Siga-nos nas redes

País

Cardeal-patriarca reforça prioridade do “problema ecológico” para o futuro da humanidade

Publicado

em

O cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, defendeu hoje que “o problema ecológico” tem de ser levado “muito a sério”, considerando mesmo ser uma “questão prioritária” para que a natureza se possa recuperar e evitar novas pandemias.

Para o cardeal-patriarca, a Humanidade tem de lutar para que “as coisas não se degradem, antes pelo contrário, para que a natureza se recupere, que não haja mais pandemias e outros problemas que nascem aí, numa ecologia maltratada”.

A preocupação com a natureza é, no seu entender, uma das lições deixada pela pandemia de covid-19 que o mundo está a enfrentar.

“Se nós não cuidarmos com mais prontidão na nossa relação com a natureza, em geral, depois desta poderão vir outras e ficaremos todos menos bem guardados”, disse, frisando que “a questão ecológica é hoje prioritária para se resolver positivamente” estes problemas.

Questionado sobre as palavras do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na sua mensagem de Natal, em que apelou a “um consenso alargado” para enfrentar a pandemia económica e social que irá dominar 2021, quando a pandemia “se for esbatendo”, Manuel Clemente recordou a solidariedade a que se vem assistindo desde o aparecimento do coronavírus.

“Tudo aquilo que tem sucedido e felizmente acrescentado desde março em termos de solidariedade, não só na redobrada eficácia e presenças dos serviços dos profissionais dos diversos setores que mais diretamente respondem à pandemia, quer até da população em geral, com iniciativas muito bonitas da parte de gente mais nova e de gente mais idosa, de vizinhanças reencontradas, de apoio prestados de gratuitidade maior, eu creio que tudo isto nos vai garantir para o futuro uma maneira mais solidária, mais próxima e mais capaz de enfrentar os problemas”, adiantou.

Para Manuel Clemente, o país tem “realmente muitos problemas pela frente”, muitos deles causados pelo “isolamento forçado, que teve mesmo de ser assim, de tanta gente, sobretudo, de mais idade”, que deixa “mazelas” não só na mente, mas também no coração e no afeto.

O desemprego causado pela pandemia é “um enorme problema” que agora se levanta, salientou, defendendo que “são tantas as frentes de combate […] que só uma solidariedade reforçada como aquela que se foi ganhando nestes meses no pode garantir um bom futuro”.

A pandemia obrigou a mudanças na Missa de Natal, nomeadamente o tradicional beijo ao Menino Jesus no final da cerimónia, que deu lugar a uma vénia, o abraço da paz que não aconteceu e a Sé de Lisboa, outrora cheia, hoje tinha poucos católicos e todos de máscara.

Sobre com a Igreja Católica tem reagido a estas mudanças, o cardeal-patriarca afirmou que tem sido de “uma maneira positiva”.

“Desde março, reduzimos tanto as nossas atividades presenciais, tivemos que arranjar outras maneiras de chegar junto das pessoas e tanta coisa se fez” com o apoio da comunicação social.

Manuel Clemente lembrou que, quando foi a celebração da Semana Santa, nunca teve “tanta gente” consigo: “Foram dezenas de milhares de pessoas através dos media, mas não é a mesma coisa”, confessou.

“Fomos reinventando novas maneiras de atuar, também como na sociedade em geral, também nos deixamos de cumprimentar, de beijar e passamos a ser tratados de outra maneira”, disse, considerando que algumas dessas mudanças são saudáveis em termos de higiene e “vão ficar”.

“Não é por acaso que essas referências à diminuição da gripe este ano são constantes, porque também estamos mais resguardados e por isso infetamos menos os outros”, observou.

Durante a homília, o cardeal-patriarca lembrou os profissionais de saúde que se “desdobram no tratamento dos doentes”, os responsáveis de vários setores se “mantêm vigilantes e ativos para que a vida de todos se mantenha segura e sustentável” e os cuidadores que se desvelam para que não falte conforto aos idosos que não podem receber visitas.

Manuel Clemente recordou ainda os “refugiados e imigrantes forçados que têm inegável direito de ser acolhidos e respeitados em qualquer lugar onde cheguem”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 47 minutos

Marcelo Rebelo de Sousa volta a testar negativo à Covid-19

Marcelo Rebelo de Sousa voltou, este sábado, a ser testado à Covid-19 e o resultado foi negativo. Este é o...

Paíshá 1 hora

João Leão, Ministro de Estado e das Finanças, está infetado com Covid-19

O Ministério das Finanças informou este sábado que o Ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à...

Paíshá 1 hora

Covid-19: Há 400 bombeiros infetados. Classe quer prioridade na vacina

São 400 os bombeiros de inúmeras corporações espalhadas pelo país que estão infetados com Covid-19. Um número bastante preocupante, tendo...

Paíshá 2 horas

Novo confinamento, mas ligeiro. No primeiro dia 60% dos portugueses saiu à rua

A consultora analítica PSE divulgou, este sábado, um relatório relativo à mobilidade dos portugueses no primeiro dia do novo confinamento,...

Barceloshá 2 horas

Barcelos: Restaurante acusado de discriminação após proibir entrada de chineses e comunistas

O “Ristorante Divinal” de Barcelos está a ser acusado de racismo e discriminação. O estabelecimento colocou à entrada cartazes a...

Paíshá 3 horas

Covid-19: 166 mortes e 10947 novos infetados. Novo recorde atingido hoje

Pelo quarto dia consecutivo, Portugal regista acima de 10 000 novos infetados, por cada 24 horas. Este sábado, o boletim...

Paíshá 3 horas

Hospitais à beira do colapso. Doente morre em ambulância por falta de cama

Esta notícia está também disponível em formato podcast: “Horas nas macas das ambulâncias” em frente aos hospitais, é este o...

Paíshá 4 horas

Não há coimas para hipermercados que vendam bens não essenciais “à revelia”

Livros, roupa, artigos desportivos e de decoração são alguns dos artigos proibidos pelo Governo de venda nos hipermercados ao longo...

Paíshá 5 horas

Covid-19: Testes rápidos podem ser a solução para concretizar festivais de verão

A Associação de Produtores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE) esteve reunida com o Governo no sentido de debater as...

Paíshá 5 horas

Consumo de antidepressivos em Portugal deverá aumentar devido à Covid-19

A situação pandémica em Portugal deverá levar ao aumento de consumo de antidepressivos. Pelo menos, é o que antevê Miguel...

Paíshá 7 horas

Regras da DGS para fazer compras no supermercado em segurança

Com várias superfícies comerciais fechadas devido ao novo confinamento geral, os supermercados incluem-se nas raras exceções. A compra de bens...

Paíshá 7 horas

Município de Vizela distribui testes antigénio pelas IPSS do concelho

O Município de Vizela procedeu, esta sexta feira, à distribuição de 500 testes de pesquisa de antigénio pelas IPSS do...

Paíshá 8 horas

246 Mil eleitores votam este domingo antecipadamente

Mais de 246 mil eleitores portugueses exercem o seu direito de voto já este domingo, dia 17 de janeiro. Oito...

Paíshá 8 horas

Covid-19: Segunda dose da vacina começa a ser administrada já este domingo

Aos profissionais de saúde que receberam a vacina contra a Covid-19 no fim do ano de 2020, será-lhes administrada já...

Guimarãeshá 8 horas

Guimarães: Este sábado, evite a Rotunda de Silvares. Trânsito Condicionado.

Este sábado, dia 16 de janeiro, o trânsito estará condicionado na cidade de Guimarães, mais concretamente na Rotunda de Silvares....

Paíshá 9 horas

GNR e PSP já detiveram 212 pessoas infetadas com Covid-19 que furaram isolamento

Os dados foram avançados pelo Ministério da Administração Interna (MAI) à TSF e revelam que as forças de autoridade já...

Paíshá 20 horas

Conheça a chave da sorte do Euromilhões desta sexta-feira

Num sorteio sem sorte para Portugal apenas três portugueses acertaram no 4º prémio desta semana, equivalente a 1.200 euros. Sem...

Mundohá 21 horas

Covid-19: “As restrições são absolutamente fundamentais”

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, defendeu hoje que “as restrições são absolutamente fundamentais” para fazer face...

Paíshá 21 horas

Estudo: Idosos têm múltiplas doenças e dependem das instituições

Os idosos que vivem em lares ou frequentam os centros de dia têm múltiplas doenças e dependência e as instituições...

Paíshá 21 horas

Região Norte: “Tem havido uma certa estabilização, mas não é de todo uma situação confortável”

 A aparente “estabilização” da região Norte em cerca de 3.000 casos diários do novo coronavírus na última semana “não diminui...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos