Siga-nos nas redes

País

CIP defende reabertura do ensino e cabeleiros e livrarias a partir de segunda-feira

Publicado

em

A CIP – Confederação Empresarial de Portugal defende um plano de desconfinamento faseado, com a abertura, na próxima semana, das creches, jardins infantis e ensino até ao sexto ano, cabeleireiros, livrarias e alfarrabistas.


“A economia está fechada. Portugal não está a trabalhar, mas os portugueses não estão a ficar em casa!”, constata a CIP, num documento que será apresentado na reunião do Governo com os parceiros sociais.

A CIP defende “um plano de desconfinamento que permita a reabertura em segurança das diversas atividades e a estabilização das perspetivas para os cidadãos e os empresários”.

O Governo convocou as confederações sindicais e patronais para uma reunião de concertação social extraordinária na quarta-feira, para lhes apresentar o plano de desconfinamento.

A CIP, em linha com as recomendações do Conselho Nacional da Saúde, apela assim à necessidade de reabertura gradual da atividade económica dos diferentes setores, baseado na construção de um modelo de confiança e responsabilidade com os portugueses, controlo da transmissão da infeção, com um programa de “teste-rastreio-isolamento”, orientações claras para o processo de desconfinamento e explicitação transparente da situação da vacinação contra a covid-19.

A CIP irá apresentar, na reunião, um plano dividido por quatro fases, a primeira, a começar já na segunda feira com a reabertura de jardins infantis, creches e ensino até ao sexto ano, cabeleireiros, livrarias e alfarrabistas.

Na fase seguinte, a partir de 22 de março, a CIP defende a flexibilização das regras do teletrabalho de modo a que, havendo acordo entre trabalhador e entidade empregadora e estando garantidos testes prévios, se possa retomar o trabalho presencial em condições de segurança.

Nesta fase, deverá também ser dada autorização do reinício da atividade de restauração e comércio a retalho até às 18:00, com definição de taxas máximas de ocupação e plano de testagem periódica seguida de imediata quarentena dos seus colaboradores, a definir pelas autoridades competentes.

Na fase três, a partir de 05 de abril, a CIP defende a reabertura dos restantes graus de ensino, de museus, galerias, jardins zoológicos e botânicos, de teatros, concertos, óperas e cinemas, com lugares marcados e limitados e o reinício de desportos coletivos amadores ao ar livre em grupos de até 20 crianças de até 14 anos de idade.

Na fase quatro, a partir de 12 de abril, os patrões consideram que será altura de reiniciar as restantes atividades até às 18:00, com definição de taxas máximas de ocupação e plano de testagem periódica seguida de colaboradores.

A CIP refere no documento que esta “poderá não ser a última pandemia das nossas vidas” e que a realidade mostrou “que os países mais prósperos enfrentaram melhor a pandemia”.

“O país e os portugueses atingiram um elevado nível de fadiga pandémica”, alerta a confederação liderada por António Saraiva, referindo que “a perceção do menor risco está em forte correlação com a menor adesão às medidas restritivas”.

“Portugal já desconfinou. Só não está a trabalhar!”, insiste.

Para a CIP seria assim “muito grave” que Portugal chegasse à conclusão de que teve uma “vitória de pirro”.

“Um confinamento cego e sem fim à vista pode levar-nos a uma vitória sobre a pandemia, mas obtida a um custo muitíssimo elevado, com prejuízos irreparáveis, havendo outras alternativas”, refere.

A CIP reafirma a importância de retomar de forma gradual a atividade económica e social, salientando que a pandemia deve ser devidamente controlada e que as suas consequências têm que ser mitigadas.

Neste sentido, a CIP recorda que os locais de trabalho têm sido reconhecidos como locais seguros, sendo que as empresas têm tomado as medidas adequadas (desfasamento de horários, distanciamento, entre outras).

Para Portugal ultrapassar o desafio da fase atual da pandemia “afigura-se verdadeiramente essencial que sejam tomadas medidas certeiras em termos de testagem direcionada e desconfinamento”.

Dado que grande parte das empresas em Portugal pode não ter condições para implementação direta de testes, para otimizar a testagem direcionada, a CIP deixa algumas sugestões, entre as quais a definição periódica do plano de testagem em cada concelho, de acordo com os níveis de risco e cadeias de transmissão conhecidas e definição das amostras a testar nas empresas e a venda livre ao consumidor final de testes de saliva.

“Para além da proteção sanitária conferida através da conquista de imunidade de grupo — objetivo cimeiro da vacinação –, consideramos que o Plano de Vacinação contra a covid-19 em Portugal deve contribuir para um desconfinamento eficaz e seguro. Não tenhamos dúvidas: para vencer esta batalha é necessário travá-la em duas frentes: na saúde e na economia”, refere.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.593.872 mortos no mundo, resultantes de mais de 116,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.565 pessoas dos 810.459 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 28 minutos

Famalicão: Mulher sofre queimaduras após cair na casa de banho com água quente ligada

Uma mulher com cerca de 57 anos sofreu queimaduras depois de um acidente na banheira da sua própria habitação, na...

Famalicãohá 31 minutos

Incêndio em Arnoso Santa Maria mobiliza bombeiros para zona florestal

Um incêndio deflagrou na tarde desta segunda-feira, numa zona de mato, nas proximidades da Rua Alto do Quintela, em Arnoso...

Paíshá 1 hora

Português de 18 anos surfou a maior onda de sempre na Nazaré e quer entrar para o Guiness

O jovem surfista português António Laureano. de apenas 18 anos, vai candidatar-se ao Guinness World Record depois de ter surfado...

Paíshá 2 horas

Covid-19: Índice de transmissibilidade (Rt) subiu hoje para 1,04

 O índice de transmissibilidade (Rt) nacional do novo coronavírus em Portugal subiu hoje para 1,04 e a incidência de casos...

Sociedadehá 3 horas

Grupo Desportivo do Louro anuncia retorno às competições da Divisão de Honra e 1.ª Divisão da AF de Braga

O Grupo Desportivo do Louro anunciou, esta segunda-feira, o seu retorno às competições na Divisão de Honra e Primeira Divisão...

Paíshá 3 horas

Covid-19: Mais 2 mortos e 271 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 2 óbitos provocados pela pandemia e 271 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Regiãohá 3 horas

GNR registou 38 infrações no âmbito da legislação de covid-19 no distrito de Braga em 7 dias

Entre os dias 05 e 11 março, a GNR levou a efeito um conjunto de operações, no distrito de Braga...

Paíshá 5 horas

António Guterres inclui juiz Ivo Rosa em bolsa de magistrados da ONU

António Guterres, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), convidou o juiz Ivo Rosa a incluir-se numa bolsa de magistrados...

Paíshá 5 horas

Cartão do Cidadão passa a ser recebido em casa definitivamente

A secretária de Estado da Justiça, afirmou que o cartão de cidadão vai passar a ser sempre entregue em casa...

Paíshá 5 horas

GNR recebe candidatos para Curso de Formação de Guardas

A Guarda Nacional Republicana encontra-se em processo de concurso para constituição da sua reserva de recrutamento. O concurso que dará...

Economiahá 6 horas

Primeiros reembolsos de IRS deverão ser recebidos já a meio desta semana

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) já começou a processar os primeiros reembolsos do IRS e o valor deverá chegar...

Paíshá 6 horas

Covid-19: Menores de 60 anos com 1.ª dose de AstraZeneca podem tomar 2.ª dose de outra marca

 A Direção-Geral da Saúde (DGS) admite que as pessoas, abaixo dos 60 anos, que receberam a primeira dose da vacina...

Famalicãohá 7 horas

Famalicão: Céu nublado, máximas de 22.º graus e possibilidade de geada esta noite

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para a região Norte, a formação de gelo e geada esta...

Desportohá 7 horas

Famalicão: Jovem do GD Natação foi o Melhor Nadador Masculino no Meeting de Felgueiras

O jovem atleta do Grupo Desportivo de Natação de Famalicão, Afonso Silva, foi o nadador mais premiado no Metting de...

Desportohá 19 horas

FC Famalicão “empata” Sporting na corrida pelo 1.º lugar

 O Sporting voltou a ceder terreno na I Liga portuguesa de futebol pelo segundo jogo consecutivo, ao empatar hoje 1-1...

Famalicãohá 20 horas

Famalicão: Incêndio urbano mobiliza bombeiros para Calendário

Um incêndio urbano deflagrou num pavilhão, ao início da noite deste domingo, em Calendário, na Rua António Santos Oliveira. Para...

Guimarãeshá 1 dia

GNR detém dois homens por furto de veículos em Guimarães

O Comando Territorial de Braga da GNR anunciou, este domingo, a detenção de dois homens por furto de veículos e...

Famalicãohá 1 dia

Diretor da Cior empossado vice-presidente da Associação das Escolas Profissionais

Decorreu na passada sexta-feira a tomada de posse dos órgãos sociais da Associação Nacional das Escolas Profissionais (ANESPO), onde o...

Paíshá 1 dia

Covid 19: Portugal regista mais seis mortes e 566 novos casos este domingo

Confirma-se, agora, um total de 16.916 mortes e de 827.494 pessoas infetadas desde o início da pandemia. Segundo o boletim...

Famalicãohá 1 dia

PAN lança manifesto pelo fim de uso de herbicidas em Famalicão

A Comissão Política Concelhia do PAN Famalicão lançou um manifesto pelo fim do uso de herbicidas para controlo de ervas...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191