Siga-nos nas redes

País

CTT iniciam hoje greve de três dias

Publicado

em

Reivindicando aumentos salariais e reforço de colaboradores para o serviço postal, distribuição e chefes de estação, os trabalhadores dos CTT cumprem hoje uma greve, que vai decorrer também na quarta e quinta-feira.

No dia 17 de novembro, o secretário geral do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT), Vitor Narciso, disse que a greve deverá ter “um grande impacto no atendimento e no tratamento e distribuição de correspondência, mas é essa a intenção, para que a empresa perceba a indignação dos trabalhadores e a opinião pública perceba o que se passa nos CTT”.

De acordo com o sindicalista, o objetivo é que “seja reposta a normalidade nos CTT em termos de contratação coletiva e de qualidade do serviço público que é prestado à população, que é cada vez pior, com os atrasos a aumentar na distribuição de correspondência”.

Vitor Narciso lembrou ainda que o processo negocial se arrastou desde o início do ano e acabou sem qualquer acordo, já em fase de conciliação do Ministério do Trabalho, com a empresa a alegar falta de liquidez para os aumentos salariais.

“A empresa disse que não tinha dinheiro, mas pouco depois distribuiu prémios, com critérios subjetivos, e antecipou o pagamento do subsídio de Natal, parece que o problema não seria a alegada falta de liquidez, mas sim a falta de vontade de aumentar os salários”, afirmou, na altura.

Na passada sexta-feira, em comunicado, a Associação Nacional dos Chefes de Estação dos Correios (ANCEC) manifestou a sua total discordância e incompreensão em relação à greve geral convocada considerando-a “totalmente inoportuna” e que “em nada vem contribuir para a união dos profissionais dos CTT”.

A Associação Nacional de Responsáveis de Distribuição (ANRED), por seu turno, considerou que a paralisação “mais uma vez, tem na sua base motivações estritamente ideológicas e políticas” e referiu que, nas atuais condições, é “oportunista e lesiva dos interesses dos trabalhadores”.

Ambas as estruturas manifestaram surpresa e incompreensão em relação ao agendamento da greve geral, tendo em conta a atual conjuntura do país.

Os CTT já tinham condenado a greve devido à data escolhida, garantindo que não faltam colaboradores no quadro e que vão ser pagos prémios aos trabalhadores.

Num comunicado divulgado no dia 19 de novembro, os Correios vincaram que os compromissos com os trabalhadores têm sido assegurados, sublinhando que, perante a covid-19, não recorreram ao regime de ‘lay-off’, comparticiparam a vacina contra a gripe e anteciparam o pagamento do subsídio de Natal e dos prémios extraordinários.

Para os CTT, questionar a atribuição de prémios e a antecipação do subsídio “é de uma enorme insensatez”, ressalvando, no entanto, que este custo “em nada é comparável com o impacto que um aumento salarial teria nos resultados da empresa”.

Os Correios lembraram também que, anualmente, já estão salvaguardadas a diuturnidades e progressões de carreira, tendo o incremento sido, em média, de 4% nos últimos três anos.

Adicionalmente, referiram que os resultados da empresa estão a ser “fortemente” impactados pela pandemia e que o crescimento do tráfego de encomendas não compensa a descida do negócio correio, acrescentando que, à semelhança do que aconteceu noutros setores, houve um “incremento considerável” de custos para proteger os trabalhadores face ao novo coronavírus.

Os CTT rejeitam também as acusações de que faltam trabalhadores no quadro e de que a prestação do serviço postal universal não cumpre os padrões de qualidade, notando que sempre cumpriram o indicador geral de qualidade até que, em 2018, “a dois anos do fim do contrato de concessão”, a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) “decidiu alterar os critérios”.

A greve dos CTT abrange a distribuição postal e a rede de atendimento.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 5 minutos

Covid19: “Multas covid” devem ser pagas na hora e passeios ou ida à loja só com comprovativos

Despacho do Ministério da Administração Interna diz que as forças de Segurança podem pedir comprovativos da aquisição de bens ou...

Famalicãohá 2 horas

Fique em Casa: Proibição de circulação entre concelhos está em vigor até às 05:00 de segunda-feira

Amanhã, domingo, será de exceção, para permitir que os recenseados em outros concelhos – que não o de residência –...

Paíshá 3 horas

Presidenciais: Governo reitera garantias de segurança sanitária e fiabilidade do sistema eleitoral

O Ministério da Administração Interna reiterou hoje que estão garantidas para o exercício do direito de voto nas eleições presidenciais...

Paíshá 4 horas

Enfermeira desaparecida encontrada sem vida na arrecadação da própria casa

O corpo da enfermeira de 49 anos foi encontrado no final da tarde de sexta-feira, na arrecadação da sua casa,...

Mundohá 4 horas

Coronavírus: A humanidade vai ter de conviver com a covid-19 no futuro próximo afirma especialista da OMS

A humanidade vai poder ter de conviver com a covid-19 no futuro próximo, tal como o faz com a SIDA,...

Paíshá 5 horas

Meteorologia: Está aí o Ignacio e traz chuva para o dia de ir votar

Chama-se Ignacio, porque o nome foi-lhe dado pelo serviço meteorológico de Espanha, o AEMET, e é a quarta depressão a...

Mundohá 5 horas

Covid-19: Variante da África do Sul já circula em Portugal

Autoridades de saúde estão a realizar diligências para o rápido rastreio de contactos e interrupção da potencial cadeia de transmissão....

Paíshá 16 horas

André Ventura diz que “ficou muito mal” a Marcelo não comentar manifestação violenta

O candidato presidencial do Chega considerou hoje que “ficou muito mal” ao chefe de Estado e recandidato nada dizer sobre...

Paíshá 17 horas

INEM registou em média 4.300 chamadas por dia em 2020

Com uma média de 4.300 por dia, o INEM registou desde o início do ano um aumento diário a rondar...

Paíshá 17 horas

Confira aqui a chave do Euromilhões desta sexta-feira

Sem vencedores portugueses dos três primeiros prémios do Euromilhões desta semana, registam-se três apostadores em Portugal a vencer o 4.º...

Paíshá 17 horas

Mais de 400 idosos já votaram antecipadamente no Norte

Mais de 400 idosos residentes em lares votaram antecipadamente na região Norte para as eleições Presidenciais de domingo, com os...

Famalicãohá 18 horas

Vídeo: Paulo Cunha dirige-se aos famalicenses antes das Eleições Presidenciais de domingo

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, dirigiu-se, esta sexta-feira, aos famalicenses, sob a forma de um vídeo,...

Paíshá 18 horas

Alerta Fraude: Falsos profissionais da saúde querem agendar vacinas para a covid-19

Direção-Geral da Saúde lançou recentemente um alerta onde relata que existem pessoas fazendo-se passar por profissionais da saúde, abordando a...

Paíshá 19 horas

Homem com arma de fogo “fiscaliza” uso de máscaras na rua e acaba detido em Ovar

Um homem de 33 anos foi detido na manhã desta sexta-feira, em Ovar, depois de uma denúncia, indicando que este...

Desportohá 20 horas

FC Famalicão: “Vamos atingir os objetivos a que nos propusemos no início da época”

Na antevéspera do encontro com o Vitória de Guimarães, da 15.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, o treinador...

Paíshá 21 horas

Técnicos alertam para falta de equipamento dentro das ambulâncias

Alertando para o facto de haverem equipamentos de proteção individual inadequado e que podem potenciar o contágio, os técnicos de...

Famalicãohá 22 horas

Entrevista: Hospital de Famalicão com ocupação a 100% das camas destinadas à covid-19

Numa fase em que a sobrecarga nos hospitais afeta o serviço de saúde nacional de forma transversal, a Fama TV...

Paíshá 23 horas

Programa Erasmus+ alarga-se também ao ensino profissional

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior anunciou hoje que o programa Erasmus + terá duas novas dimensões, nomeadamente...

Paíshá 23 horas

Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar acusam falta de coordenação do INEM

Criticando a falta de coordenação que faz com que as ambulâncias se acumulem nas urgências dos hospitais, o sindicato dos...

Paíshá 24 horas

Covid-19: Mais 234 mortos e 13.987 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 234 óbitos provocados pela pandemia e 13.987 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos