Siga-nos nas redes
Publicidade

País

Marcelo homenageia Rogério Samora “intérprete de eleição” do público portugês

Publicado

em

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou hoje a “morte precoce” de Rogério Samora, considerando “uma grande perda” para o público português de “um dos mais carismáticos atores da sua geração” e que “deixou marca”.

“A morte precoce de Rogério Samora, um dos mais carismáticos atores da sua geração, é uma grande perda para os seus familiares e amigos, mas também para o público português de teatro, cinema e televisão, que nele encontrou, há décadas, um intérprete de eleição”, refere Marcelo Rebelo de Sousa, através de uma nota publicada no ‘site’ da Presidência.

Rogério Samora, que estava em coma desde agosto, depois de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória nas gravações da telenovela “Amor, Amor”, em exibição na SIC, morreu hoje, segundo a SIC, no Hospital Amadora-Sintra, para onde tinha sido transportado na segunda-feira.

O chefe de Estado envia as suas “sentidas condolências” à família e amigos de Rogério Samora, que considera “uma presença forte, afirmativa, um ator que deixou marca, em particular no registo por natureza mais perene, que é o do cinema”.

“O que permitirá às gerações futuras entender a admiração e a estima que por ele tiveram os espectadores do nosso tempo”, defende também.

Apontando que foi “uma das mais constantes presenças em séries e telenovelas, somando ao reconhecimento a popularidade”, o Presidente lembra ainda que “Rogério Samora fez teatro nos anos 80, com Filipe La Féria e Carlos Avilez, tendo trabalhado também com João Lourenço e Luís Miguel Cintra, entre outros; filmou com Manoel de Oliveira, José Fonseca e Costa, António-Pedro Vasconcelos, João Botelho ou Miguel Gomes, tendo-se notabilizado no «Delfim» de Fernando Lopes, onde encarou com brilhantismo um arquétipo do homem português de outras épocas já fora de época”.

Rogério Samora contava mais de 40 anos de carreira, com um percurso marcado pela participação em dezenas de telenovelas e outras produções televisivas, como “Nazaré” e “Mar Salgado”, da SIC, “Flor do Mar” ou “Fascínios”, da TVI, depois de se ter estreado em televisão, na RTP, em 1982, em “Vila Faia”.

O percurso de Rogério Samora teve, porém, início no teatro, na antiga Casa da Comédia, e apresenta alguns dos seus mais importantes papéis no cinema, em filmes de Fernando Lopes e de Manoel de Oliveira.

Nascido em Lisboa, em 28 de outubro de 1958, fez o curso de Teatro do Conservatório Nacional, e estreou-se no final da década de 1970, na peça “A Paixão Segundo Pier Paolo Pasolini”, de René Kalisky, levada a cena na Casa da Comédia, sob a direção de Filipe La Féria. O desempenho valeu-lhe o seu primeiro prémio, em 1981, o de Ator Revelação, da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

País

Marcelo diz que Portugal não pode desistir de criar mais riqueza neste 10 de junho

Publicado

em

O Presidente da República defendeu hoje que Portugal não pode desistir de criar mais riqueza, igualdade, mais coesão, considerando que só isso permitirá que continue a ter a sua “projeção no mundo”.

“Não podemos desistir nunca de criar mais riqueza, mais igualdade, mais coesão, distribuindo essa riqueza com mais justiça”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa no seu tradicional discurso na cerimónia militar comemorativa do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, que decorre hoje no Peso da Régua, distrito de Vila Real.

Só dessa forma, prosseguiu o chefe de Estado, Portugal poderá continuar a ter a sua “projeção do mundo”, o seu “desígnio nacional”.

“É a nossa vocação de sempre: fazermos pontes, sermos plataforma entre oceanos, continentes, culturas e povos. Outros há, e haverá, que são e serão mais ricos do que nós, mais coesos do que nós, mas com línguas que poucos conhecem, incapazes de compreenderem o mundo, de o tocarem e de o influenciar, mesmo aquele mundo que está mesmo à beira da sua porta”, disse.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Dia de Portugal: Marcelo discursa para o país e comunidade portuguesa no estrangeiro às 11:45

Publicado

em

As comemorações do Dia de Portugal, de Camões das Comunidades Portuguesas terminam hoje no Peso da Régua com a tradicional cerimónia militar do 10 de Junho, depois de terem passado pela África do Sul.

Na cerimónia militar, que deverá começar às 10:00 na Praça do Município, estarão presentes o Presidente da República, o primeiro-ministro, o presidente da Assembleia da República e líderes de partidos, entre os quais o presidente do PSD, Luís Montenegro.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deverá tomar a palavra pelas 11:45, após honras militares, uma homenagem aos mortos em combate e uma intervenção do enólogo João Nicolau de Almeida, que preside este ano à comissão organizadora das comemorações.

Na sexta-feira, à chegada ao Peso da Régua, o chefe de Estado disse aos jornalistas que os seus discursos na cerimónia militar do 10 de Junho são “sempre sobre o país, nunca sobre os acontecimentos do dia-a-dia”.

No ano passado, no seu discurso no Dia de Portugal, em Braga, Marcelo Rebelo de Sousa elogiou o povo português, “a arraia-miúda” que construiu Portugal, se espalhou pelos oceanos e que “se desdobrou em dois” na independência do Brasil.

Após a cerimónia militar, que terminará pelas 13:15, o Presidente da República irá visitar, às 16:30, a exposição das Forças Armadas, no Cais da Régua, antes de regressar, às 19:30, à Praça do Município para participar na cerimónia militar do arriar da bandeira nacional.

De seguida, às 20:00, irá visitar expositores de produtores de vinhos e produtos regionais integrados no ‘Douro Wine City’, no auditório municipal do Peso da Régua.

Às 21:30, as comemorações do 10 de Junho irão terminar com um concerto, aberto à população, no Jardim da Alameda dos Capitães, em que Marcelo Rebelo de Sousa irá condecorar as três bandas militares.

Este ano, o Presidente da República designou o Peso da Régua como sede das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, a escolha desta cidade é uma forma de chamar a atenção para os “interiores às vezes esquecidos” do continente.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Gasóleo aumenta 2,5 cêntimos esta segunda-feira. Gasolina sobe 2 cêntimos

Publicado

em

As previsões desta sexta-feira apontam para uma subida do preço dos combustíveis mais utilizados, apontando para aumentos superiores a 2 cêntimos, em ambos os casos.

Assim, os condutores que se dirigirem aos postos de abastecimento, esta segunda-feira, vão encontrar o gasóleo mais caro cerca de 2,5 cêntimos, enquanto que a gasolina deverá registar uma subida de 2 cêntimos.

Antes que se verifiquem qualquer uma destas previsões, o preço do litro de gasóleo custa, em Portugal, cerca de 1,458 euros, enquanto que o litro de gasolina está fixado em cerca de 1,681 euros.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

OUVIR RÁDIO

VER TV EM DIRETO

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: Ribeirenses voltam a decidir o seu futuro nas mesas de voto este domingo

Este domingo, dia11 de junho, realizam-se as eleições intercalares para a eleição da nova Assembleia de Freguesia de Ribeirão, na...

Desportohá 6 horas

FC Famalicão: Lucas Mineiro deverá reforçar meio-campo após uma época no Westerlo da Bélgica

O brasileiro Lucas Mineiro estará prestes a integrar o emblema do FC Famalicão, na época 2023/2024, após um ano ao...

Famalicãohá 7 horas

Antoninas 2023: Desfile etnográfico lembra tradições seculares do concelho de Famalicão (vídeo)

As Festas Antoninas de Famalicão são uma referência secular e para lembrar isso estiveram presentes, no centro de Famalicão, centenas...

Famalicãohá 8 horas

Famalicão espera um domingo com períodos de chuva e temperaturas ligeiramente mais baixas

Será um domingo de chuva, com temperaturas máximas a chegar aos 23.º graus, de acordo com as previsões do Instituto...

Paíshá 9 horas

Marcelo diz que Portugal não pode desistir de criar mais riqueza neste 10 de junho

O Presidente da República defendeu hoje que Portugal não pode desistir de criar mais riqueza, igualdade, mais coesão, considerando que...

Desportohá 10 horas

Alexandre Penetra do FC Famalicão nos treinos da Seleção Nacional sub-21 destaca o desenvolvimento coletivo do grupo

A seleção portuguesa de sub-21 tem dado primazia ao desenvolvimento das “relações dentro e fora de campo” nos primeiros dias...

Famalicãohá 10 horas

Famalicão: Comunidade de dadores de sangue assinalou o seu dia este sábado no Parque da Devesa

Em mais um dia das Festas Antoninas de Famalicão 2023, foi assinalado o XVII Dia do Dador de Sangue Famalicense,...

Famalicãohá 11 horas

Antoninas 2023: 16.ª Caminhada Camiliana foi viagem ao passado de um dos maiores escritores portugueses de sempre (vídeo)

Foram muitos os que se reuniram, na manhã deste sábado, para participar na 16.ª Caminhada Camiliana, uma viagem ao passado,...

Famalicãohá 12 horas

Antoninas 2023: Maninho trouxe ritmo e calor a mais uma noite de festa (vídeo)

O artista brasileiro Maninho foi o nome mais esperado, em mais um dia de festa nas Antoninas de 2023, que...

Famalicãohá 12 horas

Famalicão: Vai à Vila dedica-se às terapias e bem estar entre 16 e 18 de junho

O Vai à Vila de Famalicão prepara, para os dias entre 16 e 18 de junho, sexta a domingo, um...

Arquivo

Mais Vistos