Siga-nos nas redes

Póvoa de Varzim

Preço dos combustíveis torna “insustentável” vida dos pescadores da Póvoa e Vila do Conde

Publicado

em

Os pescadores do norte do país consideram que o aumento do preço dos combustíveis está a deixar o setor “insustentável” e, lembrando que o valor quase duplicou no último ano, consideram “urgente” que o Estado preste um apoio suplementar.

No porto de pesca da Póvoa de Varzim, que juntamente com a zona vizinha de Caxinas, em Vila do Conde, no distrito do Porto, incorpora a maior comunidade piscatória do país, o desalento é grande, e há já muitas embarcações que não saem para o mar, porque não é financeiramente viável.

“O ano passado metia quatro mil litros de gasóleo, em Aveiro, por 1.500 euros, agora pela mesma quantidade pago 2.500 euros. Assim não vamos aguentar. Temos, cada vez mais, embarcações atracadas e com dificuldades. O Governo tem de fazer algo”, disse Trocato Craveiro, proprietário de uma embarcação.

Este armador, cuja embarcação opera a partir do porto de Aveiro, considera que com este aumento do preço dos combustíveis a atividade se torna “insustentável”, lembrando que “as despesas já eram muitas e o peixe na costa cada vez menos”.

“Estamos a sofrer e qualquer dia iremos fazer uma paralisação coletiva. Em Espanha é tudo mais barato. Aqui a pesca não está a dar, os barcos não estão bem, falta pessoal, e estamos em risco de vender as nossas coisas. São tudo empresas pequenas que não vão aguentar”, acrescentou.

Trocato Craveiro lembra que os pescadores “não têm culpa da subida dos preços dos combustíveis” e insta o Governo “a assumir responsabilidades e apoiar o setor”.

“Já tivemos problema com a pandemia, e mesmo assim nunca parámos de trabalhar para não morrer à fome, mas, consoante as semanas estão a passar, não estamos a aguentar. As embarcações estão paradas e já muitas que estão à venda”, completou o armador.

Essa é a situação de António Braga, proprietário de uma pequena embarcação, para quem a ida à ‘faina’ já não é viável, mediante a subida do preço dos combustíveis.

“Não tenho saído para o mar porque não compensa. Fazer 100 euros não é solução para pagar as despesas. Prefiro ter o barco parado”, confessou, desapontado.

Este pescador lembra que “as despesas já são muitas com os seguros, os impostos da lota e os arranjos mecânicos”, confessando que o dinheiro que tinha poupado “já foi todo”.

“Quando os governantes vão trabalhar têm a gasolina paga pelo Estado. Não querem saber quanto nós pagámos para ir para o mar. Precisamos de apoio, porque senão os barcos vão todos para o abate”, disse revoltado António Braga.

Segundo dados recolhidos pela Agência Lusa no porto poveiro, um litro de combustível para as embarcações estava a ser vendido, em meados do ano passado, a 0,32 cêntimos, mas ao dia hoje o preço aumentou para 0,69 cêntimos.

Um depósito de uma embarcação de dimensão média leva entre 3.000 e 5.000 mil litros de gasóleo para ser atestado, que, consoante o número de dias de atividade, dura cerca de uma semana a ser consumido.

Um dos armadores que opera a partir do porto da Póvoa de Varzim, e que preferiu não ser identificado, estava a preparar uma embarcação que dentro dias vai partir para pescar nas águas da Mauritânia, no norte de África, e para fazer a viagem teve de comprar 14 mil litros do gasóleo, a 0,68 cêntimos, contando que nesse país africano adquire o mesmo combustível a cerca de 0,30 cêntimos/litro.

As associações do setor estão atentas à atual situação e consideram que é fundamental o Estado agir para inverter “a frustração dos pescadores na gestão das suas pequenas empresas”.

“O combustível tem aumentado muito desde o início do ano, mas a quantidade de pescado é cada vez menor e os preços não têm aumentado tal como a subida de combustível. A continuar desta forma, e com o preço médio do pescado estagnado, as embarcações vão ter de parar”, alertou João Leite, da direção da Associação Pró Maior Segurança dos Homens do Mar.

O dirigente tem ouvido diariamente os lamentos dos pescadores e considera que a “Secretaria de Estado das Pescas tem de fazer algo”.

“Esta é uma questão de interesse nacional, não é apenas de um distrito”, concluiu João Leite.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 16 horas

Mais 15 mortos e 5.286 casos de Covid-19, internamentos descem

Portugal regista esta quarta-feira mais 15 mortes e 5.286 novos casos de Covid-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS)....

Regiãohá 16 horas

Chuva e vento forte derruba parte da decoração natalícia em Viana

A chuva e o vento forte que se fez sentir ontem ao final da tarde e noite derrubou uma estrutura...

Paíshá 16 horas

Vacinação Covid em crianças. “Provavelmente vamos começar com os 11 anos”, diz António Costa

O primeiro-ministro anunciou, nesta quarta-feira, que a vacinação de crianças deverá arrancar na faixa etária dos 11 anos. “Provavelmente, vamos...

Paíshá 17 horas

Chuva e vento forte derruba parte da decoração natalícia em Viana

A chuva e o vento forte que se fez sentir ontem ao final da tarde e noite derrubou uma estrutura...

Paíshá 19 horas

Portugal: Idade da reforma deve chegar aos 68 anos até 2050

A idade da reforma em Portugal deverá aumentar em cerca de dois anos até 2050, atingindo nessa altura 68,4 anos,...

Famalicãohá 19 horas

Famalicão: Escola Camilo celebra Natal com decoração em crochê

Todos foram convidados a participar. Este ano a decoração de Natal na Escola Secundária Camilo Castelo Branco, no centro da...

Paíshá 21 horas

Estradas na Serra da Estrela cortadas devido à queda de neve

As estradas dos Piornos até à Torre e da Torre até ao cruzamento de Loriga, na serra da Estrela, estão...

Famalicãohá 21 horas

Vacinação de crianças deverá arrancar já na próxima semana

Na próxima sexta-feira a Direção Geral da Saúde (DGS) vai anunciar o calendário de vacinação contra covid-19 de crianças dos...

Mundohá 21 horas

“Não há razão para duvidar.” Vacinas são eficazes contra Ómicron, diz OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou esta terça-feira que as vacinas são eficazes contra a nova variante Ómicron da...

Mundohá 22 horas

Tempo, pandemia e TikTok. Os temas mais pesquisados no Google em Portugal em 2021

Com o ano a terminar, o tempo é de balanços. Apesar de a pandemia ainda ter feito parte do dia...

Famalicãohá 1 dia

5G chega a Famalicão: já se fazem os primeiros testes de velocidade na rede móvel

Se já possui um dispositivo que suporta a recepção da rede 5G por certo já se deu conta que em...

Paíshá 1 dia

A lei não “apanhou” Rendeiro ou Salgado mas “apanhou” 3 jovens a roubar pinhas -redes sociais

A GNR informou recentemente a população sobre a proibição da apanha de Pinhas, mesmo que caídas no chão, até ao...

Desportohá 2 dias

Famalicão: Kickboxer Sofia Oliveira vence o ‘WAKO K1’ World Grand Prix

A kickboxer famalicense Sofia Oliveira marcou presença no WAKO K1 WORLD GRAND PRIX que se realizou em Praga, República Checa,...

Famalicãohá 2 dias

Famalicão: Duas pessoas feridas após colisão na A3 na freguesia de Cruz

Duas pessoas ficaram feridas, durante a tarde desta terça-feira, após uma colisão rodoviária na A3, junto ao nó da freguesia...

Paíshá 2 dias

Militares da GNR atingem e matam homem barricado. Leia aqui o comunicado oficial

A GNR de Setúbal encontrou-se hoje numa situação de tiroteio, com um suspeito de 62 anos, que se havia barricado...

Famalicãohá 2 dias

Impasse resolvido: Delães já tem novo executivo autárquico

Está empossado o novo executivo da Junta de Freguesia de Delães, depois do impasse verificado em outubro aquando da sessão...

Paíshá 2 dias

Covid-19: DGS recomenda vacinação de crianças entre os 5 e os 11 anos

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomendou hoje a vacinação das crianças entre os 5 e os 11 anos, com prioridade...

Famalicãohá 2 dias

Covid-19: Mais 21 mortos e 3417 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 21 óbitos provocados pela pandemia e 3417 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Famalicãohá 2 dias

Famalicão: Mais uma descarga poluente no rio captada em Mogege e Pousada de Saramagos

Um vídeo, captado por um leitor da Fama TV, durante a manhã desta terça-feira mostra, uma descarga poluente no Rio...

Guimarãeshá 2 dias

Jovem de 19 anos gravemente ferida após colisão com poste e queda de 3 metros em Guimarães

Uma jovem e 19 anos ficou gravemente ferida, durante a manhã desta terça-feira, após um violento despiste, ao volante de...

Arquivo

FAMA NAS REDES