Siga-nos nas redes

País

Covid-19: Setor da restauração inicia hoje vigília no Porto por tempo indeterminado

Publicado

em

Até o Governo discutir os apoios ao setor, empresários da restauração do Porto iniciaram esta noite, defronte da Câmara do Porto, uma vigília por tempo indeterminado, disse hoje Branca Pereira, do Movimento das Mulheres pela Restauração.

Quatro dias depois de um grupo de empresários iniciar uma greve da fome diante do Parlamento, em Lisboa, “um movimento espontâneo de empresários fez nascer uma vigília por tempo indeterminado, na Avenida dos Aliados, até que o Governo olhe para o setor”, explicou Branca Pereira.

O “acampamento” ficará junto ao monumento a Almeida Garret, em cujos degraus foram colocadas dezenas de lamparinas acesas: “significam um grito de alerta, significa que queremos uma luz para este momento que estamos a viver, pois são milhares as mulheres que vivem da restauração e que muitas delas já perderam o emprego e outras vão perdê-lo”, disse.

Sobre a vigília, explicou Branca Pereira, vai funcionar “com seis empresários em permanência, no local, durante 24 horas, após o que serão revezados”, sublinhando que ficarão junto à Câmara do Porto “dia e noite o tempo que for necessário”.

Ainda que solidários com os colegas em greve de fome em Lisboa, a versão portuense do protesto não prevê inibição de alimentação, frisou a responsável do movimento feminino, apenas garantindo que a cada dia “seis empresários estarão no local 24 horas, dormindo em tendas”.

“Isto já deixou de ser um problema sanitário para passar a ser um problema social de grande escala. Diariamente, nos nossos restaurantes, temos milhares de pessoas a pedir comida. Faço parte de um grupo que há 25 anos ajuda sem-abrigo e, neste momento, já nem precisamos de ir para as partilhas, já temos quem venha até nós de restaurantes pedir-nos sopa, mostrando-nos que ainda não receberam o lay-off ou que o Governo ainda não pagou aos patrões”, acrescentou.

Questionada sobre o simbolismo das lamparinas, Branca Pereira foi taxativa: “se puséssemos aqui uma vela por cada mulher que está a precisar de ajuda na restauração, esta grande avenida não seria suficiente”.

Também na vigília e de mochila, pronto para o primeiro turno de 24 horas, Daniel Serra, presidente da Associação Nacional dos Restaurantes, explicou à Lusa a sua presença no protesto.

“Vamos estar aqui o tempo que for preciso. Até que haja uma solução que viabilize os restaurantes, pois o que se passa é que temos os restaurantes fechados, mas de porta aberta. Não estão a faturar. Não há clientes. Esta situação é um grito de revolta silencioso”, afirmou.

Nuno Fontes, também empresário, foi a voz mais crítica do que se passa com o setor por causa das medidas do Estado de Emergência, acusando o Governo de “não estar a ajudar”.

“Isto é uma forma de enganar a opinião pública. O Governo emprestou dinheiro a juros aos empresários”, continuou o empresário da restauração, para quem o que se “está a passar não faz sentido”.

“O Governo sempre recebeu os impostos que nós pagámos e, aqui chegados, não estamos a receber ajuda nenhuma”, criticou.

O Governo anunciou, na semana passada, as medidas de contenção da pandemia da covid-19 para o novo período de estado de emergência: nas vésperas dos feriados, o comércio encerra a partir das 15:00 em 127 concelhos do continente classificados como de risco “extremamente elevado” e “muito elevado” e mantêm-se os horários de encerramento do comércio às 22:00 e dos restaurantes e equipamentos culturais às 22:30 nestes concelhos e em mais outros 86 considerados de “risco elevado”.

No dia 14 deste mês, o ministro da Economia disse que o apoio excecional aos restaurantes dos concelhos abrangidos pelo estado de emergência para os compensar pela receita perdida nestes dois fins de semana acenderá a 25 milhões de euros e será pago em dezembro.

Os dados avançados pelo ministro indicam que dos 750 milhões de euros contemplados no programa Apoiar.pt – apoio a fundo perdido destinado a micro e pequenas empresas dos setores mais afetados pela crise com quebras de faturação superiores a 25% -, 200 milhões de euros serão absorvidos pelo setor da restauração.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 20 minutos

Trabalhadores da CP em greve por aumentos salariais e melhores condições de trabalho

Os trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) marcaram hoje uma greve de 24...

Famalicãohá 28 minutos

Turma da Escola Camilo Castelo Branco vence no desafio nacional de “Seguros e Cidadania”

No âmbito do projeto “No Poupar Está o Ganho”, uma turma do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco participou no desafio “Seguros e...

Desportohá 3 horas

Claque do FC Famalicão organiza receção ao autocarro da equipa antes do jogo com o Santa Clara

A claque do FC Famalicão “Fama Boys” organiza, através das redes sociais uma receção de apoio ao clube, no dia...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: Descida abrupta das temperaturas a partir deste domingo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê, para todo o distrito de Braga, um descida abrupta das...

Desportohá 4 horas

FC Famalicão: Ivo Vieira reforça que “é determinante ganharmos o jogo”

O treinador do Famalicão, Ivo Vieira, admitiu hoje que é “determinante ganhar” o jogo com o Santa Clara, da 31.ª...

Paíshá 4 horas

Cerca de 1.300 enfermeiros abandonaram Portugal durante a pandemia

O Sindicato Independente de Todos os Enfermeiros Unidos (SITEU) alertou hoje para a falta de valorização da classe por parte...

Paíshá 6 horas

Covid-19: Mais 5 mortos e 373 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 5 óbitos provocados pela pandemia e 373 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Famalicãohá 6 horas

Escola Básica de Bairro promove criatividade com construção de marionetas que contam histórias

A Escola Básica de Bairro leva a cabo um projeto de criação artística, com os alunos do 1.º e 2.º...

Paíshá 6 horas

Governo cria tarifa social para acesso à Internet de pessoas com baixos rendimentos ou necessidade sociais especiais

O Governo anunciou, esta quinta-feira, a aprovação de uma tarifa social de acesso à internet, dirigido aos consumidores com baixos...

Regiãohá 7 horas

GNR apreende 12 armas em processo de violência doméstica na Trofa

Elementos da GNR apreenderam 12 armas referentes a um processo de violência doméstica, no concelho da Trofa, distrito do Porto,...

Famalicãohá 8 horas

Famalicão: Festas Antoninas realizam-se apenas se o cenário pandémico não se agravar

Debatendo-se a realização das Festas Antoninas em Vila Nova de Famalicão no corrente ano, a autarquia foi questionada sobre os...

Barceloshá 8 horas

Um morto após colisão entre camião e motorizada, esta manhã, em Barcelos

Um homem morreu, na manhã desta quinta-feira, depois colidir de mota contra um veículo pesado de transporte de mercadorias, em...

Famalicãohá 9 horas

Famalicão recebe festa Medieval Ibérica e Viking, no Parque da Devesa em junho

Realiza-se no Parque da Devesa, entre 18 e 20 de junho a Mostra Medieval Ibérica e Viking, uma experiência que...

Famalicãohá 9 horas

Famalicão: CESPU em 1.º lugar no ranking de escolas do ensino privado

A Cespu – Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário, detentora da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave, em Famalicão,...

Regiãohá 9 horas

Acusado de atear fogos no distrito do Porto ilibado no caso do canil de Santo Tirso

 O tribunal de São João Novo, no Porto, condenou hoje a seis anos de prisão um homem que ateou quatro...

Desportohá 9 horas

FPF antecipa final da Taça de Portugal para um sábado às 20:30

 A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou hoje que a final da edição 2020/21 da Taça de Portugal, marcada para...

Economiahá 23 horas

Conheça a lista das 20 melhores empresas para se trabalhar em Portugal

A lista Randstad Employer Brand Research (REBR) 2021, que efetua um estudo sobre vários parâmetros das marcas revelou quais são...

Paíshá 23 horas

Marcelo reforça “heroísmo” dos setores da Ciência e Ensino em tempos de crise pandémica

 O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa,considerou hoje que os “anos heroicos” de combate à pandemia de covid-19 permitiram...

Bragahá 1 dia

Casal de Braga julgado por “inventar” 4 filhos para receber apoios da segurança social

 O Tribunal de Braga começa na segunda-feira a julgar um casal acusado de “inventar” quatro filhos, levando a Segurança Social...

Economiahá 1 dia

“Obsceno”, “imoral” e “inaceitável: Partidos criticam atribuição de prémios a administradores do Novo Banco

O PS, PCP, PAN e CDS-PP já consideraram hoje inaceitável a decisão do Novo Banco de atribuir prémios aos administradores...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191