Siga-nos nas redes

Desporto

Covid-19: 2.900 militares da GNR irão fiscalizar Rali de Portugal

Publicado

em

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou hoje que vai destacar 2.900 militares para a operação de segurança do Rali de Portugal, de quarta-feira a domingo, tornada ainda mais complexa devido à pandemia de covid-19.

Numa conferência de imprensa hoje realizada no Comando Territorial do Porto, o comandante João Fonseca explicou aos jornalistas que perto de três milhares de militares vão apoiar a segurança e trânsito dos pilotos, mas também controlar a presença do público nas zonas autorizadas para o efeito.

“Portugal tem, historicamente, um grande volume de aficionados, o objetivo é que a prova decorra em segurança, levar os espetadores para as zonas de espetáculo, contê-los nas zonas de espetáculo e conseguir o sucesso do rali”, explicou.

Segundo o comandante, a operação tem vindo a ser planeada “há meses”, junto da organização da prova, a cargo do Automóvel Clube de Portugal (ACP), e arranca na quarta-feira, um dia antes do início oficial da corrida.

A GNR, que estará em todos os troços classificativos, apela “ao bom senso, civismo, e responsabilidade de todos”, para que não coloquem em causa a realização do evento.

Para isso, estará nas zonas onde o público é autorizado, fazendo cumprir não só as normas sanitárias como de lotação, definidas pela regra de uma pessoa por cada oito metros quadrados.

Segundo Francisco Martins, da Divisão de Trânsito e Segurança Rodoviária, o objetivo não é que as pessoas ‘fujam’ das zonas autorizadas para outras, uma vez que isso pode colocar em causa a realização daquela especial, por ordem da Federação Internacional do Automóvel (FIA), que supervisiona o Mundial de ralis, mas antes “que se cumpram as regras impostas pela Direção-Geral da Saúde”.

“O que apelamos às pessoas é que cumpram escrupulosamente as regras dos militares no terreno. Quando o limite for alcançado, não deixaremos entrar mais ninguém. (…) Não adiantará anteciparem-se à operação da GNR”, avisou o militar.

Segundo Francisco Martins, não será permitida a venda de comidas e bebidas nas zonas de espetáculo e estarão no local militares para gerir a lotação e entrada nos espaços, pelo que “quem os tentar ocupar antes corre o risco de ter de sair e situar-se na fila de ingresso do local”.

O diretor da prova, Horácio Rodrigues, disse que era “impossível realizar este rali” sem aquela força de segurança e que, depois de um ano em que a prova foi cancelada, será imprescindível “cumprir as normas” para não comprometer o evento.

“Meia hora antes do primeiro concorrente [sair para a estrada], passa o delegado de segurança da FIA. Se vir que não tem segurança, pega no rádio e diz que aquele troço não se faz. Torna inglório todo o esforço que foi feito”, afirmou.

O diretor lembrou a oferta de transmissão televisiva, “mais do que é normal”. “Também se pode ver muito bem o Rali em casa”, observou.

Nem a GNR, nem a organização avançaram com números concretos para a lotação dos espaços, apenas que foram calculadas as lotações por área, algumas com capacidade para centenas de pessoas e outras menos, disponibilizando depois a informação de lotação em tempo real em cada zona de espetáculo através de várias plataformas de comunicação.

“Existem regras específicas para aglomerados e excessos de pessoas que não coabitem. Existem distâncias de segurança a ser cumpridas, uso obrigatório de máscara”, alertou Francisco Martins.

Segundo o militar, no fim de semana, a prova passará por concelhos que não estão na mesma fase de desconfinamento do que a generalidade do país, pelo que as regras serão “adequadas.

A conferência de imprensa contou ainda com o piloto Armindo Araújo, que lembrou a importância de honrar a “grande tradição cultural” do país no desporto automóvel, numa das “melhores provas do campeonato do mundo”.

“Este ano, temos de cumprir novas regras, não só de segurança, mas também de saúde. Temos de ajudar a organização nesse problema, ser compreensivos e tomar conta de nós”, avisou.

Ao seu lado, também o navegador Luís Ramalho, profissional de saúde, lembrou o “esforço ciclópico” que o país e o Serviço Nacional de Saúde têm feito há mais de um ano para dar resposta à pandemia de covid-19, precisando agora que, “no maior evento do país”, o público “ajude”.

“Está na mão das pessoas ajudar-nos a todos. Ninguém quer ir ver e ser impedido. É imprescindível que colaborem com a GNR, que faz um trabalho impressionante. Ajudem-nos, porque queremos dar-vos um espetáculo”, atirou.

O Rali de Portugal vai ser disputado entre 21 e 23 de maio, na zona centro, com classificativas em Coimbra, Lousã, Góis e Arganil, e norte, em Lousada, Paredes, Mortágua, Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto, Amarante, Porto, Felgueiras, Montim, Fafe e Matosinhos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 3 minutos

Covid-19. Mais de 120 mil pessoas já receberam terceira dose da vacina

Foram ao todo 123 mil as pessoas que até ao momento receberam a terceira dose ou dose adicional de vacina....

Paíshá 3 horas

Gripe e Covid-19. Autoagendamento começa no dia 26

A partir de dia 26, terça-feira, os cidadãos com mais de 80 anos poderão fazer o autoagendamento para a vacinação...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: Ana Mafalda e Rodrigo Costa nos primeiros lugares no Campeonato de Dança da Figueira da Foz

Os dançarinos Ana Mafalda e Rodrigo Costa alcançaram, este sábado, dois primeiros lugares no Campeonato de Dança da Figueira da...

Famalicãohá 3 horas

“Acreditar”. Aí está a Dança-Canção 2021 Missão Pijama

Chama-se “Acreditar”. É cantada pela Soraia Ramos – madrinha musical deste ano. Cifrão (padrinho artístico) coreografou. A nova canção faz...

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: Jorge Paulo Oliveira pede explicações ao Ministro do Ambiente sobre descargas em Pedome

O deputado famalicense na Assembleia da República, Jorge Paulo Oliveira, questionou o ministro da Ambiente e da Ação Climática, João...

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: Vilarinho das Cambas e de Carreira celebram hoje Dia da Freguesia

As freguesias de Vilarinho das Cambas e da Carreira celebram este domingo, dia 24 de outubro, o Dia da Freguesia....

Famalicãohá 4 horas

Última semana de outubro sem chuva prevista para o Norte

Apesar das temperaturas mínimas baixas, que este domingo foram de 6 graus, não está prevista chuva para o Norte do...

Paíshá 5 horas

Covid-19: Portugal tem “razões para estar otimista” para o outono-inverno, diz epidemiologista

O epidemiologista Manuel Carmo Gomes considera que Portugal “pode encarar com otimismo” o outono-inverno. No entanto, apela a uma “certa...

Famalicãohá 21 horas

Paulo Cunha deixa a liderança do PSD de Famalicão

A Concelhia de Famalicão do PSD vai eleger uma nova Comissão Política a 4 de dezembro (no mesmo dia em...

Lifestylehá 22 horas

Imagem emocionante de pai e filho vence os Siena International Photo Awards 2021

A foto “Hardship of Life”, do fotógrafo turco Mehmet Aslan, é a grande vencedora do  Siena International Photo Awards 2021....

Guimarãeshá 23 horas

GNR detém homens por caça ilegal em Guimarães e Póvoa de Lanhoso

A GNR, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Fafe, deteve, na passada quinta-feira, quatro homens por suspeita de caça ilegal...

Paíshá 23 horas

Covid-19: Portugal regista mais 883 casos confirmados e quatro mortes

Portugal regista hoje mais 883 casos confirmados de covid-19 e quatro óbitos pela doença, assim como 729 pessoas recuperadas e...

Paíshá 1 dia

Covid 19: conheça os três cenários previstos pela DGS para o outono/inverno

A Direção Geral da Saúde (DGS) coloca três cenários de evolução da pandemia para este outono-inverno em Portugal. O objetivo...

Famalicãohá 1 dia

Associação famalicense Humanitave lança novo projeto social na Guiné-Bissau

A Humanitave — Associação de Emergência Humanitária, com sede em Pedome, Famalicão, lançou esta semana um novo projeto de cariz...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Alunos dos cursos noturnos da D. Sancho I aprendem fora da escola

Os formandos dos cursos EFA e do Ensino Recorrente da Escola Secundária D. Sancho I deslocaram-se, esta semana, à Casa...

Paíshá 1 dia

Costa aponta salário mínimo de 705 euros no próximo ano e de 850 euros em 2025

O Primeiro-ministro, António Costa, confirmou esta sexta-feira, que o salário mínimo vai subir para os 705 euros no próximo ano, um aumento...

Bragahá 2 dias

GNR apreende armas a homem suspeito de maus-tratos a animais em Braga

A GNR apreendeu hoje três caçadeiras e 128 cartuchos a um homem de 65 anos suspeito de maus-tratos a animais...

Famalicãohá 2 dias

Embaixador da República Checa fica a conhecer dinamismo económico e empresas de Famalicão

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da República Checa e o Embaixador da República Checa em Portugal realizaram esta quinta-feira uma...

Desportohá 2 dias

Hóquei em Patins: FAC vence HC Maia por 10-01

A equipa de hóquei em patins do Famalicense Atlético Clube venceu o Hóquei Clube da Maia por 10-1, uma vitória...

Mundohá 2 dias

Bombeiro salva gato com respiração boca-a-boca no vulcão das Ilhas Canárias

Um bombeiro salvou um gato que se encontrava em estado de choque após ter inalado cinzas do vulcão Cumbre Vieja,...

Arquivo

FAMA NAS REDES