Siga-nos nas redes

País

Covid-19: Ordem dos Médicos pretende mudança na lei das juntas médicas

Publicado

em

Para se trabalhar na mudança da lei e adaptá-la à realidade, o bastonário da Ordem dos Médicos defendeu hoje que deveria aproveitar-se o momento em que se está a analisar diplomas para recuperar a atividade das juntas médicas.

As declarações de Miguel Guimarães foram feitas na Comissão Parlamentar de Saúde, onde foi ouvido sobre os projetos de lei do BE, “Medidas para a recuperação da atividade das juntas médicas de avaliação de incapacidades”, do PAN, “A resposta eficaz da atividade das juntas médicas de avaliação de incapacidades e dos cuidados de saúde primários em situação epidemiológica provocada pela covid-19” e do PCP, “Regime Transitório para a emissão de Atestados Médicos de Incapacidade Multiuso”.

Ressalvando que estes projetos são para “uma situação transitória”, o bastonário defendeu que se devia “aproveitar esta oportunidade” para mudar a lei.

Em reposta a questões levantadas pelos deputados, Miguel Guimarães afirmou que “muitas vezes são nestes momentos de maior ebulição que podem ocorrer grandes transformações de leis que existem há muitos anos e que acabam por nunca ser revistas mesmo sabendo que as coisas nem sempre estão a funcionar bem e vão-se prolongando no tempo”.

“Na verdade, existe aqui uma urgência que foi e que está a ser agravada pela pandemia, que ainda não acabou. Neste momento, estamos a controlar a segunda vaga da pandemia de covid-19, mas continua a registar-se um número muito elevado de casos”, vincou.

Portanto – sustentou – “isto continua a bater forte e continuamos a ter necessidade de todos os recursos humanos para fazer tudo o que é necessário fazer neste momento, para salvar vidas mas a verdade é que os direitos dos doentes não podem ser prejudicados”.

Nesse sentido, é possível consagrar medidas temporária “e simultaneamente começar já a trabalhar numa visão mais profunda da lei”.

No seu entender, a lei deve ser mudada em vários aspetos, mas há um que é essencial: “As juntas médicas não podem depender da autoridade de saúde pública porque não faz sentido sequer”.

Atualmente, a lei atribui as juntas médicas aos especialistas de saúde pública que dizem que chegam a ser cerca de 80% da sua atividade, uma situação que não deve continuar, defendeu.

Para o bastonário, a lei deve ser adaptada à realidade e executada por profissionais com competência em avaliação do dano corporal e em peritagem médica da Segurança Social.

Tem de haver “uma grande colaboração” entre os ministérios da Saúde e da Segurança Social, uma vez que se trata de “questões mistas”, mas, comentou, já se percebeu com a situação dos lares que não existe uma grande interação.

O bastonário manifestou ainda a disponibilidade para trabalhar com a Direção-Geral da Saúde numa Tabela Nacional de Incapacidades simplificada, para que se possa fazer “um trabalho bem feito, rigoroso, que não seja um trabalho atabalhoado, em que fica muita coisa a descoberto”.

Os projetos de lei remetem esta tabela para a DGS, sendo uma questão que lhe deve ser colocada, mas como está com “falta de recursos humanos e continua na linha da frente no combate a esta pandemia (…) a Ordem dos Médicos estará disponível para ajudar a Direção-Geral de Saúde, através dos especialistas de várias áreas que podem dar um contributo muito importante para ajudar a construir uma Tabela Nacional de Incapacidades simplificada que possa ajudar alguns automatismos, sobretudo, nesta fase de transição da pandemia”.

Segundo o bastonário será necessário cerca de “um mês, um mês e meio” para se conseguir ter “uma solução que seja de facto simpática e que possa servir os objetivos dos vários projetos” apresentados.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Desportohá 8 horas

Reportagem Rali de Famalicão 2021

O piloto Adruzilo Lopes, navegado por Paulo Silva, foi o vencedor da edição 2021 do Rali de Famalicão. A dupla...

Famalicãohá 9 horas

Coligação Mais Ação Mais Famalicão apoia Carlos Lima na recandidatura à Junta de Freguesia de Mogege

A coligação “Mais Ação Mais Famalicão” apresentou, este domingo, o seu apoio ao presidente da Junta de Freguesia de Mogege,...

Paíshá 14 horas

Covid 19. Mais 2.625 novos casos e oito mortes

Portugal registou este domingo mais oito mortes pela Covid-19 e mais 2.625 casos, segundo os dados do mais recente boletim...

Famalicãohá 15 horas

Famalicão: Projeto de reabilitação do Largo Senhor dos Aflitos está aberto às propostas da população

Criar um espaço que sirva a todos e dar-lhe a dignidade que merce. Foi com este pressuposto que o presidente...

Mundohá 15 horas

Papa: “Cuidem dos idosos porque estes não são sobras da vida”

O Papa Francisco apelou este domingo para que se cuidem dos idosos porque eles “não são sobras da vida ou desperdícios...

Regiãohá 18 horas

Vila do Conde: adolescente e homem em dificuldades no mar resgatados

Os elementos do “Projeto SeaWatch”, pertencente à Autoridade Marítima Nacional, colaboraram ontem no auxílio a duas pessoas, um homem de...

Famalicãohá 19 horas

CDU de Famalicão alerta: “há muitos famalicenses sem médico de família”

Os comunistas famalicenses alertam que há muitos famalicenses sem médico de família. A CDU de Famalicão, representada por Miguel Lopes,...

Famalicãohá 19 horas

Verão tímido: domingo de aguaceiros e semana com temperaturas amenas

Depois deste domingo com céu nublado e alguma chuva, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê, para...

Paíshá 19 horas

Morreu Otelo Saraiva de Carvalho, o “capitão de Abril”

EM ATUALIZAÇÃO Otelo Saraiva de Carvalho, o principal operacional do golpe de Estado de 25 de Abril de 1974, morreu...

Sociedadehá 20 horas

Famalicão: Coligação apresenta candidatos na União de Abade e Antas e de Seide S. Miguel e S. Paio

Este domingo a coligação “Mais Ação Mais Famalicão” apresenta Manuel Alves, que se recandidata a um terceiro mandato à frente...

Famalicãohá 20 horas

Famalicão: Incêndio destrói ecopontos no centro da cidade

Um incêndio destruiu três ecopontos, esta madrugada. Pelas 02h42m, os Bombeiros Voluntários Famalicenses foram acionados para um incêndio nos ecopontos...

Famalicãohá 21 horas

Famalicão: PS apresenta hoje mais quatro candidatos nas freguesias

O Partido Socialista oficializa neste domingo a candidatura de Álvaro Machado, o primeiro presidente democraticamente eleito da Junta de Freguesia...

Entretenimentohá 21 horas

Famalicão: Toy canta hoje no Anima-te

A música popular romântica sobe, hoje, ao palco do Anima-Te, em Famalicão, pela voz do cantor Toy, pelas 19h00.  Natural...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Homem de 39 anos gravemente ferido após queda de andaime em Vilarinho das Cambas

Um homem de 39 anos ficou gravemente ferido, durante a tarde deste sábado, após ter caído de um andaime, no...

Desportohá 1 dia

FC Famalicão vence o Feirense e segue em frente na Taça da Liga

O Famalicão venceu hoje o Feirense por 1-0, em jogo da primeira fase da Taça da Liga em futebol, disputado...

Famalicãohá 2 dias

Apagão não foi só em Famalicão. Afetou várias zonas do país e teve origem na Europa

Terá sido um problema na rede elétrica de alta tensão, que originou a falta de eletricidade que afetou, na tarde...

Famalicãohá 2 dias

Várias freguesias de Famalicão ficaram esta tarde sem luz elétrica

Várias freguesias do concelho de Famalicão ficaram na tarde deste sábado sem luz elétrica. O problema poderá estar relacionado com...

Regiãohá 2 dias

Movimento “Viver o Ave” nomeado para o prémio Guarda Rios 2021

O Movimento “Viver o Ave” é um dos cinco nomeados para o prémio Guarda Rios 2021 promovido pela associação ambiental...

Desportohá 2 dias

REPORTAGEM: AD Ninense ganha novo campo e iluminação LED

A Associação Desportiva Ninense inaugurou este sábado um novo campo de futebol de 7 com relvado sintético e a iluminação...

Paíshá 2 dias

Covid 19:Mais 20 mortos e 3396 novos casos em Portugal

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde deste sábado dá conta de 3396 novos infetados e mais 20 vítimas mortais. No...

Arquivo

FAMA NAS REDES

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191