Siga-nos nas redes

País

Covid-19: Mais de 66 mil pessoas vacinadas foram infetadas e 467 morreram

Publicado

em

Mais de 66 mil pessoas com vacinação completa contra a covid-19 foram infetadas pelo coronavírus SARS-CoV-2, o que representa 0,7% do total de vacinados, e 467 morreram, indicam as “linhas vermelhas” da pandemia hoje divulgadas.

“Desde o início do processo de vacinação contra a covid-19, foram identificados 66.343 casos de infeção por SARS-CoV-2 entre um total de 8.925.907 indivíduos com esquema vacinal completo há mais de 14 dias (0,7%)”, refere a análise de risco semanal da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

Segundo o relatório, entre as pessoas infetadas, 1.292 pessoas – 1,9% – foram internadas com diagnóstico principal de covid-19 e 346 pessoas com diagnóstico secundário, sendo que cerca de metade tinha mais de 80 anos.

O documento adianta ainda que, entre os 66.343 casos de infeção de pessoas com esquema vacinal completo há mais de 14 dias, registaram-se 467 óbitos por covid-19 (1,1%), dos quais 345 em pessoas com mais de 80 anos.

As “linhas vermelhas” das autoridades de saúde indicam ainda que, de acordo com os dados de agosto, as pessoas com vacinação completa “parecem apresentar um risco de hospitalização aproximadamente duas a cinco vezes inferior aos casos não vacinados”.

Relativamente à ocorrência de óbitos por covid-19 tendo em conta o estado vacinal, verificou-se que, em outubro, ocorreram 132 mortes em pessoas com a vacinação completa contra a covid-19 e 33 óbitos em pessoas não vacinadas ou com vacinação incompleta.

“O risco de morte, que é medido através da letalidade por estado vacinal, é 1,5 a 4 vezes menor nas pessoas com vacinação completa do que nas pessoas sem esquema vacinal completo, de acordo com os dados de outubro, mês com os dados consolidados mais recentes. Estes valores podem ainda sofrer alterações devido ao atraso do evento morte em relação à infeção”, refere o relatório.

A análise de risco desta semana confirma ainda uma incidência de 203 novos casos de infeção por 100 mil habitantes, acumulada nos últimos 14 dias, com “tendência fortemente crescente a nível nacional”.

O grupo etário com incidência cumulativa mais elevada correspondeu às crianças com menos de 10 anos – 298 casos por 100 mil habitantes -, que não são elegíveis para vacinação.

Relativamente ao índice de transmissibilidade do vírus (Rt), apresenta também uma tendência crescente em Portugal, estando agora nos 1,17, refere o relatório, estimando que, a manter esta taxa de crescimento, o limiar de 240 casos em 14 dias por 100 mil habitantes possa ser ultrapassado em menos de 15 dias no país.

Quanto à pressão sobre os serviços de saúde, as “linhas vermelhas” indicam que o número de doentes internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) no continente revelou uma tendência estável, correspondendo a 28% do valor crítico definido de 255 camas ocupadas, quando na semana anterior tinha sido de 25%.

Na quarta-feira, a mortalidade específica por covid-19 registou um valor de 11,1 óbitos em 14 dias por um milhão de habitantes, que corresponde a um aumento de 39% relativamente à semana anterior (8,0) e uma tendência crescente.

“Este valor é inferior ao limiar de 20 óbitos em 14 dias por um milhão de habitantes definido pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC), mas superior ao limiar nacional de 10, avançam as autoridades de saúde, que consideram “existir um impacto moderado da pandemia na mortalidade”.

A análise dos diferentes indicadores revela uma atividade epidémica de “intensidade moderada, com tendência crescente a nível nacional”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Desporto

Nadador Diogo Ribeiro bate recorde nacional dos 50 metros livres e garante participação nos Jogos Olímpicos de Paris 2024

Publicado

em

Diogo Ribeiro estabeleceu, esta quinta-feira, o novo recorde nacional dos 50 metros livres e garantiu a obtenção dos mínimos para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 e para o Campeonato Mundial de Natação em Fukuoka. O atleta do Benfica registou o melhor tempo nas eliminatórias, com 21,87 segundos, ultrapassando o anterior recorde português estabelecido por Miguel Nascimento em Oeiras, a 30 de setembro de 2022.

O segundo melhor tempo foi conseguido pelo ucraniano Andrii Govorov, que representa o Vitória SC, com 21,98 segundos, marca que também lhe garante a obtenção dos mínimos para o Mundial.

Miguel Nascimento (Benfica) alcançou o terceiro melhor tempo nas eliminatórias (21,99 segundos), ficando a apenas três centésimos de segundo dos mínimos olímpicos, o que lhe permite garantir a participação no Mundial de Fukuoka.

O quarto melhor registo foi alcançado por Miguel Marques (Benfica), com 22,70 segundos, marca que garante a sua presença no Campeonato Europeu de Juniores.

Estes resultados nas eliminatórias aumentam as expectativas para a final dos 50 metros livres, que se realiza hoje a partir das 17h00.

Na primeira sessão do primeiro dia do evento, Gonçalo Azevedo (CN Maia) bateu o recorde nacional dos 50 metros costas na categoria de juvenis A. O nadador da Maia concluiu a prova em 27,58 segundos, superando o anterior recorde de 27,60 segundos, estabelecido por Rodrigo Rodrigues (SCE) em Coimbra, a 10 de julho de 2022.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Regime de IVA de 0% nos alimentos vai durar 6 meses

Publicado

em

Prevê-se que o pacto relativo à taxa zero de IVA, celebrado entre o Governo, a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) e a Confederação de Agricultores de Portugal (CAP), esteja em vigor durante seis meses, com campanhas comerciais reforçadas e uma nova comissão que garantirá a redução de preços.

“O presente pacto estará em vigor por um período de seis meses a partir da data da sua assinatura e estará sujeito a uma avaliação intercalar após três meses”, lê-se no documento, ao qual a Lusa teve acesso, assinado pelo primeiro-ministro António Costa e pelos representantes da APED e da CAP.

A distribuição compromete-se, no pacto assinado, a reduzir o preço dos 44 alimentos isentos de IVA listados no anexo do documento, não incluindo o corte fiscal na margem comercial, e a reforçar as campanhas comerciais, “por um período mínimo de seis meses”, nos preços de venda isentos de IVA, com vista a promover essas vendas e, assim, “contribuir para a estabilização” dos preços, dentro dos limites legais.

O pacto assinado prevê também a formação de uma Comissão de Monitorização, com vista a “acompanhar a implementação dos compromissos” do acordo, comprometendo as partes a colaborar entre si na partilha de informação.

No anexo do pacto, a lista de produtos com taxa zero de IVA inclui pão, batatas, massa, arroz.

Nos legumes, cebola, tomate, couve-flor, alface, brócolos, cenoura, curgete, alho-francês, abóbora, grelos, couve portuguesa, espinafre e nabo.

Em frutas, prevê-se taxa zero de IVA para maçãs, bananas, laranjas, peras e melões.

As leguminosas incluem feijão vermelho, feijão-frade, grão-de-bico e ervilhas.

Em produtos lácteos, leite de vaca, iogurte, queijo.

Também existe taxa zero de IVA para porco, frango, peru e carne bovina.

No pescado, bacalhau, sardinhas, pescada, cavala, atum em conserva, dourada e carapau.

Também existe taxa zero de IVA para ovos de galinha e, em gorduras e óleos, azeite, óleos vegetais e manteiga.

A alteração da taxa de IVA para estes 44 alimentos, considerados essenciais para uma alimentação saudável pelas famílias, estará ainda sujeita à aprovação do Conselho de Ministros.

A aplicação da taxa de 0% de IVA a este conjunto de produtos e o reforço do apoio à produção terão um custo de cerca de 600 milhões de euros, anunciou o Primeiro-Ministro, António Costa, em Lisboa, na cerimónia de assinatura do pacto.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Papa Francisco está recuperar “tranquilamente” depois de ter sido internado devido a infeção respiratória

Publicado

em

O Papa Francisco passou uma noite tranquila no hospital, depois de ter sido internado por uma infeção respiratória, e é esperado que permaneça lá por alguns dias para tratamento, disse uma fonte do Vaticano.

A agência de notícias italiana Ansa relatou que os enfermeiros estavam otimistas de que ele sairia do hospital a tempo do Domingo de Ramos, este fim de semana.

Foi ainda noticiado que os exames realizados descartaram problemas cardíacos e pneumonia.

O pontífice de 86 anos entrou no hospital na quarta-feira.

Num comunicado, o Vaticano disse que o Papa Francisco estava com uma infeção respiratória e precisaria de ficar lá por alguns dias.

O Papa, que tem tido dificuldades respiratórias nos últimos dias, não tem Covid, acrescentou o comunicado.

“O Papa Francisco agradece pelas muitas mensagens recebidas e expressa sua gratidão pela proximidade e orações”, acrescentou o comunicado.

Os seus colaboradores mais próximos, incluindo segurança, passaram a noite no Hospital Gemelli, disse uma fonte com conhecimento direto à BBC.

Esta é a época mais movimentada do ano para o Papa Francisco, com muitos eventos e serviços agendados antes do fim de semana da Páscoa.

Uma missa de Domingo de Ramos está programada para este fim de semana, com as celebrações da Semana Santa e da Páscoa na próxima semana.

Ele também tem visita marcada à Hungria no final de abril.

Na manhã de quarta-feira, presidiu à sua audiência geral semanal na Praça de São Pedro. Ele parecia de bom humor, mas foi visto a fazer uma careta quando foi ajudado a entrar no veículo.

Inicialmente, o Vaticano disse que o Papa tinha ido ao hospital para um exame de rotina, mas a imprensa italiana questionou esta versão depois de uma entrevista televisiva ter sido cancelada com pouco aviso.

Reagindo à notícia, o presidente Joe Biden pediu às pessoas que fizessem “uma oração extra” pela recuperação do Papa.

Biden, que é apenas o segundo católico romano a ser eleito líder dos EUA, também descreveu o pontífice como uma das “figuras mais semelhantes a Cristo que já conheci”.

As pessoas na cidade natal do Papa, Buenos Aires, Argentina, partilharam os seus sentimentos com a agência de notícias Reuters. Um homem, Daniel Saco, disse que o pontífice “deve perguntar-se se pode continuar”.

“É muito triste porque, como latino-americano, sinto-me representado por este Papa, que é muito aberto e humano”, disse Victoria Veira, que é originária do Brasil.

Anibal Pizelle, que conheceu o Papa quando ele era bispo de Buenos Aires, disse estar otimista em relação à recuperação, já que Francisco era “fisicamente e mentalmente forte” e uma “pessoa com uma enorme fé”.

O Papa tem usado uma cadeira de rodas nos últimos meses devido a problemas de mobilidade relacionados com o joelho.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

OUVIR RÁDIO

VER TV EM DIRETO

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Desportohá 6 minutos

GD Natação de Famalicão comemora 30 anos a nadar com evento solidário

O GD Natação Famalicão comemora mais um aniversário e lança o desafio “30 anos 30 Km’S a Nadar”, um evento...

Mundohá 26 minutos

Morreu atropelado cantor da dupla Zé Henrique & Matheus

O cantor Matheus, da dupla com Zé Henrique, faleceu na madrugada desta quarta-feira. O cantor sertanejo regressava do Rio de...

Famalicãohá 32 minutos

Famalicão: Sexta e sábado de chuva dão lugar a domingo de sol com aumento das temperaturas

O concelho de Famalicão terá um fim de semana dividido entre a a chuva e o sol, de acordo com...

Desportohá 13 horas

Nadador Diogo Ribeiro bate recorde nacional dos 50 metros livres e garante participação nos Jogos Olímpicos de Paris 2024

Diogo Ribeiro estabeleceu, esta quinta-feira, o novo recorde nacional dos 50 metros livres e garantiu a obtenção dos mínimos para...

Famalicãohá 14 horas

Famalicão: Vila de Joane celebra Procissão do Senhor dos Santos Passos este domingo

Realiza-se este domingo, na freguesia de Joane, a Procissão do Senhor Santos Passos, na Igreja Divino Salvador, a partir das...

Regiãohá 15 horas

Mulher atingida por queda de árvore na Trofa fica gravemente ferida

Uma mulher ficou gravemente ferida, na tarde desta quinta-feira, na Trofa depois de ter sido atingida pela queda de uma...

Famalicãohá 16 horas

Bombeiros Voluntários Famalicenses apresentam amigos de 4 patas em ação de sensibilização sobre resgate e salvamento

Os Bombeiros Voluntários Famalicenses estiveram, esta quinta-feira, no Pavilhão Desportivo do Louro, em Famalicão para uma demonstração sobre a busca...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: Mocidade Alegre de Landim realiza “I Raid BTT das Tascas”

O coletivo Mocidade Alegre de Landim, de Famalicão, realiza, no dia 15 de abril (sábado) o “I Raid BTT das...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão: Universidade Lusíada debateu papel da engenharia na inovação industrial

“Os Desafios da Engenharia no Desenvolvimento Regional” foi o tema da 21ª edição das Jornadas de Engenharia da Universidade Lusíada...

Desportohá 17 horas

Irmãs famalicenses Mariana e Inês Silva em destaque no Campeonato Europeu Feminino de xadrez

As irmãs Mariana e Inês Silva, ambas da Associação Académica do Clube de Xadrez Didáxis e representantes de Portugal no...

Arquivo

Mais Vistos