Siga-nos nas redes

País

Primeiro-ministro apela à vigilância contra a “brutalidade” da violência doméstica

Publicado

em

Pedido que se continue a reforçar a vigilância e a ação contra esta “pandemia, tantas vezes silenciosa e sempre brutal”, o primeiro-ministro assinalou hoje o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Esta posição foi transmitida por António Costa através de uma mensagem que publicou na sua conta pessoal na rede social “Twitter”.

“Neste Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, não bastam palavras de condenação e censura. Precisamos de continuar a agir contra esta outra pandemia, tantas vezes silenciosa e sempre brutal, da violência de género”, escreveu o primeiro-ministro.

António Costa referiu depois que o Governo lança hoje a campanha “Eu sobrevivi”, que pretende reforçar a vigilância contra a violência doméstica e alerta para os desafios impostos pela covid-19″.

“Denunciemos, atuemos. A violência contra as mulheres e a violência doméstica são crimes públicos e uma responsabilidade de todos”, acrescentou.

A Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica acolheu 625 pessoas na segunda vaga da pandemia, e fez mais de 12 mil atendimentos, tendo havido ainda 150 pessoas que conseguiram terminar o processo de autonomização.

Em declarações à agência Lusa, por ocasião do Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, em que o governo divulga uma nova campanha contra a violência doméstica, a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, referiu que nesta segunda vaga da epidemia de covid-19 em Portugal, entre 28 de setembro e o dia 08 de novembro, a Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica acolheu 625 pessoas, entre 309 mulheres, 304 crianças e 12 homens.

Além disso, segundo Rosa Monteiro, foram feitos 12.419 atendimentos, o que significa que, em média, a Rede fez quase 303 atendimentos por dia ao longo destes 41 dias contabilizados na segunda vaga da pandemia.

Entre os mais de 12 mil atendimentos feitos neste período, a secretária de Estado salientou que 503 deles eram “situações novas que chegaram pela primeira vez às equipas de atendimento à procura de ajuda”.

Durante o mesmo período houve 150 pessoas que concluíram o seu processo de autonomização, enquanto na primeira fase foram 370, mas dispersas por um período temporal maior, entre 18 de março e 15 de junho.

Já durante a primeira vaga da pandemia, entre 18 de março e finais de junho, a Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica (RNAVVD) acolheu 848 pessoas, entre 499 mulheres, 328 crianças e 21 homens, além de ter feito 24.692 atendimentos.

Os dados mais recentes do Governo revelaram que a violência doméstica já matou 20 pessoas até ao dia 19 de novembro, 16 das quais mulheres. As participações de crimes de violência doméstica cresceram entre julho e setembro, com 8.228 ocorrências participadas à PSP e GNR, mais 1,12% do que as 8.137 no período homólogo de 2019 e mais do que as 6.928 registadas no segundo trimestre de 2020.

Também o número de pessoas presas por crimes de violência doméstica aumentou, assim como o de pessoas integradas em programas para agressores.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

Jornal

Rádio

Artigos Recentes

Famalicãohá 39 minutos

Famalicão: crianças e Jovens da PASEC debatem os líderes do amanhã

Está a decorrer mais uma Assembleia Internacional Juvenil (AIJ) promovida pela associação famalicense PASEC, em parceria com organizações internacionais de...

Paíshá 1 hora

Médicos Saúde Pública alertam para situação “absolutamente insustentável”

O presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, considerou este sábado “absolutamente insustentável” a situação vivida...

Paíshá 2 horas

Covid-19: Segunda dose da vacina começa a ser administrada este domingo

Os primeiros profissionais de saúde que foram vacinados contra a covid-19 no final do ano vão começar a receber hoje...

Paíshá 3 horas

Quase 250 mil eleitores votam hoje para as eleições presidenciais

Os portugueses começam a votar este domingo, uma semana antes das presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado...

Desportohá 13 horas

FC Famalicão empata em Alcochete a duas bolas frente ao Sporting

No pontapé de saída da fase de apuramento de campeão da Liga BPI, Sporting e Famalicão empataram a duas bolas,...

Famalicãohá 16 horas

Lousado alerta para a possíbilidade de cortes de água durante a próxima semana

A Junta de Freguesia de Lousado alerta para a possibilidade de ocorrerem interrupções no abastecimento de água, no período compreendido...

Paíshá 16 horas

Movimento “Defender Portugal” manifesta-se sem máscaras nem distanciamento contra o Governo

Cerca de 100 apoiantes de um movimento auto-denominado “Defender Portugal” manifestaram-se, sem máscaras ou distanciamento físico, em frente ao parlamento,...

Economiahá 16 horas

Economia portuguesa irá recuperar, mas não ao ritmo do resto da Europa

A recuperação da economia portuguesa após a crise pandémica “deverá acompanhar apenas temporalmente a recuperação europeia, mas não o seu...

Paíshá 16 horas

Trocas e devoluções de compras com prazo prolongado por 30 dias

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem...

Paíshá 20 horas

Marcelo Rebelo de Sousa volta a testar negativo à Covid-19

Marcelo Rebelo de Sousa voltou, este sábado, a ser testado à Covid-19 e o resultado foi negativo. Este é o...

Paíshá 20 horas

João Leão, Ministro de Estado e das Finanças, está infetado com Covid-19

O Ministério das Finanças informou este sábado que o Ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à...

Paíshá 20 horas

Covid-19: Há 400 bombeiros infetados. Classe quer prioridade na vacina

São 400 os bombeiros de inúmeras corporações espalhadas pelo país que estão infetados com Covid-19. Um número bastante preocupante, tendo...

Paíshá 20 horas

Novo confinamento, mas ligeiro. No primeiro dia 60% dos portugueses saiu à rua

A consultora analítica PSE divulgou, este sábado, um relatório relativo à mobilidade dos portugueses no primeiro dia do novo confinamento,...

Barceloshá 21 horas

Barcelos: Restaurante acusado de discriminação após proibir entrada de chineses e comunistas

O “Ristorante Divinal” de Barcelos está a ser acusado de racismo e discriminação. O estabelecimento colocou à entrada cartazes a...

Paíshá 22 horas

Covid-19: 166 mortes e 10947 novos infetados. Novo recorde atingido hoje

Pelo quarto dia consecutivo, Portugal regista acima de 10 000 novos infetados, por cada 24 horas. Este sábado, o boletim...

Paíshá 22 horas

Hospitais à beira do colapso. Doente morre em ambulância por falta de cama

Esta notícia está também disponível em formato podcast: “Horas nas macas das ambulâncias” em frente aos hospitais, é este o...

Paíshá 23 horas

Não há coimas para hipermercados que vendam bens não essenciais “à revelia”

Livros, roupa, artigos desportivos e de decoração são alguns dos artigos proibidos pelo Governo de venda nos hipermercados ao longo...

Paíshá 23 horas

Covid-19: Testes rápidos podem ser a solução para concretizar festivais de verão

A Associação de Produtores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE) esteve reunida com o Governo no sentido de debater as...

Paíshá 1 dia

Consumo de antidepressivos em Portugal deverá aumentar devido à Covid-19

A situação pandémica em Portugal deverá levar ao aumento de consumo de antidepressivos. Pelo menos, é o que antevê Miguel...

Paíshá 1 dia

Regras da DGS para fazer compras no supermercado em segurança

Com várias superfícies comerciais fechadas devido ao novo confinamento geral, os supermercados incluem-se nas raras exceções. A compra de bens...

Arquivo

FAMA NAS REDES

Mais Vistos