Siga-nos nas redes

País

Manifesto contra portagens reuniu mais de três mil assinaturas num mês

Publicado

em

O manifesto “Juntos Reclamamos a Reposição das SCUT no Interior” recolheu 3.124 assinaturas apenas no mês de setembro, informou hoje a entidade que lançou este documento contra a cobrança de portagens nas autoestradas 23, 24 e 25.

A informação foi divulgada durante o Fórum de Participação Cívica, realizado na Covilhã, distrito de Castelo Branco, com organização da Plataforma P’la Reposição das SCUT [vias sem custo para o utilizador] na A23 e A25, a mesma entidade que lançou o manifesto.

Na sessão de hoje, os presentes voltaram a manifestar a “indignação” pela cobrança de portagens naquelas vias e aprovaram, por unanimidade, uma deliberação que volta a exigir a suspensão imediata dos pagamentos e a abolição das portagens, inscrita já no Orçamento do Estado para 2023.

O documento, que será apresentado na terça-feira numa reunião no Ministério das Infraestruturas, indica que foi feita uma nova avaliação dos impactos das portagens nas antigas SCUT, constatando-se que a reivindicação para o fim dos pagamentos ganhou “razões acrescidas” em resultado da pandemia de covid-19, do aumento da inflação e do impacto dos incêndios.

Tudo isto somado com as portagens “torna incomportáveis as deslocações do interior para o litoral, e vice-versa, debilitando ainda mais a economia do interior e agravando os indicadores demográficos de envelhecimento da população e despovoamento”, lê-se na resolução hoje aprovada.

O documento também refere o que será feito caso a reunião de terça-feira se revele inclusiva, mandatando, desde já, a Plataforma para convocar as ações que se venham a mostrar necessárias, designadamente a realização de marchas lentas/buzinões na Covilhã, Fundão, Castelo Branco e Guarda, ainda no mês de outubro.

Em cima da mesa está também a realização, no início de novembro, de uma marcha lenta, com saída de várias localidades diferentes e um ponto de chegada comum.

Além dos membros e entidades que fazem parte desta plataforma, este fórum contou com a presença de empresários, políticos de diferentes partidos e autarcas, sendo que todos manifestaram a sua oposição às portagens.

“Estamos perante uma dupla tributação. Passámos a pagar mais de portagens do que de IRC [Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas]. As portagens são mais um imposto que temos de suportar”, testemunhou António Ezequiel, empresário do ramo agroalimentar da Covilhã.

O presidente da Associação Comercial e Industrial do Concelho do Fundão, Carlos São Martinho, também classificou as portagens como um “imposto” e um “calvário”.

Além dos efeitos negativos na economia, o abandono do território e os impactos sociais foram outros dos pontos que Rui Ventura, presidente da Câmara de Pinhel (distrito da Guarda), fez questão de apontar à decisão de introduzir portagens nestas vias.

Relatando aquilo que vê como autarca, lembrou os filhos da terra que vão para outros territórios e que, em virtude das portagens, deixaram de poder regressar todos os fins de semana, contribuindo não só para o abandono do território como para o isolamento dos familiares que permanecem nas regiões afetadas.

Igualmente presente, o vice-presidente da Câmara da Covilhã, José Armando Serra dos Reis, lembrou que aquela autarquia tem estado sempre “solidária” com todas as ações que têm vindo a ser desenvolvidas, posição que mantém até à abolição total das portagens, que espera que se verifique “num curto espaço de tempo”.

A Plataforma P’la Reposição das SCUT nas autoestradas A23 e A25 integra sete entidades dos distritos de Castelo Branco e da Guarda, nomeadamente a Associação Empresarial da Beira Baixa, a União de Sindicatos de Castelo Branco, a Comissão de Utentes Contra as Portagens na A23, o Movimento de Empresários pela Subsistência pelo Interior, a Associação Empresarial da Região da Guarda, a Comissão de Utentes da A25 e a União de Sindicatos da Guarda.

Além destas, há várias outras entidades que estão presentes no Conselho Geral, que é um órgão consultivo.

A A23, também identificada por Autoestrada da Beira Interior, liga Guarda a Torres Novas (A1).

A A25 (Autoestrada Beiras Litoral e Alta) assegura a ligação entre Aveiro e a fronteira de Vilar Formoso.

A A24 (Autoestrada do Interior Norte) liga Viseu a Chaves, seguindo até à fronteira com Espanha.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Desporto

Piloto português de 11 anos vence finais mundiais de karting

Publicado

em

O piloto português Martim Marques, de 11 anos, venceu hoje as finais mundiais Rotax, em karting, que este fim de semana se disputaram no Kartódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

Martim Marques, que este ano também se sagrou campeão de Portugal de karting e campeão de Portugal Rotax, partiu para a final da sua corrida na 11.ª posição da grelha, entre 35 pilotos participantes.

“Aquilo que o Martim conseguiu hoje é notável e merece todo o reconhecimento. O Karting português está de parabéns,”, disse o presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), Ni Amorim.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Rendas em Portugal aumentaram 42% em 10 anos

Publicado

em

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), entre as regiões onde os preços de arrendamento mais subiram, destacam-se a Área Metropolitana de Lisboa e o Norte, que nos últimos dez anos registaram um aumento médio anual de 4,13% e 3,7%, respectivamente.

A Região Autónoma dos Açores, por outro lado, é a região onde os preços de arrendamento aumentaram menos, registando um aumento médio anual de 1,2% entre 2011 e 2021, estando assim próxima da taxa média de inflação neste período de 0,8%.

Os resultados do Censo de 2021 revelam também que a Área Metropolitana de Lisboa é a região onde o valor das rendas é mais elevado (valor médio mensal de 403 euros) e é também a região com a maior percentagem de alojamento em que as rendas são superiores a 1.000 euros.

No extremo oposto está o Alentejo, onde o custo de arrendamento de casas é mais baixo, com uma renda média mensal de 261 euros.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Saúde: 20% dos adultos em Portugal sofre de anemia

Publicado

em

A Associação Portuguesa para o Estudo da Anemia apelou à sensibilização dos doentes e profissionais de saúde para a importância do diagnóstico precoce da anemia, que afecta um em cada cinco adultos portugueses.

João Mairos, presidente do Grupo de Trabalho sobre Anemia Portugal – Associação Portuguesa para o Estudo da Anemia, recordou que 20% dos adultos portugueses sofrem de anemia e 32% de ferropenia (deficiência de ferro), lamentando que “a grandeza dos números não seja proporcional à preocupação”.

O presidente da associação disse que os números mostram que se trata de “um problema de saúde pública” e reconheceu que um dos maiores problemas é “a falta de sensibilização dos profissionais de saúde e da população portuguesa”.

“É necessário continuar a alertar para a elevada prevalência conhecida na idade adulta e colocar, como foco da prática clínica, a importância do diagnóstico precoce da anemia e deficiência de ferro, especialmente em grupos de pessoas em maior risco”, disse o funcionário, dando o exemplo de mulheres, grávidas, idosos, doentes com insuficiência cardíaca, insuficiência renal, e doentes com cancro.

O presidente do Grupo de Trabalho sobre Anemia Portugal (AWGP) recordou que ter anemia pode implicar várias complicações nas doenças subjacentes e defendeu que as pessoas devem estar conscientes de sintomas como fadiga, cansaço fácil, baixa energia, palidez e unhas e cabelos quebradiços, que “são frequentemente subvalorizados”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

Danilo fora da fase de grupos do Mundial devido a lesão

Publicado

em

O jogador português Danilo lesionou-se e vai estar de fora nas partidas com o Uruguai, já esta segunda-feira, e com a Coreia do Sul.

Vítima de uma fratura de três arcos costais, à direita, no treino de sábado, Danilo Pereira foi considerado inapto pela Unidade de Saúde e de Performance da Federação Portuguesa de Futebol.

Caso Portugal se apure para a fase seguinte, a condição física do jogador vai ser diariamente avaliada.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Banco Alimentar Contra a Fome recolhe alimentos em super e hipermercados de todo o país

Publicado

em

Está a decorrer este fim de semana uma campanha de recolha de alimentos para o Banco Alimentar Contra Fome. À porta de super e hipermercados, centenas de voluntários pedem apoio para este contexto de crise económica e social.

Quem quiser ajuda pode fazê-lo com doação de produtos, aquisição de vales alimentares ou contribuições na Internet. O Banco Alimentar ajuda diariamente mais de 400 mil pessoas.

A presidente do Banco Alimentar adiantou à RTP que, até às 18h00 deste sábado, tinham sido recolhidas quase 500 toneladas de alimentos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Combustíveis voltam a descer a partir desta segunda-feira

Publicado

em

O preço dos combustíveis vai voltar a descer na próxima semana, passando a ficar abaixo dos valores praticados antes da invasão da Ucrânia, a 24 de fevereiro.

A partir de amanhã, segunda-feira, está prevista uma redução média de 5 cêntimos por litro no gasóleo simples e de 4,5 cêntimos na gasolina simples 95.

Será a sexta semana consecutiva de revisão em baixa dos preços do gasóleo. Já a gasolina está a descer há três semanas.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Preços das casas em Portugal batem recordes como nos países mais ricos da Europa

Publicado

em

A sobrevalorização do preço das casas em Portugal está a bater recordes e é equiparável ao fenómeno que também afeta outros países da União Europeia (UE), sobretudo os mais ricos. Entre eles estão alguns Estados nórdicos como Suécia ou Dinamarca, revela a Comissão Europeia (CE) num estudo abrangente sobre os desequilíbrios macroeconómicos na UE.

De acordo com Bruxelas, estamos a falar de sobrevalorizações nos preços médios do parque habitacional na casa dos 20% ou mais, situação que afeta economias como Suécia, Áustria, República Checa, Bélgica, Portugal, Países Baixos, Alemanha e Dinamarca. O caso mais atípico é o do Luxemburgo, onde a sobrevalorização habitacional supera já os 60%, indica a CE.

Em Portugal, o problema é especialmente grave, tendo em conta que se trata de um país mais pobre e com a característica de empréstimos à compra de habitação estarem maioritariamente indexados a taxas de juro variáveis o que, na atual conjuntura de subida rápida de taxas de juro por parte do Banco Central Europeu (BCE).

Este agravamento do custo do dinheiro da zona euro pode resultar num aperto significativo nos orçamentos de muitas famílias portuguesas endividadas por causa da compra de casa. A Comissão alerta diretamente Portugal neste último ponto.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Desporto

Morreu Fernando Gomes, antigo jogador do FC Porto

Publicado

em

Fernando Gomes, antiga glória do futebol português e uma das principais figuras da história do FC Porto, morreu este sábado, avança o Porto Canal.

Ao longo da carreira, Fernando Gomes ainda foi internacional português por 48 vezes, nos quais marcou 13 golos. Disputou as fases finais do Euro 1984, em França, e do Mundial 1986, no México.

No total, foi uma carreira de 420 golos marcados em 611 jogos para a história do futebol português.

Depois de terminar a carreira, o “bibota” continuou ligado ao futebol, tendo estado vários anos ligado à estrutura do FC Porto, onde foi chefe do departamento de scouting, entre outros cargos. Atualmente era vogal da direção do clube.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Há 176 centros de saúde com horário alargado. Em Famalicão são três. Veja aqui quais

Publicado

em

Quase duas centenas de centros de saúde estão já a funcionar em todo o país com horário alargado, disponível para consulta no portal do SNS, uma medida que visa diminuir a pressão sobre as urgências hospitalares.

Em Famalicão são três os serviços com horário alargado, das 08h00 às 20h00, nos dias úteis. A Unidade de Saúde Familiar (USF) I, USF Nova Estação e a USF Alto da Vila, todas na Avenida 25 de Abril. Veja aqui a lista.

De acordo com um comunicado do Ministério da Saúde, divulgado hoje, “de norte a sul do país, são 176 os centros de saúde a funcionar com horários de atendimento alargado (dias úteis) ou complementar (fim de semana e feriados), disponibilizando uma resposta de proximidade à comunidade em situações de saúde não emergente”.

Este aumento da capacidade de resposta dos cuidados de saúde primários pretende responder à maior procura da população nos meses de outono e inverno, e diminuir a afluência aos serviços de urgência em situações não emergentes.

Na quarta-feira, o ministro Manuel Pizarro apresentou o Plano Estratégico do Ministério da Saúde: Resposta Sazonal em Saúde – Inverno 2022-2023, dando conta que os centros de saúde iriam ter horário alargado ou com atendimentos suplementares e que o portal do SNS (Serviço Nacional de Saúde) disponibilizaria essa informação atualizada diariamente.

A ideia é que as pessoas tenham um acesso fácil à informação de que serviços de saúde estão abertos e possam acorrer a esses locais, evitando a sobrelotação das urgências hospitalares.

Na altura da apresentação do plano, o governante indicou que estavam abertos 36 centros de saúde com horário alargado na região de Lisboa e Vale do Tejo, e mais “quatro ou cinco” na região Norte.

Hoje são já 176 as unidades de cuidados de saúde primários com horário alargado, cuja informação está em constante atualização na área dedicada ao plano de inverno no portal do SNS.

Esta resposta permite que os utentes não urgentes – ou seja, pulseira branca, azul ou verde – sejam encaminhados dos hospitais para os centros de saúde, com data e hora previamente definidas, sendo atendidos, no máximo, em 24 horas.

A caminho do inverno, o Ministério da Saúde pede a todos os cidadãos elegíveis, que se vacinem contra a gripe sazonal e COVID-19. A modalidade casa aberta, que dispensa marcação, está desde esta semana disponível para maiores de 65 anos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Mundo

“Besta do Leste” trará temperaturas geladas para Portugal já na próxima semana

Publicado

em

Foto: “Besta do Leste” atingiu a Europa com toda a força em 1956

Está a formar-se sobre a zona da Sibéria, na Rússia, um fenómeno meteorológico a que foi dado o nome de “Besta do Leste”, que, de forma simples, consiste na concentração de uma enorme massa de ares gelados.

Ao que indicam as previsões, o ar gelado deve descer por toda a Europa central e chegar a Espanha, primeiro, e a Portugal, depois. Tal deverá acontecer nos primeiros dias de dezembro.

Os meteorologistas estão atentos a esta situação, que não é nova, e já ocorreu noutros períodos da história, como em fevereiro de 1956, naquele que foi um dos invernos mais frios da Europa. Não há ainda a certeza sobre os caminhos que os ventos gelados da Sibéria irão tomar, mas, de acordo com a forma como esta Besta do Leste se está a formar, tudo indica que o destino seja a Europa do sul.

Mas o que é esta Besta do Leste? É uma gigantesca concentração de ares gelados que acontece de forma mais ou menos regular nas zonas mais frias da Rússia, nomeadamente na região siberiana, onde as temperaturas são mais baixas nesta altura do ano. Esses ares gelados são depois transportados para outras regiões, podendo tomar diferentes direções, daí não ser frequente que atinjam as zonas mais a sul da Europa.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

pub

Artigos Recentes

Desportohá 14 horas

Hélio Gomes e Dulce Félix vencem 8.ª Meia Maratona de Famalicão

Hélio Gomes, atleta do Sporting CP e Dulce Félix, do SL Benfica, foram os vencedores da 8.ª edição da Meia...

Desportohá 16 horas

Piloto português de 11 anos vence finais mundiais de karting

O piloto português Martim Marques, de 11 anos, venceu hoje as finais mundiais Rotax, em karting, que este fim de...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: Associação de Moradores das Lameiras lança campanha para prevenir violência contra as mulheres

Com o objetivo de sensibilizar e informar a comunidade, a Associação de Moradores das Lameiras (AML) assinalou, o Dia Internacional...

Póvoa de Varzimhá 17 horas

A magia do Natal já chegou à Póvoa de Varzim

Este sábado foram centenas os poveiros que se reuniram na Praça do Almada para assistir ao momento em que a...

Famalicãohá 20 horas

Famalicão: freguesia de Antas celebra Festas em Honra de Nossa Senhora da Conceição

A freguesia de Antas, em Famalicão, vai celebrar as Festas em Honra de Nossa Senhora da Conceição, com um programa...

Economiahá 20 horas

Rendas em Portugal aumentaram 42% em 10 anos

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), entre as regiões onde os preços de arrendamento mais subiram, destacam-se...

Paíshá 20 horas

Saúde: 20% dos adultos em Portugal sofre de anemia

A Associação Portuguesa para o Estudo da Anemia apelou à sensibilização dos doentes e profissionais de saúde para a importância...

Desportohá 21 horas

Danilo fora da fase de grupos do Mundial devido a lesão

O jogador português Danilo lesionou-se e vai estar de fora nas partidas com o Uruguai, já esta segunda-feira, e com...

Famalicãohá 21 horas

Famalicão: Cinema, música e teatro para ver antes do Natal na Casa das Artes e no TNF

A Casa das Artes de Famalicão e o Teatro Narciso Ferreira (TNF) apresentam para o mês de dezembro uma programação...

Paíshá 22 horas

Banco Alimentar Contra a Fome recolhe alimentos em super e hipermercados de todo o país

Está a decorrer este fim de semana uma campanha de recolha de alimentos para o Banco Alimentar Contra Fome. À...

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES