Siga-nos nas redes

País

Covid-19: Professores alertam para falta de meios. “As aprendizagens acabam por ser prejudicadas”

Publicado

em

Considerando que o problema poderia ser mitigado com um reforço de recursos humanos nas escolas, os professores consideram que a pandemia está a prejudicar os processos educativos dos alunos e que osegundo um inquérito da Fenprof.

Mais de cinco mil educadores de infância e professores do ensino básico e secundário de todo o país responderam a um inquérito ‘online’ realizado em novembro, no qual alertaram para a falta de recursos humanos nas escolas.

Nove em cada 10 docentes (92,6%) afirmam que as medidas de segurança sanitária adotadas dificultam o processo ensino-aprendizagem, sendo que metade (54,1%) acredita que a situação poderia ser minimizada se o Ministério da Educação tivesse reforçado os recursos existentes nas escolas.

“O problema maior é que se tivesse havido um reforço dos meios provavelmente esses problemas poderiam ter sido mitigados, mas não tendo havido reforço, as aprendizagens acabam por ser prejudicadas”, lamenta o secretário-geral da Fenprof, em declarações à agência Lusa.

Mário Nogueira lembra que “há deficits que vêm do ano letivo passado”, altura em que a maioria dos alunos deixou de ter aulas presenciais em meados de março, devido à pandemia.

Sem gente suficiente, surgem problemas no processo ensino-aprendizagem, na relação com os alunos dentro das salas de aula e até no apoio que é preciso dar aos estudantes que não estão presentes.

Nove em cada 10 professores (90,8%) acreditam que ter turmas mais pequenas poderia minimizar os impactos das novas regras durante a pandemia.

Mas para mais de metade dos inquiridos (55,5%) a redução de alunos por turma continuaria a ser insuficiente, sendo necessário reforçar os apoios existentes para fazer face às exigências deste ano letivo, mas também para recuperar dos défices que se acumularam no ano anterior.

“É opinião dos professores que a situação epidemiológica que o país vive dificulta o ensino presencial e daqueles que não conseguem estar presentes, e estão a distância, mas que se agrava pelas escolas não terem podido reforçar os recursos humanos com que contam e terem de fazer muito mais com aquilo que já era insuficiente”, resumiu Mário Nogueira.

A falta de recursos humanos afeta também as aprendizagens dos alunos que não vão às aulas porque estão em isolamento profilático ou de quarentena, em especial quando a sua turma continua a ter ensino presencial.

Já quando toda a turma se encontra em quarentena o problema pode-se resolver com a utilização do horário estabelecido para o desenvolvimento de atividades síncronas e assíncronas.

Três em cada quatro docentes (77,4%) defendem que as escolas deviam ter mais gente para garantir o acompanhamento destes alunos, que estão temporariamente afastados da turma.

Para o secretário-geral da Fenprof, a solução poderia passar por recorrer aos docentes de grupos de risco, que podem desenvolver atividade em teletrabalho, ou então contratando outros professores.

No entanto, as escolas têm optado por instalar câmaras nas salas de aulas ou então pedir aos docentes que, após o seu dia de trabalho, deem apoio aos que estão em casa.

Mário Nogueira alertou que as filmagens e divulgação ‘online’ de aulas presenciais são “estratégias de legalidade duvidosas”, assim como pedir aos docentes para ensinar os alunos depois das aulas.

Segundo a Fenprof, um dos casos viola o limite legal do horário de trabalho e o outro é de “legalidade duvidosa” por razões relacionadas com direitos estabelecidos no Estatuto da Carreira Docente.

No caso das filmagens, colocam-se também problemas de natureza pedagógica que afetam os estudantes que se encontram na sala de aula assim como os que se encontram à distância. Também nestas situações, os docentes acabam por ser prejudicados na relação que estabelecem com ambos os alunos.

A hipótese de colocar câmaras de vídeo na sala de aula teve o acordo de 15% dos docentes, mas a ideia de os alunos que estão ausentes terem apoio após o horário de trabalho dos docentes só foi acompanhada por 11,1% dos inquiridos.

Outro dos problemas que se destaca dos dados hoje divulgados é o agravamento dos processos de inclusão.

Dois em cada três inquiridos (66,7%) admitiu que se “faz o possível, mas as condições sanitárias e a falta de recursos humanos acabam por anular esse esforço”, lembrou Mário Nogueira.

Em relação aos currículos, mais de dois em cada três professores (67,4%) consideram que já eram desajustados e que o problema se agravou com a pandemia.

Os restantes 32,6% afirmam que os currículos eram adequados antes da pandemia, mas, destes, 21,8% consideram que a atual situação epidemiológica impôs condições que os torna desajustados.

O inquérito contou com 5.218 respostas validadas, recolhidas em plataforma eletrónica, entre 13 e 25 de novembro, junto de professores e educadores do continente de todos os níveis de ensino.

A maioria das respostas foi dada por sindicalizados ligados à Fenprof, mas também houve respostas de sindicalizados em outras organizações e não sindicalizados.

Perante estes resultados, Mário Nogueira voltou a salientar a necessidade de os professores reunirem com o ME, um pedido feito há já vários meses pela Fenprof, e recordar que caso não haja abertura por parte da tutela para discutir os docentes irão avançar com a greve geral convocada para 11 de dezembro.

Em junho, o ministro anunciou que o​​​​​​ programa tutorial específico seria este ano alargado ao ensino secundário e que havia um novo pacote de 125 milhões de euros para reforçar a contratação de mais professores, funcionários e técnicos especializados.​​

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Desportohá 8 horas

FC Famalicão empata em Alcochete a duas bolas frente ao Sporting

No pontapé de saída da fase de apuramento de campeão da Liga BPI, Sporting e Famalicão empataram a duas bolas,...

Famalicãohá 11 horas

Lousado alerta para a possíbilidade de cortes de água durante a próxima semana

A Junta de Freguesia de Lousado alerta para a possibilidade de ocorrerem interrupções no abastecimento de água, no período compreendido...

Paíshá 11 horas

Movimento “Defender Portugal” manifesta-se sem máscaras nem distanciamento contra o Governo

Cerca de 100 apoiantes de um movimento auto-denominado “Defender Portugal” manifestaram-se, sem máscaras ou distanciamento físico, em frente ao parlamento,...

Economiahá 11 horas

Economia portuguesa irá recuperar, mas não ao ritmo do resto da Europa

A recuperação da economia portuguesa após a crise pandémica “deverá acompanhar apenas temporalmente a recuperação europeia, mas não o seu...

Paíshá 11 horas

Trocas e devoluções de compras com prazo prolongado por 30 dias

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem...

Paíshá 15 horas

Marcelo Rebelo de Sousa volta a testar negativo à Covid-19

Marcelo Rebelo de Sousa voltou, este sábado, a ser testado à Covid-19 e o resultado foi negativo. Este é o...

Paíshá 15 horas

João Leão, Ministro de Estado e das Finanças, está infetado com Covid-19

O Ministério das Finanças informou este sábado que o Ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à...

Paíshá 15 horas

Covid-19: Há 400 bombeiros infetados. Classe quer prioridade na vacina

São 400 os bombeiros de inúmeras corporações espalhadas pelo país que estão infetados com Covid-19. Um número bastante preocupante, tendo...

Paíshá 15 horas

Novo confinamento, mas ligeiro. No primeiro dia 60% dos portugueses saiu à rua

A consultora analítica PSE divulgou, este sábado, um relatório relativo à mobilidade dos portugueses no primeiro dia do novo confinamento,...

Barceloshá 16 horas

Barcelos: Restaurante acusado de discriminação após proibir entrada de chineses e comunistas

O “Ristorante Divinal” de Barcelos está a ser acusado de racismo e discriminação. O estabelecimento colocou à entrada cartazes a...

Paíshá 17 horas

Covid-19: 166 mortes e 10947 novos infetados. Novo recorde atingido hoje

Pelo quarto dia consecutivo, Portugal regista acima de 10 000 novos infetados, por cada 24 horas. Este sábado, o boletim...

Paíshá 17 horas

Hospitais à beira do colapso. Doente morre em ambulância por falta de cama

Esta notícia está também disponível em formato podcast: “Horas nas macas das ambulâncias” em frente aos hospitais, é este o...

Paíshá 18 horas

Não há coimas para hipermercados que vendam bens não essenciais “à revelia”

Livros, roupa, artigos desportivos e de decoração são alguns dos artigos proibidos pelo Governo de venda nos hipermercados ao longo...

Paíshá 19 horas

Covid-19: Testes rápidos podem ser a solução para concretizar festivais de verão

A Associação de Produtores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE) esteve reunida com o Governo no sentido de debater as...

Paíshá 19 horas

Consumo de antidepressivos em Portugal deverá aumentar devido à Covid-19

A situação pandémica em Portugal deverá levar ao aumento de consumo de antidepressivos. Pelo menos, é o que antevê Miguel...

Paíshá 20 horas

Regras da DGS para fazer compras no supermercado em segurança

Com várias superfícies comerciais fechadas devido ao novo confinamento geral, os supermercados incluem-se nas raras exceções. A compra de bens...

Paíshá 21 horas

Município de Vizela distribui testes antigénio pelas IPSS do concelho

O Município de Vizela procedeu, esta sexta feira, à distribuição de 500 testes de pesquisa de antigénio pelas IPSS do...

Paíshá 22 horas

246 Mil eleitores votam este domingo antecipadamente

Mais de 246 mil eleitores portugueses exercem o seu direito de voto já este domingo, dia 17 de janeiro. Oito...

Paíshá 22 horas

Covid-19: Segunda dose da vacina começa a ser administrada já este domingo

Aos profissionais de saúde que receberam a vacina contra a Covid-19 no fim do ano de 2020, será-lhes administrada já...

Guimarãeshá 22 horas

Guimarães: Este sábado, evite a Rotunda de Silvares. Trânsito Condicionado.

Este sábado, dia 16 de janeiro, o trânsito estará condicionado na cidade de Guimarães, mais concretamente na Rotunda de Silvares....

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos