Siga-nos nas redes

Famalicão

Suspeitos de assaltos a carrinhas de valores em Famalicão ficam em silêncio durante julgamento

Publicado

em

Remeteram-se esta quarta-feira ao silêncio, no início do julgamento, no Tribunal de Guimarães os cinco arguidos acusados de 10 assaltos a carrinhas de transporte de valores e a cidadãos chineses nos distritos de Braga e Porto.

Por estes arguidos representarem um perigo elevado, o julgamento decorre sob fortes medidas de segurança.

Segundo a acusação, os assaltos decorreram entre março de 2019 e janeiro de 2020 e terão “rendido” mais de 375 mil euros.

Em causa estão seis assaltos a carrinhas de transporte de valores registados em Vila Nova de Famalicão (três), Guimarães, Matosinhos e Valongo, e quatro assaltos a comerciantes da comunidade chinesa instalada na zona industrial de Varziela, em Vila do Conde.

Estes últimos assaltos registaram-se em Braga (três) e um em Matosinhos e ocorreram quando aqueles comerciantes iam fazer depósitos bancários.

A acusação refere que, em inícios de 2019, três dos arguidos decidiram associar-se com o objetivo de procederem a assaltos, contando nessa tarefa com a “colaboração pontual” dos outros dois.

Diz ainda que aquele grupo criminoso se “especializou” em assaltos a viaturas blindadas de transporte de valores, sempre da empresa Esegur, quando os seus funcionários procediam a carregamentos de caixas ATM, e em assaltos a cidadãos chineses quando transportavam quantias em numerário, que supunham ser elevadas, para depósito em instituições bancárias.

No caso dos assaltos a carrinhas de valores, o Ministério Público refere que os arguidos “tinham acesso a informação privilegiada da empresa” em questão, sublinhando que só desse modo lhes era possível saberem antecipadamente o dia e local da deslocação das viaturas e que na caixa ATM em questão ia ser efetuado um carregamento em numerário e sempre pelo valor máximo, ou seja, 75 mil euros.

Para levarem a cabo os assaltos, os arguidos “costumavam estudar previamente os locais, observando em alguns casos durante largas horas as movimentações nessa zona e treinando possíveis formas de abordagem”.

No caso dos chineses, a acusação diz que os arguidos perceberam que os comerciantes daquela comunidade instalada na zona industrial de Varziela se deslocavam, com regularidade, a instituições bancárias de cidades limítrofes (Braga ou Porto), levando com eles avultadas quantias em numerário que aí depositavam.

“Mais perceberam os arguidos que essa comunidade é extremamente fechada e algum desse dinheiro não teria proveniência declarada, razão pela qual esses cidadãos dificilmente denunciariam às autoridades os assaltos de que fossem vítimas ou depois não tinham interesse no prosseguimento dos processos criminais”, acrescenta o Ministério Público.

Os arguidos costumavam estudar as movimentações dos seus alvos de nacionalidade chinesa, tirando apontamentos sobre matrículas e outras anotações e seguindo-os por vezes até às instituições bancárias que frequentavam na cidade Braga ou no Grande Porto.

Um “modus operandi” que foi hoje confirmado, em tribunal, por um inspetor da Polícia Judiciária, que foi a primeira testemunha a ser ouvida.

Os arguidos atuavam armados e deslocavam-se em viaturas furtadas, que depois abandonavam e/ou incendiavam.

Normalmente, apunham matrículas falsas nas viaturas.

Além de roubo qualificado, os arguidos respondem ainda por crimes de furto, falsificação de documento, detenção de arma proibida e incêndios, explosões e outras condutas especialmente perigosas.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Famalicão

Câmara mantém atendimento aberto esta segunda-feira

Publicado

em

Por

A Câmara Municipal Famalicão vai manter, amanhã, em funcionamento os serviços essenciais, como o atendimento ao público..

Apesar de ter decidido dar tolerância de ponto aos funcionários municipais, na sequência da resolução anunciada pelo Governo, o presidente da autarquia, Paulo Cunha, optou por manter abertos os serviços de atendimento do Balcão Único, Água e Saneamento e Ação Social, no horário entre as 9h00 e as 15h00.

Para além deste atendimento, estarão ativos ainda neste dia o piquete de águas e os serviços de recolha de lixo.

“Ao assegurarmos o acesso a estes serviços públicos essenciais, estamos a contribuir para que não haja uma elevada concentração de utentes nos dias a seguir aos feriados, nos respetivos espaços”, explica Paulo Cunha, salientando que existem serviços que têm tido uma grande procura diária como é o caso da Ação Social. Depois do encerramento da delegação da Segurança Social em Famalicão, os famalicenses estão a recorrer aos serviços da Ação Social, em busca de ajuda e esclarecimentos”, acrescentou o autarca referindo que o município “não pode deixar as pessoas desamparadas e sem respostas”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

“Portugal terá níveis muito baixos de novos casos de Covid se mantiver restrições”

Publicado

em

Por

A estimativa é do Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) que diz que se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de Covid-19, seguidos de menos admissões hospitalares e mortes.

“Nas mais recentes projeções, estimámos que 22 dos 31 Estados-membros [da União Europeia e do Espaço Económico Europeu] terão uma redução do número de casos confirmados e, subsequentemente, das admissões hospitalares e mortes, para níveis muito baixos”, indica o ECDC em resposta escrita enviada à agência Lusa.

Portugal é um desses países, mas isso apenas se “mantiverem as medidas de resposta em vigor a 18 de novembro de 2020 e até ao final do período de previsão, que é 25 de dezembro de 2020”, acrescenta a agência europeia, aludindo ao relatório divulgado esta semana.

Se as atuais medidas continuarem a serem adotadas em Portugal, o ECDC prevê, no relatório divulgado esta semana com projeções a curto prazo sobre a evolução da situação epidemiológica na União Europeia (UE), que após um pico de infeções em meados de novembro, se registe um abrandamento acentuado em dezembro, que deverá culminar em menos de 2.000 casos diários em janeiro.

No caso dos números diários de mortes, de internamentos e de entradas nos cuidados intensivos, o pico deverá ser atingido em dezembro, de acordo com esta agência europeia, que prevê um abrandamento em janeiro.

A agência europeia de saúde pública admite, porém, que estas projeções “continuam a ser um grande desafio, uma vez que estão muito dependentes das políticas decretadas pelos Estados-membros”.

Sediado na Suécia, o ECDC tem como missão ajudar os países europeus a dar resposta a surtos de doenças.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Economia

Este fim de semana, 65 restaurantes chegam até si sem custos de transporte

Publicado

em

Por

Durante este fim de semana de 28 e 29 de novembro, todos os famalicenses vão poder usufruir das suas refeições favoritas no conforto das suas casas, sem ter de pagar mais por isso.

A Câmara Municipal de Famalicão vai novamente assegurar os custos de entrega ao domicílio de 65 restaurantes do concelho, entre as 19 e as 22:30 horas, para que estes possam minimizar os efeitos económicos causados pelo confinamento obrigatório.

Como tal, os restaurantes aderentes (cuja lista pode consultar abaixo) farão entregas gratuitas por todo o concelho, desde as ruas do centro da cidade até à freguesia mais distante. A campanha é válida em encomendas superiores a 10 euros  e para pagamentos através de MBWAY ou transferência bancária (diretamente ao restaurante). 

Consulte abaixo a lista de restaurantes aderentes:

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

jornal opinião pública

fama rádio

Artigos recentes

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais vistos