Siga-nos nas redes

País

Mealhada: Despiste de autocarro que partiu de Guimarães provoca dois mortos na A1

Publicado

em

Um autocarro despistou-se, esta manhã, na A1, perto da área de serviço da Mealhada. O acidente decorreu no sentido Norte-Sul e terá provocado, dois mortos, seis feridos graves e 27 feridos leves. Existem ainda pessoas encarceradas, de acordo com as informações mais recentes.

De acordo com informações, o acidente terá ocorrido ao quilómetro 212, após o veículo pesado de passageiros ter passado de uma faixa de rodagem para a outra. Acabaria, depois, por cair numa ribanceira, após embater num poste de eletricidade.

O acidente ocorreu pelas 9h29 e o veículo encontra-se neste momento em sentido contrário.

Na sequência desta ocorrência, o trânsito está agora condicionado no sentido norte-sul. O trânsito está a circular por uma faixa de rodagem, mas poderá vir a ser cortado, de acordo com a mesma fonte consultada pela Lusa.

Segundo um familiar de um dos feridos ligeiros, o autocarro saiu esta manhã de Guimarães, juntamente com outros dois, no âmbito de uma peregrinação até ao Santuário de Fátima.

À Lusa, fonte do INEM afirmou que no local estão seis Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação, três Ambulâncias de Suporte Imediato de Vida, duas unidades de apoio psicológico, uma Viatura de Intervenção em Catástrofe, 20 ambulâncias e um helicóptero.

No local estão ainda presentes mais de 90 operacionais.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Economia

Conheça a lista de alimentos com 0% de IVA

Publicado

em

De acordo com a informação fornecida, o governo português está em negociações com a distribuição e a produção para a estabilização de preços dos bens alimentares considerados essenciais para a alimentação das famílias. A lista desses bens inclui 46 produtos, entre os quais se encontram diversos tipos de peixe (como a cavala e a faneca), bacalhau, feijão frade, grão de bico, carne de peru e de vaca, ovos de galinha, peras e tangerinas, bem como óleos vegetais e margarinas, divulgou o DN.

Essa medida pode tem como objetivo garantir o acesso a alimentos básicos a preços razoáveis, especialmente em tempos de crise econômica, garantindo assim a segurança alimentar da população. É importante ressaltar que a estabilização de preços pode ajudar a proteger os produtores locais, mas também pode envolver desafios para a indústria alimentar e de distribuição, que precisam ser gerenciados cuidadosamente para evitar impactos negativos nos consumidores.

LISTA:

  • Peixes (cavala, faneca, bacalhau, salmão e pescada)
  • Feijão frade
  • Grão de bico
  • Vários legumes (brócolos e curgetes)
  • Carne de peru
  • Carne de vaca
  • Carne de porco
  • Ovos de galinhas
  • Fruta (inclui maçã, banana, laranja, pera e tangerina)
  • Óleos vegetais
  • Azeite
  • Margarinas
  • Batata
  • Massa
  • Arroz
  • Cenouras
  • Cebolas
  • Tomate
  • Leite de vaca
  • Frango
  • Pão
  • Iogurte
  • Queijo
PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Gasolina sobe e gasóleo desce ligeiramente a partir desta segunda-feira

Publicado

em

A semana arranca com nova mexida nos preços dos combustíveis. A partir de amanhã, segunda-feira, preço da gasolina vai subir e o do gasóleo deve sofrer uma ligeira descida.

A gasolina vai aumentar perto de 2 cêntimos por litro. O gasóleo deve registar uma descida de meio cêntimo.
Assim, os preços mais baixos deverão ser de 1 euro e 47 cêntimos por litro de gasóleo simples. E 1 euro e 67 cêntimos pela gasolina simples 95.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

Miguel Oliveira desiste após ser abalroado por Marc Márquez

Publicado

em

O piloto português Miguel Oliveira desistiu do Grande Prémio de Portugal, logo no início da terceira volta, depois de ter sido abalroado por Marc Márquez, quando seguia na segunda posição.

Miguel Oliveira foi transportado ao centro médico do Autódromo Internacional do Algarve para ser observado.

O português tinha partido da quarta posição e teve um arranque fenomenal, mas à rvolta , o espanhol Marc Màrquez arriscou a ultrapassagem a Jorge Martín, deu um toque no compatriota e acabou por acertar em cheio na moto do português.

Foto: MotoGP

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

Português Ricardo Batista conquista medalha de bronze na Taça do Mundo de triatlo

Publicado

em

 O português Ricardo Batista conquistou hoje a medalha de bronze na segunda etapa da Taça do Mundo de triatlo, em New Plymouth, na Nova Zelândia, terminando a 36 segundos do vencedor, o neozelandês Hayden Wilde.

Batista concluiu a segunda de seis etapas do World Triathlon Championship Series em 56.32 minutos, o mesmo tempo registado pelo segundo colocado, o também neozelandês Tayler Reid, enquanto o vencedor registou 55.57.

O triatleta luso, que tinha sido 33.º na primeira etapa, em Abu Dhabi, em 03 de março, cumpriu os 750 metros da prova de natação em 09.01 minutos, antes de cronometrar 31.27 nos 20 quilómetros de ciclismo e 15.03 nos cinco quilómetros de corrida.

“Acho que foi uma prova bem conseguida. Saí em segundo da água, sentindo-me bastante bem, controlei o segmento de natação. Geri bem o segmento do ciclismo e, quando começámos a correr, o atleta neozelandês fugiu logo. Conseguir ir para casa com um terceiro lugar, é muito bom nesta fase, já que angario pontos significativos para a qualificação olímpica”, disse, em declarações à assessoria de imprensa da Federação de Triatlo de Portugal.

Na prova feminina, a portuguesa Maria Tomé acabou na sexta posição, em 01:03.35 horas, sendo que o triunfo foi alcançado também por uma neozelandesa Nicole van der Kaay (01:02.57), à frente da compatriota Ainsley Thorpe (01:03.06), segunda, e da norueguesa Solveig Lovseth (01:03.14), terceira.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Mudança para horário de verão chega este fim de semana

Publicado

em

Os relógios voltam a adicionar uma hora, com a chegada do horário de Verão, já na noite de sábado para domingo.

Assim, na madrugada de 25 para 26 de março, ou seja vai adicionar-se uma hora aos contadores.

O tempo de luz diurna aparentará assim ser mais longo, com a chegada do anoitecer mais tardio.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Presidente da a Associação Empresarial do Minho nomeado Cônsul Honorário do Kosovo no Minho

Publicado

em

O Presidente da Associação Empresarial do Minho (AEMinho), Ricardo Costa, foi agraciado com a nomeação de Cônsul Honorário do Kosovo no Minho em Braga. A designação foi concedida pela Ministra dos Negócios Estrangeiros e da Diáspora, Donika Gervalla-Schwarz, representada ontem pela Vice-Ministra Liza Gashi e pelo Embaixador Ylber Kryeziu.

Ricardo Costa declarou: “Assumo esta função com orgulho e responsabilidade por parte do Governo do Kosovo. Fiquei honrado por este reconhecimento público. O Kosovo é o país mais jovem da Europa e o terceiro mais jovem do mundo, celebrando este ano o seu 15.º aniversário. Portugal esteve do lado certo da História desde o início, reconhecendo a sua independência em 2008 e já manifestou o seu apoio ao pedido de adesão à União Europeia”.

Aproveitando a oportunidade para realçar o seu objetivo de dinamizar as relações económicas e culturais entre a região do Minho e o Kosovo, o Presidente da AEMinho acrescentou: “Como referiu o Embaixador do Kosovo em Portugal, Braga é uma cidade muito importante para o Kosovo. Um dos meus principais objetivos será dinamizar e estabelecer pontes que promovam as relações económicas e culturais entre a nossa região e o Kosovo. A educação será também uma parte fundamental desta cooperação, tendo em conta a população tão jovem do Kosovo, onde grande parte da população tem menos de 30 anos”.

Mais uma vez, o papel ativo e interventivo da AEMinho na região foi reconhecido, trazendo novas oportunidades para os empresários do Minho explorarem negócios numa perspetiva internacional.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Maquinistas da CP em greve durante todo o mês de abril

Publicado

em

O Sindicato Nacional dos Maquinistas dos Caminhos de Ferro Portugueses (SMAQ) anunciou hoje uma nova greve na CP, durante todo o mês de abril, face à “atitude autista e de desconsideração” de que acusa a empresa.

