Siga-nos nas redes

Sociedade

Pandemia está a deixar muitos animais “órfãos”

Publicado

em

A pandemia está a deixar muitos animais “órfãos”, que são acolhidos pelos familiares das vítimas ou por instituições, mas a ajuda é cada vez mais difícil pelas dificuldades económicas que enfrentam.

O relato foi feito à agência Lusa pela presidente da Liga Portuguesa dos Direitos do Animal (LPDA), Maria do Céu Sampaio, e pelo presidente da associação Animalife a propósito do Dia do Animal de Estimação, assinalado este sábado.

Maria do Céu Sampaio diz que a Liga tem recolhido temporariamente alguns animais de pessoas que estão internadas ou em isolamento profilático devido à covid 19 e outros de pessoas que morreram por causa da epidemia.

Isto é uma altura muito má também para as associações que têm abrigos porque têm muita dificuldade em conseguir alimentação para os seus animais. Nós, por exemplo, temos 200 animais que temos de alimentar todos os dias”, conta, apelando aos portugueses para que ajudem as associações que têm abrigos nas suas localidades.

As pessoas podem ajudar com “um simples saquinho de comida ou um saquinho de areão, que custa 1,90 euros, uma garrafa de lixívia, que custa 60 cêntimos ou um saquinho de trinca de arroz que custa 50 cêntimos”, diz Maria do Céu Sampaio, afirmando que “tudo isto é muito bem-vindo para estas associações”.

“Uma das situações que mais nos acontece são famílias que passaram a ter a seu cargo mais animais do que aqueles que já tinham porque houve um elemento da família que morreu que tinha três cães ou três gatos e agora esses animais transitam para outros membros da família”, relata Rodrigo Livreiro.

Esta situação tem motivado muitos pedidos de ajuda na Animalife porque as famílias não têm orçamento para poder acompanhar mais três ou quatro animais que passaram a ter à sua responsabilidade e que significam “dificuldades financeiras acrescidas pelo excesso de animais que passaram a ter pela morte de um familiar”.

Também há o caso dos animais que ficam “órfãos” devido à morte do dono, uma realidade que já existia antes da covid-19, e em que as associações de proteção dos animais “sempre foram o ombro de apoio para esse tipo de situação”.

Segundo Rodrigo Livreiro, muitas das associações encontram-se encerradas ou com serviços mínimos porque dependem de voluntários e muitos deles estão em teletrabalho e com limitações a nível de deslocação.

O presidente da Animalife realçou o facto de existir pela primeira uma rubrica no Orçamento do Estado para 2021 que permite às autarquias apresentar despesas relativas à alimentação, abrigo, à vacinação, identificação eletrónica e esterilização de animais cujos tutores estão numa situação de carência.

Contudo, ainda não saíram as normas que explicam como é que as autarquias vão poder se candidatar”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

Famalicão

Famalicão: Concerto de Miguel Araújo na Casa das Artes já está esgotado

Publicado

em

Já esgotaram os bilhetes para o concerto de Miguel Araújo, este sábado, na Casa das Artes de Famalicão, intitulado “Casca de Noz”.

Desde Castelo Branco ao Funchal, esta tour conta com 11 concertos, que terminam no dia 27 de abril, sendo em Famalicão a estreia.

Nas palavras do próprio, “em 2019 dei a volta ao país numa digressão de auditórios a que chamei de “Casca de Noz”. Eu, sem guião, sozinho no palco, amparado pelos meus instrumentos e pelas minhas músicas. A aventura passou pelas principais salas do país e culminou com sessão dupla no Coliseu do Porto. Na altura ainda só ia a meio do que é a minha discografia editada. Sinto que já justifica uma nova temporada. De quando em quando as minhas músicas sentem vontade de se passearem por aí da forma que vieram ao mundo. E eu tenho muitas que ainda não toquei ao vivo. Venham”, exclama o músico.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Casa do Artista Amador do Louro promete mais uma sessão de rock com concertos dos The Lightning Circle e Mismatch

Publicado

em

A Casa do Artista Amador do Louro, em Famalicão, recebe, este sábado, mais uma sessão de rock ao vivo, com atuações das bandas The Lightning Circle e Mismatch.

Os concertos têm lugar a partir das 18:00, e os bilhetes têm um custo de 4 euros.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: “Um pedaço de história” promete mais uma edição do Boletim Cultural

Publicado

em

Famalicão prepara o lançamento de mais uma edição do Boletim Cultural, no dia 24 de fevereiro, pelas 18:00, no Arquivo Municipal Alberto Sampaio.

A apresentação deste segundo volume, da VI série, contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Mário Passos, que a considera “um pedaço de história”.

De acordo com o edil, esta publicação “representa um ato de justiça não só para com a nossa história e a nossa cultura, mas também para com as gerações futuras”, albergando “um conjunto de trabalhos inéditos e com uma enorme qualidade científica”.

De acordo com Pedro Oliveira, Vereador da Cultura, reforça no editorial que a nova edição foi “concretizada graças ao generoso contributo de um significativo grupo de colaboradores e amigos que partilham os seus trabalhos, os seus estudos, as suas investigações e a paixão por Vila Nova de Famalicão”.

Ao longo deste novo Boletim Cultural é explorado o património edificado – como o Mosteiro de Oliveira Santa Maria e a Quinta da Igreja Velha, em Vermoim -, o património imaterial – como a tradição do Auto de São João de Vilarinho das Cambas – e a evolução da paisagem famalicense, bem como temáticas como o turismo, as migrações, entre outras.

A publicação reúne trabalhos de investigadores como Armando Coelho Ferreira da Silva, professor catedrático jubilado da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e coordenador científico do Gabinete de Arqueologia de Vila Nova de Famalicão, Norberto Cunha, professor catedrático aposentado da Universidade do Minho e coordenador científico do Museu Bernardino Machado, e António Carvalho, investigador e diretor do Museu Nacional de Arqueologia.

Além destes, também conta com contributos de vários investigadores famalicenses e de instituições conceituadas, como o Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e o CITCEM – Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Recorde-se que o Boletim Cultural de Vila Nova de Famalicão é uma das mais antigas publicações do género do país, tendo a sua primeira edição surgido em 1980, a acompanhar o primeiro grupo de boletins culturais publicados por algumas autarquias portuguesas após as primeiras eleições autárquicas nacionais de 1976. Desde a sua criação até aos dias de hoje, o Boletim Cultural tem dado um contributo inestimável para a valorização e discussão cultural em Vila Nova de Famalicão.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

FIFA dá razão ao treinador do Famalicão no processo contra os sauditas do Al Raed

Publicado

em

João Pedro Sousa congratulou-se hoje pela decisão da FIFA, que lhe deu razão no processo contra o Al Raed, clube saudita de futebol do qual o técnico foi afastado após rescisão unilateral no passado mês de julho.

“A FIFA deu-me razão. Nunca foi um problema, a razão estava do meu lado. Infelizmente, não devia acontecer em nenhum clube, país ou liga. Aconteceu comigo, mas felizmente o assunto está encerrado. Agora é esperar que não volte a acontecer e com nenhum profissional de futebol”, disse, na conferência de imprensa de antevisão do jogo dos quartos de final da Taça de Portugal com a BSAD.

No final de maio de 2022, o treinador português apresentou uma queixa na FIFA contra o Al Raed, depois de o clube de futebol o ter suspendido e avançado para a rescisão de contrato por justa causa.

De acordo com a nota divulgada pela assessoria de imprensa de João Pedro Sousa, o Al Raed “tentou chegar a acordo com o treinador, pagando parte do que lhe é devido da totalidade do contrato”, depois de, numa primeira fase, ter suspendido o técnico “do seu trabalho legítimo” por declarações prestadas aos jornalistas.

Uma semana antes, após uma derrota com Al Nassr (3-0), João Pedro Sousa foi suspenso do cargo por ter criticado, em conferência de imprensa, alguns jogadores da própria equipa, que ocupa a antepenúltima posição da Liga saudita.

“Se o Al Raed quer crescer e evoluir, não pode ter jogadores que faltam ao treino e nada acontece, não pode ter jogadores que não têm as mínimas condições de treinar da forma como chegam ao treino, não pode ter jogadores com contratos de três anos e que não se importam de ir jogar para a segunda divisão. Este clube merece respeito”, afirmou na ocasião o técnico português.

O Al Raed terá de pagar agora o que estava previsto no contrato assinado com o treinador português num prazo de 45 dias.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Carnaval de Famalicão regressa com copos recicláveis para evitar desperdício

Publicado

em

A edição de 2023 do Carnaval de Famalicão regressa com copos recicláveis, tal como nas edições anteriores mais recentes, numa medida que visa a sustentabilidade, evitando a acumulação de lixo.

Assim, os interessados poderão já adquirir o seu copo, de 0,20 cl, 0,33 cl, 0,50 cl ou copo de gin, na Casa Sede da ACIF.

Para mais informações contactar 961 219 496 ou comunicacao@acif.pt

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Fradelos recebe palestra sobre saúde mental com o psiquiatra Dr. Pedro Morgado

Publicado

em

O Salão Paroquial de Fradelos recebe, esta sexta-feira, o médico psiquiatra Dr. Pedro Morgado, para uma “Palestra de Saúde Mental”.

O evento, organizado pelo Grupo de Jovens Resplandecer, tem hora marcada para as 21:00, sob o tema “Vamos falar sobre os males da mente”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Um ferido após atropelamento no centro da cidade

Publicado

em

Uma pessoa ficou ferida, ao início da tarde desta terça-feira, na sequência de um atropelamento, junto ao parque onde se realiza a feira semanal de Famalicão.

Fonte dos Bombeiros Voluntários de Famalicão disse à FamaTV que a vítima foi transportada para o Hospital de Famalicão, com ferimentos ligeiros.

O alerta foi registado às 13:18.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

GNR: 16 mil condutores apanhados em excesso de velocidade na campanha “Viajar sem pressa”

Publicado

em

Mais de 16 mil condutores foram apanhados por radares em excesso de velocidade durante a campanha de segurança rodoviária “Viajar sem pressa”, que decorreu entre 31 de janeiro e 06 de fevereiro, revelou hoje a GNR.

De acordo com a nota divulgada por esta força de segurança, que coordenou conjuntamente a iniciativa com a PSP e a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), foram fiscalizados durante este período nos radares um total de 2.763.415 veículos, registando-se 16.154 infrações por excesso de velocidade no território nacional.

A grande maioria dos veículos foram fiscalizados nos controlos de velocidade da ANSR, com 2.352.713 viaturas, enquanto a GNR monitorizou 269.343 e a PSP controlou 141.359.

Contudo, foram as forças de segurança a detetar o maior número de infrações nos seus radares, com um somatório de 8.659, distribuídas por 6.097 nos sistemas de controlo da GNR e 2.562 da PSP, enquanto a ANSR registou 7.495 infrações por excesso de velocidade.

Foram registados neste intervalo de tempo 2.501 acidentes, que se traduziram em oito mortes (todas do sexo masculino), 40 feridos graves e 738 feridos ligeiros.

Em comparação com o período homólogo de 2022, os dados evidenciam um aumento do número de acidentes (mais 279) e dos feridos leves (mais 131), tendo apenas diminuído os registos de mortes (menos três) e de feridos graves (menos três).

O comunicado da GNR esclarece ainda que os oito acidentes dos quais resultaram vítimas mortais tiveram lugar nos distritos de Braga (2), Lisboa (2), Faro (2), Coimbra e Santarém. Na origem destes acidentes estiveram um atropelamento, quatro colisões, dois despistes de motociclos em reta e de um veículo ligeiro em curva.

A campanha “Viajar sem pressa” contou também com ações de sensibilização da ANSR em simultâneo com operações de fiscalização da GNR e da PSP em Lisboa, Póvoa de Varzim, Braga, Porto, Seixal e Madeira.

Inserida no Plano Nacional de Fiscalização 2023, a campanha visou “alertar os condutores para os riscos da condução em excesso de velocidade, dado que esta é uma das principais causas dos acidentes nas estradas”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Orfeão Famalicense celebra 107 anos este sábado na Igreja Paroquial de Requião

Publicado

em

O Orfeão Famalicense celebra, este sábado, 107 anos da sua fundação com uma missa em memória dos diretores e orfeonistas falecidos, a ser celebrada na Igreja Paroquial de Requião, às 17h30.

Este momento será seguido por um convívio entre os seus elementos.

Entre as figuras recordadas terá destaque padre Benjamim Salgado, que retomou o Orfeão após 34 anos de inatividade e Manuel Simões, diretor artístico do grupo entre 1978 e 1995.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Movimento Famalicão em Transição realiza “Marcha pelo Monte de Santa Catarina” a 25 de fevereiro

Publicado

em

O movimento Famalicão em Transição organiza uma “Marcha pelo Monte de Sta. Catarina, a realizar no dia 25 de fevereiro (sábado).

Sob o mote “Juntas/os Pela Nossa Floresta”, a iniciativa tenta mobilizar a comunidade em torno da proteção do Monte Santa Catarina (Monte do Facho), “onde, nos últimos meses, tem sido cometido um crime ambiental gravíssimo, com o corte de uma extensa área florestal de 80 hectares, incluindo sobreiros e carvalhos, para a implantação de uma central fotovoltaica naquele local”, escrevem os responsáveis em comunicado.

Considerando este cenário “irreversível e irreparável”, o movimento tenta angariar o maior número de pessoas para este dia, para que se ” exija a proteção integral do Monte Santa Catarina e a regeneração das áreas já afetadas”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

pub

Artigos Recentes

Famalicãohá 1 hora

Famalicão: Concerto de Miguel Araújo na Casa das Artes já está esgotado

Já esgotaram os bilhetes para o concerto de Miguel Araújo, este sábado, na Casa das Artes de Famalicão, intitulado “Casca...

Famalicãohá 3 horas

Casa do Artista Amador do Louro promete mais uma sessão de rock com concertos dos The Lightning Circle e Mismatch

A Casa do Artista Amador do Louro, em Famalicão, recebe, este sábado, mais uma sessão de rock ao vivo, com...

Desportohá 4 horas

Jogos do Riba d’Ave HC considerados como sendo de “risco acrescido”. Clube descontente com a Federação de Patinagem de Portugal

O Riba d’Ave HC, de Famalicão, que disputa a 1.ª divisão do campeonato nacional de hóquei em patins, emitiu, esta...

Famalicãohá 5 horas

Famalicão: “Um pedaço de história” promete mais uma edição do Boletim Cultural

Famalicão prepara o lançamento de mais uma edição do Boletim Cultural, no dia 24 de fevereiro, pelas 18:00, no Arquivo...

Famalicãohá 5 horas

FIFA dá razão ao treinador do Famalicão no processo contra os sauditas do Al Raed

João Pedro Sousa congratulou-se hoje pela decisão da FIFA, que lhe deu razão no processo contra o Al Raed, clube...

Famalicãohá 6 horas

Carnaval de Famalicão regressa com copos recicláveis para evitar desperdício

A edição de 2023 do Carnaval de Famalicão regressa com copos recicláveis, tal como nas edições anteriores mais recentes, numa...

Famalicãohá 6 horas

Famalicão: Fradelos recebe palestra sobre saúde mental com o psiquiatra Dr. Pedro Morgado

O Salão Paroquial de Fradelos recebe, esta sexta-feira, o médico psiquiatra Dr. Pedro Morgado, para uma “Palestra de Saúde Mental”....

Desportohá 7 horas

FC Famalicão empata por 1-1 frente ao SL Benfica -Liga Revelação

A equipa de sub-23 do FC Famalicão, empatou, esta terça-feira, a partida que tinha agendada contra o SL Benfica. O...

Famalicãohá 7 horas

Famalicão: Um ferido após atropelamento no centro da cidade

Uma pessoa ficou ferida, ao início da tarde desta terça-feira, na sequência de um atropelamento, junto ao parque onde se...

Economiahá 9 horas

Noventa empresas interessadas em experimentar semana de trabalho de 4 dias -diz a ministra do Trabalho

O número de empresas que manifestaram interesse em aderir ao programa piloto de quatro dias de trabalho semanal totaliza 90,...

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES