Siga-nos nas redes

País

Jovens portugueses fumam menos mas bebem mais desde 2003

Publicado

em

O consumo de tabaco entre jovens até aos 16 anos tem vindo a diminuir desde 2003 em Portugal, mas o consumo de álcool aumentou ligeiramente nos últimos quatro anos.

As conclusões constam do “European School Survey Project on Alcohol and other Drugs (ESPAD)”, que permite acompanhar as tendências europeias no consumo de álcool e drogas por alunos com idades até aos 16 anos.

Comparando os últimos dados de 2019 com o estudo de 2015, o relatório divulgado esta quinta-feira aponta um decréscimo de três pontos percentuais no consumo de tabaco tradicional, em linha com a tendência europeia.

“Em relação ao consumo de tabaco tradicional, entre 2015 e 2019, verificou-se em Portugal um decréscimo (-3 pontos percentuais) menos acentuado do que na média dos países participantes (-5 pontos percentuais)”, lê-se no relatório, que sublinha também um desagravamento do uso diário do tabaco.

Também decrescente foi o consumo do tabaco eletrónico, que caiu em Portugal cinco pontos percentuais ao longo do mesmo período, mais do que na média europeia (que registou menos dois pontos percentuais), sendo que Portugal é, aliás, o segundo país com menos consumidores deste tipo de cigarros.

Relativamente à média europeia, os resultados mostram descidas no consumo não só do tabaco, mas também das drogas ilícitas e do álcool, mas, em sentido contrário, Portugal registou um ligeiro aumento no consumo de álcool, invertendo o caminho descendente que vinha a percorrer desde 2007.

Entre 2015 e 2019, a percentagem de alunos de 16 anos que ingeriram pelo menos uma bebida alcoólica ao longo da vida aumentou de 71% para 77% e a prevalência de consumo ‘binge’ (uma grande quantidade na mesma ocasião) também aumentou.

Apesar do aumento, o país mantém-se abaixo da média europeia relativamente à prevalência de consumo de álcool nos últimos 30 dias, à prevalência de embriaguez também nos últimos 30 dias e ao ‘binge drinking’, destacando-se, por outro lado, na escolha das bebidas.

A seguir a Espanha, Portugal é o segundo país em que os jovens mais optaram, da última vez que beberam, por bebidas destiladas em vez de cerveja, vinho, cidra ou ‘alcopops’, sendo que a quantidade de álcool ingerido na última ocasião de consumo é a décima mais elevada entre os 35 países.

O país destaca-se também, pela negativa, pelo consumo de álcool precoce, uma vez que “a percentagem de jovens portugueses de 16 anos que iniciaram o seu consumo aos 13 anos ou menos é consideravelmente superior à média europeia”. Por outro lado, são menos os que se embriagaram tão cedo.

A perceção da facilidade de acesso ao álcool está abaixo da média europeia, sendo que em relação ao tabaco os jovens portugueses estão entre aqueles que menos consideram ser fácil ou muito fácil comprar.

Relativamente a outros comportamentos aditivos, mais de metade dos jovens portugueses, que são dos que passam mais tempo em redes sociais ao fim de semana, admitiram ter tido problemas decorrentes da utilização da Internet em redes sociais e 24% em jogos ‘online’.

Já o jogo a dinheiro, em que participaram no último ano cerca de 22% dos jovens, à semelhança da média europeia, acontece sobretudo fora das redes, uma vez que o jogo ‘online’ foi declarado nos últimos 12 meses por 6% dos jovens portugueses, que preferem as lotarias e apostas desportivas.

Portugal é um dos países da Europa onde os jovens com idades até aos 16 anos que consomem canábis o fazem de forma mais problemática. Segundo o mesmo estudo, em Portugal, apesar de o consumo de canábis – que continua a ser a principal substância ilícita em todos os países -, estar abaixo da média europeia (a percentagem de consumidores é 13% e 16% respetivamente), os jovens que o fazem apresentam padrões de consumo problemáticos.

Em comparação com os restantes 35 países que participaram no inquérito em 2019, Portugal regista a quinta maior percentagem de consumidores recentes com padrões de consumo de alto risco (24%), ao lado da Macedónia e atrás de França, Chipre, Kosovo e Montenegro.

Ainda assim, o relatório regista como positivo o ligeiro decréscimo de dois pontos percentuais entre 2015 e 2019, em comparação com a tendência de estabilização na média europeia.

Em relação a outras drogas ilícitas, também aqui Portugal se posiciona ligeiramente abaixo da média europeia no que respeita à experimentação de LSD e GHB (gama-hidroxibutirato), enquanto a experimentação de NSP (novas substâncias psicoativas) é a mais baixa entre todos os países.

Quanto à experimentação de anfetaminas e metanfetaminas, a situação nacional está em linha com a média europeia, mas em relação ao ecstasy o país regista a sétima prevalência de consumo mais elevada (3%) e está ligeiramente acima na experimentação de heroína e cocaína.

O relatório aponta ainda que a perceção de facilidade de aquisição de canábis, ecstasy ou cocaína dos jovens portugueses está entre as mais baixas, ligeiramente abaixo da média europeia em relação à cocaína.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 4 horas

FC Famalicão: Ivo Vieira focado em “subir ainda mais na tabela”

 O treinador do Famalicão admitiu hoje que quer “somar os três pontos” frente ao Nacional, na partida da 33.ª jornada...

Paíshá 5 horas

Portugal não dispensa uso de máscara por parte de pessoas já vacinadas

Portugal não está a equacionar a dispensa do uso de máscara por parte de pessoas vacinadas, garantiu hoje o secretário de...

Desportohá 7 horas

Veja os 7 golos da partida entre SL Benfica e Sporting CP

Acompanhe aqui na Fama Rádio e Televisão o relato da partida: Os 7 golos da partida: 4-3 4-2 4-1 3-1...

Regiãohá 9 horas

Centros comerciais com lojas vazias e corredores com filas enormes

O mau tempo que se faz sentir no fim de semana tem levado a uma afluência elevada de pessoas aos...

Paíshá 11 horas

Multas nas praias ainda não podem ser aplicadas, diz Autoridade Marítima

A Autoridade Marítima Nacional explicou hoje que a fiscalização das praias se vai pautar pela sensibilização para o cumprimento das...

Paíshá 11 horas

Covid 19: sete mortes e 469 casos este sábado em Portugal

Portugal contabiliza hoje 469 novos casos de Covid 19 sete mortes associadas á infeção, de acordo com o boletim epidemiológico...

Regiãohá 14 horas

UMinho descobre método para armazenar energia com grande rapidez e densidade

Uma equipa internacional liderada pelo Centro de Física da Universidade do Minho (UMinho) conseguiu armazenar com eficiência pequenas quantidades de energia...

Desportohá 14 horas

Canoagem: Fernando Pimenta conquista bronze na Taça do Mundo da Hungria

Fernando Pimenta conquistou, este sábado, a medalha de bronze em K1 1000 na Taça do Mundo de Canoagem, que decorre...

Famalicãohá 15 horas

Noite Europeia dos Museu celebrada em Famalicão com concerto de Gil Cadeias e Pedro Vilaça

Na noite deste sábado assinala-se a Noite Europeia dos Museus e a data não via passar despercebida em Famalicão. A...

Paíshá 15 horas

Garrafas de água, sumo e latas de cerveja vão ter uma taxa até 15 cêntimos

O preço de embalagens de água, sumos ou cerveja vai passar, em 2023, a vir acompanhado de uma taxa de...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: Base de Bairro já vai integrar dispositivo de combate aos fogos deste ano

A Base de Apoio Logístico da Proteção Civil anunciada para a freguesia de Bairro, Famalicão, já vai integrar o plano...

Economiahá 17 horas

Portugal exportou mais de 167 milhões de euros em máscaras

O valor das exportações de máscaras pelas empresas portuguesas já ultrapassou os 167 milhões de euros. Destes, 160 milhões reportam...

Paíshá 1 dia

Apostador português “saca” 172 mil euros no sorteio desta sexta-feira

Um apostador português venceu esta sexta-feira, o 2.º prémio do Euromilhões, totalizando 172 mil euros, ao lado de outros 3...

Paíshá 1 dia

Covid-19: Portugal tem ainda 22 concelhos com mais de 120 infeções por cada 100 mil habitantes

Portugal tem hoje 22 concelhos com incidência do novo coronavírus superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos...

Famalicãohá 1 dia

Trabalhadores cortam estrada entre Famalicão e Guimarães em manifesto por melhores salários e condições de trabalho

Um grupo de trabalhadores, totalizando mais de uma centena, ocuparam, na tarde desta sexta-feira, a Estrada Nacional 206, que liga...

Paíshá 1 dia

Viagens de e para o Reino Unido permitidas a partir de segunda-feira com apresentação de teste negativo

As viagens não essenciais de e para o Reino Unido vão ser permitidas a partir das 00:00 de segunda-feira, bastando...

Desportohá 1 dia

Famalicão: 11.ª Edição do Duatlo de Famalicão realiza-se no Louro a 04 de julho

A Associação Amigos do Pedal (AdP) e da Federação de Triatlo de Portugal(FTP) organizam, no próximo dia 04 de julho,...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Infeções por covid-19 continuam a descer. Concelho está quase no nível mais baixo

Os dados da Direção-Geral da Saúde referentes à incidência de novos casos da covid-19, das duas últimas semanas, no concelho...

Paíshá 1 dia

Covid-19: Zero mortos e 450 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal não contabiliza hoje óbitos provocados pela pandemia mas regista 450 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Paíshá 2 dias

Homem vai para o café com bala alojada na testa após rixa em Trancoso

Um homem de 49 anos teve uma atitude insólita quando, na última segunda-feira, foi para o café beber um copo...

Arquivo

FAMA NAS REDES

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191