Siga-nos nas redes

Economia

DECO defende apoios para assistência a filhos alargados a outros familiares diretos

Publicado

em

A Deco defendeu hoje que o atual regime de apoios para a assistência aos filhos, em que as faltas são justificadas e compensadas com uma prestação social, seja alargado à assistência aos pais e outros familiares diretos

“Propomos para os ascendentes, além de outros familiares diretos, a aplicação do mesmo regime de apoios previsto para a assistência a descendentes, ou seja, a compensação das faltas justificadas através de uma prestação social”, refere o responsável pelas relações institucionais da associação de defesa do consumidor, Bruno Campos Santos, citado num comunicado.

Segundo a Deco, esta proposta será apresentada “ao Governo, aos partidos na Assembleia da República, aos parceiros sociais e a outras organizações com intervenção nesta área” e “baseia-se em quatro pilares: preservação do emprego, proteção dos direitos dos trabalhadores e das empresas, proteção dos mais velhos em Portugal e solidariedade e coesão geracionais”.

Atualmente, faltar ao trabalho para acompanhar pais ou familiares diretos a consultas e tratamentos ou para prestar cuidados integrados no conceito de ‘assistência à família’ implica perda de retribuição.

“A lei só prevê faltas justificadas e um subsídio compensatório da Segurança Social na assistência a filhos. No caso de outros familiares (pais, cônjuges, unidos de facto, ascendentes, irmãos e cunhados), as faltas são justificadas até 15 dias por ano, desde que o acompanhante comprove o motivo da falta (por exemplo, a presença em atos médicos), mas não há direito a apoio”, explica a Deco.

Para a associação, “além de não proteger convenientemente o trabalhador que falta, a legislação atual também coloca em risco os familiares, que podem ficar sem acesso aos cuidados de saúde por não haver quem esteja em posição de os acompanhar, dado não poder prescindir do salário”.

“Quinze dias anuais de subsídio compensatório da Segurança Social poderiam fazer a diferença na decisão entre faltar ao trabalho para ajudar ou não prestar assistência”, sustenta.

Salientando que “a pandemia da covid-19 confrontou a sociedade portuguesa com a realidade dos idosos, que são mais de dois milhões em risco”, a associação lembra que “há idosos institucionalizados a precisar de apoio externo para ir ao médico e existem muitos outros a viver sozinhos ou em casa de familiares, que também necessitam desse acompanhamento”.

“O regime atual é insuficiente para dar resposta a um país envelhecido, com uma rede pública de assistência e de cuidados continuados escassa e com um sistema privado que não vê potencial lucrativo para desenvolver este mercado. Na maioria dos casos, resta a família para ajudar em caso de aflição”, refere.

E, mesmo existindo já o estatuto do cuidador informal — “embora a sua aplicação ainda esteja numa fase embrionária e a necessitar de regulamentação em alguns aspetos”-, a Deco defende que “também seja dada resposta à prestação de cuidados pontuais a quem, por acidente, doença ou prevenção, precise de assistência”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 10 minutos

Covid-19: Mais 4 mortos e 553 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 4 óbitos provocados pela pandemia e 553 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Regiãohá 13 minutos

Estafeta entregava refeições e droga em sistema de ‘take-away’ na Maia

Um jovem de 20 anos, foi detido, esta quinta-feira, pela GNR da Maia, na posse de 1.000 doses de haxixe...

Famalicãohá 1 hora

Câmara Municipal desenvolve “Estratégia Local de Habitação”

A Câmara Municipal de Famalicão, está a desenvolver uma Estratégia Local de Habitação (ELH) , com o apoio da Faculdade...

Guimarãeshá 2 horas

GNR encerra “festa ilegal” em Guimarães com 23 pessoas

A GNR encerrou uma “festa ilegal” devido à covid-19, que juntava 23 pessoas num bar em Caldas das Taipas, Guimarães,...

Famalicãohá 2 horas

Bênção do cemitério de Gondifelos terá lugar este domingo com a presença de Paulo Cunha

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, irá estar presente, este domingo, pelas 10:30, na cerimónia de bênção...

Bragahá 3 horas

Braga: Stand em Amares acusado de fuga ao IVA na importação de automóveis

 O Ministério Público acusou o dono de um stand de automóveis em Caldelas, concelho de Amares, de fraude fiscal qualificada,...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: Nuno Sá e mais uma dezena de deputados investigados por alegadas moradas falsas

O deputado famalicense do PS, Nuno Sá, eleito pelo núcleo de Braga encontra-se sob investigação pelo Ministério Público por possíveis...

Sociedadehá 4 horas

Suspeita da morte de empresário de Famalicão fica em prisão preventiva

Um juiz de instrução criminal no Tribunal de Guimarães aplicou hoje prisão preventiva a uma mulher suspeita do homicídio, à...

Paíshá 4 horas

Ponto por Ponto: Conheça as novas regras do desconfinamento e os locais onde se aplicam

Portugal avança na segunda-feira para a terceira etapa do desconfinamento com o regresso às aulas presenciais no secundário e no...

Paíshá 18 horas

Lojas do cidadão reabrem esta segunda-feira com atendimento presencial por marcação

 As lojas do cidadão vão reabrir na segunda-feira com atendimento presencial por marcação na generalidade do país, anunciou hoje o...

Paíshá 19 horas

Casamentos e batizados voltam a ser permitidos mas limitados a 25% da capacidade dos espaços

A partir da próxima segunda-feira os casamentos e batizados voltam a ser permitidos no território continental, ainda que limitados a...

Sociedadehá 19 horas

Restaurantes, cafés e pastelarias poderão abrir o serviço no interior a partir de segunda-feira

 Os restaurantes, cafés e pastelarias poderão abrir o serviço de mesa no interior, limitado a grupos de quatro pessoas, anunciou...

Paíshá 19 horas

Famalicão passa para a nova fase de desconfinamento com menos restrições

O primeiro-ministro António Costa fala neste momento aos portugueses depois da renovação do estado de emergência aprovado hoje. A maior...

Desportohá 20 horas

Rúben Amorim nega ter dito: “Conseguiste o que querias”, no final do jogo com FC Famalicão

O treinador do Sporting negou hoje ter proferido as palavras que lhe são atribuídas na deliberação do Conselho de Disciplina...

Paíshá 22 horas

Vacina portuguesa contra a Covid-19 mostrou ser promissora

Desenvolvida pela Immunethep, em Cantanhede, a vacina portuguesa contra a Covid-19 têm-se mostrado eficaz, pelo menos foi essa a conclusão...

Paíshá 22 horas

Desemprego pode chegar aos 7,3% no fim deste ano

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, anunciou hoje que taxa de desemprego deste ano fique nos 7,3%,...

Póvoa de Varzimhá 23 horas

Póvoa de Varzim: PSP detém homem que recrutava mulheres para prostituição

Após quase seis meses de investigação, a PSP conseguiu deter várias pessoas suspeitas da prática do crime de lenocínio, entre...

Paíshá 24 horas

Covid-19: Mais 501 infetados e 2 mortes

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Direção Geral de Saúde, registaram-se, nas últimas 24 horas, mais 501 infetados por...

Famalicãohá 1 dia

Fábricas da Coindu totalmente paradas desde terça-feira

A Coindu, empresa produtora de componentes para automóveis, tem atualmente as suas fábricas totalmente paradas desde a passada terça-feira devido...

Paíshá 1 dia

Governo aprova hoje novas medidas para a terceira fase do desconfinamento

As medidas da terceira fase do desconfinamento são, esta quinta-feira, aprovadas pelo Governo. Está previsto o regresso das aulas presenciais...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191