Siga-nos nas redes

Economia

Gasóleo aumenta 3,5 cêntimos: Gasolina sobe 3 cêntimos. Já na próxima segunda-feira

Publicado

em

O preço dos combustíveis volta a aumentar na próxima segunda-feira, com o gasóleo a aumentar 3,5 cêntimos e a gasolina a registar uma subida de 3 cêntimos.

Antes de qualquer uma destas alterações, o médio do preço do gasóleo em Portugal situa-se nos 1,759 euros, enquanto que o da gasolina está fixado nos 2,029 euros.

Ambas matérias já sofreram mais de 15 aumentos desde o início de 2022.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Economia

Empresas de Mário Ferreira alvo de buscas por indícios de fraude fiscal. Grupo manifesta “tranquilidade e total disponibilidade”

Publicado

em

Várias empresas do empresário, e dono da TVI, Mário Ferreira estão a ser alvo de buscas por parte da Autoridade Tributária e o Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), entre elas a Douro Azul, de acordo com o Expresso.

Na origem destas buscas estão indícios de fraude fiscal qualificada no negócio da compra do navio Atlântida ao Estado português, por cerca de 8 milhões de euros “e que depois vendeu a si próprio por mais de 17 milhões”, de acordo com a mesma fonte.

Também realcionadas as estas buscas estão denúncias avançadas pela ex-eurodeputada Ana Gomes que levantou questões sobre a constituição de duas empresas em Malta para o negócio do navio Atlântida.

Mário Ferreira, por seu lado, recorreu às redes sociais, onde afirmou que “o meu “amigo” Paulo Fernandes em Maio de de 2020 prometeu-me que me “destruía a vida” caso eu avançasse com a compra da Media Capital, hoje o seu “Correio da Manhã” uma vez mais lança um ataque feroz, eles sabem que não estou acusado de nada, não sou arguido em nenhum processo. A união de Ana Gomes a enviar cartas com falsas acusações e o CM em parceria a aproveitar para fazer notícias, parece para eles um modelo virtuoso para vender jornais… Ao meu “amigo” Paulo irei sempre responder com obra feita e nunca lhe farei a ele aquilo que não gosto que me estejam a fazer a mim, são estilos.”

Em comunicado, o grupo empresarial “confirma a realização de buscas às suas instalações no Porto pela Autoridade Tributária e Aduaneira e pelo DCIAP [Departamento Central de Investigação e Ação Penal], no âmbito das dinâmicas de denúncia da Dra. Ana Gomes sobre a aquisição do navio Atlântida e a concretização de uma solução para os Estaleiros Navais de Viana do Castelo”.

“Depois de meses de reiteradas suspeitas, denúncias e afins nos media e nas redes sociais da Dra. Ana Gomes (…), na sequência da compra do Grupo Media Capital, há finalmente uma oportunidade para o esclarecimento total das autoridades, com pleno acesso à documentação existente e a uma auditoria interna realizada aos processos em causa”, lê-se no comunicado.

A nota salienta que, “depois das campanhas negras”, o Grupo Mystic Invest/Douro Azul está “totalmente disponível para esclarecer tudo” junto das autoridades.

“A auditoria realizada no quadro do rigor e exigência que norteiam as atividades das empresas do grupo comprometidas com o desenvolvimento regional e nacional, com a criação de emprego e com a valorização de ativos, certamente contribuirá para o cabal esclarecimento da campanha negra que alguns insistem em promover em relação a quem gera riqueza e desenvolvimento para o país”, sublinha o grupo empresarial.

Nesse sentido, “o Grupo Mystic Invest/Douro Azul reafirma a sua tranquilidade e total disponibilidade para esclarecer as autoridades”, uma vez que “agora que a perseguição mediática deu lugar à oportunidade de disponibilizar a documentação e o esclarecimento total da situação”.

O Grupo Mystic Invest/Douro Azul termina o comunicado dizendo que “manterá o seu foco na criação de emprego, no relançamento da economia nacional e na afirmação de Portugal”.

O Ministério Público e a Autoridade Tributária realizaram hoje buscas no Porto, Funchal e ainda em Malta numa investigação sobre a venda de um ferry (navio Atlântida) a uma sociedade com sede em Malta.

Fonte judicial confirmou que uma das empresas alvo de buscas é Douro Azul, do empresário Mário Ferreira, e que em causa está o negócio de compra em 2014 do navio Atlântida aos estaleiros navais de Viana do Castelo e a sua posterior venda no ano seguinte a uma empresa com sede em Malta.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Deco diz que preço da pescada subiu 46%, óleo 38% e frango 31% desde o início da guerra. Conheça aqui a lista completa

Publicado

em

A Deco revelou que o preço dos produtos essenciais aumentou em cerca de 20 euros desde o início da guerra na Ucrânia.

Pescada fresca, salmão, óleo de cozinha, frango e bolachas Maria foram os cinco produtos que mais aumentaram desde então, com aumentos de mais de 26%, de acordo com as contas efetuadas pela Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco).

A invasão russa da Ucrânia acelerou ainda mais o aumento dos preços da energia e dos transportes, agravando a escalada dos preços da matéria-prima. Esta tendência já se reflete na taxa de inflação em Portugal, que em Junho atingiu 8,7%, o valor mais alto desde 1992, e também se reflete a nível europeu, com os preços a acelerarem 8,6% na zona Euro no mês passado, o valor mais alto em duas décadas.

Entre os produtos que registaram o maior aumento de preços desde o início da guerra a Deco destaca a “pescada fresca (+ 46%), salmão (+ 40%), óleo de cozinha 100% vegetal (+ 38%), frango inteiro (+ 31%), wafer Maria (+ 26%), farinha de bolo (+ 23%), bife de peru (+ 21%), café torrado moído (+ 21%), arroz carolino (+ 21%) e costeletas de porco (+ 20%).

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Embalagens de plástico para refeições passam a estar sujeitas a taxa de 30 cêntimos

Publicado

em

As embalagens de plástico de uso único para refeições prontas a consumir estão a partir de hoje sujeitas a uma taxa de 30 cêntimos, uma medida que tinha sido anunciada para janeiro e adiada devido à pandemia de covid-19.

Segundo a lei, a taxa aplica-se a partir de hoje a embalagens de utilização única de plástico ou multimaterial com plástico, e aplica-se a partir de 01 de janeiro de 2023 nas embalagens de alumínio ou multimaterial com alumínio.

Em causa estão nomeadamente as embalagens para ‘takeaway’ e as das entregas a domicílio.

A medida destina-se a fomentar a introdução de sistemas de embalagens reutilizáveis na restauração e promover a redução de embalagens de utilização única.

“O fornecimento de refeições em regime de pronto a comer e levar ou com entrega ao domicílio revela uma clara tendência de crescimento tendo como resultado direto o aumento do consumo de embalagens de utilização única, o que torna ainda mais premente a introdução de medidas que permitam dissociar este crescimento do consumo de recursos e da produção de resíduos”, diz a portaria que regulamenta a mudança que hoje entra em vigor.

O documento lembra que os estabelecimentos que forneçam refeições prontas a consumir em regime de pronto a comer e levar já são obrigados a aceitar que os seus clientes utilizem os seus próprios recipientes, pelo que há uma alternativa ao pagamento da contribuição.

As receitas da taxa serão dirigidas em metade para o Estado e 40% para o Fundo Ambiental, pode ler-se também na portaria.

O Governo já tinha proibido a partir de novembro do ano passado a colocação no mercado de outros produto de plástico de uso único, como a palhinhas ou cotonetes, talheres e pratos, varas para balões ou copos, transpondo parcialmente uma diretiva europeia.

Na norma que entra hoje em vigor há algumas exceções, uma delas para as embalagens que acondicionem refeições prontas a consumir que não são embaladas no estabelecimento de venda ao consumidor final, “uma vez que o estabelecimento não controla nestes casos o embalamento do produto, não permitindo assim que o consumidor tenha uma alternativa”, justifica-se.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Gasóleo fica mais barato 8 cêntimos e gasolina desce 3 cêntimos esta segunda-feira

Publicado

em

O preço do gasóleo e gasolina deverá registar um decréscimo na próxima segunda-feira, de acordo com as previsões de fontes ligadas ao setor petrolífero.

Desta forma, os condutores deverão encontrar o gasóleo até 8 cêntimos mais barato e a gasolina a menos 3 cêntimos.

(em atualização)

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Governo: Desconto no imposto sobre combustíveis vai manter-se até agosto

Publicado

em

O Governo anunciou esta sexta-feira que o desconto no Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP) equivalente a uma descida da taxa do IVA dos 23% para os 13% vai manter-se nos meses de julho e agosto.

Em comunicado, o Ministério das Finanças refere que o Governo renovou as medidas de mitigação do aumento do preço dos combustíveis para os meses de julho e agosto, através de uma redução nos impostos e aprovou novas medidas para os setores mais afetados.

“Quanto à compensação por via de redução de ISP da receita adicional de IVA decorrente de subidas de preços dos combustíveis, o valor ficará estabilizado nos próximos dois meses, terminando as atualizações semanais deste imposto”, é referido na nota.

Complementarmente, adianta o Ministério na nota, a atualização da taxa de carbono vai manter-se suspensa por mais dois meses.

O Governo sublinha que a diminuição da carga fiscal será de 28,2 cêntimos por litro de gasóleo e 32,1 cêntimos por litro de gasolina, adiantando que este desconto será reavaliado em agosto”.

Na nota é também referido que foram igualmente aprovadas novas medidas direcionadas a setores específicos de atividade.

“Para o setor dos transportes de mercadorias é criado o mecanismo de Gasóleo Profissional Extraordinário (GPE), através do qual serão reembolsados 17 cêntimos por litro), até um máximo de 8.500 litros consumidos no conjunto dos meses de julho e agosto”, refere o Governo, acrescentando que vai manter-se ainda a redução de 50% no Imposto Único de Circulação (IUC) para veículos da categoria D.

No que diz respeito ao setor dos transportes de passageiros, o Ministério das Finanças adianta que foram aprovados apoios financeiros para os autocarros e táxis, em moldes semelhantes aos concedidos em novembro de 2021 e março de 2022.

“Para ambos os setores (mercadorias e passageiros) mantém-se a prorrogação por cinco anos da majoração de 120% no IRC dos custos com combustíveis (para os que não beneficiam do gasóleo profissional), e a flexibilização do pagamento das obrigações fiscais (IVA e retenções na fonte de IRS e IRC)”, segundo a nota.

O comunicado dá ainda conta de um aumento do desconto no ISP para o setor agrícola, que passa de 3,4 cêntimos por litro de gasóleo agrícola, para 6 cêntimos por litro, também por um período de dois meses.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Combustíveis: Governo aprova apoio de 17 cêntimos para pesados de mercadorias

Publicado

em

O Governo aprovou nesta quinta-feira um apoio extraordinário ao gasóleo profissional para os transportes pesados de mercadorias de 17 cêntimos por litro, durante dois meses, num custo total de 18,5 milhões de euros.

Em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros de hoje, a ministra da Presidência, Marina Vieira da Silva, anunciou que “foi aprovado um decreto-lei que estabelece um mecanismo temporário de apoio ao gasóleo profissional extraordinário dirigido aos transportes pesados de mercadorias”.

De acordo com a governante, este “é um apoio financeiro que tem a duração de dois meses e que visa substituir o atual regime do gasóleo profissional”, consistindo “num apoio de 17 cêntimos por litro” e com “um custo previsto de 18,5 milhões de euros”. Não foram revelados mais detalhes sobre a aplicação deste apoio.

Em março, o Ministério das Infraestruturas tinha dito que o Governo estava a estudar a criação de um regime transitório de reembolso do gasóleo profissional diretamente nas gasolineiras como forma de mitigar o impacto do aumento do preço dos combustíveis.

“Esta medida requer o acordo e um esforço de adaptação dos operadores, com quem o Governo irá trabalhar”, referiu então o Ministério das Infraestruturas e da Habitação, num comunicado em que foram anunciados reforços de medidas de apoio ao setor dos transportes de mercadorias.

O reembolso direto do gasóleo profissional nas gasolineiras tem sido reivindicado pelas empresas dos transportes de mercadorias, depois de, no final do ano passado, o Governo ter aumentado de 35 mil para 40 mil o limite anual de litros elegíveis para a devolução integral do ISP no gasóleo profissional.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Famalicão: Trabalhadores do Têxtil exigem aumentos salariais

Publicado

em

Dirigentes sindicais e trabalhadores do setor Têxtil manifestaram-se esta terça-feira em Famalicão por melhores condições de trabalho e aumentos salariais.

A ação foi convocada pela FESETE e contou com a presença da secretária geral da CGTP, Isabel Camarinha.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Crise: Dois terços dos portugueses forçados a cortar nos alimentos. 58% já não usa o carro ao fim de semana

Publicado

em

Cerca de dois terços dos portugueses foram forçados a cortar nos alimentos devido ao aumento dos preços. Esta é a conclusão de um inquérito da Aximage para o Jornal de Notícias, TSF e Diário de Notícias, que revela que 34% dos inquiridos admitiram ter reduzido o consumo de alguns produtos, enquanto que um quarto chegou mesmo a reduzir a compra de alguns produtos.

O aumento dos preços dos combustíveis também mudou as rotinas dos portugueses: 58% deixaram de utilizar o carro no fim-de-semana, 23% começaram a andar mais a pé, e 13% utilizam agora os transportes públicos.

Quanto aos rendimentos, 47% dos inquiridos dizem ter sofrido uma queda nos rendimentos nos últimos 12 meses, enquanto 57% dizem ter adiado uma despesa ou compra de “valor significativo”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Gasóleo desce 3 cêntimos e gasolina diminui 2,5 cêntimos já na próxima segunda-feira

Publicado

em

Depois de algumas semanas em subida, o preço dos combustíveis deverá registar uma descida, já na próxima segunda-feira.

Desta forma, os condutores irão encontrar o preço do gasóleo mais barato 3 cêntimos e a gasolina a menos 2,5 cêntimos, de acordo com a imprensa nacional.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Gasóleo volta a aumentar 4 cêntimos na próxima segunda-feira. Gasolina desce 2 cêntimos

Publicado

em

O gasóleo deverá aumentar 4 cêntimos, enquanto que a gasolina deverá descer 2 cêntimos a partir da próxima segunda-feira, avança a Renascença.

Apesar de esta se revelar uma subida para o gasóleo menos acentuada do que esta semana, os preços de ambas matérias deverá continuar alguns cêntimos acima dos dois euros por litro na generalidade dos postos nacionais.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Artigos Recentes

Desportohá 23 minutos

Famalicão: Pavilhão Municipal recebe finais das taças de futsal

A Associação de Futebol de Salão Amador de Famalicão prepara a reta final desta época desportiva, estando já decididos os...

Paíshá 55 minutos

300 cavalos garranos vão ajudar a prevenir incêndios na Serra da Cabreira

Perto de 300 cavalos garranos vão ajudar a prevenir incêndios na serra da Cabreira, concelho de Vieira do Minho, distrito...

Famalicãohá 1 hora

Famalicão: PAN questiona Câmara Municipal sobre centrais fotovoltaicas no concelho

A Comissão Política da Concelhia do Partido Pessoas Animais e Natureza (PAN) solicitou esclarecimentos à Câmara Municipal de Famalicão no...

Famalicãohá 2 horas

Famalicão: Casa e aqueduto em Castelões classificados como monumentos de interesse público

 A Casa da Quinta de Santiago e o respetivo aqueduto, na freguesia de Castelões, concelho de Vila Nova de Famalicão,...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão sob “Aviso Amarelo” devido ao calor esta quinta-feira. São esperados 35.º graus

Famalicão está, esta quinta-feira, sob Aviso Amarelo, devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima, de acordo com o...

Famalicãohá 3 horas

Brisa compra Centro de Inspeções de Famalicão por preço não divulgado

A empresa de inspeção técnica de automóveis Controlauto, do grupo Brisa, anunciou hoje ter chegado a acordo para a aquisição...

Famalicãohá 5 horas

Roteiro Associativo.

Esta semana em destaque, a Marcha da Lagoa. Vencedora das Marchas Antoninas 2022.

Bragahá 17 horas

Homem encontrado morto no Rio Cávado entre Braga e Vila Verde

Um homem foi hoje encontrado morto no rio Cávado, numa zona entre Braga e Vila Verde, desconhecendo-se ainda as circunstâncias...

Bragahá 18 horas

Imobiliária investe 25 milhões em fábrica de casas sustentáveis em Esposende e cria 50 postos de trabalho

O promotor imobiliário Vanguard Properties investiu 25 milhões de euros numa fábrica de casas sustentáveis em Esposende, que vai criar,...

Paíshá 20 horas

Verão: Portugal sob temperaturas máximas elevadas nos próximos dias

Todos os distritos de Portugal continental, exceto Faro, vão estar quinta e sexta-feira sob aviso amarelo devido ao tempo quente,...

pub

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES