidemia e reduzir as infeções e defendem que as medidas apontadas “estão ao alcance do Governo”.

Consideram que o “sucesso de uma medida não se mede apenas contando o número de infeções hoje, mas levando em consideração muitos outros fatores socioeconómicos e psicológicos, mas também consequências de saúde, física e mental, no presente e no futuro.

O grupo lembra ainda que durante o primeiro período, as medidas sanitárias nas escolas impediriam numerosos casos e clusters (só houve 800 turmas que tiveram que fechar em todo o país neste período). No mês de fevereiro, nas 700 escolas que estão em funcionamento para acolher os filhos dos profissionais essenciais, só 25 casos positivos resultaram dos 13 mil testes realizados.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 3 horas

Apostador português “saca” 172 mil euros no sorteio desta sexta-feira

Um apostador português venceu esta sexta-feira, o 2.º prémio do Euromilhões, totalizando 172 mil euros, ao lado de outros 3...

Paíshá 6 horas

Covid-19: Portugal tem ainda 22 concelhos com mais de 120 infeções por cada 100 mil habitantes

Portugal tem hoje 22 concelhos com incidência do novo coronavírus superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos...

Famalicãohá 7 horas

Trabalhadores cortam estrada entre Famalicão e Guimarães em manifesto por melhores salários e condições de trabalho

Um grupo de trabalhadores, totalizando mais de uma centena, ocuparam, na tarde desta sexta-feira, a Estrada Nacional 206, que liga...

Paíshá 8 horas

Viagens de e para o Reino Unido permitidas a partir de segunda-feira com apresentação de teste negativo

As viagens não essenciais de e para o Reino Unido vão ser permitidas a partir das 00:00 de segunda-feira, bastando...

Desportohá 8 horas

Famalicão: 11.ª Edição do Duatlo de Famalicão realiza-se no Louro a 04 de julho

A Associação Amigos do Pedal (AdP) e da Federação de Triatlo de Portugal(FTP) organizam, no próximo dia 04 de julho,...

Famalicãohá 10 horas

Famalicão: Infeções por covid-19 continuam a descer. Concelho está quase no nível mais baixo

Os dados da Direção-Geral da Saúde referentes à incidência de novos casos da covid-19, das duas últimas semanas, no concelho...

Paíshá 10 horas

Covid-19: Zero mortos e 450 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal não contabiliza hoje óbitos provocados pela pandemia mas regista 450 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 12 horas

Homem vai para o café com bala alojada na testa após rixa em Trancoso

Um homem de 49 anos teve uma atitude insólita quando, na última segunda-feira, foi para o café beber um copo...

Famalicãohá 12 horas

Secundária D. Sancho I assinala Dia do Curso de Restaurante-Bar com convidados e workshops

A Escola Secundária D Sancho I assinalou, na passada terça-feira, o Dia do Curso de Restaurante-Bar com momentos de partilha...

Paíshá 13 horas

Papa Francisco defende medidas para superar problema da queda da natalidade

O Papa Francisco pediu hoje políticas para defender a família e superar o problema da queda da natalidade na Europa,...

Famalicãohá 13 horas

Centro Qualifica de Famalicão assegura funcionamento nos próximos dois anos

Está garantida a continuidade do funcionamento do Centro Qualifica de Famalicão para os próximos dois anos. Esta estrutura, promovida pela...

Famalicãohá 13 horas

Famalicão: Apanhado em flagrante enquanto roubava objetos do interior de um veículo

Um homem de 26 anos foi detido, esta quinta-feira, na Rua S. João de Deus, em Famalicão, depois de ter...

Famalicãohá 13 horas

Famalicão apoia preparação das candidaturas aos Selos Visão’25 na próxima quinta-feira

A Câmara Municipal de Famalicão vai promover no próximo da 20 de maio, uma oficina online de preparação e apoio...

Paíshá 13 horas

Prazo para limpeza de terrenos termina este sábado. GNR já identificou mais de 14 mil incumprimentos

 A Guarda Nacional Republicana (GNR) tem já identificados 14.097 locais de possível incumprimento dos trabalhos de limpeza de terrenos, no...

Famalicãohá 14 horas

Famalicão: Problema com quadro elétrico provoca incêndio em habitação em Mouquim

Um incêndio deflagrou, na manhã desta sexta-feira, numa habitação, na Rua do Monte, em Mouquim. Fonte dos bombeiros disse à...

Famalicãohá 14 horas

Ricardo Mesquita é candidato à liderança da JSD de Famalicão

O Núcleo da Juventude Social Democrata de Famalicão e Calendário realiza este sábado, 15 de maio, eleições internas. Ricardo Mesquita...

Desportohá 14 horas

Fernando Santos divulga lista de convocados para o Euro 2020, na próxima quinta-feira

 O selecionador português de futebol, Fernando Santos, vai divulgar os 26 convocados para o campeonato da Europa de 2020 na...

Desportohá 1 dia

Ribeirão FC concentrado nos bons resultados no Pró Nacional

O Ribeirão FC não está preocupado com as alterações efetuadas pela Associação de Futebol de Braga ao campeonato, mas sim...

Famalicãohá 1 dia

Casa das Artes recebe hoje e amanhã “Macbeth” encenado por Paulo Calatré

O teatro regressa esta quinta e sexta-feira, dias 13 e 14 de maio, à Casa das Artes de Famalicão. Numa...

Paíshá 1 dia

Multas até 100 euros para quem não cumprir regras covid-19 na praia

O incumprimento das regras relativas ao acesso e ocupação das praias, no âmbito da pandemia de covid-19, passa a estar...

Arquivo

FAMA NAS REDES

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191