Siga-nos nas redes

Sociedade

Famalicão: Incêndio deflagra junto a exploração agrícola na freguesia de Telhado

Publicado

em

Um incêndio deflagrou, durante a tarde desta terça-feira, no lugar de Melhe, na freguesia de Telhado, em Famalicão.

Fonte dos Bombeiros Voluntários Famalicenses disse à Fama TV que o fogo teve lugar numa zona de mato junto a uma exploração agrícola, embora as chamas nunca tenham ameaçado as suas estruturas.

Para o local, foram destacados dois veículos e sete operacionais desta corporação.

O alerta foi registado às 14:50.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

País

Perto de 70% das crianças internadas com síndrome inflamatória pós-covid eram saudáveis

Publicado

em

Quase sete em cada dez crianças que estiveram internadas com a síndrome inflamatória multissistémica, uma manifestação rara e grave da covid-19, no Hospital D. Estefânia, eram previamente saudáveis, revela um estudo hoje divulgado na revista Ata Médica.

O estudo observacional e descritivo decorreu entre abril de 2020 e abril de 2021 e teve como objetivo descrever as características das crianças hospitalizadas no hospital pediátrico D. Estefânia, em Lisboa, com a síndrome inflamatória multissistémica (MIS-C).

Para isso, foram analisados dados demográficos, clínicos, exames de diagnóstico e terapêutica, as complicações e as sequelas da doença.

Entre outras conclusões, o estudo conclui que, embora não tenha sido registada nenhuma morte entre os 45 doentes com MIS-C internados no D.Estefânia, a maioria esmagadora (90,4%) dos 21 doentes avaliados seis meses após a alta apresentaram diminuição da tolerância ao esforço e 53,3% uma lesão cardíaca persistente.

“De facto, observámos várias sequelas cardíacas, físicas e psicológicas e, por essa razão, é importante salientar que estes doentes devem ter um longo acompanhamento, com especial enfoque no envolvimento cardíaco, uma vez que é uma marca registada do MIS-C”, realçam os investigadores.

Dos 312 doentes hospitalizados com infeção por SARS-Cov-2, que provoca a covid-19, neste período no hospital pediátrico, 45 tinham MIS-C (14,4%), refere o estudo realizado pelos pediatras Maria João Brito, Joana Vieira de Melo, Tiago Silva, Rita Valsassina e Catarina Gouveia.

A infeção por SARS-CoV-2 foi confirmada por teste de diagnóstico (RT-PCR) ou serologia em 77,8% dos doentes e 73,3% tinham um contexto epidemiológico ligado à covid-19.

“Tal como em relatórios anteriores, encontramos uma idade média semelhante (sete anos), ligeira predominância de doentes do sexo masculino (68,9%), e a maioria dos doentes eram anteriormente saudáveis (68,9%)”, refere o estudo publicado na revista Ordem dos Médicos.

Os sintomas mais comuns na admissão hospitalar foram febre (100%), seguida de dor abdominal (60%), vómitos (53,3%), erupção cutânea (48,9%) e hiperemia conjuntival bilateral (28,9%).

Os autores do estudo referem que foi observado “um amplo espetro” de apresentação da doença num grupo de doentes previamente saudável, na sua maioria.

Todos os doentes tiveram febre e envolvimento multiorgânico: hematológico (100%), cardiovascular (97,8%), gastrointestinal (97,8%), mucocutâneo (86,7%), respiratório (26,7%), neurológico (15,6%) e renal (13,3%).

“O envolvimento neurológico e respiratório ocorreu nos doentes mais graves”, frisa o estudo, indicando que 13 doentes (28,8%) necessitaram de cuidados intensivos.

No entanto, sublinha, mesmo estes doentes tiveram “um bom resultado a curto prazo”, não tendo sido registada nenhuma morte.

Segundo o estudo, a duração média desde o início dos sintomas até à admissão no hospital foi de seis dias, “um longo período de tempo considerando a potencial gravidade da doença”, sublinham.

Segundo os investigadores, estes dados permitem concluir que esta síndrome nem sempre é reconhecida, dada a possibilidade de uma apresentação mais suave, mas, afirmam, “em qualquer caso, esta síndrome tem consequências potencialmente graves e deve motivar um acompanhamento atento e uma hospitalização”.

“O diagnóstico da MIS-C é um desafio na prática clínica atual e requer um elevado nível de suspeição pois o início atempado de terapêutica é fundamental para prevenir complicações”, defendem.

No entanto, não existe ainda consenso científico sobre a melhor terapêutica e seguimento destes doentes.

“O MIS-C é uma condição grave associada a uma infeção por SARS-CoV-2 e ainda são necessárias provas para esclarecer os vários aspetos desta síndrome”, argumentam.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Homem de 42 anos ferido após despiste na freguesia de Delães

Publicado

em

Uma pessoa ficou ferida, ao final da tarde desta sexta-feira, na sequência do despiste de um automóvel, na zona da Curva do Conde, na Estrada Nacional 310, na freguesia de Delães em Famalicão.

As forças de socorro e segurança destacadas para o local totalizam 12 operacionais e quatro veículos de apoio.

O alerta foi registado às 18:03.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

Criança de 6 anos perde a vida após queda de 2.º andar de prédio em Braga

Publicado

em

Uma criança de seis anos perdeu a vida, esta sexta-feira, depois de ter caído do segundo andar de um prédio, na freguesia de Lamaçães, em Braga.

O óbito foi declarado no local pelas equipas de socorro.

Uma unidade de intervenção psicológica foi destacada para o local para apoiar os familiares da criança.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Projeto “ADN” da Pasec é o vence Programar em Rede 2022

Publicado

em

Explorar e valorizar o “ADN” de Famalicão por via das artes é o intuito da Pasec – Plataforma de Animadores Socioeducativos e Culturais, a grande vencedora da edição 2022/2023 do Programar em Rede, iniciativa promovida pelo Município de Famalicão que disponibiliza uma verba até ao máximo de 10 mil euros para financiar um projeto cultural que seja apresentado em rede por várias entidades do concelho.

Saiba mais em OPINIAOPUBLICA.PT

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Hospital de Famalicão assinala Dia Internacional do Voluntariado esta segunda-feira

Publicado

em

A Associação do Voluntariado Hospitalar do Hospital de Famalicão vai celebrar, no próximo dia 5 de dezembro, o Dia Internacional do Voluntariado com um conjunto de atividades a desenvolver na unidade hospitalar.

Saiba mais em OPINIAOPUBLICA.PT

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão: Cada vez mais empresas contratam pessoas com deficiência. A ACIP é quem as forma.

Publicado

em

Aprender para crescer e ser capaz de agarrar uma oportunidade de emprego. Este é um dos objetivos da formação profissional da ACIP dirigida a pessoas com deficiência.

Para assinalar o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, celebrado ao dia 3 de dezembro, a Famatv foi assistir à primeira aula do curso de cozinheiro da ACIP, em Brufe. Entre formandos e formadores motivados, o objetivo é comum – promover a autonomia dos alunos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Famalicão

Famalicão ganha 91 novas camas para universitários totalizando mais de 2,9 milhões de investimento -PRR

Publicado

em

Famalicão vai passar a dispor de alojamento para mais 91 alunos universitários, resultado de um investimento de superior a 2,9 milhões de euros atribuído à autarquia, inserido no Plano de Recuperação e Resiliência.

No total, a região Norte vai contar com mais 4.440 novas camas e 2.012 reabilitadas em residências universitárias, fruto de candidaturas em 17 municípios ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que representam um financiamento superior a 164,4 milhões de euros.

De acordo com a lista de projetos financiados pelos PRR, disponível no ‘site’ do Programa Nacional para o Alojamento do Ensino Superior, foram aprovadas 41 candidaturas ao PRR em 17 municípios da região Norte que integram valências de Ensino Superior, entre politécnicos e universidades.

As candidaturas representam, em conjunto, um financiamento superior a 164,4 milhões de euros, que vai permitir criar mais 6.452 camas, 4.440 das quais serão camas novas e 2.012 reabilitadas.

O concelho do Porto reúne o maior número de candidaturas (sete da Universidade do Porto, duas do Instituto Politécnico do Porto e uma do município), bem como o maior financiamento, que se estima em 33,2 milhões de euros para a criação de mais 1.510 camas.

No distrito do Porto vão ser ainda criadas camas em residências universitárias nos municípios de Vila do Conde, Felgueiras, Penafiel e Póvoa do Varzim.

Em Vila do Conde, o PRR vai financiar com mais de 5,6 milhões de euros a criação de 174 novas camas pelo Instituto Politécnico do Porto, instituição que também viu aprovada uma candidatura para criar mais 40 novas camas em Felgueiras, fruto de um financiamento de 1,3 milhões de euros do PRR.

Já em Penafiel e na Póvoa do Varzim, duas candidaturas submetidas pelos respetivos municípios de um milhão de euros e 359 mil euros, respetivamente, vão criar 32 e 11 novas camas.

Ao Porto, segue-se o município de Aveiro, onde foram aprovadas seis candidaturas (cinco da Universidade de Aveiro e uma da MoviJovem), que representam um financiamento superior a 19,8 milhões de euros e vão permitir criar 1.016 camas, 424 das quais novas e 592 reabilitadas.

No distrito de Aveiro foram também aprovadas duas candidaturas, uma da Cruz Vermelha Portuguesa e outra da Universidade de Aveiro, para a criação de 92 novas camas no concelho de Oliveira de Azeméis, fruto de um financiamento superior a três milhões de euros.

No concelho de Braga, um projeto submetido pelo município vai permitir a construção de 786 novas camas, resultante de um financiamento superior a 25,6 milhões de euros.

Por sua vez, no distrito de Braga foram ainda aprovadas candidaturas para a criação de novas camas em Vila Nova de Famalicão, Barcelos e Guimarães.

Guimarães vai contar com mais 327 camas, resultado da aprovação de um projeto do município e outro da Universidade do Minho, que totalizam mais de 10,6 milhões de euros.

Em Famalicão, o PRR vai permitir a criação de mais 91 novas camas com a atribuição de um financiamento superior a 2,9 milhões de euros à autarquia, e em Barcelos, a criação de 238 novas camas com a atribuição de um financiamento superior a 7,7 milhões de euros a dois projetos do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, e a um da Santa Casa da Misericórdia.

No concelho de Viana do Castelo, as duas candidaturas do Instituto Politécnico de Viana do Castelo vão permitir criar mais 530 camas (400 das quais novas e 130 reabilitadas) fruto de um financiamento superior a 14,3 milhões de euros.

No distrito de Viana do Castelo vão ser ainda criadas 21 novas camas pelo município de Melgaço, resultado de um financiamento de 685 mil euros, e 56 novas camas pelo município de Valença, que viu aprovado um projeto que ascende a 1,8 milhões de euros.

Já em Vila Real foram aprovadas cinco candidaturas da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) que, em conjunto, equivalem a mais de 24,3 milhões de euros e 1.146 camas, 567 das quais novas e 579 reabilitadas.

Por sua vez, o concelho de Bragança contará com mais 200 camas no decorrer da aprovação e financiamento em 6,5 milhões de euros do projeto submetido pelo Instituto Politécnico de Bragança.

O distrito de Bragança contará também com 182 novas camas, em resultado de um projeto submetido pelo Instituto Politécnico de Bragança e cujo financiamento ascende a mais de 5,9 milhões de euros.

De acordo com a lista de projetos financiados pelos PRR, disponível no ‘site’ do Programa Nacional para o Alojamento do Ensino Superior e analisada hoje pela Lusa, foram aprovadas 41 candidaturas ao PRR em 17 municípios da região Norte que integram valências de Ensino Superior, entre politécnicos e universidades.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

GNR apreende 380 litros de aguardente em Fafe no valor de 4 mil euros

Publicado

em

A GNR apreendeu na terça-feira, em Fafe, no distrito de Braga, 380 litros de aguardente no valor de quatro mil euros, adiantou hoje esta força policial.

Em comunicado, a GNR refere que, além desta apreensão, foi constituído arguido um homem, de 47 anos.

No âmbito de uma investigação por introdução fraudulenta no consumo, que decorria há cerca de dois meses, os militares realizaram buscas numa destilaria e armazém.

Durante as mesmas, os militares detetaram aguardente armazenada em local não autorizado pela autoridade aduaneira competente, “escapando” deste modo às obrigações tributárias de declaração e pagamento dos impostos incidentes, referiu.

“O valor da aguardente apreendida ascende a quatro mil euros, sendo que a sua comercialização ilícita teria causado um prejuízo ao Estado de cerca de cinco mil euros”, frisou a GNR.

A GNR apreendeu, ainda, um alambique composto por duas colunas de cobre.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

Braga

Solução que permite a deteção precoce de doenças respiratórias desenvolvida na Universidade do Minho

Publicado

em

Uma spin-off da Universidade do Minho desenvolveu uma solução que permite a deteção precoce de doenças respiratórias e, dessa forma, “salvar vidas”, anunciou a Agência Nacional de Inovação (ANI).

Em causa o eRDT IPLEMEXED, projeto que venceu o Born from Knowledge (BFK) Awards, atribuído na terça-feira pela ANI, no âmbito do Altice International Innovation Award.

Em comunicado, a ANI refere que aquele projeto permite fazer em casa e em apenas 20 minutos o diagnóstico de doenças respiratórias, que até aqui demorava entre dois e sete dias e era feito em contexto hospitalar.

Desenvolvida pela IPLEXMED, uma start-up de Braga que conta com parceiros como a Universidade do Minho e o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, a solução apresenta uma plataforma de diagnóstico não invasiva, em contexto doméstico, de infeções respiratórias clínicas.

“Existem doenças que não deixam muita margem de manobra para diagnósticos, levando muito tempo a marcar exames. A solução da IPLEXMED é portátil, oferecendo resultados rápidos e práticos. O sistema funciona com um cartucho que recolhe amostras de saliva, por exemplo, inserido no módulo, que por sua vez é ligado ao PC, acedendo à sua base de dados”, explica o comunicado.

A solução tem sensores de grafeno que capturam moléculas, dando resultados em 20 minutos.

Pode ser aplicada a qualquer pessoa, reduzindo de dias para minutos a deteção precoce de doenças, salvando dessa forma vidas.

O negócio da IPLEXMED é fornecer os equipamentos a centros de saúde, mas também diretamente aos pacientes.

A tecnologia consegue fazer diferentes análises com apenas uma amostra.

Atualmente, há cerca de mil milhões de pessoas que sofrem de doenças respiratórias crónicas.

Destas, aproximadamente 380 milhões são diagnosticadas com doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), a terceira causa de morte em todo o mundo.

“Doentes de doenças pulmonares crónicas são altamente vulneráveis a bactérias multirresistentes, a principal causa de exacerbação dos sintomas e de morte”, remata o comunicado, para relevar a importância da deteção precoce.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

País

Jornada Mundial da Juventude vai dar retorno de 350 milhões a Portugal e será o maior evento de sempre em solo nacional

Publicado

em

O Dia Mundial da Juventude (JMJ), que terá lugar no próximo mês de Agosto em Lisboa, terá um retorno económico para Portugal de cerca de 350 milhões de euros e promete ser o “maior evento” alguma vez encenado em Portugal.

“O retorno dos estudos económicos realizados em relação a Madrid representa um benefício económico de cerca de 350 milhões de euros. Presumo que Portugal terá um retorno económico desta magnitude”, disse José Sá Fernandes, na comissão parlamentar da Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.

Numa audição solicitada pelo PSD para explicar o trabalho de preparação deste evento, o coordenador do grupo de projecto para a JMJ, que terá lugar na capital, entre 1 e 6 de Agosto de 2023, afirmou que o ponto de encontro dos jovens é na zona de Loures e Lisboa, junto ao Tejo, mas haverá outros locais onde terão lugar eventos relacionados com a JMJ, nomeadamente o Parque Eduardo VII, Belém, e Oeiras.

José Sá Fernandes salientou que este é o “maior evento que alguma vez teve lugar em Portugal, porque foi sempre o maior evento onde quer que tenha tido lugar”.

“Nada como isto jamais foi feito antes em Portugal, é uma enorme expectativa que todos nós sentimos ao acolher um evento desta dimensão”, sublinhou.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Continuar a ler

pub

Artigos Recentes

Paíshá 5 minutos

Perto de 70% das crianças internadas com síndrome inflamatória pós-covid eram saudáveis

Quase sete em cada dez crianças que estiveram internadas com a síndrome inflamatória multissistémica, uma manifestação rara e grave da...

Famalicãohá 13 horas

Famalicão: Inaugurada árvore de Natal de croché

Ao final da tarde desta sexta-feira, 2 de dezembro, foi inaugurada uma árvore de Natal feita em rosetas de croché...

Famalicãohá 14 horas

Famalicão: Homem de 42 anos ferido após despiste na freguesia de Delães

Uma pessoa ficou ferida, ao final da tarde desta sexta-feira, na sequência do despiste de um automóvel, na zona da...

Bragahá 15 horas

Criança de 6 anos perde a vida após queda de 2.º andar de prédio em Braga

Uma criança de seis anos perdeu a vida, esta sexta-feira, depois de ter caído do segundo andar de um prédio,...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: Projeto “ADN” da Pasec é o vence Programar em Rede 2022

Explorar e valorizar o “ADN” de Famalicão por via das artes é o intuito da Pasec – Plataforma de Animadores...

Famalicãohá 16 horas

Hospital de Famalicão assinala Dia Internacional do Voluntariado esta segunda-feira

A Associação do Voluntariado Hospitalar do Hospital de Famalicão vai celebrar, no próximo dia 5 de dezembro, o Dia Internacional...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: Mercado Municipal recebe Mostras Comunitárias de Natal

O Pelouro do Associativismo da Câmara Municipal de Famalicão aliou-se à iniciativa Comunidades (En)Coro para promover as Mostras Comunitárias de...

Desportohá 16 horas

Seleção Nacional perde com a Coreia do Sul por 2-1 no Mundial 2022

Portugal conquistou hoje o Grupo H do Mundial de futebol de 2022, apesar de perder por 2-1 com a Coreia...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão: Cada vez mais empresas contratam pessoas com deficiência. A ACIP é quem as forma.

Aprender para crescer e ser capaz de agarrar uma oportunidade de emprego. Este é um dos objetivos da formação profissional...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão ganha 91 novas camas para universitários totalizando mais de 2,9 milhões de investimento -PRR

Famalicão vai passar a dispor de alojamento para mais 91 alunos universitários, resultado de um investimento de superior a 2,9...

Jornal

Rádio

Arquivo

FAMA NAS REDES