Siga-nos nas redes

Braga

Cemitério em Braga enterra defuntos no passeio à espera de obras de ampliação

Publicado

em

 A Junta de Freguesia de Mira de Tibães, em Braga, anunciou que vai começar a enterrar os mortos no passeio central do cemitério, sobrelotado e cuja ampliação está “encravada” no Ministério da Cultura, segundo a junta e a Câmara.

Contactado hoje pela Lusa, o presidente da Câmara, Ricardo Rio, adiantou que, nas próximas semanas, deverá estar pronta a versão final do projeto para a ampliação do cemitério, para apresentar às entidades que tutelam o património cultural.

Em causa está o facto de o cemitério estar localizado na área de proteção do Mosteiro de S. Martinho de Tibães, classificado como imóvel de interesse público.

“Estamos a ultimar a versão final do projeto de ampliação, que dá todas as garantias de salvaguarda daquele património, até porque em causa está um cemitério ‘à americana’, sem impacto visual sobre a envolvente”, referiu Ricardo Rio.

Referindo que o problema “já vem desde 2005”, o autarca manifestou-se esperançado de que o projeto seja aceite pelas entidades que tutelam o património cultural”.

O autarca adiantou que, por precaução, o município já avançou com o processo de expropriação, por utilidade pública, de um terreno na freguesia, para eventual construção de um segundo cemitério.

“A nossa vontade é de que avance a ampliação do atual cemitério”, vincou.

Um cemitério que, entretanto, atingiu o ponto de rutura, tendo agora a Junta de Freguesia, em comunicado, adiantado que vai começar a enterrar os mortos no passeio central.

No comunicado, a Junta refere que o alargamento do cemitério “obriga a uma autorização especial por parte do Governo”, estando a ser feitos “todos os esforços e contactos” com o objetivo de encontrar uma rápida resolução para o problema.

A intenção de construir um novo cemitério já foi contestada publicamente pela população de Braga, designadamente numa reunião do executivo municipal.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Braga

Motociclista de 46 perde a vida após colisão na estrada que liga Braga e Famalicão

Publicado

em

Por

Um homem de 46 anos morreu, na tarde desta quarta-feira, após uma colisão da mota em que seguia envolvendo outras duas viaturas ligeiras, na EN 309, em Braga, avança o jornal O Minho.

De acordo com a mesma fonte, este motociclista terá sido tocado por um veículo que tentava entrar à estrada obrigando o motociclo a desviar-se, acabando por embater de frente com uma viatura que circulava no sentido contrário, no cruzamento da estrada que liga Braga a Joane.

Tudo isto terá sido facilitado pelo posicionamento de um contentor de lixo que terá tapado a visibilidade dos condutores.

As forças de socorro tentaram ainda reanimar o motociclista, mas o óbito acabaria por ser declarado no local do acidente, momentos mais tarde.

O alerta foi dado cerca das 19:15

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

PJ detém homem após tentar incendiar própria casa em Braga

Publicado

em

Por

Um homem de 58 anos foi hoje detido pela Polícia Judiciária (PJ) após ter tentado incendiar a sua própria casa na freguesia de Tenões, em Braga, adianta a GNR.

O caso encontra-se atualmente sob alçada da PJ, acrescentou fonte da GNR.

De acordo com a mesma fonte, o homem vivia sozinho na residência.

A GNR disse ainda desconhecer os motivos que levaram ao incêndio e que zonas da habitação ficaram destruídas.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

Hospital de Braga fica sem urgências de cirurgia pediátrica durante a noite

Publicado

em

Por

O Hospital de Braga vai ficar, a partir de sexta-feira e por tempo indeterminado, sem urgências de cirurgia pediátrica no período noturno, revelou hoje a administração.

Em resposta enviada à Lusa, a administração adianta que, no período entre as 20:00 e as 08:00, fica apenas assegurada a observação de crianças já internadas e daquelas que foram submetidas a cirurgia nos últimos 30 dias e que recorram à Urgência por motivo relacionado com essa mesma cirurgia.

No fundo, segundo a administração, no período noturno “os cirurgiões pediátricos apenas assegurarão a prevenção interna”.

“Esta alteração surge da indisponibilidade dos médicos do Serviço de Cirurgia Geral para assegurar as observações a utentes pediátricos no período noturno, tal como sempre aconteceu até hoje, e do facto de o quadro médico do Serviço de Cirurgia Pediátrica ser composto por nove cirurgiões”, explica.

O conselho de administração ressalva que “até ao momento, e apesar dos esforços desenvolvidos, não foi possível encontrar uma solução que permita garantir a continuidade da cobertura no período noturno”, sublinhando que se encontra “a envidar todos os esforços para resolver esta situação”.

Entretanto, não há data marcada para a reabertura das urgências de cirurgia pediátrica no período noturno.

Durante o dia, de segunda a sexta-feira, a cobertura do serviço de cirurgia pediátrica na Urgência mantém-se “com presença física”.

Ao fim de semana, os médicos trabalham “em regime de prevenção”, sendo chamados ao hospital em algum caso de emergência.

O Hospital de Braga tem registado, nos últimos tempos, dificuldades para assegurar as escalas também das urgências de Ginecologia/Obstetrícia, o que já levou a alguns encerramentos daquele serviço.

Nas últimas duas semanas, aquelas urgências foram encerradas por quatro vezes, por períodos de 24 horas.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

PSP faz buscas a centros de inspeção no distrito de Braga por suspeitas de fraude e falsificação de documentos

Publicado

em

Por

A PSP leva a cabo, esta terça-feira, buscas em centros de inspeção de veículos no distrito de Braga, e outras localizações, por suspeitas de crimes de corrupção passiva, ativa e falsificação de documentos.

Na base desta operação estão suspeitas de inspeções fraudulentas de automóveis.

De acordo com a Direção Nacional da PSP, foram efetuadas “buscas domiciliárias e não domiciliárias tendentes à recolha de prova de crimes de corrupção passiva para ato ilícito, corrupção ativa para ato ilícito e falsificação de documentos”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

Mulher morre após ataque de vaca com cria em Fafe

Publicado

em

Por

Uma mulher de 79 anos faleceu, na tarde desta segunda-feira, depois de ter sido atacada por uma vaca da qual era proprietária, em Fafe.

De acordo com várias fontes, a mulher tentou aproximar-se de uma cria desta vaca, acabando por ser atacada pela mãe de forma violenta.

Transportada em primeira instância para o Hospital de Guimarães, a vítima acabou por não sobreviver aos ferimentos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

Urgência de Ginecologia e Obstetrícia de Braga volta encerrar entre domingo e segunda

Publicado

em

Por

O Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga estará encerrado entre as 08:00 de domingo e as 8 horas de segunda-feira.

Num comunicado, o hospital precisa que o encerramento se deve à “impossibilidade de se completarem as escalas de trabalho necessárias”.

Esta é quarta vez na última semana e meia que o Hospital de Braga encerra as urgências das duas especialidades por 24 horas, com o mesmo motivo.

O hospital reforça que está a “trabalhar de forma articulada com outros hospitais da região para que a resposta aos utentes seja garantida pela rede de instituições do Serviço Nacional de Saúde”.

Em caso de urgência, a unidade pede aos utentes para contactarem a Linha SNS 24 – 808242424 e para se dirigirem a um dos outros hospitais da região, nomeadamente Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Viana do Castelo.

“Em casos de maior complexidade, os utentes devem dirigir-se ao Centro Hospitalar de São João”, refere ainda o comunicado.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

Homem detido em Fafe com 449 doses de canábis

Publicado

em

Por

Um homem de 42 anos foi detido, esta quarta-feira, em Fafe, por tráfico de estupefacientes, avança o Comando Territorial de Braga da GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC).

De acordo com os mesmos, várias diligências policiais, realizadas no decurso de um inquérito por tráfico de estupefacientes, que decorria há cerca de seis meses nas localidades de Celorico de Basto e Fafe, permitiu a realização de uma busca a um domicílio e um veículo onde foi apreendido o seguinte material:

449 doses de canábis;
Um telemóvel;
Uma balança de precisão;
80 euros em numerário;

O suspeito já foi apresentado ao primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Guimarães.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

Doping: PJ deteve homem em Braga com milhares de comprimidos

Publicado

em

Por

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, em Braga, um homem de 51 anos na posse de milhares de comprimidos e ampolas injetáveis de substâncias dopantes, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a PJ acrescenta que o homem está indiciado pela prática de crime de tráfico de substâncias e métodos proibidos, penalizado pela lei antidopagem no desporto.

“No decurso das diligências, foram apreendidos vários milhares de comprimidos e ampolas injetáveis de substâncias esteroides androgénios anabolizantes (substâncias dopantes), uma balança digital de precisão, equipamentos informáticos, envelopes e material próprio para o envio de encomendas”, acrescenta.

Segundo a PJ, as apreensões efetuadas “indiciam fortemente que o arguido, técnico informático de profissão, se dedique à importação, exportação, venda e produção/fabrico ou preparação (corte/mistura) de tais substâncias esteroides anabolizantes”.

Segundo a Autoridade Antidopagem de Portugal, as substâncias apreendidas promovem o aumento de massa muscular, com alteração do metabolismo hormonal masculino e feminino, provocando danos no sistema hepático e vários órgãos dependentes de hormonas sexuais para o seu desenvolvimento.

Podem também provocar desenvolvimento de tumores e alterações graves do crescimento em indivíduos antes da idade adulta.

O detido vai ser presente à autoridade judiciária competente, para interrogatório judicial e eventual aplicação de medidas de coação.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

Urgências de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga encerradas esta quarta-feira

Publicado

em

Por

As urgências de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga vão voltar a encerrar entre as 08:00 de quarta-feira e as 08:00 de quinta-feira, devido à “impossibilidade de se completarem as escalas”, anunciou hoje a unidade hospitalar.

“O Hospital de Braga informa que, pela impossibilidade de se completarem as escalas de trabalho necessárias, o seu Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia estará encerrado desde as 08:00 de quarta-feira, dia 22 de junho, até às 08:00 de quinta-feira, dia 23 de junho”, refere o hospital, em comunicado.

Em relação à restante semana, o Hospital de Braga diz que “assegurou o funcionamento da urgência desta especialidade em todos os dias, excetuando domingo, dia 26 de junho”.

“É importante referir que as escalas não se encontram fechadas, pelo que o Conselho de Administração está a envidar todos os esforços para assegurar o funcionamento do Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia neste dia [domingo]”, lê-se no comunicado.

O Conselho de Administração ressalva, ainda, “que envida diariamente todos os esforços com a finalidade de, sobretudo, manter assegurada a prestação de cuidados de saúde de forma regular às grávidas e parturientes da região”.

“Simultaneamente, reforça que se encontra a trabalhar de forma articulada com outros Hospitais da região, de forma a que a resposta aos utentes seja garantida pela rede de instituições do Serviço Nacional de Saúde”, sublinha o Hospital de Braga.

Em casos de urgência, o Hospital de Braga informa que utentes devem contactar a Linha SNS 24 – 808 24 24 24 e que se dirijam a um dos outros hospitais da Região, “nomeadamente aqueles que têm apoio da especialidade de Ginecologia e Obstetrícia, entre os quais Guimarães, Famalicão e Viana.

Em situações de maior complexidade, os utentes devem dirigir-se ao Centro Hospitalar de São João.

As urgências de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga já estiveram encerradas, nomeadamente, entre as 08:00 de sexta-feira e as 08:00 de sábado e desde as 08:00 de domingo até às 08:00 de segunda-feira, pelos mesmos motivos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

Advogado de Braga suspeito de falsificação “entregou voluntariamente” a sua cédula profissional

Publicado

em

Por

O advogado de Braga Luís Rufo, suspeito de falsificar certificados académicos na obtenção da licenciatura em Direito, requereu a suspensão de funções e “entregou voluntariamente” a cédula profissional, anunciou hoje a Ordem dos Advogados (OA).

“A Ordem dos Advogados faz saber que ao final do dia de ontem [segunda-feira], Luís Rufo, que exercia advocacia em Braga, alegadamente, sem possuir as qualificações académicas necessárias para o efeito, requereu a sua suspensão como advogado e entregou voluntariamente a sua cédula profissional junto dos serviços do Conselho Geral da OA”, refere esta Ordem, em comunicado.

A OA frisa que, “com a entrega e respetiva suspensão da cédula profissional de advogado”, Luís Rufo “fica impedido de qualquer prática profissional até que todos os factos relatados pela comunicação social sejam investigados e comprovados junto das instâncias competentes”.

“O bastonário da OA, Luís Menezes Leitão, espera assim que esteja reposta a confiança que a cédula profissional de advogado, documento emitido pelo Conselho Geral da Ordem e assinado pelo seu bastonário, deve merecer aos cidadãos e à sociedade em geral”, acrescenta o comunicado.

A OA, “que considera este caso de extrema gravidade, reitera que tudo fará para que a legalidade seja reposta”.

“E, caso se comprove a desconformidade do título para o exercício das funções do advogado visado, [a OA] irá tomar as competentes providências a nível criminal e disciplinar, no quadro das competências que o Estatuto da Ordem dos Advogados reserva ao Conselho Geral da Ordem”, refere ainda o comunicado.

Na segunda-feira, o Conselho Regional do Porto (CRP) da OA revelou ter avançado com uma participação criminal contra o advogado Luís Rufo, por alegada falsificação dos certificados académicos que lhe teriam permitido obter a licenciatura em Direito.

Em comunicado enviado à agência Lusa, aquele órgão da OA refere que a participação criminal deu entrada no final da semana passada, “devidamente instruída com documentação reveladora das infrações imputadas ao denunciado”.

Refere que recebeu uma denúncia visando Luís Rufo, com escritório em Braga e que exerce há cerca de 30 anos, apontando a eventual falsificação dos certificados académicos que lhe terão permitido obter a licenciatura em Direito.

“No âmbito das suas atribuições, o CRP da OA desencadeou as diligências tidas por necessárias, nomeadamente junto da Universidade de Coimbra e da Universidade Portucalense, solicitando informação documental”, acrescenta o CRP.

O CRP da OA decidiu também remeter ao Conselho Geral da Ordem e à Universidade Portucalense “toda a informação pertinente”, considerando que serão estas as entidades a quem competirá diligenciar pela eventual invalidação da inscrição na Ordem dos Advogados e pela eventual invalidação da licenciatura”.

Na sua última edição, o semanário Nascer do Sol noticia que Luís Rufo, que exerce advocacia há cerca de 30 anos, tirou o curso através de uma fraude, forjando documentos da Faculdade de Direito de Coimbra.

O mesmo jornal refere que, naquela faculdade, Rufo “apenas completou a disciplina de História do Direito Português”.

Posteriormente, utilizaria o certificado dessa disciplina, rasurando o nome da cadeira e colocando outra no seu lugar.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Artigos Recentes

Famalicãohá 30 minutos

Bombeiros Voluntários de Riba de Ave celebram 72 anos este sábado

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Riba de Ave festeja, este sábado, o seu 72.º aniversário, com um dia...

Paíshá 42 minutos

Sistema Nacional de Saúde para animais: Provedora diz que será possível até ao fim do ano

A Provedora do Animal, Laurentina Pedroso, acredita que é possível, até ao final do ano, ser implementado um Sistema Nacional...

Paíshá 47 minutos

Vestido de Lenka do Preço Certo é alvo de queixa à Entidade Reguladora para a Comunicação Social

As indumentárias de Lenka, a já famosa apresentadora do programa Preço Certo da RTP, foram alvo de uma queixa à...

Paíshá 51 minutos

Comboio passa por cima de mulher em Viana. “Se levantasse a cabeça ficava toda desfeita”

Uma mulher de 46 anos ficou debaixo de um comboio, esta quarta-feira, em Viana do Castelo, acabando por sobreviver, miraculosamente....

Paíshá 2 horas

Urgências do Porto podem ficar em “sobrecarga” com fecho de Braga

Os responsáveis pela Urgência Metropolitana de Cirurgia Pediátrica do Porto, que engloba três centros hospitalares, não foram informados do encerramento...

Famalicãohá 2 horas

Famalicão: Penas entre 12 e 17 anos para padre e ‘freiras’ por escravizarem noviças

O Tribunal de Guimarães condenou hoje a penas entre 12 e 17 anos de prisão um padre e três responsáveis...

Famalicãohá 3 horas

PS/Famalicão: Eduardo Oliveira elogia SNS e defende ministra da Saúde na Assembleia da República

“Portugal tem um serviço público de saúde que continua a ser um exemplo para o mundo. E tem uma ministra...

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: Temperaturas vão chegar aos 36.º já na próxima semana

As temperaturas de verão, acompanhadas pelo sol, chegam a Famalicão na próxima semana. De acordo com as previsões do Instituto...

Economiahá 4 horas

Gasóleo fica mais barato 8 cêntimos e gasolina desce 3 cêntimos esta segunda-feira

O preço do gasóleo e gasolina deverá registar um decréscimo na próxima segunda-feira, de acordo com as previsões de fontes...

Paíshá 5 horas

Faleceu hoje o padre António Vaz Pinto aos 80 anos

O padre António Vaz Pinto, jesuíta e Alto Comissário para as Migrações e Minorias Étnicas entre os anos 2002 e...

pub

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES