Siga-nos nas redes

País

Covid-19: Lojas dos centros comerciais também encerram às 13:00

Publicado

em

O primeiro-ministro esclareceu hoje que apenas algumas pequenas lojas de rua podem estar abertas após as 13:00 nos próximos dois fins de semana nos concelhos de risco e não as que estão nos centros comerciais.

Em conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, António Costa explicou que fora da obrigatoriedade de encerramento entre as 13:00 e as 08:00 nos próximos dois fins de semana estão algumas “pequenas lojas” até 200 metros quadrados com porta aberta para a via pública, o que significa que “não são lojas que estão dentro dos centros comerciais”.

“Lojas de 200 metros quadrados são lojas relativamente pequenas, não abrangem nenhuma das grandes superfícies”, reforçou o primeiro-ministro, indicando ainda assim, que nem todas poderão estar abertas.

Segundo exemplificou, são “lojas do setor alimentar, lojas de higiene pessoal ou para a casa, funerárias, lojas de produtos naturais ou dietéticas, farmácias, funerárias.”

Trata-se de “um conjunto muito limitado de lojas”, acrescentou António Costa.

O Conselho de Ministros aprovou hoje uma resolução que prorroga a declaração da situação de calamidade, em todo o território nacional continental, até às 23:59 de 23 de novembro.

Em relação aos concelhos de risco que passam de 121 para 191, o Governo determinou que, durante o fim de semana, a abertura do comércio será a partir das 8:00 e o encerramento às 13:00, exceto em certos casos restritos como farmácias, clínicas e consultórios, estabelecimentos de venda de bens alimentares até 200 metros quadrados com porta para a rua e bombas de gasolina.

Durante o fim de semana, a partir das 13:00, os restaurantes só poderão funcionar para entrega ao domicílio.

Foi ainda aprovado um apoio extraordinário para o setor da restauração de 20% sobre a perda de receita registada nesses fins de semana.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

País

Covid-19. Cuidados intensivos com novo recorde de internamentos

Publicado

em

Por

Portugal conta, neste domingo, mais 4.093 casos de Covid-19 e 64 mortes com a doença, revela o boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS).

Os dados da DGS deste domingo revelam que há um novo número recorde nos cuidados intensivos, com mais sete pessoas internadas, num total de 536. Em enfermaria, estão internadas mais 90 pessoas, num total de 3.245.

O número de pessoas dadas como recuperadas nas últimas 24 horas é de 3.259. Desde o início da pandemia, Portugal já registou 209.534 pessoas que ultrapassaram a doença (sendo que a barreira dos 200 mil foi ultrapassada no sábado).

O Norte continua a liderar o aumento de novas infeções: mais 2.490. Na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), o aumento foi de 979 casos, seguida pela região Centro, com mais 444.

A grande distância seguem-se as regiões do Alentejo (mais 84), Algarve (49), Açores (37) e Madeira (10).

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Covid 19. Portugal soma mais 64 mortes e 4.093 novos casos

Publicado

em

Por

Há mais 4093 casos e mais 64 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas em Portugal, segundo os dados do relatório de situação epidemiológica da Direção-geral da Saúde (DGS) deste domingo (29 de novembro).

Desde o início da pandemia, já houve 294 799 casos registados em Portugal e 4427 mortes.

Há ainda mais 90 pessoas hospitalizadas (são agora 3245) e mais sete em unidades de cuidados intensivos, para um novo máximo de 536.

A região Norte continua acima dos dois mil casos diários e contabiliza este domingo 2490 novas infeções (menos seis do que no sábado). Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com mais 979 casos, o Centro com mais 444, o Alentejo com mais 88, o Algarve com mais 49, os Açores com mais 37 e a Madeira com mais dez.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Agitação marítima coloca 10 distritos em alerta amarelo

Publicado

em

Por

Dez distritos de Portugal continental estão este domingo em aviso amarelo, devido à agitação marítima, podendo em alguns locais as ondas atingir os cinco metros de altura, divulgou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em causa estão os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro, segundo adianta o IPMA, em comunicado.

O alerta do IPMA compreende o dia de hoje, mas em alguns distritos prolonga-se até terça-feira, como é o caso da costa sul do distrito de Faro.

Na maioria dos distritos, sob aviso amarelo, é expectável a formação de ondas que poderão atingir os cinco metros de altura.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

jornal opinião pública

fama rádio

Artigos recentes

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais vistos