Siga-nos nas redes
“E-REDES”

País

Covid-19: Só 25% dos portugueses cumpre as regras do distanciamento social

Publicado

em

Um estudo da Escola Nacional de Saúde Pública revelou esta quinta-feira que mais de um terço dos portugueses saíram de casa nas últimas duas semanas sem ser para ir trabalhar e apenas 25% mantiveram a distância recomendada de dois metros entre as pessoas.

Numa reunião do Infarmed que reuniu vários peritos para analisar a situação epidemiológica em Portugal no âmbito da pandemia de covid-19, o estudo Perceções Sociais sobre a Covid-19 foi apresentado pela diretora da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), Carla Nunes.

Sobre a frequência de saída de casa nas últimas duas semanas sem ser para ir trabalhar, especialmente na última quinzena de novembro, observa-se “uma diminuição de todos os dias ou quase todos os dias”, mas com valores “ainda muito elevados” de cerca de 35%, segundo os dados do estudo Barómetro Covid-19 Opinião Social, que inquiriu 182.581 pessoas desde março.

Relativamente à pergunta se o inquirido usou sempre máscara quando saiu de casa e esteve com outras pessoas, observou-se uma melhoria novamente em setembro e outubro, mas ainda há 20% a dizerem que nem sempre usaram.

Quando se questiona se o inquirido esteve sempre de máscara quando esteve em grupos com dez ou mais pessoas, 35% admitiram que não.

Ao analisar o acesso aos serviços de saúde, o estudo da ENSP verificou que há ainda cerca de 20% das pessoas a dizerem que necessitavam de ir a consultas, mas que não foram por receio ou porque foi desmarcada pelo serviço.

Cerca de 40% disseram evitar ou a adiar cuidados não urgentes por receio de contrair covid-19 nos serviços de saúde.

Em relação ao nível de confiança na capacidade de resposta dos serviços de saúde à covid-19 observa-se “desde maio, junho uma tendência muito clara com o pouco confiante e nada confiante a ganharem espaço e relevância e, neste momento, cerca de 40% das pessoas a manifestaram esses sentimentos.

Sobre a mesma questão, mas para outras doenças sem ser covid-19, este padrão mantém-se “com o pouco confiante ou nada confiante a ganharem cada vez mais peso”, com perto de 70% das pessoas a afirmarem-no.

A adequação das medidas implementadas pelo Governo no combate à covid-19 também mostra “um claro padrão”, com cerca de 50% a considerarem-nas muito adequadas e adequadas e os restantes pouco adequadas e nada adequadas.

Inquiridos sobre tem a intenção de tomar a vacina contra a covid-19 assim que estiver pronta, 25% afirmaram que estão disponíveis para a tomar, contra 10% que não pretendem ser vacinados.

Metade disse estar confiante ou muito confiante em relação à eficácia e segurança das vacinas, adianta o estudo.

A ENSP abordou também a perceção do estado de saúde nos últimos dois meses. “Em termos de saúde mental esteve melhor durante o verão, mas agora está semelhante também ao início da pandemia”, disse Carla Nunes.

Quem apresenta pior estado de saúde, seja global, seja mental, são as mulheres, os mais velhos e com menores níveis de escolaridade, salientou.

Sobre a frequência com que a pessoa se tem sentido agitada, ansiosa, em baixo ou triste devido às medidas de distanciamento físico, o estudo verificou algumas variações ao longo da pandemia, mas agora estão semelhantes nesta última quinzena ao início da pandemia, na segunda quinzena de março.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,3 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 3.701 em Portugal.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 9 minutos

Abraão Costa é o novo presidente da direção da Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD)

A Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD) tem uma nova direção, presidida por Abraão Costa. Saiba mais...

Famalicãohá 2 horas

Câmara de Famalicão assina protocolo de cooperação com a Universidade Católica

O Município Famalicão assinou, esta quinta-feira, a 4 de março, um protocolo com o Centro Regional de Braga (CRB) da...

Economiahá 2 horas

Compras ‘online’ em Portugal aumentaram 46% durante este confinamento geral

As compras ‘online’ aumentaram 46% em Portugal entre 15 de janeiro e 28 de fevereiro, face ao mesmo período homólogo,...

Paíshá 3 horas

Covid-19: Mais 28 mortos e 949 novos infetados nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 28 óbitos provocados pela pandemia e 949 novos casos de infeção, segundo o relatório diário emitido...

Regiãohá 3 horas

Dois detidos por furtar e modificar bicicletas para vender na internet em Vila do Conde

Dois homens com 18 e 21 anos foram detidos por furtarem bicicletas e motociclos nas zonas da Maia e Vila...

Economiahá 4 horas

Encher depósito de gasóleo ou gasolina custa em média mais 10 euros do que há 4 meses atrás

O preço da gasolina volta a subir, um cêntimo por litro, na próxima segunda-feira, enquanto que o preço do gasoleo...

Paíshá 5 horas

Covid-19: Percentagem de mortos em Portugal desceu para quase metade em 2 semanas

A percentagem de mortes em Portugal atribuídas à covid-19 desceu entre 08 e 21 de fevereiro para cerca de metade...

Economiahá 5 horas

Informação sobre o programa “Apoiar Rendas” disponibilizada pelo fisco a partir deste sábado

 O fisco pode, a partir de sábado, ceder dados das empresas que beneficiam do Apoiar Rendas, mas apenas para informar...

Famalicãohá 6 horas

PJ detém casal que agrediu idoso que viria a morrer no Hospital de Famalicão

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um casal indiciado pela prática do crime de roubo, agravado pela morte da vítima, de...

Famalicãohá 6 horas

Arcebispo primaz de Braga D. Jorge Ortiga celebra hoje o seu 77.º aniversário

D. Jorge Ortiga celebra, esta sexta-feira, o seu 77.º aniversário. Jorge Ortiga nasceu no ano de 1944 na freguesia de...

Paíshá 6 horas

Circulação entre concelhos novamente proibida entre hoje e segunda-feira

A circulação entre concelhos em Portugal continental volta a estar proibida entre as 20:00 de hoje e as 05:00 de...

Famalicãohá 6 horas

Hospital de Famalicão volta a permitir presença do pai, 24 horas, nos serviços de obstetrícia

O Hospital de Famalicão voltou a permitir a presença de um acompanhante (normalmente o pai) nos serviços de obstetrícia, possibilidade...

Barceloshá 6 horas

Dois detidos após tentativa de assalto a armazém de congelados em Barcelos

 A GNR deteve, na madrugada de hoje, com ajuda de populares, dois homens por tentativa de assalto a um armazém...

Sociedadehá 7 horas

Fórmula 1 voltará a correr em Portugal já a 2 de maio

 O Grande Prémio de Portugal vai voltar a integrar o Mundial de Fórmula 1 já no próximo dia 02 de...

Paíshá 7 horas

Investigadora defende que as crianças devem ser introduzidas à tecnologia mais cedo

Sofia Marques Silva, investigadora da Universidade do Porto, defende que as crianças devem ser introduzidas à tecnologia mais cedo, nomeadamente...

Famalicãohá 19 horas

Incêndio em poste elétrico mobiliza bombeiros para Lousado

Um incêndio num poste elétrico deflagrou no início da noite desta quinta-feira, na Rua Pé de Prata em Lousado. Fonte...

Paíshá 20 horas

Covid-19: Ministério da Educação disponibiliza 7 milhões para proteção nas escolas

O Ministério da Educação anunciou hoje que disponibilizou cerca de sete milhões de euros para as escolas comprarem máscaras e outros...

Famalicãohá 22 horas

Bombeiros Famalicenses lamentam “falta de comunicação” sobre criação de centro de apoio em Bairro

Os Bombeiros Voluntários Famalicense emitiram um comunicado esta quinta-feira onde lamentam terem sido os “últimos a saber” da deslocalização do...

Paíshá 23 horas

Governo cria reserva estratégica para emergências como incêndios inundações ou sismos

O Governo aprovou hoje a constituição de uma reserva estratégica de proteção civil para garantir que um conjunto de materiais...

Paíshá 24 horas

Alterações na Escola Nacional de Bombeiros procuram “educação de nível superior”

O modelo de ensino e formação em proteção civil vai ser reformulado através de uma transformação na Escola Nacional de...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos

ANUNCIE NESTE ESPAÇO > ligue +351252308147 ou WhatsApp para +351963964191