Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Covid-19: Setor dos casamentos “absolutamente paralisado”

Publicado

em

O setor dos casamentos está “absolutamente paralisado e no limite da rutura”, alerta uma empresária do setor numa carta enviada ao primeiro-ministro, onde pede medidas específicas, como um subsídio de ordenado, para manter uma mão de obra “muito especializada”.

Na missiva, a empresária na indústria de casamentos e arranjos florais de Vila do Conde, Cristina Campos, questiona o Governo como pode continuar a pagar vencimentos e manter-se nesta atividade por mais de um ano sem negócio.

“Os casamentos estão adiados e os funcionários não podem executar ou adiantar qualquer serviço, uma vez que estes trabalhos são sempre feitos na véspera”, refere.

Se, por um lado, tem de despedir funcionários por não ter negócios na área dos eventos, por outro tem o “dever moral de garantir a qualidade dos serviços” e assegurar os postos de trabalho, o que lhe retira margem para despedimentos, sublinha.

Cristina Campos, que diz estar a expor as “enormes dificuldades” de todo um setor “desprotegido e esquecido” pelo Governo, ressalva que os profissionais da área são “altamente especializados e com anos de experiência”, referindo-se a costureiras, modistas ou bordadeiras.

“De forma a garantir a permanência indispensável destes profissionais altamente especializados e com muitos anos de experiência precisamos de um subsídio de ordenado para todos estes da área dos atelier de costura para o período pandémico”, pediu.

A empresária recorda que estes funcionários estão “absolutamente paralisados” desde 16 de março, altura do primeiro confinamento em Portugal.

E, com a segunda vaga não se prevê que haja casamentos antes do Verão de 2021, acrescentou.

“Sem apoios, seremos obrigados a despedir os funcionários e a encerrar atividade”, lamenta.

Sublinhando que esta indústria em Portugal move, em média, 800 milhões de euros ao ano e percebendo que nada, nem ninguém estava preparado para esta pandemia, Cristina Campos pede “mais atenção” para um setor “fortemente penalizado e desesperado”.

Até final do ano serão cancelados mais de 80% dos casamentos previstos, além de já terem sido canceladas todas as comunhões, relembra.

Criaram-se leis de proteção à covid-19, as empresas automaticamente reajustaram-se, reorganizaram-se e investiram para assegurar a continuidade e o ritmo laboral, destaca.

Contudo, os casamentos continuaram a ser adiados porque não foram até à data, algo que se verificou noutras áreas de trabalho, elaboradas novas normas de conduta para que se pudesse continuar a celebra-los.

“Precisamos dessas normas que permitam realizar os casamentos em segurança e prevendo naturalmente penalizações para o seu incumprimento, mas não proíbam a sua realização”, afirma.

Neste âmbito, a empresária, com 31 anos de atividade, lamenta que não haja uma associação que reja o setor.

Portugal contabiliza pelo menos 3.181 mortos associados à covid-19 em 198.011 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 8 minutos

Prazo para limpeza dos terrenos prolongado pelo Governo até 15 de maio

O Governo irá prorrogar o prazo de limpeza de terrenos pelos proprietários até 15 de maio, considerando as condições meteorológicas e o...

Paíshá 48 minutos

Covid-19: Portugal registou número mais baixo de óbitos desde 27 de outubro

Portugal registou hoje 28 mortes relacionadas com a covid-19, o valor mais baixo desde 27 de outubro, e 830 novos...

Paíshá 1 hora

Sindicato alerta para o possível despedimento de 1.800 enfermeiros

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) enviou uma carta ao primeiro-ministro e à ministra da Saúde sobre o possível despedimento...

Paíshá 1 hora

Covid-19: Mais 28 mortos e 830 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 28 óbitos provocados pela pandemia e 830 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Economiahá 2 horas

Presidente da Jerónimo Martins alerta para “gravíssima crise” que Portugal irá atravessar

O presidente da Jerónimo Martins afirmou estar “mais cético” relativamente à economia portuguesa, considerando que vai “atravessar uma gravíssima crise”,...

Paíshá 2 horas

Estudo: Mulheres trabalham em média mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho...

Paíshá 3 horas

Feministas convocam manifestações de Norte a Sul do país na próxima segunda-feira

A plataforma Greve Feminista Internacional, que reúne coletivos e associações de feminismo interseccional, convocou várias manifestações para segunda-feira, Dia Internacional...

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: Município investe 318 mil euros no apoio à solidariedade social

A Câmara Municipal de Famalicão aprovou esta quinta-feira, em reunião do executivo, um montante global de 318 mil euros para...

Famalicãohá 4 horas

Junta de Landim disponibiliza transporte para Centro de Vacinação contra a Covid-19

A Junta de Freguesia de Landim tem à disponibilidade dos seus habitantes transporte para as deslocações ao Centro de Vacinação...

Economiahá 4 horas

DECO defende apoios para assistência a filhos alargados a outros familiares diretos

A Deco defendeu hoje que o atual regime de apoios para a assistência aos filhos, em que as faltas são...

Paíshá 4 horas

Famalicão atribui 364 bolsas de estudo a alunos do concelho

A Câmara Municipal de Famalicão aprovou, esta quinta-feira, a atribuição de 364 bolsas de estudo a outros tantos alunos residentes...

Paíshá 5 horas

Covid-19: Pais defendem regresso às aulas presenciais mas pedem mais testes de rastreio

Os pais e diretores escolares acreditam que as escolas estão preparadas para reabrir, defendendo que sempre foram locais seguros, mas...

Famalicãohá 5 horas

Novo livro regista memórias do Externato Delfim Ferreira em Riba de Ave

A ideia foi lançada por Bruno Marques, ex-aluno do Externato Delfim Ferreira (EDF) que pretende, através de um livro registar...

Desportohá 5 horas

Agentes desportivos pedem mais tempo útil de jogo e outras mudanças no futebol

Os agentes desportivos consideraram hoje que é fundamental aumentar o tempo útil de jogo no futebol português para que este...

Paíshá 6 horas

Assinalam-se hoje 20 anos sobre queda da ponte em Entre-os-Rios

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, evocou hoje, passados 20 anos, a memória das 59 vítimas mortais da...

Paíshá 6 horas

Ensino à distância está a melhorar mas ainda não substitui aulas presenciais

Os diretores escolares e as famílias fazem um balanço positivo do ensino à distância, imposto pela pandemia de covid-19, reconhecendo...

Mundohá 6 horas

Vacina russa Sputnik V em está em fase de análise

Até ao momento, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) já deu ‘luz verde’ a três vacinas para a Covid-19: a...

Famalicãohá 6 horas

Estima-se que existam 1,5 milhões de armas legais em Portugal

A PSP revelou que existem cerca de 1,5 milhões de armas legais, em Portugal. A mesma força de autoridade calcula...

Famalicãohá 18 horas

Famalicão: Desenvolvimento sustentável com nota de destaque da OCDE

O Município de Famalicão foi esta terça feira elogiado pelo diretor-geral de Desenvolvimento e Cooperação da OCDE (Organização para a...

Economiahá 19 horas

Covid-19: Taxistas registam quebra de serviços de cerca de 70%

A Federação Portuguesa do Táxi (FPT) afirmou hoje que os taxistas registaram uma quebra de serviços de cerca de 70%...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191