“Não tendo nem a tutela nem a CP neste interregno, numa atitude autista e de desconsideração pelos trabalhadores e pelas dificuldades que estes e as suas famílias atravessam nestes tempos de inflação galopante, efetuado qualquer diligência para a resolução do conflito laboral em curso, não resta aos maquinistas outro caminho se não continuar a luta”, sustenta o sindicato em comunicado.

Segundo o SMAQ, “mesmo questões que carecem de resolução urgente e que dependem exclusivamente da CP não são resolvidas”.

Assim, de 01 a 30 de abril, os trabalhadores com as categorias maquinista ou maquinista técnico estarão em greve à prestação de trabalho a todos os períodos normais de trabalho diários com duração prevista superior a 07:30 ou que impliquem entradas e/ou saídas na sede entre as 00:30 e as 06:00.

Por sua vez, de 17 a 21 de abril, os trabalhadores com as categorias de inspetor de tração ou inspetor chefe de tração estarão em greve a todos os períodos normais de trabalho que tenham a duração prevista superior a seis horas.

Ainda nos termos do comunicado hoje divulgado, durante todo o mês de abril, todos os trabalhadores das categorias representadas pelo SMAQ estarão em greve a todo o período de serviço, sempre que lhes seja atribuído um período normal de trabalho diário cujo horário não conste nas escalas em vigor à data do início da greve.

Em abril, os maquinistas e maquinistas técnicos farão também greve em “todos os períodos de serviço cujo teor viole o acordo de empresa CP/SMAQ 2022” e todos os trabalhadores das categorias representadas pelo SMAQ paralisarão “sempre que o seu período de serviço preveja um repouso fora da sede e desde que o tempo decorrido entre o início do PNTD na sede e o fim do PNTD após o repouso fora da sede exceda as 30 horas”.

Finalmente, entre os dias 16 e 22 de abril, os trabalhadores das categorias representadas pelo SMAQ estarão em greve “a todo o trabalho suplementar, incluindo ao trabalho em dia de descanso semanal”.

Entre as reivindicações dos trabalhadores estão “aumentos salariais efetivos” e a “valorização da carreira da tração” e a melhoria das condições de trabalho nas cabines de condução e instalações sociais e das condições de segurança nas linhas e parques de resguardo do material motor.

Ainda reclamada é uma “humanização das escalas de serviço, horas de refeição enquadradas e redução dos repousos fora da sede”, um “efetivo protocolo de acompanhamento psicológico aos maquinistas em caso de colhida de pessoas na via e acidentes” e o “reconhecimento e valorização das exigências profissionais e de formação dos maquinistas pelo novo quadro legislativo”.

Em fevereiro e março, as greves convocadas por vários sindicatos da CP levaram à supressão de centenas de comboios por dia.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Trabalho: 46 empresas portuguesas iniciam segunda fase de testes para semana de 4 dias de trabalho 

Publicado

em

A segunda fase do programa para implementação da semana de quatro dias de trabalho mantém 46 empresas de um total de 99 interessadas, foi hoje anunciado na apresentação do balanço da primeira fase do projeto-piloto.

Entre as principais razões para as empresas não avançarem para a fase de preparação encontram-se o panorama económico mundial, a necessidade de investimento financeiro, a complexidade da sua implementação, enquanto outros registaram que “não é a melhor solução para os problemas” e que os benefícios da medida “não serão grandes” no contexto de empresa.

A maioria das 46 que continuaram no projeto, que conta com o apoio do Governo, contam com até 10 trabalhadores, enquanto cinco empregam mais de 1.000 pessoas.

As principais áreas representadas na segunda fase do projeto são atividades de consultoria, científicas, técnicas e similares, com quase 40%, seguindo-se educação e atividades de informação e de comunicação – com cerca de 15%, cada.

Em termos de distribuição geográfica, Lisboa (11), Porto (8), Coimbra (5) e Braga (4) contam o maior número de empresas aderentes, enquanto o distrito de Setúbal e a Região Autónoma dos Açores perderam a representação face às interessadas na primeira fase.

Na segunda fase do projeto-piloto, estas empresas vão ter de destacar uma equipa para, em três meses, prepararem a terceira fase – a fase de teste. Esta preparação inclui a definição da nova semana de trabalho, a definição e medição do sucesso, a análise de cenários e a estratégia de comunicação.

Entre as maiores preocupações para estas 46 empresas estão a possibilidade da redução da produtividade, a perceção do cliente, a carga horária e sobrecarga, os custos associados, o formato da semana de trabalho ou as métricas de sucesso.

O projeto-piloto conta ainda com oito empresas associadas, que começaram a implementar a semana de quatro dias entre 2021 e este ano, não contando para os resultados do projeto.

O relatório do balanço, da autoria dos investigadores Pedro Gomes, professor de Economia em Birkbeck, Universidade de Londres, e Rita Fontinha, Professora Associada de Gestão Estratégica de Recursos Humanos na Henley Business School da Universidade de Reading, divide em dois segmentos as estratégias para a redução horária semanal: para 32 horas e para 34 ou 36 horas.

No caso da redução das horas semanais para 32, há cinco soluções identificadas: o fecho ao quinto dia – em que a empresa encerra as suas operações por um dia adicional por semana –, o formato alternado – em que os funcionários tiram dias de folga alternados –, o condicional – associado à monitorização contínua de certos indicadores –, o anualizado – calculado em média anual de 32 horas por semana, que poderia ser utilizado em restaurantes ou áreas de atividade com picos de trabalho sazonais – ou o descentralizado – que iria depender da forma de trabalho de cada departamento.

Já nas semanas de trabalho com 34 ou 36 horas, estas poderiam representar ou não um aumento da jornada de trabalho, podendo haver incrementos de 30 minutos ou uma hora por dia, ou então a intercalação entre semanas de quatro ou cinco dias de trabalho.

As 46 empresas totalizam cerca de 20.000 trabalhadores, mas, por enquanto, estima-se que no projeto-piloto entrem “entre 1.900 a 2.000” funcionários, disse Pedro Gomes à Lusa.

A apresentação, que decorreu em Lisboa, contou com a presença do secretário de Estado do Trabalho, Miguel Fontes, bem como com uma mesa-redonda com representantes de algumas das empresas associadas ao projeto.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Governo anuncia aumento salarial de 1% para os funcionários públicos

Publicado

em

Os funcionários públicos vão ter um novo aumento salarial de 1% este ano e uma subida no subsídio de alimentação, anunciou hoje o ministro das Finanças, Fernando Medina.

O anúncio foi feito no salão nobre do Ministério das Finanças, em Lisboa, numa conferência de imprensa para apresentar as novas medidas do Governo para mitigar o aumento do custo de vida, onde estão também as ministras da Presidência, Mariana Vieira da Silva, e do Trabalho, Ana Mendes Godinho.

Em janeiro deste ano, a base remuneratória da administração pública aumentou de 705 euros para 761,58 euros (cerca de 8%), enquanto os trabalhadores que ganham até cerca de 2.600 euros brutos receberam um aumento de 52,11 euros e, a partir desse valor, foi aplicada uma atualização de 2%, o que resultou num aumento médio de 3,6%, de acordo com o Governo.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Elemento dos escuteiros afastado após menção no relatório de abusos da Igreja

Publicado

em

 Um elemento dos escuteiros foi afastado preventivamente pelo Corpo Nacional de Escutas (CNE) depois de ter sido identificado no relatório da Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais de Crianças na Igreja Católica, adianta hoje o organismo.

Em comunicado, o CNE revelou que o documento elaborado pela entidade coordenada pelo pedopsiquiatra Pedro Strecht inclui sete casos de alegados abusos sexuais associados aos escuteiros que ainda não eram do seu conhecimento, além de outras 19 situações que já existiam nos arquivos da instituição.

Sublinhando a colaboração com a Comissão Independente (CI) e a reunião realizada na última semana com membros da CI e do Grupo de Investigação Histórica – que aprofundou esse trabalho junto dos arquivos da Igreja -, o CNE esclareceu que, entre os sete casos reportados, um alegado agressor já morreu e outro já figurava nos registos de casos de abuso.

“Dos restantes cinco casos, dois parecem partilhar um alegado agressor comum que já não se encontra no ativo e um outro em que, fruto da colaboração direta de uma vítima que entrou em contacto com o CNE, foi decidido suspender preventivamente o alegado agressor; em ambas as situações está atualmente a decorrer o processo interno de averiguação, para decisão em sede de processo disciplinar e outras medidas consideradas pertinentes”, referiu.

Quanto aos outros dois casos, um terá acontecido em 1961 e o outro em 1978, nas dioceses de Lisboa e do Porto, mas, sustentou o CNE, “os dados obtidos não permitem, para já, identificar inequivocamente os alegados agressores”.

“Em ambos os casos, embora os alegados agressores sejam padres com ligações ao escutismo, a informação obtida indicia que os abusos sexuais não ocorreram em contexto de atividade escutista, informação que acreditamos já constar nas listas entregues pela Comissão Independente a cada diocese”, pode ler-se na nota divulgada.

O CNE assegurou ainda que dá prioridade ao cuidado “pelas vítimas do passado ou do presente” e que mantém a estrutura de apoio “Escutismo: Movimento Seguro”, através de um canal de denúncia disponível em https://ems.escutismo.pt, “não deixando de agir com diligência com os possíveis agressores”.

“Tudo queremos fazer para que o escutismo seja um lugar seguro, que cuida, acolhe e acompanha cada um dos seus membros, a começar pelos pequeninos”, acrescentou o CNE.

A Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais de Crianças na Igreja Católica validou 512 testemunhos, apontando, por extrapolação, para pelo menos 4.815 vítimas. Vinte e cinco casos foram enviados ao Ministério Público, que abriu 15 inquéritos, dos quais nove foram arquivados.

A comissão entregou à Conferência Episcopal Portuguesa uma lista de alegados abusadores, alguns no ativo, tendo esta remetido para as dioceses a decisão de afastamento de padres suspeitos de abusos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

pub

Artigos Recentes

Famalicãohá 42 minutos

Famalicão marcou presença na Assembleia Geral da Associação Internacional das Cidades Educadoras em Sevilha

O concelho de Vila Nova de Famalicão, enquanto membro da Comissão Coordenadora da Rede das Cidades Educadoras Portuguesas, participou na...

Desportohá 44 minutos

Famalicão: Encontros de Educação abordam igualdade de género no CESPU

A próxima reflexão dos Encontros de Educação, intitulada “Conferências em Educação: Cidade Equitativa – Igualdade ou Equidade de género”, terá...

Famalicãohá 53 minutos

Famalicão: CIOR reforça ligação entre alunos e empresas

Esta manhã de segunda-feira teve lugar, no auditório da Escola Profissional CIOR em V.N. de Famalicão, uma atividade inserida na...

Desportohá 2 horas

Atletas da equipa de boccia da ACIP representam Famalicão na final do campeonato nacional

Os atletas da equipa de boccia da ACIP vão representar as cores locais na fase final do campeonato nacional, que...

Famalicãohá 3 horas

“Caminhada Solidária pelo Martim” juntou 400 participantes e angariou mais de 3 mil euros para os tratamentos da criança

Cerca de 400 pessoas estiveram reunidas, este domingo na “Caminhada Solidária pelo Martim”, onde coseguiram angariar mais de 3 mil...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: Fundação Cupertino de Miranda expões fotografias da “casa vida e obra” de Mário Cesariny

 A Fundação Cupertino de Miranda, em Vila Nova de Famalicão, vai expor cerca de 200 fotografias que retratam a “casa,...

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: Padre de Ribeirão celebrou 50 anos ao serviço da Igreja

O Monsenhor Manuel Joaquim Fernandes, pároco de Ribeirão celebrou, este fim de semana, 50 anos ao serviço da Igreja, numa...

Desportohá 4 horas

Basquetebol: FAC vence BC Gaia por 78-84

A equipa de basquetebol do Famalicense Atlético Clube venceu, este sábado, por 78-84 o BC Gaia, num jogo a contar...

Famalicãohá 5 horas

Famalicão: Junta de Vermoim promove visitas guiadas aos pontos arqueológicos da freguesia

A Junta de Freguesia de Vermoim realiza visitas guiadas às suas “Pedras com História”, pontos da freguesia com elevado valor...

Desportohá 5 horas

Famalicão: Amigos do Cavalo realizam passeio solidário em Avidos

A Associação Amigos do Cavalo, Feiras de Famalicão realiza, no dia 16 de abril um Passeio a Cavalo, na freguesia...

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES