Siga-nos nas redes

País

Serviço Nacional de Saúde tem 90% das camas ocupadas

Publicado

em

A Sociedade de Medicina Interna advertiu hoje que o Serviço Nacional de Saúde não tem folga para uma pandemia da dimensão da atual, defendendo que o Estado deve recorrer aos privados para evitar mais atrasos nos doentes não-covid-19.

“Não se consegue fazer cirurgia programada, fazer exames de rastreio, todas as situações desse género e, ao mesmo tempo, ter camas suficientes para tratar os doentes covid e não covid”, afirmou em entrevista à agência Lusa o presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), João Araújo Correia.

O médico internista adiantou que existe “um défice enorme de camas”, exemplificando: “se na altura de uma gripe normal, os serviços de medicina invadem os serviços de cirurgia e têm cerca de 30% de camas a mais, imagine-se numa pandemia”.

Agora, sustentou, “com uma taxa de ocupação das camas de cerca de 90% no global, não há folga que permita acomodar uma pandemia desta dimensão”.

Para João Araújo Correia, a “pandemia deve ser uma obrigação e uma necessidade” de se tratar no Serviço Nacional de Saúde, mas “claramente não tem espaço para tudo”.

“É evidente que não podemos deixar de fazer a via verde AVC, as trombectomias, o trauma, a cirurgia de urgência. É evidente que isso não pode fechar nos grandes hospitais”, mas, acrescentou: “não podemos ter camas para colonoscopias ou para fazer exames ou para fazer cirurgias programadas que se devem fazer no seu tempo certo, porque às vezes até podem comprometer as situações. Mas isso pode fazer-se no setor privado”.

No seu entender, “os doentes covid graves ou moderadamente graves têm que ser tratados nos hospitais do SNS”, mas lembrou que até antes da pandemia houve uma redução contínua de camas. O país tem metade das camas existentes por 100 mil habitantes na Alemanha, por exemplo, e “bastante menos do que a média da Europa”.

Portanto, tem de se assumir que não há camas suficientes para todos, reiterou, defendendo ser urgente recorrer ao setor privado para que “não haja mais atrasos nos doentes não-covid”.

O especialista sugeriu que equipas médicas dos hospitais públicos que perderem as suas camas para “o esforço covid” e que ficaram como menos trabalho poderiam ir operar ao privado e haver “uma espécie de aluguer do espaço”.

“Isso é que me parece que seria inovador, e seria realmente imaginativo e uma verdadeira cooperação entre os dois setores, porque eu acho que realmente é preciso chegar à conclusão de que todas as camas são precisas do setor público e do setor privado”, defendeu.

“Vamos libertar as camas dos hospitais [do SNS] para que realmente a gente possa tratar o melhor possível de uma pandemia avassaladora que todos ansiamos que chegue o pico, mas não sabemos quando é que o pico chega e quando é que realmente a curva começa a achatar”, apelou.

Para o especialista, a comunicação tem de ser verdadeira: “as pessoas têm de entender que, de facto, nós não temos capacidade para tudo, não porque tenhamos um Sistema Nacional de Saúde fraco, pelo contrário, temos um Sistema Nacional de saúde fortíssimo, muito melhor que a maior parte dos países (…) mas não temos folga”, lamentou.

António Araújo Correia disse ainda que “a pandemia também levantou claramente a noção de que os privados em grande parte são edifícios”, às vezes com muitas camas, mas que não têm pessoal próprio, nomeadamente médicos e enfermeiros.

“O pessoal é o mesmo, médicos e enfermeiros que pululam e que saltitam entre o privado e o público e isto dá-se muito conta nas pandemias e não devia ser assim”, lamentou.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.694 em Portugal.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: ASAE encerra entreposto após apreender toneladas de produtos alimentares

A Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE) encerrou dois armazéns de produtores alimentares em Vila Nova de Famalicão...

Paíshá 4 horas

Queixas de criminalidade na internet aumentaram 182% em 2020

As queixas apresentadas na Procuradoria-Geral da República (PGR) relacionadas com a cibercriminalidade aumentaram em 2020 182% face a 2019, revelou...

Desportohá 4 horas

Pedro Almeida e Hugo Magalhães garantem 3.º lugar no Rallye Vosges Grand Est em França

O terceiro lugar do pódio e a vitória numa das classificativas foi o balanço da estreia de e Pedro Almeida...

Bragahá 5 horas

GNR apreende “arsenal” de armas em caso de violência doméstica em Fafe

A GNR de Fafe e o Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Guimarães, identificaram, esta...

Paíshá 5 horas

Covid-19: Restauração e hotelaria exigem “regras específicas” para casamentos e batizados

A associação do setor da hotelaria e restauração alertou hoje para a urgência de existirem “regras específicas” para os casamentos,...

Famalicãohá 5 horas

Agrupamento de Escolas de Ribeirão vence Concurso das Cascatas Antoninas 2021

O Agrupamento de Escolas de Ribeirão foi o vencedor do Concurso das Cascatas Antoninas 2021. Tentando retratar da melhor forma...

Famalicãohá 5 horas

Agrupamento de escuteiros de Esmeriz ganha nova sede nas antigas instalações da Junta de Freguesia

O Agrupamento de escuteiros 330 S. Pedro de Esmeriz irá passar a utilizar o terreno e antiga sede da Junta...

Famalicãohá 5 horas

Famalicão: CDU reúne-se com as corporações de bombeiros do concelho reivindicando melhores condições

Ao longo da última semana, uma delegação da Coligação Democrática Unitária (CDU) constituída por Miguel Lopes, candidato à Câmara Municipal...

Paíshá 7 horas

Dadores de sangue reivindicam dispensa de serviço no dia da dádiva

Os dadores de sangue devem voltar a ter direito à dispensa laboral no dia da dádiva, reivindicou hoje a federação...

Paíshá 7 horas

Covid-19: Portugal sem óbitos regista 625 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 625 novos casos de infeção, num dia em que não foram registados quaisquer óbitos causados pela...

Desportohá 8 horas

Futebol: I Liga regressa a 07 de agosto

A I Liga de futebol da época 2021/22 arranca no fim de semana de 07/08 agosto e termina no de...

Desportohá 8 horas

RAHC disputa Taça World Skate Europe no próximo fim de semana de 18 a 20 junho

O Riba d’Ave Hóquei Clube (RAHC) estreia-se no próximo fim de semana, de 18 e 20 de junho, em provas...

Bragahá 8 horas

Gerês passa a contar com dois Postos de Emergência Médica do INEM

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) vai reforçar o dispositivo de emergência médica nacional entre junho e setembro com...

Famalicãohá 10 horas

PS Famalicão constrói programa eleitoral com opiniões dos munícipes

A candidatura autárquica do Partido Socialista (PS) de Famalicão colocou online, no último sábado, o seu website, acessível em eduardoliveira21.pt....

Paíshá 10 horas

Certificado digital covid-19 já chegou para que se possa “viajar em liberdade e em segurança”

O primeiro-ministro, António Costa, considerou hoje que o certificado covid-19 da União Europeia (UE) para facilitar a circulação cria uma...

Desportohá 10 horas

ARTIS de Famalicão arrecada 11 medalhas em Concurso Internacional de Bailado

A ARTIS, Academia de Bailado de Vila Nova de Famalicão congratula os seus alunos pelos títulos alcançados no CIB –...

Desportohá 11 horas

FC Famalicão: Ivo Vieira pede retorno de Ofori ao plantel após empréstimo ao Arouca

O treinador do FC Famalicão, Ivo Vieira, optou pela manutenção de Lawrence Ofori no plantel do clube para a próxima...

Famalicãohá 11 horas

Jovem natural de Ribeirão falecido por afogamento no Gerês será sepultado esta terça-feira

João André Costa Couto, o jovem residente em Candeeira, na freguesia de Ribeirão, que na última quinta-feira faleceu após se...

Famalicãohá 11 horas

Alerta: Famalicão sob aviso amarelo com a previsão de granizo, chuva e trovoada

Dez distritos de Portugal continental vão estar a partir das 12:00 de hoje sob aviso amarelo devido à previsão de...

Paíshá 11 horas

Teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de hoje

O teletrabalho deixa de ser obrigatório a partir de hoje, passando a ser recomendado na generalidade do território de Portugal...

Arquivo

FAMA NAS REDES

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191