Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Covid-19: “Em termos físicos e psicológicos, esta doença é uma brutalidade. Perdi 18 quilos”

Publicado

em

“Protejam-se e cuidem uns dos outros”, pedem os doentes que estiveram meses internados em cuidados intensivos e em reabilitação pós-infeção por covid-19.

“Se eu durar mais 20 anos nunca mais me esqueço desta altura. As pessoas não imaginam o que é esta doença”, diz Fernando Soares, 67 anos, reformado bancário e residente em Vila Nova de Gaia, no distrito do Porto.

Teve “a tal febre e tosse de que se fala muito”, mas também “alucinações e transtornos psicológicos” que o levaram a “imaginar coisas que nunca existiram”. Após um mês em cuidados intensivos e outro numa enfermaria no Hospital Santos Silva, em Gaia, recupera em regime de ambulatório no Centro de Reabilitação do Norte (CRN).

“Tenho toda a autoridade para pedir a toda a gente que tenha cuidado. Passei momentos em que não sabiam se sobrevivia. Em termos físicos e psicológicos, esta doença é uma brutalidade. Eu perdi 18 quilos”, frisa após terminar as sessões de fisioterapia que lhe devolveram a capacidade para estar de pé e fazer “coisas aparentemente banais” como subir escadas sem sentir fadiga.

Esta capacidade ainda não é uma realidade para Rui Ribeiro (53 anos, residente no Porto) que está internado no CRN, mas antes passou por três hospitais, entre os quais o de São João, no Porto, onde esteve ligado “a uma daquelas máquinas que substitui a função dos pulmões e do coração pondo o sangue a correr fora do corpo”, a chamada ECMO, Oxigenação por Membrana Extracorporal.

“Estive quatro meses em coma. Aquela gente salvou-me a vida várias vezes. Agora sei que houve alturas em que nem me mexiam que era para não estragar”, descreve à Lusa.

Sentado numa cadeira de rodas porque ainda não sente as pernas dos joelhos para baixo, Rui multiplica elogios aos profissionais de saúde e faz apelos a quem nega a existência da pandemia: “Projetam-se e cuidem uns dos outros”.

“Uma enfermaria de cuidados intensivos é uma coisa muito agressiva e complicada. Os enfermeiros e os auxiliares trabalham tanto. As pessoas não têm ideia. E ganham tão pouco. É incrível. Eu dava um espirro – em sentido figurado – e tinha três pessoas à minha volta”, descreve.

Rui Ribeiro rejeita a palavra “revolta” para descrever o chamado “negacionismo” que se espelha em movimentos anti-máscara, entre outros, e admite que existe “muita gente desesperada” por causa das dificuldades económicas que medidas como as impostas pelo estado de emergência acarretam, mas também rejeita a ideia de que este “é apenas um viruzinho”.

“Toma-se uma pastilha e fica-se bom, não é? Eu não ando. Há quem diga que só apanha quem não for forte. Eu fui à tropa e apanhei”, refere na mesma sala onde António Rodrigues, de 53 anos, assistente operacional numa escola em Braga, pedala com a ânsia de recuperar tudo o que a covid-19 lhe roubou.

“Não sei onde apanhei [o vírus]. Sei que já não vou a casa desde 26 de março. Revolta-me saber que há quem desvalorize a covid. Usei fralda e tomei banho na cama até agosto. Tomar o primeiro banho de chuveiro [sentado e com ajuda] foi uma alegria”, conclui.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.339.130 mortos resultantes de mais de 55,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.632 pessoas dos 236.015 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Paíshá 1 hora

Quase 838 mil vacinas já foram administradas em Portugal

O Ministério da Saúde avançou hoje que, em Portugal, já foram administradas 837.887 vacinas contra a covid-19. A vacinação começou...

Paíshá 2 horas

100 negacionistas protestam contra o uso obrigatório de máscara

São negacionistas da pandemia, afirmam que esta “não é real”, e protestam hoje contra o uso obrigatório de máscara, avança...

Paíshá 3 horas

Portugueses e espanhóis protestam pela abertura da fronteira de Bemposta

A fronteira de Bemposta, no concelho de Mogadouro, distrito de Bragança, az a ligação do Planalto Mirandês, através da localidade...

Paíshá 3 horas

Centros de saúde com decréscimo de 75% de consultas Covid-19

Dados avançados hoje pelo jornal Público revelam que as consultas a utentes infetados Covid-19 sofreram um decréscimo de 75%, o...

Paíshá 4 horas

Covid-19: 33 mortes e 1071 novos casos

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Direção Geral de Saúde, registam-se, nas últimas 24 horas, 1071 novos casos confirmados...

Paíshá 4 horas

AstraZeneca pode começar a ser administrada a maiores de 65 anos

O chefe da Comissão Permanente para a Vacinação na Alemanha anunciou que vai alterar a recomendação que limitava o uso...

Paíshá 4 horas

GNR deteve 420 pessoas na última semana

No âmbito de operações de combate à criminalidade e de fiscalização rodoviária, a GNR deteve 420 pessoas na última semana....

Sociedadehá 6 horas

Nas últimas 24 horas, Açores não registou nenhum caso de Covid-19

O Arquipélago dos Açores já quase não regista casos de Covid-19. Aliás, esta sexta feira não houve nenhum caso confirmado,...

Regiãohá 6 horas

Fafe: Assalto à mão armada numa área de serviço na A7

Quatro homens encapuzados assaltaram, esta madrugada de sábado, pelas 5 da manhã, uma área de serviço da A7, em Fafe,...

Paíshá 6 horas

Covid-19: 140 pessoas impedidas de viajar a partir Porto, Lisboa e Faro

Entre 31 de janeiro e 25 de fevereiro, 140 pessoas foram impedidas de viajar pela PSP, revala o ministério da...

Famalicãohá 7 horas

Famalicão: Janeiro com 4742 desempregados. Mais 1330 que no ano anterior

O concelho de Famalicão registou no passado mês de janeiro um total de 4 742 desempregados inscritos no centro de...

Paíshá 7 horas

Preço dos combustíveis volta a subir esta segunda feira

Prevê-se que tanto o gasóleo como a gasolina aumentem 1 cêntimo por litro já a partir da próxima segunda feira....

Paíshá 8 horas

Porto: Incêndio esta madrugada deixa 11 pessoas sem casa

Onze pessoas ficaram desalojadas, esta madruga, num incêndio no Porto, mais concretamente na Rua Visconde de Setúbal, avança o Jornal...

Guimarãeshá 8 horas

Guimarães: Trânsito condicionado na variante de Creixomil

O trânsito na na variante de Creixomil, sentido nó da circular urbana (Hospital) – rotunda de Silvares, em Guimarães, estará...

Paíshá 9 horas

IHMT preocupado com produção clandestina de vacinas

Perante a iminente realidade da produção de vacinas no mercado clandestino com o objetivo de fazer face aos atrasos e...

Paíshá 9 horas

Óbitos por Covid-19 representam menos 25 mil anos de vida em Portugal

Um estudo levado a cabo pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) verificou que a mortalidade prematura causada pela covid-19...

Paíshá 20 horas

António Costa alerta para “ilusão” de que “o pior já está totalmente ultrapassado”

O primeiro-ministro avisou hoje que se vive neste momento “uma fase perigosa” e de “ilusão” ao pensar-se que “o pior...

Paíshá 21 horas

Apostador português “saca” 2 milhões e meio no Euromilhões desta sexta-feira

Um apostador portugues venceu esta sexta-feira o 2.º prémio do Euromilhões, arrecadando quase 2 milhões e meio de euros, ao...

Paíshá 22 horas

Covid-19: Plano de desconfinamento será apresentado no dia 11 de março

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje que o Governo apresentará no dia 11 de março o plano de desconfinamento, adiantando...

Paíshá 22 horas

António Costa considera natural iniciar processo de desconfinamento pelas escolas

O primeiro-ministro, António Costa, considerou hoje natural que o desconfinamento comece pelas escolas, lembrando que Governo “resistiu o mais que...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191