Siga-nos nas redes

País

Portugal: Cerca de 1,4 milhões de pessoas são cuidadores informais

Publicado

em

O número de cuidadores informais em Portugal deverá rondar os 1,4 milhões de pessoas, impulsionado durante a pandemia por causa do fecho de respostas sociais, revela um inquérito nacional segundo o qual estas pessoas deveriam ter mais direitos.

O inquérito é da responsabilidade da Associação Nacional de Cuidadores Informais (ANCI) e os resultados são apresentados esta quinta-feira, em Lisboa, no decorrer do Encontro Nacional de Cuidadores Informais, quando se assinala o Dia do Cuidador Informal.

Em declarações à agência Lusa, uma responsável da ANCI destacou como um dos principais resultados do inquérito o facto de este ter demonstrado que o número de cuidadores informais em Portugal é mais elevado do que os 8% a 10% que se estimava, consequência da pandemia.

“Neste momento, e segundo os resultados do inquérito, este número duplicou e eu julgo que isto tem a ver realmente com o fecho das respostas sociais. Havendo este fecho e esta falta de respostas, o número de cuidadores realmente exacerbou”, apontou Nélida Aguiar.

No inquérito participaram 1.800 pessoas, cerca de metade (52%) das quais afirmou conhecer algum cuidador informal, sendo que 14% afirmou ser o próprio cuidador, enquanto 44,5% disse ser um familiar e outros 26,5% amigos ou conhecidos (23%).

Quase um terço dos inquiridos (28,5%) é ou já foi cuidador informal e 78,5% descreve a função como dar apoio ao doente a tempo inteiro.

“Parece que muitos dos cuidadores informais não têm qualquer tipo de laço familiar com a pessoa de quem cuidam e isso mostra uma realidade que não foi vista, por exemplo, no Estatuto do Cuidador Informal, que apenas reconhece cuidador alguém com laços familiares”, realçou a responsável, membro da direção da ANCI.

O inquérito procurou demonstrar o conhecimento que a população tem do cuidador informal, mas faz também um retrato destas pessoas, que são sobretudo mulheres (64%), com idade entre os 25 e os 54 anos (69,5%), que se tornam cuidadores informais a tempo inteiro.

“Aqueles que eram cuidadores ocasionais deixaram de o ser e passaram a ser cuidadores a tempo inteiro e, mais uma vez, devido ao fecho das respostas sociais que eventualmente existissem, após o confinamento”, apontou Nélida Aguiar.

A responsável diz mesmo que os direitos destas pessoas “não foram de forma nenhuma acautelados”, apontando que durante a pandemia, os cuidadores informais tiveram de enfrentar “ainda mais dificuldades” e sentiram-se “mais esquecidos”, tendo sido essa uma das razões que levou à criação do movimento “Cuidar dos Cuidadores”, que junta já “muitas dezenas de associações” de doentes.

“Todos sabemos que existem milhares de cuidadores em Portugal e têm muito poucos apoios, apesar de enfrentarem enormes desafios, não só económicos, sociais, emocionais, e a verdade é que o estatuto não veio dar resposta a estes problemas”, apontou.

A falta de apoio é, aliás, bastante clara para a quase totalidade dos inquiridos, já que 97,5% defende mais apoios para estas pessoas, sendo que 85,5% entende que deveriam ser apoios financeiros, 71% quer mais apoio ao nível da prestação de cuidados, 68,5% pede apoio laboral, 64% apoio psicológico e 49% apoio legal.

Nélida Aguiar defende que a pandemia não pode ser usada para continuar a atrasar todos os processos burocráticos e sublinha que mesmo antes do aparecimento da covid-19 o estatuto do cuidador informal já não respondia a todas as necessidades e que deveria, por isso, ser revisto.

“Com a pandemia, com a ausência das medidas de apoio, com a falta de acesso aos recursos existentes, com o encerramento das respostas sociais, isso vem demonstrar a imperativa necessidade de implementação de medidas de apoio reais e proteção dos cuidadores”, apontou, acrescentando que se trata de “um grande grupo de pobreza e exclusão social”.

Para a responsável, é, por isso, “imperioso” que sejam identificadas todas as dificuldades, desde o acesso à saúde, o acompanhamento de doentes que dependem de terceiros, a falta de resposta por parte da Rede Nacional de Cuidados Continuados ou a falta de cuidados ao domicílio.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 8 horas

Famalicão: Colisão entre motociclos faz dois feridos, esta noite, em Vermoim

Duas pessoas ficaram feridas na noite desta terça-feira, após uma colisão entre duas motas na Estrada Nacional 206, em Vermoim....

Sociedadehá 9 horas

Conheça aqui a chave da sorte do Euromilhões desta terça-feira

Um apostador estrangeiro arrecadou, esta terça-feira, meio milhão de euros com o 2.º prémio do Euromilhões. Sem totalistas do 1.º...

Famalicãohá 12 horas

Famalicão: Homem que sofreu queda fatal enquanto colhia fruta tinha 49 anos e residia em Oliveira Santa Maria

O homem que faleceu, na noite desta segunda-feira, após cair de um telhado, enquanto colhia ameixas, em Requião, residia em...

Bragahá 13 horas

Mulher de 55 anos detida em Braga por violência doméstica contra pai de 90 anos e tia de 81

A GNR de Braga, através do  Núcleo de Investigação a Vítimas especificas (NIAVE) de Braga, ontem, dia 21 de junho, deteve...

Paíshá 13 horas

Festival Paredes de Coura adiado para 2022

O festival Paredes de Coura, que deveria acontecer em agosto naquela localidade, foi adiado para 2022, devido a “todas as...

Paíshá 14 horas

PSP reforça policiamento para o São João no Porto

A PSP do Porto garantiu hoje que vai reforçar o policiamento na noite de São João, de quarta para quinta-feira,...

Paíshá 16 horas

Covid-19: Mais 6 mortos e 1020 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 6 óbitos provocados pela pandemia e 1020 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 16 horas

Bloco de Esquerda quer ver reconhecidos contratos de trabalho dos estafetas

O Bloco de Esquerda (BE) apresentou hoje um anteprojeto de lei para regular as relações laborais com os operadores de...

Economiahá 17 horas

Altice prepara despedimento coletivo de cerca de 300 trabalhadores

A Altice Portugal revelou esta terça-feira que vai dar início, “nas próximas semanas”, a um processo de rescisões de contratos...

Famalicãohá 18 horas

Famalicão aumenta oferta de qualificação profissional de adultos

O Município de Famalicão e o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) assinaram, esta segunda-feira, um novo protocolo de...

Famalicãohá 18 horas

Famalicão: Um ferido grave após despiste de mota em Cabeçudos

Uma pessoa ficou gravemente ferida, na manhã desta terça-feira, depois de se ter despistado de mota, na Travessa de Santa...

Famalicãohá 19 horas

Paulo Costa é o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara de Famalicão

Paulo Costa é o candidato do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara de Famalicão e Catarina Ferraz encabeça a lista...

Desportohá 19 horas

FC Famalicão interessado em Bruno Alves

O FC Famalicão estará interessado em Bruno Alves, defesa central, de 39 anos que atualmente alinha pelo Parma. De acordo...

Famalicãohá 19 horas

Famalicão: Homem de 49 anos morre após queda de 7 metros enquanto colhia fruta em Requião

Um homem de 49 anos morreu hoje na sequência de uma queda de sete metros, quando estaria a apanhar fruta,...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Obras de requalificação da Estrada Nacional 206 começaram hoje

A requalificação do troço da EN206 entre os quilómetros 22 e 37, em Vila Nova de Famalicão, distrito de Braga,...

Desportohá 1 dia

Famalicão: Piloto Francisco Salgado sofre traumatismo no fígado no Campeonato do Mundo de Enduro

O motociclista famalicense Francisco Salgado lesionou-se durante o Campeonato do Mundo de Enduro, em Marco de Canaveses, e encontra-se hospitalizado...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Ladrões levam parte da traseira de duas carrinhas Renault do mesmo modelo

Esta segunda-feira foram registados dois roubos a carrinhas Renault Megane em duas viaturas diferentes, em Famalicão. Segundo apurou a Fama...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Painéis da Fundação Cupertino de Miranda restaurados pela Câmara Municipal

Os painéis exteriores da Fundação Cupertino de Miranda, da autoria de Charters de Almeida, vão ser intervencionados, com o intuito...

Paíshá 1 dia

Casal encontrado morto, esta tarde, numa garagem em Aveiro

Os corpos de um homem e de uma mulher foram encontrados, esta segunda-feira, por populares dentro de uma garagem, em...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Deputado Nuno Sá pede ao Governo que continue a investir na Casa Abrigo das Lameiras

O deputado famalicense Nuno Sá, numa audição parlamentar com a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho,...

Arquivo

FAMA NAS REDES

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191