Siga-nos nas redes

País

Covid-19: Como os cientistas criaram uma vacina em tempo recorde?

Publicado

em

O virologista Pedro Simas defendeu hoje a necessidade de transmitir que a descoberta de vacinas para a covid-19 em tempo recorde não é algo precipitado para que as pessoas percebam a lógica científica e não as temam.

“Não foi um milagre e é tudo lógico. É importante transmitir isso às pessoas para lhes dar segurança para que adiram à vacina e não achem que foi uma coisa precipitada e que a vacina não é segura”, disse o virologista enquanto participava esta tarde na conferência “Como vamos viver depois da pandemia?”, organizada pelo Jornal de Notícias em parceria com a câmara de Vila Nova de Gaia.

Na sessão, que decorreu via ‘online’, Pedro Simas explicou “a combinação de três coisas” que permitiu chegar a vacinas contra o novo coronavírus, começando pelo atual “avanço tecnológico que permite fazer tudo muito mais rapidamente” e lembrando que “a comunidade científica e a industrial se reuniram e concentraram esforços para cortar todas as burocracias”.

“A terceira razão – e a mais importante de todas porque é essa que faz com que isto não seja um milagre – é que com base do conhecimento que tínhamos dos coronavírus, sabíamos que conseguíamos produzir uma vacina que ia produzir uma boa resposta”, referiu.

Pedro Simas explicou que “esse conhecimento já existe há pelo menos 50 anos para estes vírus”, fazendo um contraponto com outros como o para o HIV [Vírus da Imunodeficiência Humana] causador da SIDA para explicar que “esse sim continua a ser atualmente um grande desafio”.

“Na ciência não há milagres. Foi o conhecimento que permitiu que conseguíssemos desenvolver uma vacina em tão pouco tempo. Para nós cientistas não foi assim tão pouco tempo porque sabíamos o que tínhamos de desenvolver”, referiu o virologista.

O especialista defendeu ainda que “o medo não é solução”, embora seja “uma reação muito importante em evolução”: “[O medo] não pode ser perpetuado no tempo”, concluiu Pedro Simas apontando que “vão existir mais pandemias”, mas a ciência existe “para lidar com elas e para tentar que sejam menos frequentes”.

Sobre as medidas para o período de Natal que se aproxima, alertou que “com uma imunidade populacional à volta dos 10%, o que significa que 85% a 90% de população está suscetível ao vírus, nunca o risco foi tão grande porque está espalhado por todo o país”.

“Se não queremos ter uma terceira vaga colada à segunda – há quem diga que nem sequer é uma terceira, é um continuar da segunda – se não queremos voltar a um crescimento exponencial das infeções, temos de ter muito cuidado. Principalmente quando temos a solução à nossa vista. Seria inglório que morressem muitas mais pessoas por causa do Natal. E o Natal pode ser passado de uma forma especial. É a nossa oportunidade de passarmos um Natal de forma diferente”, sublinhou o virologista.

Numa conferência que contou com António Costa Silva, autor do plano de recuperação económica e social, e foi introduzida pelo ex-ministro da Economia, Luís Braga da Cruz, e concluída pelo presidente da câmara de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, foram também abordadas questões relacionadas com o teletrabalho, os desafios para a área da saúde no futuro e o desemprego, entre outras.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,6 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 5.733 em Portugal.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 3 horas

Presidenciais: em Famalicão 1578 eleitores votam este domingo

São 1578 os eleitores que em Famalicão exercem, este domingo, o voto antecipado para as Eleições Presidenciais. Um número bastante...

Paíshá 3 horas

Reparação de vidros custou à CP quatro milhões de euros, nos últimos 10 anos

A CP – Comboios de Portugal gastou quatro milhões de euros nos últimos dez anos na reparação e compra de...

Paíshá 4 horas

Covid 19: mais 152 mortes e 10.385 casos em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 10.385 casos diários de covid-19, e registou 152 mortes nas últimas 24 horas, para um...

Paíshá 4 horas

Eleições: voto antecipado não consegue evitar longas filas

Este domingo está a ser marcado pelo voto antecipado para as eleições presidenciais que se realizam a 24 de Janeiro....

Famalicãohá 6 horas

Paróquias de Famalicão e Brufe desafiam famílias a sorrir

Está aí mais uma Jornada da Família, promovida pelas paróquias de Santo Adrião – Famalicão e de Brufe, este ano...

Famalicãohá 7 horas

Famalicão: crianças e Jovens da PASEC debatem os líderes do amanhã

Está a decorrer mais uma Assembleia Internacional Juvenil (AIJ) promovida pela associação famalicense PASEC, em parceria com organizações internacionais de...

Paíshá 8 horas

Médicos Saúde Pública alertam para situação “absolutamente insustentável”

O presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, considerou este sábado “absolutamente insustentável” a situação vivida...

Paíshá 9 horas

Covid-19: Segunda dose da vacina começa a ser administrada este domingo

Os primeiros profissionais de saúde que foram vacinados contra a covid-19 no final do ano vão começar a receber hoje...

Paíshá 9 horas

Quase 250 mil eleitores votam hoje para as eleições presidenciais

Os portugueses começam a votar este domingo, uma semana antes das presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado...

Desportohá 19 horas

FC Famalicão empata em Alcochete a duas bolas frente ao Sporting

No pontapé de saída da fase de apuramento de campeão da Liga BPI, Sporting e Famalicão empataram a duas bolas,...

Famalicãohá 23 horas

Lousado alerta para a possíbilidade de cortes de água durante a próxima semana

A Junta de Freguesia de Lousado alerta para a possibilidade de ocorrerem interrupções no abastecimento de água, no período compreendido...

Paíshá 23 horas

Movimento “Defender Portugal” manifesta-se sem máscaras nem distanciamento contra o Governo

Cerca de 100 apoiantes de um movimento auto-denominado “Defender Portugal” manifestaram-se, sem máscaras ou distanciamento físico, em frente ao parlamento,...

Economiahá 23 horas

Economia portuguesa irá recuperar, mas não ao ritmo do resto da Europa

A recuperação da economia portuguesa após a crise pandémica “deverá acompanhar apenas temporalmente a recuperação europeia, mas não o seu...

Paíshá 23 horas

Trocas e devoluções de compras com prazo prolongado por 30 dias

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem...

Paíshá 1 dia

Marcelo Rebelo de Sousa volta a testar negativo à Covid-19

Marcelo Rebelo de Sousa voltou, este sábado, a ser testado à Covid-19 e o resultado foi negativo. Este é o...

Paíshá 1 dia

João Leão, Ministro de Estado e das Finanças, está infetado com Covid-19

O Ministério das Finanças informou este sábado que o Ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à...

Paíshá 1 dia

Covid-19: Há 400 bombeiros infetados. Classe quer prioridade na vacina

São 400 os bombeiros de inúmeras corporações espalhadas pelo país que estão infetados com Covid-19. Um número bastante preocupante, tendo...

Paíshá 1 dia

Novo confinamento, mas ligeiro. No primeiro dia 60% dos portugueses saiu à rua

A consultora analítica PSE divulgou, este sábado, um relatório relativo à mobilidade dos portugueses no primeiro dia do novo confinamento,...

Barceloshá 1 dia

Barcelos: Restaurante acusado de discriminação após proibir entrada de chineses e comunistas

O “Ristorante Divinal” de Barcelos está a ser acusado de racismo e discriminação. O estabelecimento colocou à entrada cartazes a...

Paíshá 1 dia

Covid-19: 166 mortes e 10947 novos infetados. Novo recorde atingido hoje

Pelo quarto dia consecutivo, Portugal regista acima de 10 000 novos infetados, por cada 24 horas. Este sábado, o boletim...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos