Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Serviço Nacional de Saúde tem 90% das camas ocupadas

Publicado

em

A Sociedade de Medicina Interna advertiu hoje que o Serviço Nacional de Saúde não tem folga para uma pandemia da dimensão da atual, defendendo que o Estado deve recorrer aos privados para evitar mais atrasos nos doentes não-covid-19.

“Não se consegue fazer cirurgia programada, fazer exames de rastreio, todas as situações desse género e, ao mesmo tempo, ter camas suficientes para tratar os doentes covid e não covid”, afirmou em entrevista à agência Lusa o presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), João Araújo Correia.

O médico internista adiantou que existe “um défice enorme de camas”, exemplificando: “se na altura de uma gripe normal, os serviços de medicina invadem os serviços de cirurgia e têm cerca de 30% de camas a mais, imagine-se numa pandemia”.

Agora, sustentou, “com uma taxa de ocupação das camas de cerca de 90% no global, não há folga que permita acomodar uma pandemia desta dimensão”.

Para João Araújo Correia, a “pandemia deve ser uma obrigação e uma necessidade” de se tratar no Serviço Nacional de Saúde, mas “claramente não tem espaço para tudo”.

“É evidente que não podemos deixar de fazer a via verde AVC, as trombectomias, o trauma, a cirurgia de urgência. É evidente que isso não pode fechar nos grandes hospitais”, mas, acrescentou: “não podemos ter camas para colonoscopias ou para fazer exames ou para fazer cirurgias programadas que se devem fazer no seu tempo certo, porque às vezes até podem comprometer as situações. Mas isso pode fazer-se no setor privado”.

No seu entender, “os doentes covid graves ou moderadamente graves têm que ser tratados nos hospitais do SNS”, mas lembrou que até antes da pandemia houve uma redução contínua de camas. O país tem metade das camas existentes por 100 mil habitantes na Alemanha, por exemplo, e “bastante menos do que a média da Europa”.

Portanto, tem de se assumir que não há camas suficientes para todos, reiterou, defendendo ser urgente recorrer ao setor privado para que “não haja mais atrasos nos doentes não-covid”.

O especialista sugeriu que equipas médicas dos hospitais públicos que perderem as suas camas para “o esforço covid” e que ficaram como menos trabalho poderiam ir operar ao privado e haver “uma espécie de aluguer do espaço”.

“Isso é que me parece que seria inovador, e seria realmente imaginativo e uma verdadeira cooperação entre os dois setores, porque eu acho que realmente é preciso chegar à conclusão de que todas as camas são precisas do setor público e do setor privado”, defendeu.

“Vamos libertar as camas dos hospitais [do SNS] para que realmente a gente possa tratar o melhor possível de uma pandemia avassaladora que todos ansiamos que chegue o pico, mas não sabemos quando é que o pico chega e quando é que realmente a curva começa a achatar”, apelou.

Para o especialista, a comunicação tem de ser verdadeira: “as pessoas têm de entender que, de facto, nós não temos capacidade para tudo, não porque tenhamos um Sistema Nacional de Saúde fraco, pelo contrário, temos um Sistema Nacional de saúde fortíssimo, muito melhor que a maior parte dos países (…) mas não temos folga”, lamentou.

António Araújo Correia disse ainda que “a pandemia também levantou claramente a noção de que os privados em grande parte são edifícios”, às vezes com muitas camas, mas que não têm pessoal próprio, nomeadamente médicos e enfermeiros.

“O pessoal é o mesmo, médicos e enfermeiros que pululam e que saltitam entre o privado e o público e isto dá-se muito conta nas pandemias e não devia ser assim”, lamentou.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.694 em Portugal.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 15 segundos

Centenas de pessoas pedem reabertura do comércio de rua e medidas de apoio no Porto

Algumas centenas de pessoas ligadas ao Movimento “A Pão e Água” protestaram hoje em frente à Câmara do Porto para...

Desportohá 8 minutos

Para Silas “valem todos 3 pontos” apesar de jogo que se prevê difícil contra o Boavista

O treinador do Famalicão, Jorge Silas, admitiu hoje estar à espera de um jogo “difícil e aberto”, frente ao Boavista,...

Famalicãohá 24 minutos

Abraão Costa é o novo presidente da direção da Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD)

A Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD) tem uma nova direção, presidida por Abraão Costa. Saiba mais...

Famalicãohá 2 horas

Câmara de Famalicão assina protocolo de cooperação com a Universidade Católica

O Município Famalicão assinou, esta quinta-feira, a 4 de março, um protocolo com o Centro Regional de Braga (CRB) da...

Economiahá 3 horas

Compras ‘online’ em Portugal aumentaram 46% durante este confinamento geral

As compras ‘online’ aumentaram 46% em Portugal entre 15 de janeiro e 28 de fevereiro, face ao mesmo período homólogo,...

Paíshá 3 horas

Covid-19: Mais 28 mortos e 949 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 28 óbitos provocados pela pandemia e 949 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Regiãohá 4 horas

Dois detidos por furtar e modificar bicicletas para vender na internet em Vila do Conde

Dois homens com 18 e 21 anos foram detidos por furtarem bicicletas e motociclos nas zonas da Maia e Vila...

Economiahá 4 horas

Encher depósito de gasóleo ou gasolina custa em média mais 10 euros do que há 4 meses atrás

O preço da gasolina volta a subir, um cêntimo por litro, na próxima segunda-feira, enquanto que o preço do gasoleo...

Paíshá 5 horas

Covid-19: Percentagem de mortos em Portugal desceu para quase metade em 2 semanas

A percentagem de mortes em Portugal atribuídas à covid-19 desceu entre 08 e 21 de fevereiro para cerca de metade...

Economiahá 5 horas

Informação sobre o programa “Apoiar Rendas” disponibilizada pelo fisco a partir deste sábado

 O fisco pode, a partir de sábado, ceder dados das empresas que beneficiam do Apoiar Rendas, mas apenas para informar...

Famalicãohá 6 horas

PJ detém casal que agrediu idoso que viria a morrer no Hospital de Famalicão

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um casal indiciado pela prática do crime de roubo, agravado pela morte da vítima, de...

Famalicãohá 6 horas

Arcebispo primaz de Braga D. Jorge Ortiga celebra hoje o seu 77.º aniversário

D. Jorge Ortiga celebra, esta sexta-feira, o seu 77.º aniversário. Jorge Ortiga nasceu no ano de 1944 na freguesia de...

Paíshá 6 horas

Circulação entre concelhos novamente proibida entre hoje e segunda-feira

A circulação entre concelhos em Portugal continental volta a estar proibida entre as 20:00 de hoje e as 05:00 de...

Famalicãohá 6 horas

Hospital de Famalicão volta a permitir presença do pai, 24 horas, nos serviços de obstetrícia

O Hospital de Famalicão voltou a permitir a presença de um acompanhante (normalmente o pai) nos serviços de obstetrícia, possibilidade...

Barceloshá 7 horas

Dois detidos após tentativa de assalto a armazém de congelados em Barcelos

 A GNR deteve, na madrugada de hoje, com ajuda de populares, dois homens por tentativa de assalto a um armazém...

Sociedadehá 7 horas

Fórmula 1 voltará a correr em Portugal já a 2 de maio

 O Grande Prémio de Portugal vai voltar a integrar o Mundial de Fórmula 1 já no próximo dia 02 de...

Paíshá 7 horas

Investigadora defende que as crianças devem ser introduzidas à tecnologia mais cedo

Sofia Marques Silva, investigadora da Universidade do Porto, defende que as crianças devem ser introduzidas à tecnologia mais cedo, nomeadamente...

Famalicãohá 19 horas

Incêndio em poste elétrico mobiliza bombeiros para Lousado

Um incêndio num poste elétrico deflagrou no início da noite desta quinta-feira, na Rua Pé de Prata em Lousado. Fonte...

Paíshá 21 horas

Covid-19: Ministério da Educação disponibiliza 7 milhões para proteção nas escolas

O Ministério da Educação anunciou hoje que disponibilizou cerca de sete milhões de euros para as escolas comprarem máscaras e outros...

Famalicãohá 22 horas

Bombeiros Famalicenses lamentam “falta de comunicação” sobre criação de centro de apoio em Bairro

Os Bombeiros Voluntários Famalicense emitiram um comunicado esta quinta-feira onde lamentam terem sido os “últimos a saber” da deslocalização do...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191